Templates by BIGtheme NET
Home » Aguiar da Beira (page 5)

Aguiar da Beira

Fernando Melo novo Presidente da Federação Distrital da JSD Guarda

Decorreu neste sábado, 24 de fevereiro, no Centro Cultural de Vila Nova de Tazem, concelho de Gouveia, o Congresso Distrital da Juventude Social Democrata da Guarda, onde Fernando Melo foi eleito novo líder distrital da JSD.

Perante uma plateia de cerca de meia centena de delegados, onde marcaram presença os Deputados do circulo da Guarda do PSD, Angela Guerra e Carlos Peixoto, alguns autarcas de diversos pontos do distrito e lideres de outras forças políticas.

Fernando Melo, natural de Fornos de Algodres, estava satisfeito pela eleição e referiu-nos no final que é um desafio interessante, que juntamente com a sua equipa vão lutar pelo melhor no distrito.

 

Debate entre as três candidaturas à Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista

No dia 2 de março de 2018, a Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista vai promover a iniciativa “Esclarecer o Futuro”,  vai decorrer no auditório da ACG – Associação do Comércio e Serviços do Distrito da Guarda, a partir das 21 horas.

Através de um debate entre as três candidaturas à Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista (Alexandre Lote – Afirmar a Guarda Valorizar o Interior, Uma Guarda com Voz e Pedro Fonseca – Um PS FORTE ao Serviço da Guarda), será proporcionado um momento de esclarecimento a todos militantes da Juventude Socialista e do Partido Socialista, bem como aos simpatizantes, no distrito da Guarda, sobre quais são as propostas, compromissos e perspectivas de futuro para o Partido Socialista no distrito da Guarda.

Será permitida, antes do início do debate e a todos os participantes que nele compareçam, a formulação de questões que se insiram dentro do espírito de esclarecimento, sobre os três projetos em questão, registadas para serem apresentadas a todos os candidatos a Presidente de Federação.

Promovendo uma metodologia que visa garantir uma iniciativa transparente e esclarecedora, este debate visa defender a proximidade aos militantes, a defesa da transparência, do diálogo, da construção de um projeto onde cabem todos os militantes do Partido Socialista no distrito da Guarda, critérios que as três candidaturas defendem e que terão a oportunidade de aplicar nesta fase, a bem do efetivo esclarecimento e diálogo.

Por:JSDG

Bombeiros do Distrito da Guarda podem não integrar DECIF 2018

Os Bombeiros mostram-se insatisfeitos, lançam o repto de não integram o DECIF 2018, caso não sejam salvaguardadas certas condições.

Segundo uma nota de imprensa, pela Federação Distrital dos Bombeiros da Guarda, que reuniu nos últimos dias, em Celorico da Beira, onde após uma análise em pormenor das diretivas aprovadas recentemente pela Liga dos Bombeiros Portugueses, decidiu por unanimidade:

As Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do Distrito da Guarda ponderam onerar a ANPC com o apoio logístico (alimentação e combustível), durante o DECIF 2018, responsabilizando aquela autoridade pela prestação do mesmo.

Ponderam não integrar o DECIF 2018, caso não sejam satisfeitas as reivindicações apresentadas pela LBP ao Governo.

No final da mesma nota, salientam que salvaguardando que como sempre, os Corpos de Bombeiros do Distrito da Guarda irão voluntariamente cumprir a sua nobre missão de proteger pessoas e bens.

Centro Social de Penaverde celebra Dia da Mulher

O Centro Social e Paroquial de Penaverde vai levar a efeito um jantar comemorativo do Dia da Mulher, no dia 8 de março, aberto à comunidade.

Nesse sentido,como nesta noite as mulheres de alguma forma vão ser homenageadas, com o jantar a ter lugar nas instalações da Junta de Freguesia de Penaverde, com início às 20 horas, com o valor de 10 euros.

Pelo meio vai haver animação do Grupo de Concertinas de Penaverde, Clave de Sol.

As inscrições podem  ser feitas no Centro Social ou através do número de telefone 232577670, até dia 04/03/2018 ou por e-mail csp_penaverde@hotmail.com.

Casa cheia na apresentação do Campeonato de Portugal de Trial 4×4

A expectativa era muita e o auditório da Câmara Municipal de Valongo encheu para a apresentação oficial do Campeonato de Portugal de Trial 4×4 (CPT4x4). Em 2018 a competição passa a estar sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting: “a FPAK existe para regular o desporto automóvel, esta modalidade não era tutelada pela FPAK e achamos que é bom para os concorrentes, é bom para os clubes e é bom para a modalidade no geral que esteja sob a égide da FPAK e estamos muito motivados para que se faça um bom CPT 4×4”, explicou Ni Amorim, presidente da FPAK, em declarações à margem da apresentação oficial da competição.

Antero Bessa, promotor do CPT4x4, também está confiante de que esta mudança trará um impacto e desenvolvimento muito positivo para o trial 4×4: “vai ser o início de um novo ciclo. Acho que vamos ser mais competitivos, vamos ter organizações muito mais fortes e vamos ser ajudados por esta Federação em termos de regulamentos e regras que é necessário que existam nas competições”.

Na apresentação oficial da época 2017, na Câmara Municipal de Valongo, foram lançadas algumas novidades da nova época e apresentado o calendário desportivo. Há 5 provas que transitam da época passada (Valongo, Mação, Ourém, Bragança e Paredes) e a estreia de uma localidade: Reguengos de Monsaraz. O Trial Voz Reguengos (TVR) junta-se assim a esta aventura: “estamos mobilizadíssimos para esta competição. Fomos convidados a estender o campeonato mais a sul, achámos a ideia engraçada e estamos preparados para o que der e vier”, explicou o presidente do TVR, António Medinas.

Como já vendo sendo a hábito, de há uns anos a esta parte, a apresentação oficial da competição foi feita no concelho de Valongo e a autarquia não podia estar mais satisfeita com o retorno desta aposta, como afirmava Paulo Ferreira, vereador do Desporto da CM de Valongo: “fazemos questão que a apresentação seja aqui porque para nós é muito importante receber esta prova, principalmente este ano que está sob o comando da FPAK e a prova vai subir de nível. Para nós é muito importante que seja a apresentação cá e que a primeira prova seja também aqui”. De facto é outra tradição que se mantém: o CPT 4×4 arranca a 25 de março, em Valongo, mas este ano numa organização do Clube Aventura do Minho (CAMI): “julgo que esta transição para o CPT4x4 é excecional, não só pela mediatização mas também pelo salto qualitativo que o campeonato vai dar em termos organizativos (…) todos estes pilotos vão ser verdadeiramente considerados pilotos e não de modalidades de segundas escolhas”, afirmou Nuno Loureiro, presidente do CAMI.

Estão assim lançados os dados para um grande campeonato em 2018. A arranque está agendado para 25 de março, no concelho de Valongo, sob os comandos da FPAK e do CAMI.

 

Calendário desportivo para 2018:

25 março: CPT 4×4 Valongo

15 abril: CNTrial 4×4 Reguengos de Monsaraz

3 junho: CNTrial 4×4 Mação

1 julho: CPT 4×4  Ourém

5 agosto: CPT4x4  Bragança

15 outubro: CPT 4×4

ARC Sport abriu temporada a vencer em Fafe

A ARC Sport abriu a temporada de 2018 a ganhar e conquistou importantes conclusões com todos os pilotos que apoiou em Fafe.

Ricardo Moura e António Costa estiveram imparáveis na prova de abertura do CPR 2018. Num duelo ao segundo, o piloto açoriano conquistou uma das vitórias mais saborosas da sua carreira.

“Foi um rali extremamente disputado. É um orgulho muito grande poder estar aqui, com esta equipa fantástica, a celebrar uma vitória na primeira prova do campeonato, deixando os Açores no comando do CPR. Isso deixa-me feliz e bastante satisfeito pela missão cumprida. Foi uma prova muito disputada, e o Miguel Barbosa está de parabéns, pois fez um excelente rali. Estou feliz por dar à ARC Sport este resultado. Ainda bem que o açoriano apareceu em Fafe, senão o Miguel ficava a gerir a prova sozinho”, gracejou Ricardo Moura.

Não foi apenas o êxito de Ricardo Moura que deixou a casa de Aguiar da Beira a sorrir. Apesar do azar de Joaquim Alves e Sancho Eiró na 8ª especial do rali, o piloto de Cesar mostrou andamentos positivos e uma excelente evolução com o Ford Fiesta R5. “Entrei com ritmo na prova, embora as duas passagens noturnas tenham sido mais difíceis. No segundo dia, acabei por atingir bons andamentos, até ao toque na barreira durante a especial de Gontim. Foi uma pena não ter terminado, pois estava tudo a correr bem”, disse Joaquim Alves.

Longe de um bom resultado, mas muito perto dos andamentos desejados, esteve a dupla algarvia formada por Ricardo Teodósio e José Teixeira, em dia de estreia do Skoda Fabia R5. Um abandono no primeiro dia, devido a um tirante da direção do Skoda partido, não inviabilizou um regresso no segundo dia, com excelentes tempos registados. “Se não fosse o azar do primeiro dia, tínhamos pódio com certeza. O carro e a equipa estiveram cinco estrelas, e agora só quero pensar nos Açores, para tentar fazer lá, o resultado que não fizemos aqui”, afirmou, convicto, Ricardo Teodósio.

Pedro Almeida estreou-se em provas de terra, ao volante de um Skoda Fabia S2000. Acompanhado por Nuno Almeida, a equipa tirou excelentes conclusões desta estreia em Fafe. “O objetivo era terminar o meu primeiro rali em terra e evoluir de especial para especial. Penso que consegui fazer tudo isso, e até alcançar tempos muito simpáticos, embora precise de fazer muitos quilómetros no carro, que se mostrou impecável em termos mecânicos. O rali dos Açores será o meu próximo desafio”, afirmou Pedro Almeida.

Em estreia absoluta em provas nacionais, Miguel Correia mostrou uma boa atitude ao volante do Renault Clio R3. Acompanhado pelo experiente Pedro Alves, o jovem piloto quer evoluir, mas subindo um degrau de cada vez. “Estou a tentar fazer o melhor nesta fase de aprendizagem. Terminar esta prova era essencial, e se não tivéssemos perdido seis minutos num troço, o resultado poderia ter sido ainda melhor. Acho que a estreia foi muito positiva, com a ARC Sport a mostrarem-se como os professores disto tudo”, disse, com boa disposição Miguel Correia.

Para a ARC Sport esta foi uma prova positiva, embora com desfechos bastante diferentes.

“Quero dar os meus sinceros parabéns ao Ricardo pela vitória fantástica que alcançou, mostrando, mais uma vez, que é um excelente piloto. Apesar de resultados menos positivos, os tempos registados pelo Joaquim Aves, enquanto esteve em prova, e pelo Ricardo Teodósio, são uma garantia para o futuro. Bons indicadores para o Pedro Almeida, um jovem piloto sempre a evoluir de troço para troço e também para a estreia muito positiva do Miguel Correia, dois pilotos com um futuro prometedor. A toda a equipa da ARC Sport, os meus sinceros parabéns, por todo o profissionalismo que mais uma vez demonstraram ao longo da prova”, disse Augusto Ramiro.

Por:ARC Sport

AFGuarda- Resultados da 17ª ronda da 1ªDivisão

G.Figueirense regressa à liderança

nova ronda do distrital maior da AFGuarda, com o Trancoso a perder a liderança, após derrota perante a bem organizada equipa do S.Romão, por duas bolas a uma.

Já o Ginásio, aproveitou os desaires dos adversários e venceu a Guarda Unida por três bolas a zero, e o Aguiar da Beira também dividiu pontos perante o Manteigas a duas bolas.

O Gouveia atrasou-se na luta pela subida face ao empate a uma bola no clássico concelhio perante os Vilanovenses.

A Mêda venceu de forma tranquila no Soito por quatro bolas a uma, já a turma do E.Almeida recuperou terreno ao vencer em Vila Franca das Naves por três bolas a uma.

Em suma , tudo está em aberto.

Jornada 17

C.V. Cortez Mondego- SC Sabugal 2-0

ADRC Aguiar da Beira- Ass. D.Manteigas  2-2

Ass. Cd V.F.Naves- Ac Estrela Almeida 1-3

CF Vilanovenses- Cd Gouveia 1-1

Gin. C. Figueirense- Guarda Unida Desportiva 3-0

A.D. de São Romão- Grupo D. Trancoso 2-1

Ass.C.Desp.Soito- SPG.C. da Mêda 1-4

1 Gin. C. Figueirense 36 17 10 6 1 32 11 21
2 Grupo D. Trancoso 34 17 10 4 3 28 16 12
3 ADRC Aguiar Beira 33 17 9 6 2 38 22 16
4 Cd Gouveia 32 17 8 8 1 28 17 11
5 SPG. C. da Meda 32 17 10 2 5 33 16 17
6 Ass. D. Manteigas 29 17 8 5 4 33 22 11
7 C.V.Cortez Mondego 23 17 6 5 6 30 29 1
8 A.D. de São Romão 22 17 6 4 7 22 31 -9
9 SC Sabugal 20 17 5 5 7 19 23 -4
10 Ass. C. Desp. Soito 18 17 4 6 7 26 33 -7
11 Ac Estrela Almeida 16 17 4 4 9 34 37 -3
12 CF Vilanovenses 15 17 4 3 10 19 30 -11
13 Ass.Cd V.F.Naves 13 17 4 1 12 16 28 -12
14 Guarda Unida Desportiva 4 17 1 1 15 17 60 -43

 

Por:Rádio Elmo

AFG-Soito e Casal de Cinza lideram taça distrital futsal

Disputou-se mais uma ronda na Taça distrital de futsal na AFGuarda, com  o Penaverdense a golear em Foz coa e o Casal de cinza suar para levar de vencida a turma da Mêda.

No Grupo B, o Soito lidera e venceu o CDC Pinheiro por oito bolas sem resposta, já o Vale Amoreira suou para derrotar as Lameirinhas.

Grupo A
Foz Côa 2-13 Penaverdense
GD Meda 5-6 Casal Cinza
Classificação:
1º Casal Cinza 15
2º Penaverdense 13
3º GD Meda 7
4º Foz Côa 0

Grupo B
Soito 8-0 Pinheiro
Lameirinhas 4-6 Vale Amoreira
Classificação:
1º Soito 13
2º Vale Amoreira 9
3º Lameirinhas 7
4º CDC Pinheiro 6

Prioridades das Freguesias em relação às limpezas das florestas

Assim aqui fica as freguesias com prioridade de primeira e segunda, no que toca à limpeza de florestas, nesta região, numa lista recentemente pelo JN.

Assim em Fornos de Algodres:1ªprioridade;Algodres, Matança, Casal Vasco, Figueiró da Granja, Muxagata e União Freg Cortiço e Vila Chã; 2ªprioridade-Infias e União Freg.Sobral Pichorro e Fuinhas.

Trancoso-1ªprioridade- Castanheira, Cogula, Guilheiro, Moreira de Rei, Palhais, Póvoa do Concelho, Reboleiro, Rio de Mel, Tamanhos, União das freguesias de Torre do Terrenho, Sebadelhe da Serra e Terrenho, União das freguesias de Trancoso (São Pedro e Santa Maria) e Souto Maior, União das freguesias de Vale do Seixo e Vila Garcia,União das freguesias de Vilares e Carnicães.

2ªprioridade- União das freguesias de Vila Franca das Naves e Fetal, Cótimos.

Aguiar da Beira-1ªprioridade;Cortiçada, Dornelas, Eirado,Forninhos, Pena Verde, Pinheiro,  União das freguesias de Aguiar da Beira e Coruche, União das freguesias de Sequeiros e Gradiz, União das freguesias de Souto de Aguiar da Beira e Valverde

 

 

 

Liturgia do 1ºdomingo da Quaresma, Ano B

Como acontece em todo o Ano Litúrgico, os textos evangélicos dos cinco domingos da Quaresma terão sempre como figura central a pessoa de Jesus. Neste domingo e no próximo, refletiremos sobre as tentações e a transfiguração, dois momentos marcantes da vida de Jesus. Nos outros três domingos, ser-nos-ão apresentados outros momentos, salientando Jesus como Messias e Salvador: a expulsão dos comerciantes do Templo; o Filho de Homem não veio para condenar o mundo, mas para o salvar; e a necessidade de morrer, como o grão de trigo, para dar fruto. É importante ter uma visão global das mensagens que estes textos evangélicos nos querem comunicar na sucessão dos domingos da Quaresma deste ano.
Na primeira leitura, do livro do Génesis, encontramos a narração da aliança de Deus com Noé, salvo das águas do dilúvio. Segundo as primeiras páginas da Bíblia, Deus criou tudo maravilhosamente, mas a humanidade foi infiel e pecou. Por isso, no início da narração do dilúvio, afirma-se que Deus viu que a maldade era grande sobre a Terra. E quando o ser humano se afasta de Deus, há “dilúvio”, ou seja, há desgraça. Pelo facto de Deus ser bondoso e misericordioso, renova a aliança com a família de Noé e deixa o arco-íris, como sinal desta renovação. O que significa o símbolo do arco-íris? Que Deus é amigo e salvador da humanidade, que o Céu está ligado à Terra e que Deus perdoa sempre e concede-nos novas oportunidades. Na segunda leitura, S. Pedro diz-nos que Cristo morreu para reconciliar a humanidade com Deus. Tal como Deus, no tempo de Noé, salvou os justos de morrer afogados, esperando com paciência, enquanto se construía a arca, assim também Cristo salva-nos através das águas do batismo. Uma é a água que destrói, outra é a água que salva. O batismo faz-nos participar da vida, da morte e da ressurreição de Cristo e abre-nos o caminho para uma vida nova.

18-02-2018

Como é tradicional no primeiro domingo da Quaresma, o texto do evangelho fala-nos das tentações que temos no decorrer da nossa vida e que também Jesus fez esta experiência na sua vida. Mas o texto deste ano, que é do evangelista Marcos, não descreve as três tentações clássicas, mas limita-se somente a afirmar que “o Espírito Santo impeliu Jesus para o deserto, onde esteve quarenta dias, e foi tentado por Satanás”. O deserto, como figura bíblica, tem um duplo significado. Por um lado, é o lugar para onde Deus leva o seu povo depois de o libertar da escravidão do Egipto e acompanha-o durante quarenta anos. Por outro lado, o deserto é também o lugar onde Deus põe à prova o seu povo que, tantas vezes, lhe foi infiel. Assim, Jesus é levado ao deserto para vencer as tentações que poderiam ser obstáculos para realizar a missão que Deus lhe confiou.
Hoje, como sempre, não é fácil ser cristão comprometido. Todos somos confrontados com muitas tentações e nem sempre somos fiéis. Todos os dias, pedimos a Deus que não nos deixe cair na tentação, mas somos fracos. Hoje, quais são as tentações que podem prejudicar a nossa vida e o nosso testemunho de cristãos? São três: o individualismo, a crise de identidade e o pouco entusiasmo. Hoje, existe um certo complexo de inferioridade que nos leva a relativizar ou a esconder a nossa identidade cristã e as nossas convicções; há uma perda de entusiasmo missionário, um cansaço, uma saturação e, sobretudo, uma falta de alegria evangelizadora. Hoje, como sentimos bem a tentação da insegurança, do desânimo e, por vezes, do desespero! É muito importante aceitar o convite de “fazer deserto” na nossa vida, ou seja, que cada um se encontre com Deus para caminhar com Ele para a terra prometida.
Como vencer as tentações? Não podemos fugir às tentações, temos de saber conviver com elas, ou seja, com as diversas formas de mal que hoje existem. A resposta está na última frase do texto do evangelho deste domingo. “Arrependei-vos e acreditai no Evangelho”. Faz a experiência de deserto na tua vida: reza, reflete interiormente na vida e na Palavra de Deus, faz silêncio interior, reconcilia-te com Deus e com os irmãos. Assim, iremos encontrar o remédio e as forças para vencer todas as tentações e celebrar dignamente o mistério desta Páscoa, para que possamos um dia passar à Páscoa eterna.

UPAB

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar