Templates by BIGtheme NET
Home » Penalva do Castelo (page 5)

Penalva do Castelo

Mau tempo com chuva e vento forte

Em comunicado, a Autoridade Nacional de Proteção Civil alerta para um agravamento de tempo com chuva e vento forte.

Devido à aproximação e passagem de um sistema frontal associado a uma depressão centrada a oeste-noroeste das Ilhas Britânicas, prevê-se um agravamento do estado do tempo no território do continente a partir da tarde de hoje, dia 09.

Assim, prevê-se precipitação por vezes forte nas regiões Norte e Centro, em especial no Minho e Douro Litoral, entre a tarde de dia 09 e o final da manhã de dia 10. A partir do início do dia de domingo, a precipitação irá intensificar novamente no litoral Norte e Centro, estendendo-se gradualmente ao restante território. Durante este período, esta precipitação deverá ser persistente, em especial no dia 11, domingo.

O vento irá soprar com mais intensidade no litoral oeste e nas terras altas, com rajadas que podem atingir os 70 km/h e os 85 km/h respectivamente, podendo atingir no final do dia de sexta-feira os 85 km/h no Minho e Douro Litoral e os 100 km/h nas terras altas destas regiões.

A agitação marítima deverá manter-se forte em toda a costa ocidental até final da manhã de sábado, com ondas de noroeste com 4 a 5 metros.

Para mais detalhes sobre a previsão meteorológica para os próximos dias consultar:
http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev.descritiva/
http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev.significativa

Para mais detalhes sobre os avisos meteorológicos emitidos consultar:
http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev-sam/

“Os Desafios ao Futuro do Emprego na Indústria Automóvel” debatidos em Mangualde

Decorre nesta sexta-feira, no Município de Mangualde  a conferência “Os Desafios ao Futuro do Emprego na Indústria Automóvel”. A sessão, que decorrerá no auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, terá início às 14h00 e contará com a presença do Secretário de Estado da Economia, João Correia Neves. Esta conferência enquadra-se na programação da Semana Europeia da Formação Profissional.

 Após a sessão de abertura conduzida por João Azevedo, Presidente do Município de Mangualde, seguir-se-ão vários painéis de debate: “Trabalho e emprego: Estratégia Europeia”, “Veículos, plataformas do futuro e adaptação do emprego”, “Mobilidade sustentável” e “Desafios à formação: novas tecnologias e aptidões adequadas…formar as qualificações do futuro”. A sessão de encerramento ficará a cargo de João Correia Neves, Secretário de Estado da Economia.

 

Durante o evento, haverá um stand e uma apresentação do Projeto DRIVES (Development and Research on Innovative Vocational Educational Skills). Aqui estarão presentes, para além do Município de Mangualde, a Universidade do Minho, o Instituto Politécnico de Viseu e a IDESCOM (Associação Informação, Desenvolvimento, Comunicação).

O MUNICÍPIO DE MANGUALDE E A ‘European Vocational Skills Week 2018’

O Município de Mangualde, que acolhe a sede da fábrica do Grupo PSA Peugeot-Citroen (com centenas de trabalhadores) e outras empresas importantes da cadeia de valor da indústria automóvel, participa, de forma ativa, na construção de soluções para o futuro do setor. É, além disso, parceiro associado do consórcio “DRIVES – Development and Research on Innovative Vocational Education Skills”, que, durante 2018 e 2022, reúne 24 parceiros de 11 países europeus para pensar estratégias e políticas europeias de requalificação do setor.

Neste sentido, o Município de Mangualde reunirá, nesta conferência, alguns dos melhores especialistas nacionais no domínio da mobilidade para, durante uma tarde, analisarem e discutirem as melhores estratégias para assegurar que os trabalhadores nacionais estarão preparados para os desafios da digitalização, automatização e fontes de energia alternativas.

SETOR AUTOMÓVEL REPRESENTA, EM PORTUGAL, 5% DO PIB, CERCA DE 230 EMPRESAS E 51 MIL EMPREGOS

A conferência “Os Desafios ao Futuro do Emprego na Indústria Automóvel” insere-se na Semana Europeia da Formação Profissional (European Vocational Skills Week), que integra a estratégia de pensar e antecipar os desafios do setor. O setor automóvel representa, na União Europeia, 7% do PIB europeu e 12 milhões de empregos. Já em Portugal, engloba 5% do PIB, cerca de 230 empresas e 51 mil empregos.

 

Na mais recente análise socioeconómica de Portugal feita em Bruxelas, foram apontadas algumas das principais lacunas do país no domínio das qualificações profissionais: “em 2016, apenas 56% dos portugueses tinham competências médias-altas, quando a média europeia se cifrava nos 82%”, sendo o problema “mais grave na faixa acima dos 40, (40% contra 80% da média da UE)”.  Por estas razões, torna-se essencial debater o futuro do setor e dos seus profissionais no contexto socioprofissional português.

 

 

PROGRAMA

“OS DESAFIOS AO FUTURO DO EMPREGO NA INDÚSTRIA AUTOMÓVEL”

9 de novembro, 14h00-17h00, Auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves

Abertura

Presidente do Município de Mangualde, João Azevedo

Trabalho e emprego: Estratégia Europeia

Sofia Alves, Representação da Comissão Europeia em Portugal

Projeto DRIVES (ERASMUS+) – Henrique Burnay, Eupportunity

Veículos, plataformas do futuro e adaptação do emprego

Moderador: Adolfo Silva, AFIA

Joana Mendonça, IST/CEiiA

José Machado, Universidade do Minho

 

Mobilidade sustentável

Moderador: Utimia Madaleno-Eupportunity

Daniela Carvalho – Transportes Inovação e Sistemas (=TIS)

Carlos Pereira – Instituto Politécnico de Viseu

 

Desafios à formação: novas tecnologias e aptidões adequadas…formar as qualificações do futuro….

Moderadora: Isabel Soares Carneiro, IDESCOM

José Miguel Sousa, EDUFOR

João Girão, AIMMAP

 

Encerramento

João Correia Neves, Secretário de Estado da Economia

Resultados do Campeonato de Portugal- Série B 10ªjornada

Gafanha- AD Sanjoanense 5-2

Penalva Castelo- Marítimo B 2-1

Leça- Amarante FC 2-1

Paredes- Lusitano FCV 1-1

Cinfães- Sp.Espinho 1-1

FC Pedras Rubras- Gondomar 0-0

Lusitânia Lourosa- Águeda 2-0

Cesarense- Sp.Mêda 2-0

SC Coimbrões- U.Madeira 1-3

Por:Zerozero

AF Viseu -1ª Divisão Zona Norte 2018/19– ronda 4

Decorreu a ronda quatro da  1ª Divisão Zona Norte da AF Viseu com o Roriz a receber e vencer o Santacruzense por quatro bolas a uma, com golos de André,  36′ ;João ,42′; Roberto, 54′; Ramalho, 79′ ;João Fernandes (AG).

O Oliveira de Frades recebeu e goleou por nove bolas a uma , a turma do Oliveira do Douro, já os Ceireiros venceram o Alvite por uma  bola a zero, o Parada empatou com o Vilamaiorense a uma bola e os Vouzelenses venceram em casa o Sezurense.

Por fim, o Carvalhais venceu o Campia por uma bola a zero.

Lidera a tabela o Carvalhais com 12 pontos , seguido do Vilamaiorense, Roriz e Vouzelenses com 7 pontos.

 

Campeonato de Portugal- Série B 9ªjornada

Campeonato de Portugal- Série B

Jornada 9

AD Sanjoanense- SC Coimbrões 2-1

Amarante FC- Cinfães 1-0

Gondomar- Cesarense 1-1

Lusitano FCV- Leça 3-0

Sp.Mêda- Penalva Castelo 0-1

Gafanha- FC Pedras Rubras 0-2

Águeda- Paredes 1-0

U.Madeira- Lusitânia Lourosa – 0-2

Marítimo B- Sp. Espinho- 2-1

Fonte:Zerozero

 

AFViseu- Resultados 1ªDivisão Norte e Sul

Neste domingo, jogou-se a segunda ronda da 1ªdivisão da AF Viseu, assim na zona norte muito disputada com diversas equipas a mostrar valor, já na zona sul, esta foi a ronda inaugural.

Zona Norte

Boassas-Sezurense-1-3

Ceireiros-Ol.Douro-4-1

Roriz- Ol.Frades-2-1

Parada- Santacruzense-1-0

Carvalhais-Vilamaiorense-2-1

Vouzelenses- Alvite-0-0

lidera: Carvalhais 6pts

Zona sul

Nandufe-Ciencias-4-1

Santar- Molelos-1-2

Santacombadense-SL Nelas-1-0

Vale Madeiros- Vila Chã Sá-1-2

Mangualde-Bessteiros-5-0

Moimenta Dão-Cabanas Viriato-4-1

lideram: Mangualde, Nandufe,Molelos, V.Chã de sá , Santacombadense, Moimenta Dão, com 3 pts

Cantinflas, em “O Analfabeto” foi em 1966

O célebre Cantinflas, em “O Analfabeto”, esteve em dose tripla no Cineteatro de Mangualde! A proeza “Aconteceu no Cineteatro há 52 anos”, com uma soirée no dia 15 de outubro de 1966, e uma matinée e uma soirée no dia 16. Pela primeira vez, as crianças puderam assistir a um filme de Cantinflas nas matinées mangualdenses!

 Mario Moreno interpretou Cantinflas, o analfabeto “mais sisudo com a exuberância dos seus gestos e atitudes”, para quem “a mulher é como um livro em branco, que cada homem o escreve à sua maneira”!

O filme contou ainda com as atuações de Lilia Prado e Angel Garaza, bem como com atuação especial de Sara Garcia. A realização ficou a cargo de Miguel M. Delgado e o filme foi produzido por Jacques Gelman.

RELANÇAR O CINETEATRO DE MANGUALDE E INCENTIVAR

O CONTACTO COM AS FONTES PRIMÁRIAS SÃO OS PRINCIPAIS OBJETIVOS

Através do Arquivo Municipal de Mangualde estão a ser divulgados cartazes relativos às antigas exibições e espetáculos que aconteceram no Cineteatro. Com esta campanha, a autarquia mangualdense pretende relembrar aos mangualdenses que, ao longo de várias décadas, no Cineteatro de Mangualde, múltiplas companhias de espetáculo exibiram as suas melhores peças e os seus melhores atores, sendo aqui também projetados excelentes filmes. Para além de sensibilizar a sociedade civil mangualdense para a importância deste extraordinário equipamento cultural, pretende ainda incentivar o contacto com as fontes primárias, gerar uma nova atitude face ao património documental, e propiciar o desenvolvimento de hábitos de pesquisa e de visita ao arquivo.

XXIII Feira da Maçã Bravo de Esmolfe

A Câmara Municipal de Penalva do Castelo, a Junta de Freguesia de Esmolfe, com o apoio da FELBA – Promoção das Frutas e Legumes da Beira Alta promovem no dia 21 de outubro, a XXIII Feira da Maçã Bravo de Esmolfe, no Centro de Exposições de Produtos DOC (largo de santo Ildefonso).
O certame tem início pelas 9horas, com a celebração da missa campal, segue-se a abertura da feira, com a maçã a ser o centro das atenções.
A animação inicia às 10h30 com a atuação da Casa do Povo de Esmolfe e após o almoço, às 14h30 sobe ao palco o Rancho Folclórico de Penalva do Castelo. Por volta das 15h00, terá início a segunda edição do IV concurso “Delícia de Maçã Bravo de Esmolfe”, momento em que serão divulgados os premiados.
Para finalizar a festa a animação estará a cargo do grupo Artur & Márcia e seu trio.
Ao longo do dia, estão patentes diversas exposições, venda de produtos e artesanato local, em que a trilogia de excelência, Queijo Serra da Estrela, Vinho “Dão de Penalva do Castelo” e Maçã Bravo de Esmolfe se destaca.

Condições Meteorológicas Adversas !Alerta!!

O mau tempo vai chegar a Portugal Continental
A situação meteorológica que irá condicionar o território continental português é ainda muito incerta, nomeadamente quanto à trajetória da depressão Leslie e aos efeitos que a mesma produzirá em relação a vento, precipitação e agitação marítima. Espera-se que as condições dos estados do tempo e do mar se agravem a partir das 19:00 horas de sábado, 13-10-2018, atingindo-se o pico mais crítico entre as 00:00 horas e as 06:00 horas de domingo, para o vento, as 01:00 horas e as 16:00 horas de domingo para a precipitação, as 03:00 horas e as 12:00 horas de domingo, para a agitação marítima.
O território continental português será afetado muito provavelmente em toda a sua extensão geográfica, não sendo possível ainda indicar com precisão as áreas de maior impacto dos fenómenos meteorológicos.

É essencial recomendar ESPECIAL CUIDADO com o vento, por precaução, na medida em que, podendo soprar forte nalgumas regiões, pode contribuir sobremaneira para a evolução rápida dos incêndios rurais que venham a verificar-se.

🚨2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:

➡️· Danos em estruturas montadas ou suspensas;
➡️· Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte;
➡️· Possíveis acidentes na orla costeira;
➡️· Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de preia-mar, podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;
➡️· Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo;
➡️· Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
➡️· Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
➡️· Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
➡️· Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.

🚨3. MEDIDAS PREVENTIVAS

A ANPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

➡️· Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
➡️· Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
➡️· Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a galgamentos costeiros, evitando a circulação e permanência nestes locais;
➡️· Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos muito próximos da orla marítima;
➡️· Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
➡️· Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível acumulação de neve e formação de lençóis de água nas vias;
➡️· Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;

➡️· Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Para mais informações consulte:

www.prociv.pt ou
http://www.prociv.pt/…/AP_44_DCS_2018_10_12_Condi%C3%A7%C3%…
Para acompanhamento da situação consulte:
www.ipma.pt ou
https://www.ipma.pt/pt/otempo/prev-sam/timeline.jsp?reg=VIS

Informação : AUTORIDADE NACIONAL DE PROTEÇÃO CIVIL

Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais reforçado até 31 de outubro

Face às previsões meteorológicas para a segunda quinzena de outubro disponibilizadas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) à Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o Ministério da Administração Interna decidiu reforçar, até ao final do mês de outubro, o .
Assim, até 31 de outubro, o dispositivo terrestre será reforçado com mais 624 bombeiros. Cerca de 500 militares do GIPS da GNR serão empenhados em ações de vigilância e fiscalização.
Relativamente aos meios aéreos, vão manter-se disponíveis 10 helicópteros ligeiros em regime de locação, 3 helicópteros ligeiros propriedade do Estado, 6 aviões anfíbios médios e 3 helicópteros pesados.
Foi ainda decidido o incremento das ações de vigilância e fiscalização por parte da GNR e da PSP nas suas áreas de competência e o reforço da vigilância móvel terrestre, com base no empenhamento de patrulhas das Forças Armadas, sobretudo nas áreas mais sensíveis e vulneráveis.
No âmbito da Rede Nacional de Postos de Vigia, mantêm-se em funcionamento até ao dia 6 de novembro os postos da rede primária.
Este reforço do dispositivo é concretizado de acordo com a flexibilidade operacional prevista na Diretiva Operacional n.º 2 – DECIR.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar