Templates by BIGtheme NET
Home » Aguiar da Beira (page 3)

Aguiar da Beira

Liturgia dominical e avisos das UPAB/UPFA

22º DOMINGO COMUM (ANO B)

Eis a questão: somos religiosos, homens e mulheres de fé, ou ritualistas? A nossa relação com Deus não consiste em coisas e gestos exteriores, como acreditavam os fariseus, os quais Cristo trata com tanta dureza no texto do evangelho. Através de práticas exteriores, os fariseus esqueceram-se da fidelidade ao Senhor e ficaram pelo ritualismo, ou seja, pelo cumprimento de acções e tradições.

02-09-2018

A verdadeira religião não é só dos lábios para fora. Jesus recorda a afirmação do profeta Isaías: “Este povo honra-Me com lábios, mas o seu coração está longe de Mim. É vão o culto que Me prestam, e as doutrinas que ensinam não passam de preceitos humanos”. Muitas vezes, substituímos a verdadeira religião por ritos, costumes, piedades e tradições: vamos à missa, baptizamos as nossas crianças, fazemos a festa da primeira comunhão dos filhos, casamos pela Igreja, pedimos um funeral cristão para os nossos familiares e ficamos por aqui. Somente isto não basta. Cristo não desprezou as normas de vida dos judeus. Ele disse que não tinha vindo para abolir a lei, mas para dar cumprimento e levá-la à perfeição. Jesus pede-nos que não nos conformemos com a aparência exterior. Ele condena o legalismo formalista, sem alma, sem sensibilidade, sem caridade, que escraviza mais do que liberta. O mais importante é a fé em Jesus, morto e ressuscitado, glorificado pelo Pai. A fé é a atitude transcendental do coração do homem, para quem Jesus é tudo, como a sua escala de valores e princípios e as suas esperanças eternas. A atitude transcendental é a obediência a Deus, ou seja, seguir os princípios de uma reta consciência e bem formada e o serviço desinteressado ao próximo. Assim, a fé é a atitude transcendental do coração como estilo de vida: sem esta fé, não faremos uma experiência de encontro com Deus na celebração dos sacramentos e de alguns exercícios de piedade. Resumindo, é vontade de Deus que cada um de nós seja homem e mulher que acredita e não somente que pratica. É necessário colocar alma, espírito, coração e vida na celebração e na vivência da nossa fé. Alguns exemplos para pensar: algumas festas de primeira comunhão são tão faustosas, sendo um escândalo económico, social e religioso; algumas celebrações de matrimónio são tão “sem sabor”; algumas procissões e peregrinações parecem mais uma feira. Será isto agradável a Deus? Perante estas situações, o que diria Jesus? Agora entendemos o facto de Jesus ter sido tão duro com os fariseus ritualistas que se preocupavam somente com as práticas exteriores e esqueciam-se da fé em Deus. Por isso, Jesus, entre o homem e o sábado, preferiu o homem. É de fixar as palavras de Jesus: “não há nada fora do homem que o torna impuro; porque do interior do homem é que saem as más intenções: imoralidades, roubos, assassínios, adultérios, cobiças, injustiças, fraudes, devassidão, inveja, difamação, orgulho, insensatez. Todos estes vícios saem do interior do homem e são eles que o tornam impuro”. É importante reflectir: como sou eu? Religioso ou ritualista? Crente ou só cumpridor? Cumpro a vontade de Deus e estou ao serviço do próximo? Fujamos do farisaísmo e do ritualismo sem fé e sem alma. Foram os “praticantes” que levaram Cristo à cruz e o crucificaram. A principal regra moral do cristão é discernir o que lhe diz a sua consciência e, em seguida, agir em conformidade, ser coerente, traduzir em actos o que lhe vai na alma e no coração.

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

III Encontro de Instrutores decorreu em Vila Ruiva

O Inatel de Vila Ruiva foi o local escolhido pelo Clube de Escolas de Karaté Shukokai para o III Encontro de Instrutores. Provenientes de diferentes pontos do nosso país foram 16 os participantes, entre eles elementos da direção do clube e do departamento técnico.

No encontro, realizado no último fim de semana (25 e 26 de Agosto), debateu-se o novo plano de atividades assim como a atualização do plano de graduações para a época 18/19. Sendo aprovado por unanimidade a realização do Torneio de Karaté CEKS Cup, em Fornos de Algodres. Prova do sucesso do Estágio de Primavera realizado na última época, Fornos de Algodres receberá em maio de 2019, os atletas CEKS para competirem nas modalidades de Kata e Kumite.

Durante o fim de semana os participantes tiveram também oportunidade de desfrutar de uma manhã de treino nos jardins da instalação hoteleira, onde foi possível partilhar algumas experiências entre os instrutores.

AFGuarda- Equipas dos campeonatos já conhecidas

O Campeonato da 1ª Divisão de Futebol vai iniciar-se a 30 de setembro e  estão inscritos 14 clubes. São eles o Estrela de Almeida, Soito, Fornos de Algodres, Manteigas, São Romão, Aguiar da Beira, Vila Cortês, Vilanovenses, Gouveia, Ginásio Figueirense, Trancoso, Celoricense, Sabugal e Vilar Formoso.

Já no distrital da 2ªdivisão, estão inscritos 8 equipas, com o arranque a ter lugar a 28 de outubro.

Nespereira,Vila Franca das Naves, Freixo de Numão ,”Os Castelos”, Pala,Casal de Cinza,GD Foz Côa ,Paços da Serra.

No Campeonato da 1º Distrital de Futsal Masculino vão estar em prova 9 equipas:
–   Penaverdense
– CDC Pinheiro
– C F  Sabugal
– GD Sameiro
– GDR Lameirinhas
– GD Foz Côa
– Casal de Cinza
– GD Mêda
– SC Sabugal
Vai ter início a 13 de Outubro.

O sorteio decorre este sábado, 1 de setembro, ás 15h, no Paço da Cultura.

GNR–Balanço do fim de semana

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sábado e as 08h00 de hoje, domingo, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

 

  1. Detenções: 47 detidos em flagrante delito, destacando-se:
    • 36 por condução sob o efeito do álcool;
    • Quatro por condução sem habilitação legal;
  • Dois por tráfico de estupefacientes;
  • Dois por posse de arma proibida.

 

  1. Apreensões:
  • 28 doses de haxixe;
    • 10 doses de cocaína;
  • Uma arma de fogo;
  • Três munições cal. 9mm.

 

  1. Trânsito:

Fiscalização: 722 infrações detetadas, destacando-se:

    • 552 por excesso de velocidade;
    • 79 por condução com Taxa de Álcool no Sangue superior ao permitido por lei;
    • 29 por falta de inspeção periódica obrigatória;
    • 22 por fata ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 10 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
  • 10 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.

 

Sinistralidade: 87 acidentes registados, destacando-se:

  • Cinco feridos graves;
  • 36 feridos leves.

Cabicanca Seguros vence Torneio futsal da ADFA

Durante este fim de semana, o Pavilhão Gimnodesportivo recebeu o Torneio de Futsal da AD Fornos de Algodres, com a participação de 9 equipas de diversas localidades.

Jogos sempre muito bem disputados, na fase final, Cabicanca Seguros defrontou e venceu o OZ/Volante S.Café/C&S por cinco bolas a duas.

Na outra partida, os Móveis Monteiro bateram as Estrelas do Portugal Profundo por dez bolas a duas.

Na disputa pelo último lugar do pódio, OZ-Volante Sports Café- Costa &Santos venceu por seis bolas a cinco a formação do Estrelas do Portugal Profundo.

A final foi bastante intensa e com lances de bom futsal de parte a parte, com a turma do Cabicanca Seguros a vencer só no prolongamento, os Móveis Monteiro, dado que, no tempo regulamentar estava empatado a uma bola.

Desta forma, o Cabicanca seguros venceu esta edição de 2018 do Torneio de Futsal da ADFA.

Osvaldo Campos venceu em Aguiar da Beira, o 7º Open de Ténis

No passado dia 18 de agosto realizou-se o 7º Open de Ténis, nos courts de ténis do complexo desportivo de Aguiar da Beira onde participaram 14 tenistas (12 masculinos e 2 femininos).

A vitória final acabou por ser alcançada pelo tenista   Osvaldo Campos , um tenista da casa ,que venceu na final o tenista de Tondela, Vitor Correia.

O pódio ficou completo com o tenista guardense Duarte Vaz.
A próxima prova será em 25 e 26 de agosto, 1º Torneio de homenagem ao Sr. Armindo.

AFGuarda- Sorteios das provas distritais a 1 de setembro

Os Sorteios dos Campeonatos Distritais e Taças de Futebol e Futsal de Seniores e de Formação  da Associação de Futebol da Guarda, serão realizados no dia 01 de setembro de 2018, pelas 15:00 horas, no Auditório do Paço da Cultura na Guarda.

Aguiar da Beira acolhe sessão de cinema ao ar livre

Acontece já nesta quinta-feira, ao início da noite, por volta das 21h30, uma sessão de cinema ao ar livre,  intitulado “Peter Rabbit.

No Largo dos Monumentos, inserido na Rede Cultural Viseu Dão Lafões.

Proibição do lançamento de qualquer tipo de foguetes até 30 de setembro

Depois do comunicado enviado pela Associação Nacional de Empresas de Produtos Explosivos, o Ministério da Administração Interna esclarece:

Não está prevista qualquer revisão na Lei de Bases da Proteção Civil e na Lei de Defesa da Floresta Contra Incêndios, diplomas que fixam as medidas especiais de proteção face a diferentes riscos, nomeadamente de incêndio rural.

No âmbito da Declaração da Situação de Alerta, decidida pelo titular da pasta da Administração Interna, está proibido o uso de fogo-de–artifício e outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão. Por outro lado, no âmbito da Lei de Defesa da Floresta Contra Incêndios (124/2006) é proibido o lançamento de qualquer tipo de foguetes, bem como, balões de mecha acesa, no período compreendido entre o dia 1 de julho e 30 de setembro.

Por:MAI

Liturgia do 20ºdomingo tempo comum

É realmente impressionante o número de passagens bíblicas, quer do Antigo, quer do Novo Testamento, que nos falam na alimentação. E não é de estranhar: o próprio Jesus compara várias vezes o Reino dos Céus a um grande banquete. Na primeira leitura, aparece-nos a mesa repleta de pão, vinho e animais. Na segunda leitura, encontramos o apelo a tomar a bebida com moderação. No texto evangélico, Jesus afirma que a sua carne e o seu sangue são alimentos que conduzirão à vida eterna.

19-08-2018

Nos últimos domingos temos feito uma reflexão sobre a Eucaristia, a partir da pregação de Jesus sobre o pão da vida. Já reflectimos a Eucaristia como sacrifício, como presença real de Cristo e como penhor da glória futura. Neste domingo, somos convidados a reflectir outro aspecto: a Eucaristia como banquete que nos une a Cristo. Uma das imagens utilizadas nos textos sagrados para falar sobre a vida em Deus é a do banquete. À volta de uma mesa, reina a alegria e o convívio, fazem-se e fortalecem-se amizades. Mas não é um alimento qualquer que se come nesta refeição. O texto do evangelho é muito claro: “A minha carne é verdadeira comida e o meu sangue é verdadeira bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em Mim e Eu nele”. Para esta refeição, todos são convidados: os justos para continuarem a ser fiéis, os pecadores para se arrependerem, os fortes para não enfraquecerem, os fracos para restabelecerem as suas forças, os doentes para se curarem, os saudáveis para não ficarem doentes.

Vale a pena comungar o Corpo e o Sangue de Cristo? Que benefícios temos? Comungar une-nos a Cristo, une-nos à Igreja, porque a Eucaristia simboliza a unidade da Igreja, alimenta-nos para a caminhada da vida que culminará na glória de Deus. A Eucaristia é figura do banquete celestial.

Ano B - Tempo Comum - 20º Domingo - Boletim Dominical

É verdade que todos são convidados para este banquete, mas são necessárias algumas condições. Em primeiro lugar, é necessária a fé, porque a Eucaristia é o mistério da fé: anunciamos a morte do Senhor, proclamamos a sua ressurreição até ao fim dos tempos. Em segundo lugar, é necessária a humildade para reconhecer que estamos famintos e necessitados deste Pão da Vida. Em terceiro lugar, é necessário estar na graça de Deus. São João Crisóstomo dizia que aquele que se aproxima da comunhão manchado pelo pecado está a crucificar novamente Jesus Cristo.

Agradeçamos a Jesus Cristo, porque na Última Ceia partiu o pão em diversos pedaços e distribuiu o vinho para saciar a nossa fome e a nossa sede; porque no pão e no vinho entregou-nos a sua própria vida e enchei-nos da sua presença; porque nos amou até ao fim, até ao extremo: morrer por outro, dar a vida por outro; porque quis celebrar a sua entrega à volta de uma mesa com os seus Apóstolos, para que eles fossem uma comunidade de amor. Agradeçamos a Jesus Cristo a possibilidade que temos de celebrar a Eucaristia e, assim, continuar a ajudar os nossos irmãos e a renovar a nossa vida, pouco a pouco, até alcançarmos o banquete celeste, a glória eterna.

Área de anexos
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar