Templates by BIGtheme NET
Home » Economia (page 10)

Economia

Obras iniciaram no novo Parque Urbano de Pinhel

Teve início esta semana a empreitada do novo Parque Urbano de Pinhel que visa a revitalização do antigo Campo de Futebol Astolfo da Costa, tendo por base a sua transformação num amplo espaço verde em pleno centro da cidade.

A obra está a cargo do consórcio Arquijardim S.A. / Rui & Candeias, Lda. e tem um prazo de execução de 11 meses.

Quanto ao investimento associado a este projeto, ronda os 528 mil euros, sendo que o Município de Pinhel vai contar com uma comparticipação ao abrigo de uma candidatura apresentada no âmbito do Portugal 2020.

Por:MP

Tradições da Páscoa recriadas em Aguiar da Beira

  Teve lugar no passado domingo, 18, um espetáculo comunitário  no Centro Cultural de Aguiar da Beira, que apresentou rituais católicos tradicionais deste concelho no distrito da Guarda, num“grande momento de promoção cultural e convívio entre gerações”.
Um dia depois do Carnaval a Igreja enceta um novo tempo litúrgico que nos transporta até à Páscoa da Ressurreição de Jesus, atravessando quarenta dias de deserto – o período da Quaresma.  Tempo de jejum, partilha, penitência e rituais na preparação da maior festa para os cristãos, a Páscoa.
Em Aguiar da Beira foram revividas algumas dessas tradições locais – umas ímpares e em  risco de desaparecer e outras iguais mas simultaneamente tão diferentes de povo para povo –,
apresentadas pelos  participantes das Oficinas das Tradições – 60 Mais Social Clube do CLDS 3GAguiar no Coração.
Pelo palco passaram cerca de 150 participantes do concelho, na sua maioria seniores  estreantes na representação, revivendo rituais como a imposição das cinzas, bênção dos ramos, encomendação das almas, passagens da via sacra, terço dos homens, enterro do
senhor ou a visita pascal.
Destaque para a recriação do terço dos homens e do enterro do senhor, celebração característica da vila por ser composta só por homens e que não se realizava há vários anos por falta de comparência de irmãos da Santa Casa da Misericórdia, a quem pertencia a organização.
A iniciativa organizada pelo CLDS 3G Aguiar no Coração teve o objetivo de envolver a comunidade, motivando todos e todas, dos mais jovens aos mais velhos, na partilha e preservação de hábitos e saberes culturais, contribuindo assim para o reforço dos laços sociais e da identidade do concelho.
A tradição do terço na freguesia de Aguiar da Beira remonta a tempos imemoriais, sendo uma celebração organizada pela Santa Casa da Misericórdia, com os irmãos que fazem parte desta
irmandade.
O terço realizava-se todas as sextas feiras da quaresma, terminando na sexta feira santa com a procissão enterro do senhor.
Ao escurecer a sineta da Igreja da Misericórdia tocava para que os irmãos se reunissem para assim darem início ao terço que percorria a rua de baixo, ia até à igreja matriz e rua direita e recolhia do ponto de partida.
O terço era composto só por homens, enquanto que as mulheres esperavam nas esquinas das ruas e ao passar elas rezavam baixinho.
Durante as sextas feiras normais da quaresma o terço era cantado e nos intervalos dos mistérios tocava uma campainha, onde se ajoelhavam no ato da glória, só se levantando no início do outro mistério. As três Avé Marias não eram cantadas, mas cantava-se a Salvé Rainha.
Na sexta-feira Santa saía a matraca e percorria todas as ruas da vila para convocar os irmãos a fim de se juntarem na Igreja da Misericórdia, para depois saírem.
Neste dia, o terço não era cantado, mas sim rezado. Inserido no terço fazia-se o enterro do Senhor, onde se levava o esquife, a cruz dos Martírios e os Estandartes. O esquife ficava na igreja matriz onde pernoitava.
É uma tradição que já há vários anos não se realiza devido à falta de comparência de irmãos.

Por:AGC

Semana da Leitura em Fornos de Algodres

Decorreu a Semana da Leitura, na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez, na semana de 12 a 16 de março.
Durante estes dias visitaram a Biblioteca Municipal, os alunos dos Jardins de Infância e 1º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres e da Creche, onde participaram na audição de obras.
No final agradeceram a colaboração de todos, especialmente das professoras convidadas para a leitura das obras escolhidas.

Por:MFA

1º Encontro Regional de Agricultores Biológicos da Região Centro

A Agrobio – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica – vai estar em Guarda para realizar o 1º Encontro Regional de Agricultores Biológicos da Região Centro.
A iniciativa terá lugar a 23 de Março, pelas 18h00, no Auditório do Paço da Cultura.

A Agrobio lança este ciclo de encontros regionais para reunir produtores com o objetivo de fazer um levantamento dos principais obstáculos ao desenvolvimento da produção em Agricultura Biológica. Queremos ouvir a sua visão sobre o setor!

Programa:
18h00 │Abertura
Jaime Ferreira, Presidente da direção da Agrobio e da FPBIO – Federação Portuguesa de Agricultura Biológica
Presidente do Município *
*a confirmar
18h05 │Breve contextualização sobre o setor da Agricultura Biológica – da produção ao consumo
Jaime Ferreira, Presidente da direção da Agrobio
António Lopes, Agrobio
18h20│Debate – Dificuldades e Oportunidades
Moderador: Jaime Ferreira, Presidente da direção da Agrobio
(Entrega e preenchimento do inquérito “Principais obstáculos ao desenvolvimento da produção em Agricultura Biológica”)
20h00│Encerramento
Jaime Ferreira, Presidente da direção da Agrobio e da FPBIO – Federação Portuguesa de Agricultura Biológica

Ligações remodeladas entre Mangualde e Nelas

Tiveram início, esta semana os trabalhos de requalificação de duas antigas ligações entre as Carvalhas e Outeiro de Espinho e Fonte do Alcaide e Gandufe, transformando-as em dois estradões, com seis metros de largura, melhorando as acessibilidades e a faixa de proteção contra fogos florestais.

As obras resultam de um entendimento entre a Junta de Freguesia de Senhorim e a Junta de Freguesia de Espinho e as Câmaras Municipais de Nelas e Mangualde. Esta obra conta com a parceria da empresa Azurmáquinas, que cedeu para o efeito gratuitamente uma máquina giratória, e com a colaboração dos proprietários dos terrenos, cabendo às entidades envolvidas uma comparticipação nos custos da requalificação.

Por:Mun.Nelas

4ª edição da Feira Medieval na Cidade Falcão de 1 a 3 de junho

Inscrições abertas até 11 de maio

De 1 a 3 de junho, Pinhel recua no tempo..re(a)vive a sua história e as suas memórias vão encher de vida e cor o centro histórico da cidade com a 4ª edição da Feira Medieval A Cidade do Falcão “Guarda-Mor do Reino e Senhorios de Portugal”.
Manjares, cortejos, torneios, teatros, música, dança e animação de rua levam a quem nos visita numa verdadeira viagem no tempo…junte-se a nós e faça parte desta história!

Ficha de Inscrição – http://cm-pinhel.pt/doc/feiramedieval2018/FichadeInscrioFeiraMedieval2018.pdf

Normas de Participação – http://cm-pinhel.pt/doc/feiramedieval2018/NormasdeParticipaoFeiraMedieval2018.pdf

Por:Mun.Pinhel

Sé da Guarda recebe segunda encenação histórica

No dia 24 de Março a Sé da Guarda volta a receber visitantes à noite. A segunda encenação histórica sobre a construção e consagração da Sé, uma organização do Clube Escape Livre e da Associação Hereditas, está agendada para as 22h00 e inclui aula de história, humor, cânticos e até um brinde.

A primeira destas visitas decorreu em Fevereiro e atraiu mais de 60 pessoas, que, divididas em grupos, conheceram a história, a arquitectura, as personagens e as curiosidades do período de construção deste ex-libris da Guarda, entre 1390 e 1531.

Para participar neste evento, basta fazer a inscrição e pagamento minutos antes da visita, à entrada da sé, ou faze-lo antecipadamente junto do Clube Escape Livre ou do Welcome Center, junto à Sé. O valor por pessoa é de 4 euros, mas conta com desconto de 50% se apresentar recibo de restauração ou alojamento desse dia. A entrada é grátis para crianças até 12 anos.

A partir do mês de Maio, e até Outubro, são retomadas as visitas noturnas ao centro histórico da Guarda, na primeira sexta-feira de cada mês.

Por:CELG

 

Milhares de visitantes passaram pela Feira do Queijo em Fornos de Algodres

O Queijo da Serra foi o ex libris na Feira realizada em Fornos de Algodres, com o S.Pedro a aliar-se ao evento e segurou a chuva, permitindo que milhares de visitantes oriundos dos mais diversificados locais marcassem presença neste certame.

Dois dias e uma noite, com imensas atividades, concurso de ovinos, quase uma centena de expositores com um vasto leque de produtos endógenos, de diversos pontos do país.

Destacou-se  a presença de visitantes franceses da região de Sto Consourse, espanhóis e muitos portugueses das mais diversas regiões do País.

Marcou presença o Sec.Estado da Energia, Jorge Rebelo e alguns autarcas vizinhos se associaram ao evento, na noite inicial uma jornada técnica sobre a floresta.

Muita animação com grupos culturais, Festival de Folclore e ainda os Sons do Minho.

Em suma , muito queijo da Serra se comercializou neste fim de semana, com os produtores satisfeitos com o volume de negócios e os expositores com a vontade de voltar novamente para o ano de 2019.

Por:SP/AP

Mais desenvolvimento na edição papel de 31 de março

 

9ºRaid do Bucho foi temperado com… neve!

Foi ao sabor da neve, chuva, vento e frio que decorreu mais uma grande edição do Raid do Bucho e Outros Sabores. Com partida da cidade mais alta e chegada à aldeia raiana de Freineda, novos desafios se impuseram neste evento multimarca que reuniu 43 viaturas e 125 pessoas. O acréscimo de adrenalina foi proporcional à atenção exigida, mas o sucesso é evidente: o casamento entre o todo terreno e a gastronomia tradicional está para durar.

Trilhos enlameados e nevados, e subidas e descidas escorregadias foram alguns dos grandes testes de condução da caravana do 9º Raid do Bucho e Outros Sabores, que percorreu os trilhos entre a Guarda e a Freineda, no último fim de semana. E se nestas provas todos os participantes conseguiram passar, mais difícil foi resistir às iguarias mais tradicionais. Os pratos mais típicos do distrito da Guarda, com realce para o bucho raiano e outros enchidos, os queijos, pão, e os vinhos registaram, como sempre, grande entusiasmo por parte dos participantes provenientes de norte a sul do país.

Bucho da Casa Pireza, na Guarda venceu

Nestes, destaque para o “melhor bucho raiano”, eleito na XIII Edição da Festa do Bucho & Outros Sabores. O júri do primeiro Concurso de Provas do Bucho Raiano (do qual fez parte o Escape Livre, com a jornalista Teresa Conceição, da SIC) elegeu o bucho da Casa Pireza, da Guarda, como o melhor entre os dez produtores concorrentes, tendo reunido a maior pontuação nos três critérios: sabor, aspecto e aromas. “O melhor dos melhores” foi seguido do produtor Augusto Teixeira, da Castanheira, e o terceiro lugar arrecadado pela Beira Enchidos, produtor de Vale de Estrela.

Aos dois elementos-chave do passeio – aventura e gastronomia – somou-se ainda uma terceira: a descoberta. As paisagens e trilhos estiveram brancos nas zonas de maior altitude, no sábado, apresentando cenários inéditos para alguns concorrentes. O conhecimento da história milenar e secular, a cultura e a etnografia estiveram ao alcance dos participantes nas visitas ao Museu da Guarda, e ao Museu de Tecelagem dos Meios, com os teares, mantas, e o artesanato.

A chegada à aldeia de Freineda, no Domingo, ficou marcada pela habitual reconstituição histórica relativa às guerras peninsulares e à homenagem do Duque de Wellington, além da animação das escaramuças de rua, música e muitos petiscos. O remate deste evento decorreu com o tradicional almoço do bucho e outros sabores tradicionais, que este ano voltou a sentar mais de 500 pessoas à mesa.

Para o presidente do Clube Escape Livre, Luís Celínio, “foi com grande satisfação que verificamos, em mais um ano, todo o entusiasmo dos nossos participantes no programa que organizámos e que faz um curto resumo de tudo quanto esta região tem para oferecer, e ao qual não escapa o reputado acolhimento beirão. Este ano tivemos o desafio da neve, que obrigou a algumas alterações de percurso, mas que tornou o passeio diferente e muito belo. No próximo ano cá estaremos para proporcionar novas emoções em novos trilhos.”

Por:CEL

WinterFest da JS muito participativo

Realizou-se nos dias 16 a 18 de março, no concelho de Seia, a sétima edição do WinterFest da Juventude Socialista.

A iniciativa, organizada pela Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista em parceria com a estrutura nacional da Juventude Socialista, contou, nesta edição, com a colaboração da Concelhia de Seia da Juventude Socialista.

Ao longo de três dias foram mais de 110 os participantes que marcaram presença num intenso programa de atividades, oriundos de um total de 13 distritos e de várias dezenas de concelhos de todo o país, tendo esgotado todas as vagas disponíveis para o evento, pela primeira vez na sua história.

No evento realizaram-se três painéis de discussão política: “E agora, Europa? – O futuro no projeto europeu”, “Pensar a Coesão – A unidade territorial na diversidade regional”  e “Orçamento do Estado para 2018 – Balanço e Perspectivas”, onde foram convidados a participar o Presidente da Young European Socialists, João Albuquerque, a deputada à Assembleia da República e Ex- Secretária de Estado dos Assuntos Europeus no XXI Governo Constitucional, Margaria Marques, o deputado à Assembleia da República, Porfírio Silva, o deputado à Assembleia da República assumindo nessa qualidade as funções de Presidente da Comissão Eventual de Acompanhamento do Processo de Definição da “Estratégia Portugal 2030”, João Paulo Correia, o Docente no Instituto Superior de Economia e Gestão, e Técnico Especialista do Gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Valentino Cunha, o Administrador da Casa Queijos Matias, José Matias, o Presidente da Câmara Municipal de Seia e Presidente-Eleito do Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, Filipe Camelo, o Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista na Assembleia da República, João Torres, o deputado à Assembleia da República, Hugo Carvalho e o Secretário-Geral da Juventude Socialista, Ivan Gonçalves. 

Para além destes momentos que aconteceram no Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE), a iniciativa contemplou visitas a duas queijarias e uma ação de reflorestação numa área atingida pelos incêndios de outubro/2017, na União de Freguesias de Santa Marinha e S. Martinho.

Por:FDGJS

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar