Templates by BIGtheme NET
Home » Aguiar da Beira (page 5)

Aguiar da Beira

ITM-Fornos de Algodres 31ºlugar, é o melhor desta região

O Índice de Transparência Municipal (ITM) permite ao cidadão e ao decisor aferir o grau de transparência do seu município através de uma análise da informação disponibilizada aos cidadãos nos websites das Câmaras Municipais.

Assim Alfandega da Fé e Vila do Bispo lideram esta tabela,com 90,66 pontos , depois destacam-se desta região, Oli.Hospital (7º),Carregal do Sal (16º), Fornos de Algodres(31º), Viseu(38º), Sabugal (39º), Penalva do Castelo (91º),Aguiar da Beira(127º), Mangualde(159º), Guarda (175º), Trancoso(199º), Gouveia,( 221º), Seia (234º), Nelas (257º), Pinhel(277º), Celorico da Beira(278º).

Aqui pode ver a tabela completa:Resultados_ITM_2017

Desta forma, para todos possam saber:

O Índice de Transparência Municipal foi elaborado pela Transparência e Integridade, em colaboração com a a Unidade de Investigação em Governança, Competitividade e Políticas Públicas da Universidade de Aveiro, que colaborou no processo de recolha e validação de dados.

Trata-se de uma avaliação anual da informação de interesse público disponibilizada pelos 308 municípios portugueses nos seus websites oficiais, em sete áreas distintas:

A- Informação sobre a organização, composição social e funcionamento do Município (18 indicadores);

B- Planos e Relatórios (13 indicadores);

C- Impostos, Taxas, Tarifas, Preços e Regulamentos (5 Indicadores);

D- Relação com a sociedade (8 indicadores);

E- Transparência na Contratação Pública (10 Indicadores);

F- Transparência Económico Financeira (12 indicadores);

G- Transparência na área do urbanismo (10 indicadores)

Fonte:ITM

“Cuidar e proteger ajuda-nos a crescer” iniciativa da CPCJ local

A CPCJ de Aguiar da Beira vai levar a efeito,uma iniciativa inserida no mês da prevenção, maus tratos na infância.

Assim “Cuidar e proteger ajuda-nos a crescer” é uma atividade que tem início no domingo, 29 de abril, com uma caminhada a ter início ás 9h30 no Agrupamento de Escolas Padre José Augusto da Fonseca.

Depois na noite de 30 de abril, segunda -feira, acontece na Biblioteca Municipal, o visionamento e debate do documentário “o começo de vida”

Esta é uma atividade em parceria com diversas instituições do concelho de Aguiar da Beira.

Carlos Campos venceu Concurso de Karaoke “Canta e Encanta”

Uma noite de grande festa, no Centro Cultural Dr.António Menano, em Fornos de Algodres, com a comemoração do 1ºaniversário da nossa edição papel, apesar de uma noite de muito mau tempo, quando o espetáculo é bom o público compareceu em bom número.

Assim com um bom leque de cantores, a noite foi colorida, Iolanda apresentou e cantou algumas músicas e um júri muito atento e de muito valor, (Teresa Pinto, Vitor Mendes, Tiago Marques, Tiago Concertinas e António Pacheco).

Em relação às vozes, esteve em palco um grupo de candidatos masculinos e femininos de diversas faixas etárias e localidades.

No final da noite e pelo meio uma mão cheia de surpresas, foi hora de anunciar os resultados:

Venceu este concurso, Carlos Campos (Penaverde), ficou na segunda posição Fernando Melo(Fornos), no terceiro lugar um empate, logo o júri atribuiu aos dois este lugar, Beatriz (Vila Nova)e Vitor Sousa(Fornos).

Agora receberam o prémio de presença, os restantes Luana, Soraia, Rúben e João Melo.

No final ainda os agradecimentos e algumas palavras por parte do Vice-presidente do Município de Fornos,Alexandre Lote e Presidente da Junta de Fornos, António Gomes.

Todos no final se uniram a cantar os parabéns ao jornal e saborearam o bolo bem regado pela champanhe.

Uma bela festa com o público a sair satisfeito.

AFGuarda- Resultados da 1ªdivisão–Ronda 22

Trancoso e Mêda lideram lado a lado

Uma tarde sem surpresas o Trancoso venceu o Sabugal pela margem mínima e a Mêda numa grande partida de futebol, entre dois candidatos venceu a turma da casa e todos se mantêm na luta.

 Gouveia 2 – 1  Estrela Almeida
Guarda Unida Desportiva 1 – 3  Manteigas
Grupo D. Trancoso 1 – 0  Sabugal
SC Meda 3 – 2  Aguiar Beira
 Desp. Soito 2 – 0  V.F.Naves
A.D. de São Romão 0 – 0 CF Vilanovenses
Gin. C. Figueirense 3 – 0 C.V.Cortez Mondego
1 Grupo D. Trancoso 47 22 14 5 3 38 19 19
2 SPG. C. da Meda 47 22 15 2 5 48 21 27
3 Gin. C. Figueirense 43 22 12 7 3 38 15 23
4 ADRC Aguiar Beira 43 22 12 7 3 47 28 19
5 Cd Gouveia 41 22 11 8 3 35 23 12
6 Ass. D. Manteigas 38 22 11 5 6 41 28 13
7 Ass. C. Desp. Soito 28 22 7 7 8 34 35 -1
8 C.V.Cortez Mondego 27 22 7 6 9 35 38 -3
9 Ac Estrela Almeida 25 22 7 4 11 46 47 -1
10 A.D. de São Romão 24 22 6 6 10 24 38 -14
11 SC Sabugal 23 22 6 5 11 22 32 -10
12 CF Vilanovenses 22 22 6 4 12 23 36 -13
13 Ass.Cd V.F.Naves 16 22 5 1 16 23 42 -19
14 Guarda Unida Desportiva 4 22 1 1 20 19 71 -52

16º dia aberto em Aguiar da Beira sobre o castanheiro

No âmbito do protocolo de cooperação entre o Município de Aguiar da Beira, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), União de Freguesias Aguiar da Beira e Coruche e ArvoFruti, vai realizar-se o 16º dia aberto no dia 7 de abril pelas 09.30h no Pavilhão da Associação de Fontearcadinha, com a seguinte ordem do dia:

9.30h – Início do dia aberto
As diferentes enxertias em castanheiro

10.00h –Saída para o campo de demonstração
Prática de enxertia em castanheiro

13.00h – Final do dia aberto.

Liturgia do domingo de Páscoa e Avisos da Semana

A liturgia deste domingo celebra a RESSURREIÇÃO e garante-nos que a vida em
plenitude resulta de uma existência feita dom e serviço em favor dos irmãos. A
ressurreição de Cristo é o exemplo concreto que confirma tudo isto.
A primeira leitura apresenta o exemplo de Cristo que “passou pelo mundo fazendo
o bem” e que, por amor, se deu até à morte; por isso, Deus ressuscitou-O. Os
discípulos, testemunhas desta dinâmica, devem anunciar este “caminho” a todos os
homens. A ressurreição de Jesus não é apresentada como um facto isolado, mas
como o culminar de uma vida vivida na obediência ao Pai e na doação aos homens. A
vida nova e plena que a ressurreição significa parece ser o ponto de chegada de uma
existência posta ao serviço do projecto salvador e libertador de Deus. Por outro lado,
esta vida vivida na entrega e no dom é uma proposta transformadora que, uma vez
acolhida, liberta da escravidão do egoísmo e do pecado.

01-04-2018
Ano B - Tempo Pascal - Domingo de Páscoa - Boletim Dominical

A segunda leitura convida os cristãos, revestidos de Cristo pelo baptismo, a
continuarem a sua caminhada de vida nova, até à transformação plena, que
acontecerá quando, pela morte, tivermos ultrapassado a última barreira da nossa
finitude. Neste texto, Paulo apresenta, como ponto de partida e base da vida cristã, a
união com Cristo ressuscitado, na qual o cristão é introduzido pelo baptismo. Em
concreto, isso significa despojarmo-nos do “homem velho” por um processo de
conversão que nunca está acabado e o revestirmo-nos – cada dia mais
profundamente – da imagem de Cristo, de forma a que nos identifiquemos com Ele
pelo amor e pela entrega da vida.
O Evangelho coloca-nos diante de duas atitudes face à ressurreição: a do discípulo
obstinado, que se recusa a aceitá-la porque, na sua lógica, o amor total e a doação da
vida não podem, nunca, ser geradores de vida nova; e a do discípulo ideal, que ama
Jesus e que, por isso, entende o seu caminho e a sua proposta, a esse não o
escandaliza nem o espanta que da cruz tenha nascido a vida plena, a vida verdadeira.
O texto começa com uma indicação aparentemente cronológica, mas que deve ser
entendida, sobretudo, em chave teológica: “no primeiro dia da semana”. Significa que
aqui começou um novo ciclo – o da nova criação, o da libertação definitiva. Este é o
“primeiro dia” de um novo tempo e de uma nova realidade – o tempo do Homem
Novo, que nasceu a partir da acção criadora e vivificadora de Jesus.

Centro de Portugal atraí milhares de visitantes na Páscoa

Este fim de semana de Páscoa vai ser extremamente positivo para a atividade turística no Centro de Portugal. Um inquérito feito às unidades hoteleiras e de turismo rural, conduzido pelo Turismo Centro de Portugal, mostra que as taxas de ocupação estão muito altas, havendo dezenas de espaços completamente lotados.

Os dados, recolhidos até ao dia 28 de março, indicam que, na globalidade do Centro de Portugal, as taxas de ocupação serão de 70% na sexta-feira e 66% no sábado. A procura é particularmente intensa nas sub-regiões da Beira Baixa e da Beira e Serra da Estrela, com taxas de ocupação que rondam, respetivamente, os 90% e os 80%. A esta elevada procura não será alheio o forte nevão que cobriu a Serra da Estrela de branco por estes dias, e que convida à prática de desportos de inverno ou a simples passeios em família para ver a neve.

Mas não é apenas a neve a levar milhares de visitantes ao Centro de Portugal neste fim de semana, uma vez que outras sub-regiões registam elevadas taxas de ocupação. A Região de Coimbra e a Região de Aveiro, por exemplo, registam uma taxa superior a 75% na sexta-feira e a Região Viseu Dão-Lafões aproxima-se dos 70%.

Muito significativo é o fato de, num universo de 220 respostas, o inquérito ter registado 47 empreendimentos já lotados, para sexta-feira e sábado. Sinal de que o Centro de Portugal continua a atrair cada vez mais visitantes, que procuram experiências diferentes e enriquecedoras!

Por:TC

AFGuarda- Resultados da 1ªdistrital -21ªronda

Trancoso e Mêda lideram

Uma tarde com o prato forte e Aguiar da Beira que recebeu e empatou a uma bola frente ao Trancoso, numa partida bem disputada.

A Mêda aproveitou ao vencer em Vila Franca das Naves por cinco bolas a zero e lidera em conjunto com  a turma de Bandarra.

O Gouveia deslocou-se ao coração da Serra da Estrela e saiu derrotado por duas bolas a uma frente ao Manteigas.

O Ginásio venceu por uma bola a zero o S.Romão e volta a somar com a frente da corrida.

Vila Cortez e E.Almeida protagonizaram uma bela partida com os raianos a vencer por três bolas a duas.

O Sabugal recebeu e venceu a Guarda Unida por uma bola a zero e os Vilanovenses a derrotar em casa o Soito por uma bola a zero.

Foram apontados 18 golos.

Jornada 21

C.V. Cortez Mondego- Ac Estrela Almeida 2-3

Ass.D.Manteigas- Cd Gouveia 2-1

SC Sabugal- Guarda Unida Desportiva 1-0

ADRC Aguiar da Beira- Trancoso 1-1

Ass. Cd V.F.Naves- SPG. C. da Mêda 0-5

CF Vilanovenses- Ass.C.Desp.Soito 1-0

Gin. C. Figueirense- A.D. de São Romão 1-0

1 Grupo D. Trancoso 44 21 13 5 3 37 19 18
2 SPG. C. da Meda 44 21 14 2 5 45 19 26
3 ADRC Aguiar Beira 43 21 12 7 2 45 25 20
4 Gin. C. Figueirense 40 21 11 7 3 35 15 20
5 Cd Gouveia 38 21 10 8 3 33 22 11
6 Ass. D. Manteigas 35 21 10 5 6 38 27 11
7 C.V.Cortez Mondego 27 21 7 6 8 35 35 0
8 Ac Estrela Almeida 25 21 7 4 10 45 45 0
9 Ass. C. Desp. Soito 25 21 6 7 8 32 35 -3
10 A.D. de São Romão 23 21 6 5 10 24 38 -14
11 SC Sabugal 23 21 6 5 10 22 31 -9
12 CF Vilanovenses 21 21 6 3 12 23 36 -13
13 Ass.Cd V.F.Naves 16 21 5 1 15 23 40 -17
14 Guarda Unida Desportiva 4 21 1 1 19 18 68 -50

Por:AP/R.E.

Liturgia e avisos Domingo de Ramos -Unidade Pastoral Fornos de Algodres e Aguiar da Beira

DOMINGO DE RAMOS

 Iniciamos a Semana Santa, imitando a multidão que aclamava Jesus na cidade santa de Jerusalém: “Hossana! Bendito o que vem em nome do Senhor! Bendito o reino que vem, o reino do nosso pai David! Hossana nas alturas!”. Muitos estenderam as suas capas no caminho por onde Jesus ia passar e cortaram ramos de verdura para o aclamar e acolher. Isto contrasta com a traição e tristeza que ocorrerão naquela mesma cidade passados poucos dias. E perguntamos: Porquê e como é possível fazer tanto mal a quem só fez tanto bem? Jesus viveu para os outros, sem poder e sem violência, tendo como única arma o amor! Como foi possível? O texto mais importante deste dia é a narração da Paixão, segundo o evangelista S. Marcos. Desta narração, fixemo-nos nas palavras impressionantes de Jesus na cruz: “Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes?”. Estas palavras expressam o drama que acontece no monte do Calvário. Resumem as horas da paixão de Jesus e também a sua vida. Na narração da Paixão, segundo S. Marcos, estas são as únicas palavras de Jesus na cruz. 25-03-2018
Ano B - Tempo Quaresma - Domingo de Ramos - Boletim Dominical

Este evangelista, ao contrário dos outros três, descreve-nos Jesus muito só e sentindo-se sozinho; um Jesus que, pouco a pouco, se vai desprendendo daqueles que tinha junto de si; alguns foram contra Ele e os que O apoiavam fugiram ou esconderam-se. Todos olham para Ele como um coitado, um desgraçado, um maldito. É horrível: praticamente ninguém manifesta compreensão ou reconhecimento para com um justo, agora objecto de desprezo, de maldade, de injustiça. Ridicularizado, até Jesus cala-se e aceita. Nesta solidão, foi despojado da sua roupa. O evangelista diz-nos: “repartiram entre si as suas vestes, tirando-as à sorte, para verem o que levaria cada um”. Jesus não está somente despojado das suas vestes e das pessoas, mas também sente-se despojado de Deus. O Seu Pai parece que não está e, por isso, clamou com voz forte: “Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes?”.

Estas palavras de Jesus resumem os clamores de todos os homens e mulheres. No monte do Calvário, na cruz, estão todos os gritos de desespero, de angústia, de tribulação e de sofrimento da humanidade. Jesus clama por todos os homens e mulheres, porque Ele é a expressão da humanidade sofredora. Quantas vezes já tivemos vontade de dizer estas palavras de Jesus com aquilo que nos acontece na vida? Quantas vezes já fizemos a experiência do “abandono” de Deus, parece que, às vezes, Ele não está e não nos ouve! Quantas vezes já pedimos e gritámos a Deus que oiça os nossos pedidos e esteja connosco nas tribulações?

Mas, perante esta situação desesperada e sofredora de Jesus, há uma brisa de esperança, há uma intuição de vida e há uma confissão de fé. Perante todo o drama do Calvário, o centurião romano, testemunha de todo este sofrimento, profere uma frase que marca tudo o que aconteceu: “Na verdade, este homem era Filho de Deus”. De certeza que disse estas palavras sem pensar, não estava consciente do que estava a dizer, mas expressavam o sentimento de muitas pessoas naquela hora e naquele lugar. No início da vida pública de Jesus, Pedro já tinha confessado que Jesus era o Filho de Deus; os apóstolos sabiam que aquele que os tinha chamado nas margens do lago da Galileia era alguém excepcional; tantas pessoas deram conta que Jesus de Nazaré era alguém diferente. O povo dizia que Jesus falava com “autoridade”, mas no momento da morte é o centurião, um pagão, que faz a confissão de fé. É a confissão da Igreja, é a afirmação fundamental da nossa fé: “Na verdade, este homem era Filho de Deus”. Confessar Jesus como Filho de Deus. Mas não podemos esquecer algo muito importante que completa a frase do centurião. Jesus foi julgado, condenado, morto. Sujeitou-se a tudo porquê? Porque Jesus morreu por nós, deu a vida pelos nossos pecados, morreu para nos salvar.

Neste Domingo de Ramos, com o qual iniciamos a Semana Santa, duas coisas tornam-se muito evidentes: Jesus reza com um sentimento atribulado: “Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes?”, e, com o centurião, também nós, que contemplamos a sua morte gloriosa, afirmamos: “Na verdade, este homem era Filho de Deus”. Que estas palavras estejam na nossa oração desta semana para podermos celebrar com toda a solenidade a Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Pedro Fonseca venceu eleições da Federação Distrital do PS da Guarda

Teve lugar na noite, desta quinta-feira, a segunda volta das eleições da Federação Distrital do PS da Guarda, com os militantes agora a eleger Pedro Fonseca como Presidente da Federação Socialista.

Assim os resultados provisórios, Pedro Fonseca venceu com 704 votos e Alexandre lote ficou pelos 562 votos.

Um total de 77% votantes, em relação à 1ªvolta que tinha dado a vitória ao Alexandre Lote, votaram menos 4%.

De realçar as vitórias de Pedro Fonseca nas concelhias da Guarda, Seia, Celorico da Beira, Foz Côa e Figueira.

Já Alexandre Lote venceu nas concelhias Fornos, Gouveia, Trancoso, Aguiar da Beira, Almeida, Manteigas, Mêda e Pinhel.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar