Templates by BIGtheme NET
Home » Aguiar da Beira (page 10)

Aguiar da Beira

Atividade operacional semanal – GNR Guarda

 

O Comando Territorial da Guarda para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, no distrito da Guarda, na semana de 9 a 15 de março, que visaram a prevenção e o combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

 

1.    Detenções: Oito detidos em flagrante delito, destacando-se:

·         Três por condução sob efeito do álcool;

·         Um por condução sem habilitação legal;

·         Um por tentativa de passagem de moeda falsa;

·         Um por trafico de estupefacientes;

·         Um  por posse de arma proibida.

 

2.    Apreensões:

·         2400 euros em dinheiro;

·         475,5 doses de cocaína;

·         Meia dose de liamba;

·         Uma soqueira com faca de abertura automática;

·         Um bastão extensível;

·         Um telemóvel;

·         Uma balança de precisão;

·         Uma moca.

 

3.    Trânsito:

Fiscalização: 183 infrações detetadas, destacando-se:

·         111 por excesso de velocidade;

·         15 relacionadas com iluminação e sinalização;

·         Oito por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;

·         Seis relacionadas com pneumáticos;

·         Seis por falta de inspeção periódica obrigatória;

·         Cinco por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

·         Cinco por uso do telemóvel durante a condução.

Sinistralidade: 21 acidentes registados, resultando:

·         Dois feridos graves;

·         Seis feridos ligeiros.

 

4.    Fiscalização Geral: 15 autos de contraordenação:

·         Nove no âmbito da legislação policial;

·         Seis no âmbito da legislação da proteção da natureza e do ambiente.

Liturgia – Tempo da Quaresma – 3º Domingo- Ano A

Este fim de semana  14 e 15 de março ainda haverá celebrações Dominicais, mas com recomendações.

Subsídios para vivermos melhor este tempo de suspensão e contenção:

Para a vivência do domingo em família:

https://www.snpcultura.org/celebrar_o_domingo_em_familia.html?fbclid=IwAR2FLrcBCPxrZYvHkl6SsMxmpmrDetaSOzoAwHwrHcqGdd7gdNf0ShwdGAM#.XmtnhcqcTGE.facebook

Última nota da Conferência Episcopal:

https://agencia.ecclesia.pt/portal/covid-19-conferencia-episcopal-portuguesa-determina-suspensao-da-celebracao-comunitaria-das-missas/

Acompanhamento da incidência do coronavírus:

https://esriportugal.maps.arcgis.com/apps/opsdashboard/index.html?fbclid=IwAR3f_RiYXga2i48cR1vOtGNYw34gBOf6G9FG3xq7FL8mklyjHuuDxc7Jbz0#/e9dd1dea8d1444b985d38e58076d197a

 

Peçamos ao SENHOR nas nossas preces pela Alegria da Saúde.

Pe. Jorge Gomes

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: texto

Turismo Centro de Portugal distinguido em Inglaterra

O Turismo Centro de Portugal (TCP) foi distinguido nos “The Travel Marketing Awards”, prémios atribuídos em Inglaterra às marcas e organizações ligadas ao turismo que mais se destacam em várias categorias.

O TCP ficou classificado no top-5 na categoria “Destination Brand of the Decade” (“Marca Destino da Década”). A categoria foi ganha pelo Turismo da Irlanda do Norte, sendo os restantes finalistas, além do Turismo Centro de Portugal, as entidades promotoras de turismo de Japão, Malta e Austrália Ocidental.

Os “The Travel Marketing Awards” definem o padrão de excelência para o marketing no setor do turismo. Instituídos em 2009, são reconhecidos como os galardões de marketing mais desejados em viagens e turismo. A cerimónia de entrega dos prémios 2020, em que foram anunciados os vencedores, teve lugar esta semana em Londres.

A categoria “Destination Brand of the Decade”, na qual o Turismo Centro de Portugal foi distinguido, é uma categoria especial, que aconteceu apenas este ano e que, segundo a organização, premiou destinos que tenham deixado uma marca indelével entre 2010 e 2019. Foram considerados destinos que tenham assistido a um crescimento notório na sua reputação, desenvolvido novos mercados, lidado com novos desafios turísticos ou aumentado significativamente o número de visitantes – fatores em que o Turismo Centro de Portugal se afirmou nos últimos dez anos.

Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, destacou a importância de mais esta distinção. “É o reconhecimento de um esforço permanente na promoção da marca Centro de Portugal, que tem conquistado cada vez mais notoriedade e visibilidade junto do público. A estratégia tem-se revelado acertada, como o comprovam os números de visitantes e outros indicadores da atividade turística: o turismo na região Centro de Portugal cresceu, nos últimos anos, a taxas históricas, ultrapassando a média nacional”, destaca.

“O Turismo Centro de Portugal estruturou a sua ação numa estratégia clara, orientada para resultados objetivos e partilhados pelo território, e desenvolveu uma marca e um posicionamento comunicacional sólido e consequente. Desde 2013, foi desenvolvido o Plano de Marketing do TCP e os seus principais vetores de intervenção; desenvolveu-se o rebranding da marca Centro de Portugal; fomos, entre outros reconhecimentos, considerados o ‘Melhor Stand Nacional 2015’, na Bolsa de Turismo de Lisboa, a ‘Melhor Região de Turismo Nacional’ em 2015 e 2019, nos Publituris Portugal Travel Awards, e recebemos prémios como o Grand Prix CIFFT 2017, com o nosso spot promocional ‘Turismo Centro Portugal – Preferred Destination ECTAA 2017’, o ‘Prémio Reconhecimento 2018 – Portugal Trade Awards Publituris’ e a ‘Melhor Entidade Regional Turismo 2018’ nos Prémios AHRESP, entre muitos outros”, acrescenta Pedro Machado.

AF Guarda suspende atividades desportivas até 28 de março

 A Direção da Associação de Futebol da Guarda, atenta às orientações da Direção Geral de Saúde e da FPF, deliberou  em reunião, suspender todas as atividades desportivas, desde o dia de hoje até ao próximo dia 28 de março.

As medidas visão evitar a propagação do COVID-19 e surgem no seguimento da Reunião do Grupo de Emergência da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Assim, a partir deste momento, passam a aplicar-se as seguintes medidas preventivas:

– Suspender todas as provas distritais dos escalões de formação de futebol e futsal;

– Suspender todos os encontros de escolas de futebol e futsal (Benjamins, Traquinas e Petizes);

– Suspender todos os jogos das competições seniores de futebol e futsal, tendo em conta a incerteza da cedência de balneários por parte das autarquias;

– Suspender todos os treinos das Seleções Distritais de futebol e futsal;

– Cancelar todas as visitas técnicas agendadas e por agendar e todas as atividades formativas;

A direção da AF Guarda continuará a monitorizar a situação, de acordo com as normas emanadas pelo Grupo de Emergência da FPF e pelas autoridades de saúde, podendo vir a rever, ampliar ou reduzir as medidas agora implementadas.

António Henriques (Mister Reboques/Lucrofusão) entrou a vencer em Valongo

Prova molhada prova abençoada

 Valongo tem todas as condições para receber as melhores provas de desportos outdoor e não é por isso de surpreender que, ano após ano, seja o concelho escolhido para o arranque do Campeonato Portugal de Trial 4×4 (CPT4x4).

Numa pista cada vez mais natural as equipas desbravaram terreno na luta pela vitória. Este ano com a resistência a ser encurtada para 2 horas e 30 minutos levou a melhor António Henriques (Mister Reboques/Lucrofusão). Em 2020 o piloto de Mangualde é acompanhado por Miguel Costa e corre na categoria Super Proto. Nesta primeira prova ganhou à classe e também em termos Absolutos.

António Silva (Canelas Pneus) voltou às vitórias depois de um 2019 afastado dos primeiros lugares do pódio. Em Valongo completou 7 voltas ao circuito e assegurou o primeiro lugar da classe Proto.

Carlos Gomes (Team Rafael & Gomes), campeão de 2019, começou a temporada de 2020 em grande. Ganhou a classe Extreme e, com 17 voltas ao circuito, foi o piloto que deu mais voltas ao circuito de Valongo.

Na classe Promoção Tiago Costa (SuperPrint) foi o vencedor. Depois de no ano passado ter experimentado a classe FUN, em 2020 aventurou-se em voos mais altos e completou 8 voltas ao circuito.

 

Classe Absoluto

1.º António Henriques – Proto XS5 – 12 voltas

2.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet LS3 – 12 voltas

3.º Rui Rocha – Toyota Land Cruiser Bj 40 – 11 voltas

 

Classe Super Proto

1.º António Henriques – Proto XS5 – 12 voltas

2.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet LS3 – 12 voltas

3.º Rui Rocha – Toyota Land Cruiser Bj 40 – 11 voltas

 

Classe Proto

1.º António Silva – Proto XS5 – 7 voltas

2.º Luís Bacelo – Nissan Patrol – 3 voltas

3.º Rui Faria – Nissan Proto – 3 voltas

 

Classe Extreme

1.º Carlos Gomes – Nissan Proto – 17 voltas

2.º Bruno Bastos – Nissan Patrol Y 60 – 15 voltas

 

Classe Promoção

1.º Tiago Costa – Nissan Patrol 260 – 8 voltas

2.º Pedro Pereira – Nissan Patrol y60 – 3 voltas

3.º Rui Nunes – Nissan Y61 – 2 voltas

Foto: CPT 4X4

 

 

 

AF Guarda- Resultados da 1ªDistrital -jornada 18

Os Vilanovenses-SC Celoricense-1-1
Vilar Formoso- Manteigas-1-5
AD Fornos Algodres-Foz Côa-6-0
Aguiar Beira-V.F.Naves-1-0
Soito-SC Mêda-1-3
Vila Cortez Mondego-E.Almeida-3-1
GD Trancoso-CD Gouveia-5-1
Classificação:
1º-Mêda- 41
2º- Manteigas- 39
3º-V.Cortez-35
4º-Gouveia-35
5º- Trancoso- 34
6º-V.F Naves- 30
7º-AD Fornos de Algodres- 27
8º-Soito- 24
9º- Aguiar da Beira-23
10º-SC Celoricense-20
11º-Os Vilanovenses-19
12º-Vilar Formoso-14
13º-Foz Côa- 5
14º-Estrela Almeida-4

Avisos e Liturgia do II Domingo da Quaresma – Ano A

Neste segundo Domingo da Quaresma, somos convidados a recordar, a contemplar e a celebrar a concretização, em Cristo, da aliança de Deus com Abraão e com todos os que foram, são e serão, pela fé, filhos de Abraão. A Palavra de Deus convida-nos a sair da nossa terra, do nosso mundo, das nossas seguranças, e a pormo-nos a caminho, guiados pela fé, para a terra que o Senhor nos indicar. Assim saiu Abraão e foi abençoado. Assim saiu Jesus, o Messias, que é a bênção de Deus para todos os povos. Assim queremos sair todos nós que somos de Jesus Cristo, chamados a ser a sua presença no mundo. Para Jesus de Nazaré, a meta da sua caminhada foi a glória do Pai. Para Abraão e para nós, a meta do nosso caminho é Jesus Cristo, o Filho de Deus, em quem o Pai pôs toda a sua complacência (estima e amor); por isso nós temos de O escutar, ou seja, imitar e seguir. Escutando Cristo, participamos da sua glória. Unidos a Cristo, estamos sentados com Ele à direita de Deus no céu. Seguindo Cristo, proclamamos que Ele é o Senhor e, com Ele, teremos como herança a vida eterna. Em Cristo, alcançamos a graça e a bênção, a misericórdia e a redenção, a eternidade da vida, a beleza da glória. Na glória de Cristo, que se manifesta no mistério da sua transfiguração e na luz da sua ressurreição, contemplamos a glória que está reservada àqueles que, como Abraão, caminham para a terra que o Senhor lhes prometeu mostrar, ou seja, a nós que, conforme o chamamento do Pai, escutamos hoje a palavra do seu Filho.

Em primeiro lugar, na nossa caminhada para a Páscoa com Cristo, temos de aceitar a grandeza da nossa dimensão divina e assumir a fragilidade da nossa condição humana. Na nossa vida de discípulos de Cristo, estão presentes, ao mesmo tempo, a natureza e a graça, a limitação e a transcendência, a filiação humana e a filiação divina. O texto do evangelho deste domingo permite-nos penetrar ainda mais no mistério deste encontro entre Deus e o homem: vencida por Jesus de Nazaré, e também por todos os que acreditam nele, a tentação de nos afastarmos de Deus e de nós próprios, o evangelho mostra-nos agora a profunda harmonia que existe em Jesus, e também naqueles que são de Jesus, entre a dimensão divina e a natureza humana. A transfiguração revela a presença misteriosa da glória de Deus na humanidade de Jesus. É-nos revelado um mundo de luz divina que se encontra no coração da condição humana; por breves instantes, no Filho do homem que caminha para a morte, vemos aquela que há-de ser eternamente a glória de Cristo ressuscitado.

08-03-2020

Em segundo lugar, a luz que se manifesta na transfiguração de Jesus, o resplendor do seu rosto, a brancura das suas vestes, não é somente a revelação da sua glória, ou visão antecipada da meta da sua existência; essa luz é também revelação do sentido que tem toda a vida de Jesus; mais ainda, a luz da transfiguração permite-nos ver um pouco a glória divina que já existe dentro do homem Jesus de Nazaré. Aquela luz de glória que viram os Apóstolos, e que hoje nós contemplamos com os olhos da fé, é inseparável da realidade humana de Jesus, é inseparável da sua obediência ao Pai e do seu serviço aos homens, é inseparável da sua vida e da sua morte. É impossível separar o monte da transfiguração e o monte da crucifixão de Jesus, porque esse Jesus que vemos hoje transfigurado, é o mesmo que vai a caminho de Jerusalém, onde será crucificado. Na luz da transfiguração como nas trevas do Calvário, ouvimos a voz do Pai que diz: “Este é o meu Filho muito amado, no qual pus toda a minha complacência. Escutai-O”.

Escutar Jesus é seguir Jesus. Como Jesus viveu, somos convidados a viver; o que Ele foi, somos convidados a ser. A vida divina, que o amor de Deus colocou em nós, não é um instrumento de manipulação da condição humana, mas a razão definitiva que o homem tem para não se afastar da sua realidade, para aceitar o seu próprio ser, para encerrar num abraço de amor a própria morte.

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

Ano A - Tempo da Quaresma - 2º Domingo - Boletim Dominical II

Operação “Floresta Segura 2020”

A Guarda Nacional Republicana (GNR) está a realizar, desde o dia 15 de janeiro e até 6 de dezembro, em todo o Território Nacional, a operação “Floresta Segura 2020”, através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), da Unidade de Emergência, de Proteção e Socorro (UEPS) e dos Comandos Territoriais, a qual integrará várias fases, desde o planeamento e execução de ações de sensibilização e de fiscalização, no que diz respeito às faixas de gestão de combustível, até ao reforço de patrulhamento e vigilância, para prevenir comportamentos de risco, assim como detetar e combater incêndios rurais, com a finalidade de garantir a segurança das populações e do seu património e salvaguardar o tecido florestal nacional.

Neste sentido, a GNR, em coordenação com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) irá, junto das populações em geral e, em particular, das autarquias, produtores florestais, comunidades escolares e agricultores, promover ações de sensibilização, com o intuito de alertar para a importância dos procedimentos preventivos a adotar, nomeadamente sobre o uso do fogo em queimas e queimadas, a limpeza e remoção de matos, a manutenção das faixas de gestão de combustível e a adoção de medidas de proteção dos aglomerados e de autoproteção, no âmbito dos Programas Aldeia Segura e Pessoas Seguras.  

Em apoio à ANEPC, no combate aos incêndios rurais, a GNR irá empenhar forças da UEPS em ações de ataque inicial e ampliado/estendido, com meios terrestres e helitransportados e, através do SEPNA, garantirá a validação, medição das áreas ardidas e investigação das causas dos incêndios.

Salienta-se que, no ano de 2019, registaram-se 10 904 ocorrências de incêndios rurais – o que representa uma redução de 15% face aos números de 2018 e de 54% face aos de 2017 – que resultaram em 42 492 hectares de área ardida (uma redução de 4% face a 2018 e de 93% face a 2017).

Ainda assim, considerando que cerca de 35% das ocorrências tiveram origem na realização de queimas e queimadas, a GNR continuará a dar prioridade à redução do número de ignições, aconselhando-se a população à participação nas diversas ações de sensibilização sobre o uso correto do fogo, que serão promovidas por todo o país.

Ordem dos Médicos do Centro cria Grupo de Acompanhamento do Covid-19

Diversos médicos de várias especialidades (Pneumologia, Saúde Pública, Doenças Infecciosas, Pediatria, Medicina Geral e Familiar, Medicina do Trabalho e Patologia Clínica) vão integrar o Grupo de Acompanhamento do Covid-19 criado pela a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) e que será coordenado pelo Professor Carlos Robalo Cordeiro (pneumologista, diretor do Serviço de Pneumologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e Diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra).

“Temos de contrabalançar o alarmismo, o pânico e a desinformação. A DGS tem de estabelecer os procedimentos corretos para serem cumpridos nos hospitais e nos centros de saúde”, refere o presidente da SRCOM, “agora que já temos casos identificados, a DGS não pode ficar por intenções vagas e pouco precisas”.

Afirma Carlos Cortes: “Ao contrário do que está a acontecer, é preciso enfrentar esta infeção com as melhores práticas de comunicação e partilha de informação junto dos utentes mas também junto dos profissionais de saúde que estarão na linha da frente”.

O Grupo de Acompanhamento do Covid-19 da Secção Regional da Ordem dos Médicos pretende ser um meio de partilha de informação e de apoio à melhor decisão, em tempo útil, interligando todas as ações com as entidades oficiais.

“Face a esta emergência epidemiológica, não podemos ficar à espera das respostas mais adequadas durante muito tempo. Tudo se passa de forma dinâmica e muito rápida. O pior cenário, face a casos positivos de infeção com o novo coronavírus, serão as respostas desarticuladas e incoerentes. Queremos dar um contributo para evitar situações de vazio, dúvidas, e comportamentos alarmistas que poderão amplificar ainda mais o cenário preocupante que conhecemos”, assume Carlos Cortes.

A Ordem dos Médicos pretende, com este grupo especializado, colocar ao serviço da comunidade médica a melhor e a mais correta avaliação face a eventuais incoerências e desinformação nas unidades de saúde.

“Estamos a assistir a alguns casos bastante confusos, infelizmente. Temos de dar o exemplo, sobretudo neste momento tão complexo, e contribuir para as melhores decisões nesta fase de risco. São os médicos especialistas em epidemiologia e saúde pública que devem liderar e apoiar a procura das melhores soluções. A comunidade médica e científica deve conduzir-nos às melhores práticas para enfrentar esta epidemia”, assume. “Temos de pugnar para que sejam tomadas todas as medidas preventivas nos hospitais e nos centros de saúde para minimizar a exposição e o risco de contágio”, conclui Carlos Cortes.

Trial 4×4 em Valongo é prova verde

CPT 4×4 2020
A tradição que o Campeonato Portugal de Trial 4×4 – CPT4x4  arranca em Valongo mantém-se.
Ano após ano tem sido o concelho nortenho a acolher a primeira prova da competição e 2020 não será exceção.
A 7 de março os motores começam a soar em Valongo, com a chegada das equipas inscritas para a primeira etapa de 2020. Nesse sábado decorrem as verificações técnicas e administrativas e as viaturas podem ser admiradas em parque fechado, na rua Emídio Navarro, perto da Câmara Municipal de Valongo.
Quanto ao circuito, o Clube Trilhos do Norte fez algumas alterações para tornar a pista mais longa e os obstáculos o mais naturais possíveis.
Novidade também é o facto de esta ser uma prova “verde”. Em 2020 a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting – FPAK – lançou aos promotores o repto de organizarem provas “amigas do ambiente” e Valongo seguirá já essas diretrizes. Tendo em vista a sustentabilidade ambiental e a preservação do ambiente serão distribuídas dezenas de eco-ilhas para separação dos resíduos.
A 1ª etapa do CPT4x4 é no fim de semana de 7 e 8 de março, em Valongo.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar