Templates by BIGtheme NET
Home » Aguiar da Beira (page 4)

Aguiar da Beira

25º Ori-Jovem em Aguiar da Beira

Aguiar da Beira vai acolher nos dias 3, 4, 5 e 6 de Julho ,  o 25º Ori-Jovem.
O Ori-Jovem é um estágio dedicado a ensinar a modalidade de Orientação a jovens entre os 10 e os 15 anos.

Condições especiais para residentes no concelho de Aguiar da Beira.

Para mais informações: orijovem@gmail.com

Liturgia do 11ºdomingo do Tempo Comum

17-06-2018
Ano B - Tempo Comum - 11º Domingo - Boletim Dominical 2
Neste domingo a liturgia fala-nos,  Deus, fiel ao seu plano de salvação, continua, hoje como sempre, a conduzir a
história humana para uma meta de vida plena e de felicidade sem fim.
Na primeira leitura, o profeta Ezequiel assegura ao Povo de Deus, exilado na Babilónia, que Deus não esqueceu a Aliança, nem as promessas que fez no passado.
Apesar das vicissitudes, dos desastres e das crises que as voltas da história comportam, Israel deve continuar a confiar nesse Deus que é fiel e que não desistirá nunca de oferecer ao seu Povo um futuro de tranquilidade, de justiça e de paz sem fim. A segunda leitura recorda-nos que a vida nesta terra, marcada pela finitude e pela transitoriedade, deve ser vivida como uma peregrinação ao encontro de Deus, da vida definitiva. O cristão deve estar consciente de que o Reino de Deus (de que fala o Evangelho de hoje), embora já presente na nossa actual caminhada pela história, só atingirá a sua plena maturação no final dos tempos, quando todos os homens e mulheres se sentarem à mesa de Deus e receberem de Deus a vida que não acaba. É para aí que devemos tender, é essa a visão que deve animar a nossa caminhada.
Antes de mais, o Evangelho garante-nos que Deus tem em marcha um projecto destinado a oferecer aos homens a vida e a salvação. Pode parecer que a nossa história caminha entregue ao acaso ou aos caprichos dos líderes; pode parecer que a história humana entrou em derrapagem e que, no final do caminho, nos espera o abismo; mas é Deus que conduz a história, que lhe imprime o seu dinamismo, que está presente em todos os passos do nosso caminho. Deus caminha connosco e, garantidamente, leva-nos
pela mão ao encontro de um final feliz. Num tempo histórico como o nosso, marcado por “sombras”, por crises e por graves inquietações, este é um dos testemunhos mais importantes que podemos, como crentes, oferecer aos nossos irmãos escravizados pelo desespero e pelo medo. Os que, continuando a missão de Jesus, anunciam a Palavra (que lançam a semente) não devem preocupar-se com a forma como ela cresce e se desenvolve. Devem, apenas, confiar na eficácia da Palavra anunciada, conformar-se com o tempo e o ritmo de Deus, confiar na ação de Deus e no dinamismo intrínseco da
Palavra semeada. Isso equivale a respeitar o crescimento de cada pessoa, o seu processo de maturação, a sua busca de caminhos de vida e de plenitude. Não nos compete exigir que os outros caminhem ao nosso ritmo, que pensem como nós, que passem pelas
mesmas experiências e exigências que para nós são válidas. Há que respeitar a consciência e o ritmo de caminhada de cada homem ou mulher – como Deus sempre faz. A referência à pequenez da semente convida-nos a rever os nossos critérios de
atuação e a nossa forma de olhar o mundo e os nossos irmãos. Por vezes, é naquilo que é pequeno, débil e aparentemente insignificante que Deus Se revela. Deus está nos pequenos, nos humildes, nos pobres, nos que renunciaram a esquemas de triunfalismo e
de ostentação; e é deles que Deus Se serve para transformar o mundo. Atitudes de arrogância, de ambição desmedida, de poder a qualquer custo, não são sinais do Reino.
Sempre que nos deixamos levar por tentações de grandeza, de orgulho, de prepotência, de vaidade, estamos a frustrar o projecto de Deus, a impedir que o Reino de Deus se torne realidade no mundo e nas nossas vidas.

Jovem João Campos vai singrando na arbitragem no desporto escolar

Os jovens do Interior cada dia que passa vão-se especializando cada vez mais e face a isso, o Desporto Escolar é cada vez mais importante e nesse sentido, João Campos viu na arbitragem uma forma de estar em jogo.

Face a isso, foi recentemente designado para apitar um encontro do Campeonato regional de futsal Iniciados femininos em Castelo Branco, entre Coimbra e Aveiro.
Recorde-se que é aluno do Agrupamento de Escolas de Aguiar da Beira.

foto:ABDE

Alex Malaia triunfou na Prova Individual de Pesca Desportiva Sem Morte

Aproveitando o Feriado do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, para a realização de uma Prova Individual de Pesca Desportiva “Sem Morte”, com a participação de cerca de quatro dezenas de pescadores, na praia fluvial de Fornos de Algodres.

Assim apesar da chuva intensa que se fez sentir todos procuraram dar o seu melhor, realça -se  a presença de Alexandra Bolido, em representação do setor feminino.

Depois da pesagem, o grande vencedor foi Alex Malaia, seguido de Raimundo Varão, por sua vez em terceiro, ficou Manuel Esteves.

Depois do quarto ao décimo lugar, ficaram, Paulo Fernandes, Manuel Vaz, Cândido Gonçalves, Rui Gomes, Albertina Bolido, Nuno Costa e Guilherme Correia.

Depois todos os restantes receberam lembrança de participação.

João Amaro preside à Delegação Distrital da ANAFRE

Decorreu na noite de sexta-feira, mais uma assembleia da Delegação Distrital da ANAFRE, na Guarda, com João Amaro a ser eleito para liderar esta delegação.

Assim os restantes eleitos foram das diversas freguesias:

Aguiar da Beira- Maria das Neves Rodrigues (Forninhos) e François Ferreira (Eirado)

Almeida- António Bernardo (Freineda)

Celorico da Beira- Filipe Guerra (Vale de Azares)

Figueira C.Rodrigo-Ana Domingos (Algodres) e Paula Nunes(Escalhão)

Fornos de Algodres- Maria João (Matança)e Luis Filipe (Maceira)

Gouveia -João Amaro (Gouveia), Carlos Pacheco (VFSerra) e Marco Martins (VN Tazém)

Guarda- José Rabaça (Casal Cinza); Bruno Simão (Vila Garcia)

Manteigas- Paulo Costa (Sta Maria)

Mêda- Maria Santos(UFPC)

Pinhel- Cândida Castro (AFS Pinhel)

Sabugal:Silvana Vaz(Quadrazais) e Jorge Dias(Bendada)

Seia- Paulo Pina

Trancoso:António Pina (VF Naves) ,  André Pinto (UFSSS)

Foz Côa- António Afonso (Almendra)

 

 

 

Região Centro foi apoiar a Seleção AA na Luz

Apesar de ser quinta-feira, foram muitas centenas  de portugueses que se deslocaram dos diversos municípios da Região Centro para assistir ao Portugal- Argélia, onde Portugal venceu por três bolas sem resposta.

Assim, os diversos municípios presentearam equipas de futebol, colaboradores, funcionários entre outros.

A chuva marcou presença, assim como o frio, mas estes adeptos foram de pedra e cal para apoiar a Seleção.

Encontro de Desporto Sénior Regional em Fornos de Algodres

Fornos de Algodres vai acolher a terceira edição do Encontro de Desporto Sénior, no próximo dia 15, sexta-feira.
São esperados cerca de meio milhar de participantes  oriundos de Fornos de Algodres, Guarda, Seia, Gouveia, Celorico da Beira e Aguiar da Beira. Um dia especial para todos os seniores dado que podem estreitar laços com pessoas das mais diversas localidades
.

A concentração terá lugar nos Paços do Concelho, seguido de uma caminhada pelo eixo comercial a vila, em direção ao Mercado Municipal, com animação pelo meio.
Já no Mercado Municipal, vai haver uma aula de ginástica sénior, seguido do almoço convívio com todos.

A tarde vai ser de animação com baile LCM.

A boa disposição e muitos sorrisos vão acontecer neste dia.

 

Bruno Magalhães e a ARC Sport vencem

Vencer o Rally da Acrópole, prova que já fez história no Campeonato do Mundo de Ralis, e que é considerado como um dos ralis mais duros e seletivos da Europa, é um marco histórico, e que ficará por certo gravado a ouro no palmarés da equipa de Aguiar da Beira e na excelente carreira de Bruno e Hugo Magalhães. Com este triunfo, a equipa portuguesa entra numa discussão muito direta pelo ERC 2018.

O Piloto português, que este ano terá uma discussão acesa com o russo Lukyanuc, teve uma participação fantástica na prova grega, conquistando o comando com uma vantagem considerável, ainda no primeiro dia de prova, gerindo depois de forma inteligente, até ao final da prova. Um dia importante, mas muito trabalhoso.

“Este foi o dia mais difícil de toda a minha carreira. Conquistámos uma das maiores vitórias para Portugal em termos de ralis. O Rally da Acrópole não é uma prova qualquer, e esta foi uma conquista fabulosa. Foi uma vitória inesquecível e um sonho realizado, apesar de uma grande pressão a que estive sempre sujeito, uma vez que nunca tenho tarefas fáceis. Quero dar os parabéns a toda a equipa pelo fantástico trabalho realizado no Skoda. Estou extraordinariamente feliz, e agora já posso confirmar a nossa participação no Rali de Chipre”, disse Bruno Magalhães.

O êxito de Bruno Magalhães e da ARC Sport prolongou-se aos outros elementos da equipa. Aloísio Monteiro e André Couceiro terminaram a prova em crescendo ao volante de outro Skoda Fabia R5. Mais uma experiência dura, mas muito positiva para a equipa.

“Foi duro, mesmo muito duro! Terminar uma prova como esta, na posição que alcançámos, é para mim uma vitória, tendo em conta que este foi o 2º rali realizado com o Skoda. Apesar de tudo, ainda perdemos muito tempo com dois furos e com um problema com o capot, que se abriu em pleno troço. De resto, foi uma experiência ainda mais saborosa que os Açores. A nossa próxima presença no ERC será no Rali de Roma”, confirmou Aloísio Monteiro.

A equipa espanhola formada por Emma Falcón e Eduardo González, que também conta com o apoio da ARC Sport para o Citroen DS3 R3 T, terminou esta dura experiência grega e alcançou o 2º lugar na categoria RC3. Uma tarefa que não foi nada fácil.

“Foi muito complicado e uma prova demasiado dura e desgastante para a mecânica. Fizemos a última secção da prova sem travões e sempre condicionados pela constante dureza dos pisos. Foi mesmo muito difícil, mas também aprendemos muito. Agora, já temos pouco tempo para pensar no Rali do Chipre”, afirmou, com otimismo, Emma Falcón.

Para a ARC Sport esta foi sem dúvida uma conquista histórica. Pela fabulosa vitória de Bruno Magalhães, mas também porque a equipa de Aguiar da Beira, contou com três carros à partida, e três à chegada.

“Foi na verdade um resultado memorável, porque não é todos os dias que se vence um rali como a Acrópole. Já ninguém nos pode tirar esta fantástica conquista que muito nos orgulha. Quero deixar os meus parabéns ao Bruno e ao Hugo pelo fantástico trabalho que realizaram e que muito honra o desporto automóvel português. Para além deste grande resultado, ficam também fortes felicitações para o Aloísio e para a Emma, que assinaram participações de grande nível, destacando a postura da Emma e do Eduardo que realizaram a prova com um espirito fora de comum, destacando também a grande evolução do Aloísio. É de sublinhar ter contado com 3 carros à partida e 3 à chegada, naquele que é talvez o rali mais duro do mundo. Toda a equipa da ARC Sport está de parabéns com estes resultados e muito orgulhosa dos seus pilotos, tendo em conta o grande esforço de preparação que esta prova exigiu” afirmou Augusto Ramiro.

A próxima prova do ERC 2018 disputa-se já entre 15 e 17 de junho em Chipre.

Por:ARC Sport

Atividade operacional da GNR no fim de semana

Atividade operacional das últimas 12 horas

 A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sábado e as 08h00 de hoje, domingo, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

 

  1. Detenções: 33 detidos em flagrante delito, destacando-se:
    • 21 por condução sob o efeito do álcool;
  • Três por tráfico de estupefacientes;
  • Dois condução sem habilitação legal;
  • Dois por ofensas à integridade física;
  • Um por violência doméstica.

 

  1. Apreensões:
  • 75 doses de haxixe;
  • Uma arma de fogo, cal. 6.35 mm.

 

  1. Trânsito:

Fiscalização: 437 infrações detetadas, destacando-se:

  • 105 por excesso de velocidade;
  • 42 por condução com Taxa de Álcool no Sangue superior ao permitido por lei;
  • 33 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 25 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 18 por infrações relacionadas com tacógrafos;
  • 12 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
  • 10 por fata ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • Sete por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.

 

Sinistralidade: 84 acidentes registados, destacando-se:

  • Dois feridos graves;
  • 23 feridos leves.

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar