Templates by BIGtheme NET
Home » Economia (page 140)

Economia

Tribunais de Fornos de Algodres e Mêda vão reabrir

Fez -se justiça no interior do País

DSC04696Depois de em setembro de 2014, Fornos de Algodres e Mêda, terem visto encerrar os seus tribunais, mesmo assim perante a grande contestação dos populares, o Governo da época não cedeu.

Ambos executivos municipais de Fornos de Algodres e Mêda, tudo fizeram para que a situação fosse invertida, mas o Ministério da Justiça não voltou a palavra  atrás.

Agora em 2016, novo Governo, nova Ministra na pasta da Justiça, Dra.Francisca Van Dunen, aceitou rever este processo e veio agora a público dar a boa nova a estes dois concelhos do distrito da Guarda.

Fica decerto, uma palavra de apreço para os dois executivos municipais, Fornos de Algodres, onde Dr.Manuel Fonseca, referiu que esta boa nova , é o corrigir deste erro, mostrou-se satisfeito e decerto toda a população vai estar ansiosa para que o dia da reabertura do Tribunal chegue .

Já o autarca da Meda, Dr, Anselmo Sousa, referiu que é uma satisfação enorme, e o povo merece que assim reabra.

Esta é uma medida que a senhora ministra considera que exista mais proximidade entre a justiça e as populações.

São esta medidas que vão fazer com que o interior possa vir a ter mais desenvolvimento e as gentes se venham a fixar no interior do País, dado que esta região precisa de continuar a manter todos os serviços públicos.

Por:António Pacheco

ISCMFA celebra os 350 anos com grandes novidades

Um ano de conquistas

2016 é um ano de muitas conquistas e de grandes comemorações para a Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres, pelos 350 ano12711183_1113975775302058_8530268773790121704_os de existência.
Depois de mais de duas décadas sem ser alterado o Compromisso (estatutos) da instituição, este ano foram renovados e a Mesa Administrativa encetou esforços para que o compromisso cumprisse com todas as regras, leis, obrigações e regulamentos.
Cumprindo todas estas premissas, e tendo esta obrigação legal e estatutária sido devidamente elaborada (compromisso) e posteriormente aprovada em reunião de Mesa Administrativa, Assembleia Geral de Irmãos, Autoridade Eclesiástica, Delegação da Segurança Social da Guarda e Direção Geral da Segurança Social (DGSS); processo este que demorou cerca de um ano.
Desta forma, na altura que se comemora o 350º aniversário, receberam a declaração de registo definitivo na DGSS, com efeitos a 13 de Janeiro de 2016.
Já o Provedor, Luís Miguel Ginja, é um homem satisfeito, com o trabalho realizado pela mesa administrativa, restantes órgãos sociais, e o contributo para com o serviço que é prestado à sociedade, no dia a dia.
Deixou um agradecimento especial à Irmandade que acreditou em nestes Órgãos sociais e aprovou por unanimidade este compromisso, aos irmãos e comunidade fornense que contribuíram para a sua elaboração, ao Dr. Mauro Galvão que redigiu o mesmo, ao D. Nuno Almeida, Bispo Auxiliar de Braga, que sempre disponível, com a sua sabedoria soube unir a parte leiga à parte canónica, ao D. Ilídio Leandro, Bispo de Viseu que desde a primeira hora colaborou e aprovou a sua efetivação.
Esta quinta- feira,10 de março, iniciam-se as cerimónias da Semana Santa, com o Jubileu desta Instituição que comemora a 12 de outubro ,350 anos ,já no domingo, 13 de março , decorre Eucaristia e procissão do “Senhor dos Passos” , na Sexta-feira Santa, 25 de março , as cerimónias do “Enterro do Senhor”, celebrações presididas pelo Padre Jorge Luís e abrilhantadas pela Batuta d´Alegria.
A Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres, que celebra em outubro os seus 350 anos, numa cerimónia que contará nesse dia , com a presença do Bispo de Viseu , D. Ilídio Leandro, será de certo mais um dia de grande festa.

Por:António Pacheco/ISCMFA

Manuel Madeira Grilo Memórias soltas de uma vida vivida para a Guarda

prof madeNo dia em que assinalaria o seu aniversário, 19 de março, que o Município de Pinhel acolhe a apresentação do livro da autoria do seu amigo e conterrâneo, Prof. Madeira Grilo, um desejo concretizado pelos seus filhos, José Grilo e Maria Augusta Grilo.
Manuel Madeira Grilo nasceu em Freixedas, a 19 de março de 1931, e faleceu na Guarda, a 11 de setembro de 2014. Um ano depois da sua morte, surge a edição do livro que estava pronto, mas que não teve oportunidade de concretizar: “Manuel Madeira Grilo – Memórias soltas de uma vida vivida para a Guarda”.

A história de uma vida vivida para o distrito da Guarda, contada na primeira pessoa e muitas memórias soltas que Manuel Madeira Grilo relata de uma forma muito pessoal… É assim este livro… um conjunto vasto de registos de memória e de muitas fotografias de um Professor, de um Empresário, de um Dirigente, de um Bombeiro, de um Pai, de um Marido… de um apaixonado pela vida que, desta forma, deixa publicadas as memórias que são dele, mas que também são de Pinhel, da Guarda e de Portugal.

Por fim, importa referir que a coordenação deste projeto editorial esteve a cargo de Elsa Fernandes, sendo que a apresentação vai estar a cargo de Álvaro Guerreiro e Luís Baptista Martins.

Foi professor do 1º Ciclo, entre outros cargos públicos foi Conselheiro Nacional do Serviço Nacional de Bombeiros, membro da Federação Portuguesa de Futebol, dirigente do Núcleo Empresarial da Região da Guarda (NERGA), vereador na Câmara Municipal da Guarda e deputado na Assembleia Municipal de Pinhel.
Mais recentemente, desempenhou as funções de Presidente da Assembleia Geral da Federação de Bombeiros do Distrito da Guarda (FBDG) e da Assembleia Geral da Associação Reviver Mais.
Em 2009 publicou o seu “Dicionário de Provérbios”, uma obra que contou com o apoio do Município de Pinhel e que foi apresentada no Dia da Cidade – 25 de agosto de 2009.
A 10 de junho de 2014, foi condecorado como Oficial da Ordem do Mérito, pelo Presidente da República (no âmbito das comemorações do Dia de Portugal que tiveram lugar na cidade da Guarda).

Por:Mun.Pinhel

BORDADOS DE TIBALDINHO UMA TRADIÇÃO QUE PASSA DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO

Novo curso decorre de 11 a 22 de abril, em Tibaldinho

Mangualde continua a apostar na tradição e promove mais um curso de “Pontos de Bordados Tradicionais/ Bordados de Tibaldinho”. A iniciativa realiza-se de 11 a 22 de abril, das 14h00 às 19h00, na sede da Sociedade da Banda Filarmónica de Tibaldinho, e resulta da parceria entre a Câmara Municipal de Mangualde e o CEARTE – Centro de Formação Profissional do Artesanato.

 Enquadrado nas Unidades de Formação de Curta Duração (UFCD), esta formação tem como objetivo manter viva a confeção dos bordados de Tibaldinho e preservar, promover e valorizar este património cultural que constitui parte da identidade mangualdense. Esta formação tem como destinatários desempregados e outros profissionais com interesse de competências específicas nesta área, com escolaridade igual ou superior ao 6º ano.

As inscrições são gratuitas mas obrigatórias e podem ser feitas no Gabinete de Inserção Profissional da Câmara Municipal de Mangualde, entre os dias 14 de março a 5 de abril. Para formalizar a inscrição são necessários os seguintes documentos: Curriculum Vitae (resumido), Fotocópia do Cartão de Cidadão ou do Bilhete de Identidade, e do N.º de Contribuinte, Certificado de Habilitações, fotografia e o Número de Identificação Bancária (NIB).

Por:Mun.Mangualde

 

Nabainhos acolhe 2ªedição do Festival do Licor e Compotas

A segunda edição do Festival do licor, das compotas e do folar da Páscoa, vai decfestiorrer nos próximos dias 26 e 27 de março. Uma vez mais o festival é motivado pelos produtos tradicionais da região e da época do ano. Esta é uma organização da  Associação de Melhoramentos de Nabainhos, sediada no concelho de Gouveia, tendo em vista  a divulgação destes produtos, num evento único no concelho de Gouveia. Para além dos produtos, haverá muita animação musical entre outras atrações. Vão ter lugar ainda workshops alusivos ao tema do festival.

A abertura do festival será dia 26 de março pelas 15h00, com recepção às entidades convidadas pelas 15h30, seguindo-se visita pela feira de produtos. O festival realizar-se no Largo do Coito, na localidade de Nabainhos.

Por:AMN/António Pacheco

Misericórdia de Penalva prepara Semana Santa

Este período scmpc da Semana Santa acontece um pouco por todo Portugal, Penalva do Castelo não é excepção.

Desta forma, com a organização da Santa Casa da Misericórdia de Penalva do Castelo, com o lema ” Viver o Amor a Jesus Cristo”

Tudo se inicia, na 2ªfeira, 21 de março com a realização de uma exposição de andores e mais á noite, a organização de um concerto, na Igreja da Misericórdia.

A quinta-feira Santa, 24 de março, é das mais importantes, pois celebra-se Eucaristia, seguida de procissão.

A sexta -feira Santa, é um dia com imenso significado, face a isto ,  as celebrações do enterro do Senhor, iniciam ás 18h30, seguido de procissão.

Por: António Pacheco

Foto: SCMPC

Município de Pinhel e Agrupamento de Escolas inauguram monumento

pinhel“Sensibilidade”, assim se intitula a obra proposta e realizada pelas alunas Fátima Dias e Teresa Mateia, no âmbito do projeto desenvolvido quando se encontravam a frequentar o 11º Ano (ano letivo 2014/2015).

Desafiado pelo Município de Pinhel, o Grupo de Artes do Agrupamento de Escolas levou a efeito vários projetos que tinham como destino os espaços públicos da cidade.

Depois da Rotunda dos Lápis de Cor e da Rotunda dos Chupa-Chupa, eis que surge uma homenagem à Mulher, trabalho que foi desenvolvido, à semelhança dos outros, sob a orientação do arquiteto e professor Carlos Franco.

Inaugurada neste dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a obra pretende, no dizer das suas autoras, “assumir a comemoração desta data durante os 365 dias do ano” pois “a mulher merece ser homenageada, reconhecida e valorizada todos os dias”.

Realçar a beleza feminina e reconhecer o papel da mulher na sociedade atual, seja em Pinhel, no país ou no mundo, foram os pressupostos associados ao projeto que se apresenta ao público sob a forma de olhos e lábios… Os olhos apontam para “a força e o poder do olhar feminino”. Já os lábios, esses, evocam sensualidade e poder de argumentação.

Desenvolvido em barra de ferro, moldada e soldada, está assim apresentado o projeto “Sensibilidade”, agora exposto num pequeno espaço verde localizado junto à Praça de Táxis, na Av. Frederico Ulrich, em Pinhel.

Por:Mun.Pinhel

Nelas, Gouveia, Fornos de Algodres e Mangualde formam parceria para criar a Rede de Territórios do Alto Mondego

protocolo6Foi esta terça-feira, assinado no Município de Gouveia um protocolo para uma nova estratégia de desenvolvimento económico e social, alavancando o crescimento económico e a criação de emprego, no contexto dos territórios de baixa de densidade entre os municípios de Gouveia, Fornos de Algodres, Mangualde e Nelas.

São parceiros da rede a Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI), a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), a Direcção Regional de Cultura do Centro (DRCC), a Turismo do Centro – Entidade Regional de Turismo e Pequenas e Médias Empresas dos territórios das Autoridades Urbanas.

A articulação entre parceiros pretende contribuir pprotocoloara a criação de valor económico e social a partir dos recursos endógenos que constituem a matriz identitária dos territórios subjacentes.

A Rede de Territórios do Alto Mondego reveste-se de uma natureza multipolar, trabalhando o património material e imaterial de cada município, de uma forma complementar, pluridisciplinar e integrada através de projetos “âncora” que permitam transferir novas aptidões para o tecido económico local, inserido em territórios rurais envelhecidos e desertificados.

Numa fase inicial a Rede de Territórios do Alto Mondego submeterá uma candidatura para um projeto de investimento estimado em 6 Milhões e 250 Mil Euros. A captação de financiamento público e privado, materializando investimentos produtivos, com efeito multiplicador na economia local é o principal objetivo definido para a Rede Territorial do Alto Mondego.
Luis Manuel Tadeu Marques, Presidente da Câmara Municipal de Gouveia considerou que esta Rede é um verdadeiro desafio. “O Município de Gouveia foi o promotor desta iniciativa e dos contactos mantidos com os meus colegas de Fornos de Algodres, Mangualde e Nelas criámos uma união e uma vontade única para desenvolver um projeto que a todos identifica”.
“Todos temos as mesmas dificuldades, mas todos sabemos que apenas concertadamente conseguiremos criar valor para os nossos concelhos. Foi Gouveia que deu o “pontapé de saída” mas é agora esta equipa que junta os municípios, as universidades, os politécnicos, os parceiros institucionais e tecido empresarial, que vai permitir criar uma candidatura que promova o desenvolvimento do Alto Mondego enquanto território de inovação e empreendedorismo para revitalizar o tecido económico local. Temos que ser nós, os que cá vivemos, a criar riqueza e postos de trabalho a partir das empresas e das associações que trabalham o território. Este é um projeto que tem este foco” frisou o Presidente da Câmara Municipal de Gouveia.

Também António Manuel Pina Fonseca, Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, reiterou que as assimetrias entre territórios devem ser combatidas. “Há diferenças entre Fornos de Algodres e Mangualde, há diferenças entre Fornos de Algodres e os concelhos do litoral, mas estas assimetrias internas e externas devem ser combatidas com projetos complementares como o que assinamos hoje. As parcerias que promovam o reforço da coesão e aumentem a competitividade dos territórios são fundamentais para os nossos concelhos”.
João Nuno Ferreira Gonçalves Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, destacou a Rede de Territórios do Alto Mondego como sendo um veículo para promover o Território e as Pessoas que nela habitam, aumentando a capacidade de criar valor e projetos inovadores. “Às vezes esquecemo-nos que em Bruxelas existem um conjunto de ferramentas que nos podem permitir capacitar e desenvolver as nossas empresas e os nossos territórios. Temos que entrar nas redes europeias e demonstrar que temos um território capaz e projetos de qualidade que podem promover o desenvolvimento local. A cultura, o turismo, o investimento privado e o mercado de arrendamento são vetores desenvolvimento que defendo para o concelho de Mangualde e este projeto consubstancia três destes vetores”.
Igualmente, José Manuel Borges da Silva, Presidente da Câmara Municipal de Nelas, destacou que “o Rio Mondego que nos separa é agora um bom pretexto para nos unir. Este projeto cria a vontade de competir, competir pelo financiamento e competir pelas nossas terras através da inovação e dos produtos de excelência que possuímos”.

fotos:Mun.Gouveia

 

Dia Internacional da Mulher celebrado em Fornos de Algodres

Cerca de meia centena de mulheres presentes

IMG_1684  Foi assinalado o Dia Internacional da Mulher, um pouco por toda a parte, nesta terça-feira, em Fornos de Algodres, também foi comemorado, numa organização da Biblioteca Municipal desta vila, onde participaram cerca de meia centena de mulheres.
Ao fim da tarde, teve lugar uma Tertúlia com o tema de fundo “ O Papel da Mulher ao longo dos tempos”, onde foi descrito um historial de como este dIMG_1712ia foi instituído, assim como foram recordadas algumas mulheres que se destacaram ao longo dos tempos.
As mulheres presentes frisaram que é necessário continuar a lutar para adquirir mais direitos e eliminar alguns males que acontecem na sociedade atual.
Seguiu-se um jantar convívio, na Quinta das Courelas, com uma ementa a condizer e para finalizar a noite, músicIMG_1765a ao vivo.
Um dia sempre festivo, em que as mulheres convivem.

Por:António Pacheco/Sofia Pacheco

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar