Templates by BIGtheme NET
Home » Economia

Economia

Turismo Centro de Portugal presente nos grandes festivais

O Turismo Centro de Portugal (TCP) volta a estar este ano presente nos principais festivais de música de verão, a divulgar o que de melhor a região tem para oferecer aos visitantes.

Depois de uma presença marcante no RFM Somnii, o TCP promove a região no NOS Alive, que decorre durante este fim de semana em Algés, e no MEO Marés Vivas, que acontece de 19 a 21 de julho em Vila Nova de Gaia.

O Turismo Centro de Portugal está presente nos dois festivais mediáticos com espaços próprios, onde os visitantes podem ficar a saber mais sobre os destinos na região.

No NOS Alive, o TCP está localizado no número 1 da Rua EDP, um local privilegiado no espaço do festival. Num stand de 36 m2, serão destacados projetos e programas como os Lugares Património Mundial do Centro e as Termas Centro – estas através das Termas do Carvalhal, em Castro Daire. Os visitantes do stand terão a possibilidade de receber ofertas de massagens, vouchers de alojamento, experiências outdoor e visitas turísticas de vários parceiros do Centro de Portugal.

No MEO Marés Vivas, o formato e os programas destacados são idênticos, aos quais se acrescenta a Comissão Vitivinícola da Bairrada, com oferta de espumante no Lounge VIP MEO.

Nova viatura equipada com o DAE, Desfibrilhador em Figueiró da Granja

A Freguesia de Figueiró da Granja passa agora a ter disponível uma nova viatura que está bem equipada com o DAE, Desfibrilhador Automático Esterno Philips, na rede DOC da Cruz Vermelha.

Assim estão também aptas para poderem utilizar este meio seis pessoas que se disponibilizaram para fazer um curso, onde a Freguesia agradece ao Dr. João Rui por se ter disponibilizado a coordenar este curso.

Assim um novo meio de socorro está disponível para toda a comunidade.

III Land Art Narciso do Mondego em Fornos de Algodres

A edição do Land Art de 2019, vai acontecer até 21 de julho, onde o Município de Fornos de Algodres promove a 3ª edição do Land Art Narciso do Mondego. engloba Conversas Abertas, Residências Artísticas e Workshops e tem como convidadas as artistas Carla Afonso, Elisa Pinto e Patrícia Oliveira, que desenvolverão durante estes dias diversos trabalhos de criação escultórica.

Land Art, também conhecida como Earth Art ou Earthwork, é uma intervenção artística na paisagem natural. Por outras palavras, o próprio ambiente é trabalhado como matéria-prima do artista, de modo a integrar-se na obra.

Guarda-Secretária de Estado da Saúde reuniu na Guarda com o CA da ULS Guarda

Um início de semana com uma reunião realizada no Edifício da Sede da ULS da Guarda , entre o Conselho de Administração da ULS Guarda, com a Secretária de Estado da Saúde, Dra. Raquel Duarte, a Presidente da ARS Centro, Dra. Rosa Reis Marques e elementos da Equipa Nacional para a Reforma do SNS na Área dos Cuidados de Saúde Primários, Enf. António Manuel Oliveira e Dr. José Frias Bulhosa.
Foram abordados temas como: as listas de espera para a primeira da Consulta da especialidade, hospitalização domiciliária, as Unidades de Cuidados na Comunidade, Unidades de Saúde Familiar e o Plano Nacional de Saúde Oral.
Após a reunião, a Secretária de Estado da Saúde e restante comitiva realizaram uma breve vista às instalações do Pavilhão Cinco e do Pavilhão da Consulta Externa no Hospital Sousa Martins.

fonte da ULS Guarda

Vinho Branco DOC Beira Interior Marquês d’ Almeida grande vencedor do 12º Concurso de Vinhos da Beira Interior

O Castelo de Trancoso acolheu o Jantar de Entrega de Prémios do 12º Concurso de Vinhos da Beira Interior que contou com a presença de cerca de 250 convidados, consagrou o vinho Branco DOC Beira Interior Marquês d’ Almeida Grande Reserva 2017 do produtor CARM – Casa Agrícola Roboredo Madeira, Lda. como o Melhor Vinho da Beira Interior. Foram ainda atribuídos pela primeira vez a medalha de Melhor Vinho no Feminino ao vinho Alpedrinha DOC Beira Interior Reserva Branco 2018 do produtor Adega Cooperativa do Fundão, Crl., a medalha de Melhor Imagem a Concurso ao vinho Souvall DOC Beira Interior Colheita Selecionada Branco 2017 do produtor Lúcia & Américo Ferraz, Lda., a medalha de Melhor Imagem no Feminino ao vinho Quinta do Cardo DOC Beira Interior Biológico Reserva Síria Branco 2015 do produtor Agrocardo, S.A.

Para além do melhor vinho da Beira Interior, o júri do Concurso realizado na Guarda, nos dias 17 e 18 de junho, atribuiu ainda 12 medalhas de ouro e 14 medalhas de prata, num total de 87 vinhos a concurso, em representação de mais de 31 associados da região.

Nos diversos discursos proferidos, foi enaltecido a qualidade superior dos Vinhos da Beira Interior e o importante trabalho que os produtores regionais têm vindo a realizar em prol do desenvolvimento deste setor estratégico.

O Concurso de Vinhos da Beira Interior é promovido pela Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior – CVRBI e pelas Associações Empresariais da Guarda (NERGA) e de Castelo Branco (AEBB – Associação Empresarial da Beira Baixa) e contou com o apoio da Câmara Municipal de Trancoso.

 

Fórum Empresarial Turismo Fronteira aconteceu em Trancoso

O Fórum Empresarial Turismo Fronteira, iniciativa organizada pelo CEC/CCIC – Conselho Empresarial do Centro / Câmara de Comércio e Indústria do Centro, em colaboração com o Município de Trancoso e a AENEBEIRA – Associação Empresarial do Nordeste da Beira, teve lugar em Trancoso.
Marcaram presença, no Convento de São Francisco, para além do Presidente da Câmara Municipal de Trancoso, Amílcar Salvador, diversas entidades representativas da região e do país, como o  Secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino, Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Ana Abrunhosa,  Diretor Coordenador da Direção de Apoio ao Investimento do Turismo de Portugal, Nuno Miguel Alves, o  Presidente do CEC/CCIC, José Couto e inúmeros empresários do setor turístico regional e local.

Altice Portugal promove investimento inédito na Europa com a infraestruturação das 12 Aldeias Históricas

As 12 Aldeias Históricas ficam com cobertura de conectividade superior a 95% do território

Altice Portugal executa projeto inédito na Europa e torna-se parceira tecnológica das Aldeias Históricas portuguesas

A Altice Portugal protagoniza investimento inédito na Europa com a infraestruturação das 12 Aldeias Históricas portuguesas com fibra ótica de última geração, conferindo ainda a potencialidade de residentes, empresas e turistas navegarem em Wi-Fi gratuito até 200 Mb de velocidade.

Num sucessivo reforço do investimento em todo o território nacional e tendo o conceito de

proximidade como um dos pilares base da sua estratégia, a Altice Portugal regressa ao Centro do país, com a melhor e mais moderna rede de fibra ótica, para infraestruturar as Aldeias Históricas de Portugal. Este é mais um projeto que vinca o pilar estratégico da empresa, o da Portugalidade, onde a Altice Portugal pretende reforçar, através dos seus investimentos, a defesa, proteção e projeção de Portugal.

Na aldeia de Castelo Rodrigo foi hoje apresentado o projeto de colaboração entre a Altice Portugal e a Associação das Aldeias Históricas de Portugal com vista à expansão da rede de fibra ótica de última geração, bem como a disponibilização de Wi-Fi gratuito nas ruas. Assim, as 12 aldeias históricas, Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso ficarão com uma cobertura de fibra ótica superior a 95%, cobertura idêntica e nalguns casos até superior à da área metropolitana de Lisboa, do Porto ou de Braga.

Com este projeto, são cerca de 6 mil os lares e as empresas que irão beneficiar diretamente deste investimento de valor sem precedentes para esta rede de aldeias, que todos os anos recebe a visita de milhares de pessoas vindas de todos os cantos de Portugal e do resto do mundo.

As Aldeias Históricas são parte do património português e têm um valor incalculável para o turismo, para os serviços e para o país. Por este motivo, este investimento é de particular importância, uma vez que distingue estes territórios e este projeto das Aldeias Históricas portuguesas na Europa, mas também no resto do mundo, pelas melhores evidências, nomeadamente pelo facto de as capacitar de uma tecnologia que as prepara para dar resposta a qualquer projeto de investimento na área do setor terciário ou qualquer iniciativa mais arrojada na área da inovação.

As Aldeias Históricas Portuguesas ficam ainda mais distintas e atrativas no setor do turismo Mundial, aumentando ainda a sua potencialidade enquanto património histórico nacional de excelência.

Este investimento dota o destino da capacidade de se continuar a afirmar e de oferecer a quem o visita a melhor experiência, dando a conhecer o melhor de Portugal, agora com acesso a tecnologia de última geração. Não menos relevante, importa referir que toda a tecnologia desta fibra ótica é desenhada, desenvolvida e produzida nos laboratórios da Altice Labs de Aveiro, conferindo assim a este projeto uma maior singularidade, dando um enorme valor ao que é made in Portugal.

O Presidente Executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, considera que «há princípios que hoje temos efetivamente de preservar. E é isso que fazemos hoje aqui, preservar o nosso

património, a nossa cultura, a nossa história, mas olhando para o futuro, e sabemos que o futuro também se faz de tecnologia. Hoje nasce aqui um projeto que tem como principal ambição e objetivo, ligar as tecnologias, o futuro, a conectividade das pessoas, àquilo que é a tradição e também aos grandes setores em desenvolvimento destas regiões. Estas 12 Aldeias Histórias são também aldeias que perceberam desde o início a importância das novas tecnologias e o que a sociedade de informação tem para permitir o seu desenvolvimento económico, e com ele, o desenvolvimento social.».

 

Comunicado de Imprensa

Para o Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, «é muito importante que a Altice se tenha disponibilizado para assegurar a ligação da fibra ótica, num quadro de um projeto muito mais alargado de infraestruturar todo o nosso território, num projeto que é decisivo para o nosso futuro coletivo. Uma economia digital, que é a única que o País tem que abraçar para poder ter futuro, precisa efetivamente de uma infraestrutura capaz para suportar este novo tipo de mundo onde vamos viver. Não acontecem estas coisas só porque se desenham estratégias ou porque se faz promoção, estas coisas acontecem porque as pessoas trabalham, e trabalham tanto melhor quanto puderem trabalhar em rede. E por isso queria felicitar e cumprimentar muito vivamente todos aqueles que quase há 3 décadas vêm levando a cabo este projeto das Aldeias Históricas (…). E queria por isso saudar a Altice, por todo o trabalho que fez e a como abraçou este projeto, queria saudar a Rede das Aldeias Históricas e muito particularmente, o Presidente da Associação.».

«Agradeço a todos os interlocutores da Altice Portugal, a participação e o apport que durante este ano foram trazendo e que permitiram este protocolo. (…) Um projeto singular em Portugal, projeto que pode ser um farol para outros projetos similares», acrescenta o Presidente das Aldeias Históricas de Portugal, António Robalo.

De recordar que este investimento está em linha com a estratégia que a Altice Portugal tem vindo a realizar no que diz respeito à expansão e fortalecimento da resiliência de infraestruturas fixas e móveis de nova geração, tendo prevista a cobertura em fibra ótica de última geração de 5,3 milhões de casas portuguesas até 2020, tendo já atingido o marco de 4,6 milhões de lares. Esta meta tornará Portugal no primeiro país da Europa com uma cobertura praticamente integral de fibra ótica.

Estas iniciativas vêm reforçar uma vez mais, a aposta da Altice Portugal no país, por meio do

investimento e da inovação, pretendendo reduzir assimetrias regionais e garantir oportunidades iguais através da democratização do acesso às tecnologias. Assim, a Altice Portugal torna estes territórios mais atrativos e possibilita a captação de novos investimentos, contribuindo positivamente para a dinamização das economias locais.

Cidade do Vinho em 2020 vai ser Pinhel

Numa cerimónia que se realizou no Peso da Régua, a Cidade de Pinhel esteve muito bem representada por uma grande comitiva liderada pelo Presidente da Câmara , Rui Ventura, foi assim eleita a Cidade do Vinho 2020.

Ora uma cidade e um concelho que produz vinho de grande qualidade, vê agora premiado com esta eleição , o trabalho e a dedicação de todos os vinicultores deste concelho pinhelense.

 

Nova pós-graduação do Politécnico da Guarda a partir de outubro

No Instituto Politécnico da Guarda (IPG) decorreu a apresentação da Pós-graduação Executiva em Gestão de Projetos e Sustentabilidade.

No decorrer da sessão foram igualmente assinados dois protocolos de cooperação: um entre o IPG e APOGEP (Associação Portuguesa de Gestão de Projeto) e outro entre o IPG e a Bright Academy (empresa de formação em Gestão de Projetos).

O Presidente do Politécnico da Guarda, Joaquim Brigas, aludindo a esta nova pós-graduação, comentou que é “uma área em que há falta de recursos com esta qualificação”, a qual não é apenas vocacionada para diplomados em gestão, economia ou direito mas “para todos os profissionais que, em diferentes ramos de atividade, considerem necessário fazer esta formação”.

O valor a pagar por esta formação (a lecionar durante um semestre) ronda os 2800 euros, sendo ministrada sextas-feiras (no período da tarde) e sábados (todo o dia).

Um valor que Joaquim Brigas considerou competitivo “comparado com o praticado noutras instituições” e também pelo facto de ter uma certificação internacional.

De acordo com o Presidente do IPG, não é necessário que os interessados tenham uma licenciatura para se candidatarem. A particularidade desta formação, acentuou Joaquim Brigas,” é o facto de ter uma certificação internacional e ser ela própria internacional.

No Politécnico da Guarda temos a preocupação de, para além de proporcionarmos esta formação graduada, viabilizarmos a todos os alunos que frequentam o Politécnico, nas licenciaturas e mestrados, a possibilidade de fazerem como disciplina isolada a unidade curricular de gestão de projetos”.

Ao ser disponibilizada desta forma permite que qualquer licenciado, de qualquer área – seja do desporto, da animação sociocultural, do turismo, engenharia, gestão, saúde, etc – possa fazer esta formação.

As aulas da Pós-graduação Executiva em Gestão de Projetos e Sustentabilidade vão ter início no próximo mês de outubro.

Pinhel e Penalva do Castelo abrangidos pelo Programa BEM

São já conhecidos os trinta e oito municípios do interior que vão investir mais de 10 milhões de euros em infraestruturas e equipamentos no âmbito do Programa BEM – Beneficiação de Equipamentos Municipais.
Os municípios abrangidos são: Alcácer do Sal, Almodôvar, Arganil, Avis, Barrancos, Belmonte, Campo Maior, Carregal do Sal, Castro Daire, Chamusca, Figueiró dos Vinhos, Idanha-a-Nova, Lousã, Macedo de Cavaleiros, Montalegre, Mortágua, Mourão, Odemira, Penalva do Castelo, Pinhel, Pombal, Proença-a-Nova, Reguengos de Monsaraz, Sabugal, Santiago do Cacém, Santa Comba Dão, São João da Pesqueira, São Pedro do Sul, Sertã, Sever do Vouga, Tábua, Tabuaço, Tarouca, Tondela, Vendas Novas, Vila Flor e Vimioso.
O Programa BEM, lançado pelo Governo em 2018, visa apoiar iniciativas de natureza municipal que promovam a coesão territorial e o aumento da capacidade de atração dos territórios do interior, designadamente projetos de valorização e requalificação de espaços, infraestruturas ou equipamentos municipais que potenciem o desenvolvimento desses territórios.
No final de 2018 foram apoiados 31 projetos, num montante de cerca de 3,8 milhões de euros. Em 2019 foi aprovado o apoio a mais 38 projetos, com a comparticipação de 4,7 milhões de euros.
Destes 38 projetos, 20 destinam-se à requalificação de infraestruturas e equipamentos municipais, incluindo espaços desportivos, e os restantes 18 visam a reabilitação e remodelação de edifícios sede de municípios, cuja funcionalidade é condição necessária para uma boa prestação de serviços às respetivas populações.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar