Templates by BIGtheme NET
Home » Aguiar da Beira (page 3)

Aguiar da Beira

Liturgia e avisos Domingo de Ramos -Unidade Pastoral Fornos de Algodres e Aguiar da Beira

DOMINGO DE RAMOS

 Iniciamos a Semana Santa, imitando a multidão que aclamava Jesus na cidade santa de Jerusalém: “Hossana! Bendito o que vem em nome do Senhor! Bendito o reino que vem, o reino do nosso pai David! Hossana nas alturas!”. Muitos estenderam as suas capas no caminho por onde Jesus ia passar e cortaram ramos de verdura para o aclamar e acolher. Isto contrasta com a traição e tristeza que ocorrerão naquela mesma cidade passados poucos dias. E perguntamos: Porquê e como é possível fazer tanto mal a quem só fez tanto bem? Jesus viveu para os outros, sem poder e sem violência, tendo como única arma o amor! Como foi possível? O texto mais importante deste dia é a narração da Paixão, segundo o evangelista S. Marcos. Desta narração, fixemo-nos nas palavras impressionantes de Jesus na cruz: “Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes?”. Estas palavras expressam o drama que acontece no monte do Calvário. Resumem as horas da paixão de Jesus e também a sua vida. Na narração da Paixão, segundo S. Marcos, estas são as únicas palavras de Jesus na cruz. 25-03-2018
Ano B - Tempo Quaresma - Domingo de Ramos - Boletim Dominical

Este evangelista, ao contrário dos outros três, descreve-nos Jesus muito só e sentindo-se sozinho; um Jesus que, pouco a pouco, se vai desprendendo daqueles que tinha junto de si; alguns foram contra Ele e os que O apoiavam fugiram ou esconderam-se. Todos olham para Ele como um coitado, um desgraçado, um maldito. É horrível: praticamente ninguém manifesta compreensão ou reconhecimento para com um justo, agora objecto de desprezo, de maldade, de injustiça. Ridicularizado, até Jesus cala-se e aceita. Nesta solidão, foi despojado da sua roupa. O evangelista diz-nos: “repartiram entre si as suas vestes, tirando-as à sorte, para verem o que levaria cada um”. Jesus não está somente despojado das suas vestes e das pessoas, mas também sente-se despojado de Deus. O Seu Pai parece que não está e, por isso, clamou com voz forte: “Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes?”.

Estas palavras de Jesus resumem os clamores de todos os homens e mulheres. No monte do Calvário, na cruz, estão todos os gritos de desespero, de angústia, de tribulação e de sofrimento da humanidade. Jesus clama por todos os homens e mulheres, porque Ele é a expressão da humanidade sofredora. Quantas vezes já tivemos vontade de dizer estas palavras de Jesus com aquilo que nos acontece na vida? Quantas vezes já fizemos a experiência do “abandono” de Deus, parece que, às vezes, Ele não está e não nos ouve! Quantas vezes já pedimos e gritámos a Deus que oiça os nossos pedidos e esteja connosco nas tribulações?

Mas, perante esta situação desesperada e sofredora de Jesus, há uma brisa de esperança, há uma intuição de vida e há uma confissão de fé. Perante todo o drama do Calvário, o centurião romano, testemunha de todo este sofrimento, profere uma frase que marca tudo o que aconteceu: “Na verdade, este homem era Filho de Deus”. De certeza que disse estas palavras sem pensar, não estava consciente do que estava a dizer, mas expressavam o sentimento de muitas pessoas naquela hora e naquele lugar. No início da vida pública de Jesus, Pedro já tinha confessado que Jesus era o Filho de Deus; os apóstolos sabiam que aquele que os tinha chamado nas margens do lago da Galileia era alguém excepcional; tantas pessoas deram conta que Jesus de Nazaré era alguém diferente. O povo dizia que Jesus falava com “autoridade”, mas no momento da morte é o centurião, um pagão, que faz a confissão de fé. É a confissão da Igreja, é a afirmação fundamental da nossa fé: “Na verdade, este homem era Filho de Deus”. Confessar Jesus como Filho de Deus. Mas não podemos esquecer algo muito importante que completa a frase do centurião. Jesus foi julgado, condenado, morto. Sujeitou-se a tudo porquê? Porque Jesus morreu por nós, deu a vida pelos nossos pecados, morreu para nos salvar.

Neste Domingo de Ramos, com o qual iniciamos a Semana Santa, duas coisas tornam-se muito evidentes: Jesus reza com um sentimento atribulado: “Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes?”, e, com o centurião, também nós, que contemplamos a sua morte gloriosa, afirmamos: “Na verdade, este homem era Filho de Deus”. Que estas palavras estejam na nossa oração desta semana para podermos celebrar com toda a solenidade a Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Pedro Fonseca venceu eleições da Federação Distrital do PS da Guarda

Teve lugar na noite, desta quinta-feira, a segunda volta das eleições da Federação Distrital do PS da Guarda, com os militantes agora a eleger Pedro Fonseca como Presidente da Federação Socialista.

Assim os resultados provisórios, Pedro Fonseca venceu com 704 votos e Alexandre lote ficou pelos 562 votos.

Um total de 77% votantes, em relação à 1ªvolta que tinha dado a vitória ao Alexandre Lote, votaram menos 4%.

De realçar as vitórias de Pedro Fonseca nas concelhias da Guarda, Seia, Celorico da Beira, Foz Côa e Figueira.

Já Alexandre Lote venceu nas concelhias Fornos, Gouveia, Trancoso, Aguiar da Beira, Almeida, Manteigas, Mêda e Pinhel.

Tradições da Páscoa recriadas em Aguiar da Beira

  Teve lugar no passado domingo, 18, um espetáculo comunitário  no Centro Cultural de Aguiar da Beira, que apresentou rituais católicos tradicionais deste concelho no distrito da Guarda, num“grande momento de promoção cultural e convívio entre gerações”.
Um dia depois do Carnaval a Igreja enceta um novo tempo litúrgico que nos transporta até à Páscoa da Ressurreição de Jesus, atravessando quarenta dias de deserto – o período da Quaresma.  Tempo de jejum, partilha, penitência e rituais na preparação da maior festa para os cristãos, a Páscoa.
Em Aguiar da Beira foram revividas algumas dessas tradições locais – umas ímpares e em  risco de desaparecer e outras iguais mas simultaneamente tão diferentes de povo para povo –,
apresentadas pelos  participantes das Oficinas das Tradições – 60 Mais Social Clube do CLDS 3GAguiar no Coração.
Pelo palco passaram cerca de 150 participantes do concelho, na sua maioria seniores  estreantes na representação, revivendo rituais como a imposição das cinzas, bênção dos ramos, encomendação das almas, passagens da via sacra, terço dos homens, enterro do
senhor ou a visita pascal.
Destaque para a recriação do terço dos homens e do enterro do senhor, celebração característica da vila por ser composta só por homens e que não se realizava há vários anos por falta de comparência de irmãos da Santa Casa da Misericórdia, a quem pertencia a organização.
A iniciativa organizada pelo CLDS 3G Aguiar no Coração teve o objetivo de envolver a comunidade, motivando todos e todas, dos mais jovens aos mais velhos, na partilha e preservação de hábitos e saberes culturais, contribuindo assim para o reforço dos laços sociais e da identidade do concelho.
A tradição do terço na freguesia de Aguiar da Beira remonta a tempos imemoriais, sendo uma celebração organizada pela Santa Casa da Misericórdia, com os irmãos que fazem parte desta
irmandade.
O terço realizava-se todas as sextas feiras da quaresma, terminando na sexta feira santa com a procissão enterro do senhor.
Ao escurecer a sineta da Igreja da Misericórdia tocava para que os irmãos se reunissem para assim darem início ao terço que percorria a rua de baixo, ia até à igreja matriz e rua direita e recolhia do ponto de partida.
O terço era composto só por homens, enquanto que as mulheres esperavam nas esquinas das ruas e ao passar elas rezavam baixinho.
Durante as sextas feiras normais da quaresma o terço era cantado e nos intervalos dos mistérios tocava uma campainha, onde se ajoelhavam no ato da glória, só se levantando no início do outro mistério. As três Avé Marias não eram cantadas, mas cantava-se a Salvé Rainha.
Na sexta-feira Santa saía a matraca e percorria todas as ruas da vila para convocar os irmãos a fim de se juntarem na Igreja da Misericórdia, para depois saírem.
Neste dia, o terço não era cantado, mas sim rezado. Inserido no terço fazia-se o enterro do Senhor, onde se levava o esquife, a cruz dos Martírios e os Estandartes. O esquife ficava na igreja matriz onde pernoitava.
É uma tradição que já há vários anos não se realiza devido à falta de comparência de irmãos.

Por:AGC

Aguiar da Beira escolhida para Seleção Checa de Orientação treinar

Ao longo destes últimos anos, no concelho de Aguiar da Beira têm sido organizadas diversas provas de Orientação, de cariz nacional e internacional .

Assim a Seleção da República Checa de orientação vai permanecer até este domingo, 25, neste concelho, onde estão a preparar futuras provas, percorrendo os ttrilhos de cabicanca.

Foto:Czech orienteering team

André Neves apresentou em Fornos candidatura à Comissão Política Nacional da JSD

Aproveitando a visita à Feira do Queijo Serra da Estrela em Fornos de Algodres André Neves, escolheu este concelho da Guarda a apresentação da candidatura  à Comissão Política Nacional da JSD.

Durante a visita à feira passou por diversos stands, onde saboreou os produtos desta região, onde o queijo é rei, mas todos os restantes produtos marcaram presença.

Momento esse que teve lugar na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez, com a presença dos militantes jovens e onde deixou os seus objetivos.

WinterFest da JS muito participativo

Realizou-se nos dias 16 a 18 de março, no concelho de Seia, a sétima edição do WinterFest da Juventude Socialista.

A iniciativa, organizada pela Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista em parceria com a estrutura nacional da Juventude Socialista, contou, nesta edição, com a colaboração da Concelhia de Seia da Juventude Socialista.

Ao longo de três dias foram mais de 110 os participantes que marcaram presença num intenso programa de atividades, oriundos de um total de 13 distritos e de várias dezenas de concelhos de todo o país, tendo esgotado todas as vagas disponíveis para o evento, pela primeira vez na sua história.

No evento realizaram-se três painéis de discussão política: “E agora, Europa? – O futuro no projeto europeu”, “Pensar a Coesão – A unidade territorial na diversidade regional”  e “Orçamento do Estado para 2018 – Balanço e Perspectivas”, onde foram convidados a participar o Presidente da Young European Socialists, João Albuquerque, a deputada à Assembleia da República e Ex- Secretária de Estado dos Assuntos Europeus no XXI Governo Constitucional, Margaria Marques, o deputado à Assembleia da República, Porfírio Silva, o deputado à Assembleia da República assumindo nessa qualidade as funções de Presidente da Comissão Eventual de Acompanhamento do Processo de Definição da “Estratégia Portugal 2030”, João Paulo Correia, o Docente no Instituto Superior de Economia e Gestão, e Técnico Especialista do Gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Valentino Cunha, o Administrador da Casa Queijos Matias, José Matias, o Presidente da Câmara Municipal de Seia e Presidente-Eleito do Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, Filipe Camelo, o Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista na Assembleia da República, João Torres, o deputado à Assembleia da República, Hugo Carvalho e o Secretário-Geral da Juventude Socialista, Ivan Gonçalves. 

Para além destes momentos que aconteceram no Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE), a iniciativa contemplou visitas a duas queijarias e uma ação de reflorestação numa área atingida pelos incêndios de outubro/2017, na União de Freguesias de Santa Marinha e S. Martinho.

Por:FDGJS

 

Aenebeira e Caixa Geral Depósitos celebraram protocolo

Recentemente foi assinado um protocolo entre a AENEBEIRA – Associação Empresarial do Nordeste da Beira e a Caixa Geral de Depósitos no sentido de todas as empresas e empresários associados, o acesso, em condições especiais, ao crédito para investimento ou para cobertura das necessidades correntes de exploração, bem como aos serviços bancários da Caixa e das Empresas do Grupo CGD.

Aqui ficam algumas das regalias:Crédito até 12 meses (curto prazo; conta-corrente); Apoio ao investimento/modernização; Leasing; Renting; Terminais de Pagamento Automático; Seguros; Garantias bancárias e emissão de declarações de capacidade financeira, para diversos fins, nomeadamente pagamento e reembolso de encargos fiscais, substituições de depósitos definitivos, recebimento de ajudas atribuídas no âmbito de Programas Comunitários.

Por:Aenebeira

AFGuarda- Resultados da 1ªdistrital -20ªronda

Trancoso mantém liderança

Nova ronda se desenrolou numa tarde cinzenta de domingo, com o líder Trancoso a vencer por quatro bolas a uma perante o vizinho Vila Franca das Naves e mantém a liderança.

Ac Estrela Almeida 2 – 1 Ass. D. Manteigas
Cd Gouveia 2 – 1 SC Sabugal
Guarda Unida Desportiva 0 – 1 ADRC Aguiar Beira
Grupo D. Trancoso 4 – 1 Ass.Cd V.F.Naves
SPG. C. da Meda 3 – 1 CF Vilanovenses
Ass. C. Desp. Soito 1 – 1 Gin. C. Figueirense
A.D. de São Romão 1 – 1 C.V.Cortez Mondego
1 Grupo D. Trancoso 43 20 13 4 3 36 18 18
2 ADRC Aguiar Beira 42 20 12 6 2 44 24 20
3 SPG. C. da Meda 41 20 13 2 5 40 19 21
4 Cd Gouveia 38 20 10 8 2 32 20 12
5 Gin. C. Figueirense 37 20 10 7 3 34 15 19
6 Ass. D. Manteigas 32 20 9 5 6 36 26 10
7 C.V.Cortez Mondego 27 20 7 6 7 33 32 1
8 Ass. C. Desp. Soito 25 20 6 7 7 32 34 -2
9 A.D. de São Romão 23 20 6 5 9 24 37 -13
10 Ac Estrela Almeida 22 20 6 4 10 42 43 -1
11 SC Sabugal 20 20 5 5 10 21 31 -10
12 CF Vilanovenses 18 20 5 3 12 22 36 -14
13 Ass.Cd V.F.Naves 16 20 5 1 14 23 35 -12
14 Guarda Unida Desportiva 4 20 1 1 18 18 67 -49

VII WinterFest JS iniciou esta noite em Seia

Esta uma iniciativa de âmbito nacional, organizada pela Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista, Concelhia de Seia da Juventude Socialista e pela Juventude Socialista (Sede Nacional), acontece entre os dias 16 e 18 de março de 2018, no concelho de Seia.

Os trabalhos iniciaram na noite desta sexta- feira e prolongam-se até domingo, com os jovens motivados para mais esta jornada.

Programa do VII WinterFest JS

Tradições da Quaresma/Páscoa recriadas em Aguiar da Beira

Cerca de 150 Pessoas da comunidade vão recriar hábitos e saberes de fé do concelho, dia 18 de março, às 15 horas, no centro cultural de Aguiar da Beira.
Os participantes das Oficinas das Tradições – 60 Mais Social Clube do CLDS 3G Aguiar no Coração – vão recriar alguns dos rituais católicos vividos no Concelho de Aguiar da Beira pelas celebrações da Quaresma e da Páscoa.
Tradições como a quarta- feira de cinzas, bênção dos ramos, encomendação das almas, passagens da via sacra, terço dos homens, enterro do senhor ou a visita pascal vão ser apresentadas por 150 “atores” à comunidade, durante a tarde de domingo, no auditório do Centro Cultural de Aguiar da Beira.
Os saberes e as tradições quaresmais e pascais têm vindo a ser preparadas nas Oficinas das Tradições, que decorrem semanalmente em várias freguesias do concelho e abertas à população em geral.
O encontro será um grande momento de demonstração cultural, promovendo o conhecimento e convívio entre gerações, recuperando hábitos culturais e reforçando laços sociais e níveis de participação.
A atividade enquadra-se na ação 60 Mais Social Clube, do CLDS 3G Aguiar no Coração, que pretende integrar os cidadãos seniores de modo a estimular a sua participação e (re)integração na sociedade e nas dinâmicas do concelho reforçando o envelhecimento ativo e a autonomia dos seniores, bem como a elevação da sua autoestima e do seu sentimento de utilidade para os outros e para a sociedade.
“Aguiar no Coração – Rede Positiva para o Desenvolvimento Social de Aguiar da Beira” é um Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS 3G), cuja Entidade Coordenadora Local de Parceria e executora é o Centro Social Paroquial de Dornelas e a entidade financiadora é o POISE – Programa Operacional da Inclusão Social e Emprego e o Governo de Portugal, por via do Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social.

Por:AGC

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar