Templates by BIGtheme NET
Home » Aguiar da Beira (page 10)

Aguiar da Beira

CPT4x4 pela primeira vez em Famalicão

A cidade de Famalicão acolhe, pela primeira vez, uma prova do Campeonato Portugal Trial 4×4 e o evento será um dos principais acontecimentos desportivos da cidade em 2019.

Vila Nova de Famalicão é um concelho intimamente ligado ao desporto motorizado. São muitos os técnicos e profissionais do setor automóvel ligados ao automobilismo de competição. Muitos aficionados e amantes deste desporto, tanto homens como mulheres, competem como pilotos ou co-pilotos profissionais ou amadores. São várias as empresas ligadas ao setor automóvel e são mais ainda as empresas e empresários que contribuem para este fenómeno. Vila Nova de Famalicão é, por isso, e continuará a ser, uma referência no panorama nacional do automobilismo.

A paixão pelo desporto automóvel está enraizada na sociedade famalicense. Desde tempos remotos que a emoção e o espetáculo do automobilismo acompanham o pulsar desta terra, atravessando várias  gerações de Famalicenses.

As inscrições para a terceira etapa do CPT4x4 já estão disponíveis no site oficial da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting. A prova acontece no fim de semana de 22 e 23 de junho.

Instituto Politécnico da Guarda integra Rede para Salvaguarda da Dieta Mediterrânica

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) é uma das 19 instituições que integra a Rede das Instituições de Ensino Superior para a Salvaguarda da Dieta Mediterrânica (RIESDM), criada no passado dia 10 de maio.

O objetivo desta rede – cujo ato de constituição ocorreu na Universidade do Algarve – é potenciar o trabalho desenvolvido pelas instituições de ensino superior (IES) no âmbito da promoção e salvaguarda da Dieta Mediterrânica (DM).

Pretende-se, igualmente, aumentar a articulação das IES com outras entidades que tenham responsabilidade na promoção e salvaguarda da Dieta Mediterrânica (DM), contribuindo, através de uma abordagem multidisciplinar, para a salvaguarda da DM em diversas vertentes; nomeadamente, entre outras, ao nível da produção e valorização dos produtos, da educação para a saúde e da preservação de técnicas e festividades.

Refira-se que a Dieta Mediterrânica é uma secular herança cultural e civilizacional, um estilo de vida e um padrão alimentar de excelência reconhecido pela UNESCO e pela Organização Mundial de Saúde.

Considerando a crescente padronização dos hábitos alimentares e a aculturação das nossas tradições, a Dieta Mediterrânica (que ainda se mantém uma tradição viva) está em risco de perder a sua importância histórica e cultural. Recorde-se que, com o objetivo de cuidar da sua preservação, foi apresentada, a 4 de dezembro de 2013, na 8ª Conferência Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural e Imaterial da UNESCO, em BAKU, uma candidatura transnacional da DM a Património Cultural Imaterial da Humanidade (PCIH), de onde resultou a integração de Portugal.

A Dieta Mediterrânica, além de promover um modelo de desenvolvimento mais harmonioso, contribui para comunidades mais saudáveis e ambientalmente mais sustentáveis.

A assinatura do protocolo decorreu na sala de seminários da Reitoria da Universidade do Algarve e contou, além do Instituto Politécnico da Guarda, com mais 18 Instituições de Ensino Superior (IES): Institutos Politécnicos de Beja, Leiria, Lisboa, Porto, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo e Viseu; universidades do Algarve, Aveiro, Coimbra, Évora, Porto e Trás os Montes e Alto Douro, bem como e três escolas não integradas (Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, Escola Superior de Enfermagem do Porto e Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril). Nesse mesmo dia realizou-se a primeira reunião da Assembleia Geral da Rede.

Para o Presidente do Instituto Politécnico da Guarda, Joaquim Brigas, é “extremamente positiva a adesão a esta rede que é composta por mais 18 instituições de ensino superior, e que visa essencialmente, um trabalho profícuo de princípios multidisciplinares para a salvaguarda e valorização deste importante património imaterial de carácter internacional e que é representativo da nossa identidade enquanto povo”.

Ricardo Guerra, subdiretor da Escola Superior de Turismo e Hotelaria (ESTH) do IPG, que representou o Politécnico da Guarda nesta cerimónia de criação da RIESDM, afirmou que “nesta rede teremos a oportunidade de estar envolvidos numa dinâmica de partilha e trabalho comum, envolvendo várias áreas de investigação do nosso instituto e cruzando as mesmas com outras iniciativas que estejam ou venham a ser dinamizadas.”

Por outro lado, referiu ainda, “serão partilhadas as boas práticas no âmbito da salvaguarda da Dieta Mediterrânica, e pretende-se ainda, aumentar a articulação destas com as outras entidades de responsabilidade na promoção e salvaguarda da Dieta Mediterrânica”.

Este modelo alimentar resulta da tradição gastronómica da bacia do Mediterrâneo, onde a produção de azeite tem um elevado peso, implicando uma ingestão predominantes de alimentos de origem vegetal (complementados por azeite) e por um menor consumo de proteína animal, privilegiando o peixe e lacticínios, a para de uma equilibrada ingestão hídrica, onde surge a recomendação do vinho consumido de forma moderada.

Gala Anual do 79 Anos da Associação de Futebol da Guarda foi em Figueira de Castelo Rodrigo

Figueira de Castelo Rodrigo, recebeu na noite do passado sábado dia 11 de maio, a Gala anual da Associação de Futebol da Guarda.

Uma noite de Gala que serviu para comemorar os 79º de existência da AFG e para homenagear e premiar as personalidades que se distinguiram ao longo da época desportiva de 2018-2019.

Para além da entrega dos troféus de campeões, aos vencedores dos campeonatos distritais de Futebol e Futsal, a AFG entregou este ano, pela primeira vez, prémios individuais e coletivos aos melhores dos melhores, em várias categorias. As distinções de futebol e futsal foram votadas, ao longo da última semana, pelos clubes, já os melhores da arbitragem foram eleitos pelo Conselho de arbitragem da AFG. As categorias de  Fair-play foram o resultado do acumular de cartões ao longo de toda a época.

Estiveram presentes na Gala, para além dos elementos da direção da AFG e representantes dos clubes filiado, o diretor da Federação Portuguesa de Futebol, Elísio Carneiro, o presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, Fontelas Gomes, o diretor da APAF, Luís Brás, o diretor da Associação de Futebol de Ponta Delgada, Luís Cunha, o diretor da Associação de Futebol de Viseu, José Carlos Henriques, o Vereador do desporto da Câmara Municipal de Foz Côa, Fernando Fachada, e o  presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva, bem como outros representantes camarários.

Depois de um dia preenchido com o Torneio Distrital de Petizes e o Final da Taça de Honra, a AFG terminou assim a noite da melhor forma com realização da Gala anual que este ano contou com o apoio do Município de Figueira de Castelo Rodrigo.

Vencedores dos Campeonatos:

Equipa Campeã de Infantis de Futsal – AD Manteigas

Equipa Campeã de Iniciados de Futsal – ED Carlos Franco

Equipa Campeã de Juvenis de Futsal – C Futsal Sabugal

Equipa Campeã de Juniores de Futsal – C Futsal Sabugal

Equipa Campeã de Futsal Seniores Femininos – Guarda 2000

Equipa Campeã de Futsal Seniores Masculinos – GD Sameiro

Equipa Campeã de Infantis de Futebol – Gaudella ED Gouveia

Equipa Campeã de Iniciados de Futebol – Guarda Unida FC

Equipa Campeã de Juvenis de Futebol – SC Vilar Formoso

Equipa Campeã de Juniores de Futebol – CD Gouveia

Equipa Campeã da 2ª Divisão de Seniores de Futebol – ACD Vila Franca das Naves

Equipa Campeã da 1ª Divisão de Seniores de Futebol – GC Figueirense

 

Prémios 2018-2019:

Equipa Fair-Play Jovem de Futsal – Equipa de Infantis do Clube Futsal do Sabugal

Equipa Fair-Play Jovem de Futebol – Equipa de Infantis do NDS Guarda

Equipa Fair-Play Seniores de Futsal Masculino – GDR Lameirinhas

Equipa Fair-Play Seniores de Futsal Feminino – ADRC Penaverdense

Equipa Fair-Play Seniores de Futebol – ACD Soito

Melhor Observador de Futsal – José Cid

Melhor Observador de Futebol – António Cardoso

Árbitro do Ano de Futsal – André Fonseca

Árbitro do Ano de Futebol – Fábio Costa

Melhor Jogador jovem de Futsal – João Carvalho, AD Manteigas

Melhor Jogador jovem de Futebol – João Cabral, UD Pinhelenses

Melhor Jogador de Futsal Sénior – Cláudio Póvoas, SC Sabugal

Melhor Jogadora de Futsal Sénior – Joana Maia, Guarda 2000

Melhor Jogador da 2ª Divisão de Futebol – Pedro Rodrigues, ACD Vila Franca das Naves

Melhor Jogador da 1ª Divisão de Futebol – João Pedro Abrantes, GC Figueirense

Melhor Treinador de Futsal – Tiago Torres, GRC Lameirinhas

Melhor Treinador de Futebol – Jorge Cardoso, GD Figueirense

Dirigente de Ano de Futsal – Paulo Camurça, GDR Lameirinhas

Dirigente do Ano de Futebol – Jorge Morgado, ADRC Aguiar da Beira

Personalidade do Ano – Ana Borges

Por:AFG

Avisos e Liturgia do 4ºDomingo de Páscoa (Ano C)

Nos textos evangélicos, encontramos várias imagens para descrever quem é Jesus: Cordeiro, Senhor, Rei, Pedra angular, Luz, Verdade, Porta…. Neste domingo, Jesus apresenta-se a todos nós como o Bom Pastor. Por isso, é conhecido como o Domingo do Bom Pastor. Um Pastor que conhece, ama, alimenta, defende e dá a vida pelas ovelhas. E as ovelhas escutam a sua voz e seguem-no.

Jesus Cristo é Pastor para todos, ou seja, para todo o tipo de ovelhas: saudáveis e doentes, calmas e rebeldes, coxas ou não, perdidas ou não, fortes e fracas. Ele conhece muito bem as suas ovelhas, ama-as com ternura e misericórdia, alimenta-as todos os dias, mata-lhes a sede nas fontes das águas vivas dos sacramentos e defende-as dos lobos, ou seja, de todos os perigos que poderão afastá-las do seu rebanho. Jesus é o Pastor que vai adiante, à frente, guiando-nos no caminho. Ele conhece-nos, ama-nos, adapta-se a cada um de nós, ajuda-nos nas nossas necessidades e fraquezas. Bem sabemos que num rebanho, há algumas ovelhas que são preguiçosas, outras são mais ansiosas, algumas estão doentes, outras coxas, algumas facilmente se desviam do rebanho e têm a tendência a perderem-se. Jesus está muito atento a cada um de nós e guia-nos, com a sua infinita compaixão e misericórdia, às pastagens da verdadeira vida. Ele é um Pastor que sabe que foi o seu Pai que colocou nas suas mãos estas ovelhas (evangelho).

12-05-2019

Mas, quais são as condições para pertencer ao rebanho de Cristo Pastor? A resposta encontramos no texto do evangelho: “As minhas ovelhas escutam a minha voz…e elas seguem-Me. É necessário escutar e seguir este Pastor. Toda a Sagrada Escritura é um convite a estar sempre à escuta. Na primeira leitura, Paulo e Barnabé falam à cidade de Antioquia e muitos gentios aceitaram perseverar na graça de Deus. Porém, “ao verem a multidão, os judeus encheram-se de inveja e responderam com blasfémias”, porque tinham os ouvidos fechados à Boa Nova da ressurreição. É que para escutar este Pastor é necessário humildade e silêncio interior. E para seguir a voz deste Pastor é preciso serenidade e abertura, para que o Espirito Santo possa modelar em cada um de nós a imagem de Cristo, exortando-nos a sair dos vícios e do pecado, a desprender-nos do homem terreno e aspirarmos às coisas do alto.

Há um aspecto que não podemos esquecer neste domingo. Este Pastor, antes de o ser, foi Cordeiro que se imolou na Cruz para com a sua morte conceder-nos a vida eterna, abrindo-nos as portas do céu. A partir dos sacramentos, salpica-nos com o seu sangue que nos purifica. O que fez este Cordeiro por nós? A segunda leitura deste domingo dá-nos a resposta: Ele preparou-nos o caminho para as pastagens eternas, para o céu. “Uma multidão imensa, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas. Estavam de pé, diante do trono e na presença do Cordeiro, vestidos com túnicas brancas e de palmas na mão”. Assim, temos a certeza que no céu já não teremos fome nem sede, nem seremos oprimidos pelo sol ou o vento ardente, nem pela injustiça e maldade dos lobos desta sociedade e deste mundo. Seremos felizes e ninguém nos poderá afastar das mãos de Deus Pai.

Jesus é o Bom Pastor. Ele é misericordioso e ternurento: deixemo-nos, então, levar aos seus ombros e ser conduzidos por Ele. Ele é destemido e corajoso: defende as ovelhas dos lobos e de todos os que as atacam. Ele e o Pai “são um só”: à volta de um só Pastor, que é Jesus, vivamos não somente unidos uns com os outros, mas também unidos a Cristo e, por Ele, ao Pai.

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

Ano C - Tempo Pascal - 4º Domingo - Boletim Dominical

AFGuarda- Vila Cortez vence Taça de Honra

Numa tarde de muito sol, com a bancada bem composta, o Vila Cortez venceu a Taça de Honra da AF Guarda, frente ao Aguiar da Beira por quatro bolas a uma, em Figueira de Castelo Rodrigo.

Foto:AFG

Federação Bombeiros do Distrito da Guarda tem nova sede

Ao final da tarde desta sexta-feira, foi apresentada a nova sede da Federação Bombeiros do Distrito da Guarda, situada no centro da cidade da Guarda.

O edifício foi cedido pela Câmara Municipal da Guarda, que inclui um espaço museológico dedicado à vida e obra do antigo dirigente Madeira Grilo. As novas instalações da Federação ocupam um edifício do centro histórico da cidade da Guarda, sendo que nos últimos anos, serviu de sede do Clube de Caça e Pesca local.

No local, foi assinado o contrato de comodato de cedência para os próximos 30 anos. Na cerimónia esteve presente Paulo Amaral, presidente da Federação de Bombeiros do Distrito da Guarda, Jaime Marta Soares, presidente da Liga dos Bombeiros, Álvaro Guerreiro, presidente da Assembleia Geral da FBDG, como também a família de Madeira Grilo que ofereceu o espólio que inclui, entre outros objetos, diplomas, distinções, medalhas, fotografias e publicações.

Ainda o reconhecimento da Liga dos Bombeiros Portugueses, através da entrega do Crachá de Cidadania e Mérito, a Álvaro Amaro , ex Pres.Câmara da Guarda.

Por:Sérgio Caetano

Operação “Smartphone, Smartdrive”em curso

Decorre até ao dia 12 de maio, uma operação com o Comando Territorial da Guarda, através do Destacamento de Trânsito, está a intensificar a fiscalização ao uso indevido do telemóvel durante a condução, nas vias onde se tem registado um maior índice de sinistralidade, de modo a contribuir para a diminuição do risco de ocorrência de acidentes e para a adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores.

A utilização incorreta e o manuseamento de telemóveis, tablets, ou dispositivos similares, para a realização de chamadas, envio de mensagens escritas ou consulta de redes sociais, durante a condução acarreta riscos associados, designadamente:  

·         Distração visual (tira os olhos da estrada);

·         Limitação motora (tira as mãos do volante);

·         Condicionamento cognitivo (distração na condução).

A condução distraída é um fator de risco que tem sido objeto de uma atenção crescente nas políticas de segurança rodoviária, de tal modo que a Comissão Europeia, no Plano de Ação para a próxima década (2020-2030) destacou a condução distraída como um dos principais comportamentos de risco para a segurança rodoviária, bem como a velocidade excessiva, a não utilização do cinto de segurança ou capacete e a condução sob efeito do álcool ou substâncias psicotrópicas.

Em 2018, a GNR da Guarda detetou mais de 192  condutores a fazer o uso indevido do telemóvel no exercício da condução, enquanto que nos primeiros quatro meses de 2019, foram detetados cerca de 92 condutores, sendo a dissuasão do cometimento deste tipo de infrações, uma das prioridades dos militares da GNR, no sentido de salvar vidas e de reduzir os riscos, fazendo face a este flagelo da sinistralidade rodoviária.

Exotismo e aventura conquistaram caravana Escape Livre

Terminou com repetido sucesso e sem grandes contratempos a terceira edição do Off Road Bridgestone / First Stop Marrocos, a maior aventura do Clube Escape Livre. Pelo terceiro ano, e após as edições de 2016 e 2017, o evento do calendário que obriga à maior logística decorreu sem grandes imprevistos e com a Classe X da Mercedes-Benz a corresponder inteiramente como viatura oficial. O sucesso de um evento raramente alcançável e a satisfação das 22 equipas levam a que uma nova edição esteja a ser ponderada para 2020.

O percurso de quase 5000 quilómetros e um programa totalmente novo aconteceu, desta vez, até ao sul do reino de Marrocos. A caravana de duas dezenas de viaturas foi composta essencialmente por quem já viveu uma da duas primeiras experiências e não hesitou em regressar, renovando a vivência e a visita da grandiosidade das paisagens e da peculiaridade da cultura marroquina.

A terceira edição arrancou em dia de feriado, 25 de abril, com os participantes a partir de Jerez de La Frontera, ou a apanhar o avião para Casablanca, onde levantaram os veículos 4×4 alugados. O encontro com estes fez-se em Tânger, já depois da travessia de barco do Mediterrâneo. A chegada a Tânger, cidade que tem registado um desenvolvimento considerável nos últimos anos e que pretende ser uma das maiores cidades de Marrocos até 2032, fez-se bem cedo e incluiu visita guiada pelas suas ruas.

O segundo dia de aventura ligou Tânger, Chefchaouen (a cidade azul) e Fez, ao longo de 315km. O maio desafio foi mesmo conseguir estacionamento para 20 viaturas na cidade azul que encantou todos.

No terceiro dia fez-se a ligação entre Fez, Khénifra e Bin Ouidane, percorrendo-se 400 km. Foi também o dia que marcou a estreia de percursos de terra, depois da visita à cidade onde o Rei passa férias. Ifrane contrasta com todas as outras pelo aspeto cuidado, assemelhando-se mais a uma cidade suíça. Destaque ainda para a travessia da Floresta de Cedros na região de Azrou, a revelar grande beleza. Já no Hotel Chems Du Lac foi possível admirar a barragem mais alta de África, e a que mais energia produz em Marrocos.

O programa do quarto dia ligou Bin Ouidane a Ait Bouguemez. Os 174 km de viagem ficaram marcados pela subida ao Médio Atlas e pela beleza da “Cathédrale de rochers” ou Catedral de Imsfrane, uma falésia com mais de 600 metros, longe da civilização. A chegada a Ait Bouguemez, aldeia “no meio do nada” foi feita debaixo de uma tempestade com granizo. Antes do alojamento feito em duas Kashbah, que permitiram também conhecer melhor os hábitos e cultura, houve ainda um contratempo com uma viatura, resolvido pela organização e por todos os participantes.

O quinto dia amanheceu frio, mas sem chuva. Ainda no estacionamento, um furo atrasou a partida para Boumalne du Dadés, num percurso de 110km que permitiu alcançar os 3 mil metros de altitude do Alto Atlas. O topo do Atlas, a 4 mil metros de altitude e coberto de neve, foi o cenário perfeito para as fotografias. Foi um dia também marcado pela travessia das pistas do “Vallée des Roses”, em tons castanhos e rosa. A produção de roseirais destina-se à produção de pétalas usadas em perfumaria e culinária, mas também para manter as cabras afastadas das culturas. Por esta altura, estavam registados 2000 km de viagem a partir de Lisboa, ao volante da Mercedes-Benz Classe X.

 

 

 

 

Boumalne Dades ocupou o sexto dia de expedição, uma etapa de cerca de 280 km, 90 dos quais em terra. A caravana atravessou Jbel Saharo, uma das montanhas mais altas da cordilheira do Atlas, a mais de 2700 metros de altitude. Depois do almoço em restaurante na aldeia de Agoudal, onde as crianças invadem as ruas para obter ofertas dos visitantes, foi também tempo de rever as gargantas do Todra.

A etapa entre Boumalne Dades – Zagora foi longa e exigente, com 420km, dos quais 80 em terra. No sétimo dia a caravana foi recebida principescamente no Riad Lamane para um almoço e convívio, seguindo para o deserto Erg Chegaga. Pelo caminho, ficou o maior palmeiral do mundo no Vale do Draa, a região das tâmaras. Ficaram também alguns contratempos: a condução nas areias do Sahara que obrigou a muita entreajuda, uma tempestade de areia, duas avarias mecânicas e um “atascanço”, resolvido com o guincho da Mercedes-Benz Classe X. O acampamento no Erg Chegaga, o jantar à luz das velas e a animação típica remataram o dia.

O oitavo dia foi o mais difícil, ao longo de cerca de 450km, dos quais 100 em terra. Antes da ligação entre o Erg Chegaga e Marrakech, a maior parte dos participantes ainda aceitou escalar as dunas às 06h00 da manhã para registar o excecional nascer do sol. Atravessou-se o maior lago seco de Marrocos (Iriki) e as pistas em direção a Foum Zguid, e realizou-se um completo e animado piquenique que fomentou novamente o convívio. A chegada ao Hotel Savoy, em Marrakech, aconteceu logo após uma tempestade quase diluviana que inundou as principais artérias da cidade.

O dia seguinte foi dedicado ao descanso, aproveitado para visitar alguns pontos da cidade e fazer compras na Medina atravessando a famosa praça Jemaa el-Fna. O jantar em restaurante típico com dançarinas e muita animação encerrou o programa oficial do Off Road Bridgestone / First Stop Marrocos.

Por fim, domingo foi o dia de regresso a Portugal. Estava cumprido mais um grande e marcante passeio de descoberta do Clube Escape Livre.

Para Luis Celínio, presidente do Clube Escape Livre, “este é um passeio tão exigente do ponto de vista logístico e físico, quanto arrebatador. E quando um desafio a este nível resulta em plena satisfação de todos os participantes, conquistando verdadeiros apaixonados pela condução fora de estrada num território exótico e tão rico, só podemos festejar o sucesso e agradecer a todos os patrocinadores e parceiros a oportunidade de criar estas vivências. Como tal, em 2020 ponderamos regressar a Marrocos, tendo já aberto o período de pré-reservas.”

Avisos e Liturgia do 3º Domingo de Páscoa (Ano C)

A ressurreição de Jesus é a fonte de entusiasmo, força e valentia para dar testemunho, se for preciso com o sangue, diante de todos, da mensagem que nos aparece na primeira leitura deste domingo: “O Deus dos nossos pais ressuscitou Jesus, a quem vós destes a morte, suspendendo-O no madeiro…e nós somos testemunhas disto”. No início, os discípulos tiveram muito medo e trancaram-se em casa. Depois, tiveram o atrevimento de sair e regressar à sua actividade da pesca no Mar de Tiberíades, aquele trabalho que tinham deixado para seguir o Mestre. Quando tudo começou abandonaram as redes de pescadores e agora voltaram a elas, mas ainda muito inseguros. Era a nova etapa da vida. Voltar a começar. Saíram de casa e subiram para o barco, mas naquela noite não apanharam nada. Continuavam juntos e unidos, mas o esforço não tinha dado o fruto esperado. Estavam desanimados. Jesus vai ao seu encontro. Não o reconheceram, ou seja, não conheceram Aquele que lhes tinha oferecido um projecto extraordinário para as suas vidas.

Jesus faz-lhes uma proposta: “Lançai a rede para a direita do barco e encontrareis peixe”. Eles lançaram a rede e apanharam uma grande quantidade de peixe. E o discípulo predilecto de Jesus disse a Pedro: “É o Senhor”. Como Maria Madalena, João reconhece Jesus. Como é importante reconhecer Jesus nas diversas circunstâncias da nossa vida! Quando chegaram a terra, viram brasas acesas com peixes. Jesus pede que tragam peixes apanhados naquele momento e diz-lhes: “Vinde comer”. Assim, dão conta que Jesus está no meio deles, em tudo o que fazem e abençoa o seu trabalho. Como isto nos faz sentir que somos instrumentos nas mãos de Deus, que somos profetas de um futuro que pertence a Deus.

05-05-2019

Hoje, como devemos ser profetas? Que mensagem temos para transmitir? Tantas vezes deixamo-nos vencer pelo desânimo, pelo excesso de trabalho, pelas preocupações da vida! Os discípulos entusiasmaram-se novamente, porque sentiram a presença de Cristo vivo e comeram com Ele: “tomou o pão e deu-lho, fazendo o mesmo com os peixes”. A partir das manifestações de Jesus ressuscitado, eles sabem qual é a sua missão, expressa nas palavras de Pedro: “O Deus dos nossos pais ressuscitou Jesus, a quem vós destes a morte, suspendendo-O no madeiro. Deus exaltou-O pelo seu poder, como Chefe e Salvador, a fim de conceder o arrependimento e o perdão dos pecados”. Agora, é bem claro para todos que o mundo não está perdido, porque Deus tem um projecto para toda a humanidade: a construção de um mundo mais fraterno, onde as pessoas sejam respeitadas, onde reine a paz, a humildade e o amor. Isto parece uma ilusão, uma utopia, mas é possível. Basta querer e viver, seguindo Cristo ressuscitado.

Mas como tornar visível este projecto de amor de Jesus? Respondendo à pergunta que Jesus fez a Pedro: “Simão, filho de João, tu amas-me mais do que estes?”. Hoje, Jesus pergunta a cada um de nós: “Tu amas-me?”. Estás disposto a servir Jesus, a lançar as redes com Jesus, a tornar esta sociedade e este mundo um pouco melhor? A missão é grande, sentimos as nossas fragilidades e as nossas inseguranças. Mas tenhamos a mesma coragem para responder a Jesus como Pedro: “Senhor, Tu sabes tudo, bem sabes que Te amo”. Amar e seguir o Senhor vale muito mais que obedecer cegamente aos homens. Assim, também ergueremos a nossa voz para, como vimos na segunda leitura, proclamar: “Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro o louvor e a honra, a glória e o poder pelos séculos dos séculos. Amen”.

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

Ano C - Tempo Pascal - 3º Domingo - Boletim Dominical

AFGuarda- Resultados da 1ªdivisão-Ronda 26

G.Figueirense campeão, Sabugal e E.Almeida despromovidos

Chegou ao final mais uma temporada no que toca ao campeonato da 1ªdistrital da AF Guarda, com o Ginásio Figueirense a ser o campeão, depois no que toca à participação na Taça de Portugal , Manteigas está apurado e depois Aguiar e Vila Cortez discutem o outro lugar , por triunfo da Taça de Honra.

Na luta pela manutenção, Sabugal e E.Almeida descem à 2ªdistrital.

Resultados ronda 26:

Fornos de Algodres – Vila Cortez- 1-1

Celoricense- Aguiar da Beira-2-4

Manteigas – Gouveia- 0-1

Soito-S.Romão-3-0

V.Formoso- E.Almeida- 3-4

Vilanovenses- G.Figueirense-1-3

Trancoso-Sabugal-3-1

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar