Templates by BIGtheme NET
Home » Economia (page 3)

Economia

Bombeiros de Fornos realizam almoço em Lisboa a 1 de junho

Como anualmente acontece, em Lisboa, os Bombeiros de Fornos de Algodres , realizam um almoço convivio com o intuito de angariação de fundo e com a missão de juntar as gentes fornenses e desta região das Beiras na capital de Portugal.

Assim este ano vai realizar se a 1 de junho, sábado, pelas 13 horas, no Restaurante Aníbal.

Face a isso, faça a sua inscrição neste corpo de bombeiros e reserve já o seu lugar.

II Jornadas de Desporto em Pinhel

Vão acontecer as 2ªs Jornadas de Desporto, na cidade de Pinhel , nos dias 26 e 27 de abril.

“A importância do jejum e alimentos mais tóxicos” é o tema a abordar na primeira sessão, a realizar sexta-feira, dia 26 de abril, entre as 21.00h e as 23.00h.

“A importância do sol e os superalimentos” é o tema a abordar na segunda sessão, sábado, dia 27 de abril, entre as 10.00h e as 12.00h.

Ambas as sessões vão ser dinamizadas por Pedro de Medeiros, Licenciado em Ciências do Desporto, Pós-graduado em Qualidade de Vida e Autonomia Funcional na 3ª Idade e Mestre em Treino de Alto Rendimento.

A entrada é livre,  e informe-se, pela sua Saúde.

Operação “Páscoa”-dados provisórios

Desde o início da Operação “Páscoa”, dia 18 de abril, até ao dia de ontem, 21 de abril, a Guarda Nacional Republicana (GNR) registou os seguintes dados operacionais, em resultado das ações desencadeadas pelos militares dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito que, diariamente, estão empenhados no patrulhamento rodoviário e na prestação de auxílio aos condutores, para que estes cheguem aos seus locais de destino em segurança:

  • Cerca de 17 mil condutores fiscalizados, dos quais, 303 conduziam com excesso de álcool e, destes, 123 foram detidos por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l. Foram ainda detidas 40 pessoas por conduzirem sem habilitação legal;
  • Das 4 908 contraordenações rodoviárias detetadas, destacam-se:
  • 2 462 por excesso de velocidade;
  • 228 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 187 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 144 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 142 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 85 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Neste período, a GNR registou 764 acidentes rodoviários, de onde resultaram 27 feridos graves e a lamentar, até ao momento, seis vítimas mortais.

Relativamente aos acidentes que envolveram vítimas mortais registadas pela GNR, informa-se o seguinte:

  • Dia 20 de abril, no concelho de Valença, uma colisão entre três veículos, resultando em cinco feridos (dois feridos graves e três feridos leves) e uma vítima mortal, um homem, de 34 anos, sendo este passageiro de uma das viaturas;
  • Dia 21 de abril, no concelho de Alvaiázere, um despiste de um motociclo, em que resultou na morte do condutor, um homem de 28 anos;
  • Dia 21 de abril, concelho de Paredes, uma colisão entre um veículo ligeiro e três motociclos, provocando duas vítimas mortais (condutores de dois motociclos), dois homens de 37 e 39 anos, e um ferido grave (condutor de motociclo);
  • Dia 21 de abril, concelho do Barreiro, uma colisão entre um veículo ligeiro e um motociclo, resultando na morte do condutor do motociclo, um homem de 48 anos;
  • Dia 22 de abril, no concelho de Mora, um despiste de um veículo ligeiro, resultando na morte do condutor, um homem de 29 anos.

A operação terminará hoje, dia 22 de abril, pelas 24h, em que a GNR continuará a ter especial preocupação com os comportamentos de risco dos condutores, sobretudo os que ponham em causa a sua segurança e a de terceiros. Assim, os militares estarão particularmente atentos:

  • A manobras perigosas;
  • À correta sinalização e execução de manobras de ultrapassagem, de mudança de direção e de cedência de passagem;
  • À utilização indevida do telemóvel;
  • À condução sob a influência do álcool e substâncias psicotrópicas;
  • Ao excesso de velocidade;
  • À incorreta ou não utilização do cinto de segurança e/ou dos sistemas de retenção para crianças;
  • Às condições de segurança dos veículos.

Redução da dívida a 50% pelo Município de Mangualde

A Câmara Municipal de Mangualde diminuiu a dívida a 50%. As contas demonstram um resultado líquido positivo e uma redução da dívida global da autarquia para 8.993.113,96 euros. A autarquia tem hoje a sua situação financeira equilibrada. «Hoje temos capacidade de fazer investimento comparticipado por programas do Governo e da Europa, com um único propósito: colocar Mangualde num patamar de excelência.», atenta o autarca, João Azevedo.

São oito anos consecutivos de redução de dívida, sem nunca esquecer do investimento. Mangualde, entre outras áreas, tem apostado na regeneração urbana, na cidade e nas freguesias, no tratamento de águas residuais e ainda num plano de recolha de resíduos, garantindo, sempre, um equilíbrio financeiro e orçamental para melhorar a qualidade de vida e do serviço público no território.

O autarca não poupa esforços quando se trata do desenvolvimento do concelho «Temos conseguido atingir os objetivos que traçamos para o futuro de Mangualde: aumento do investimento do capital em mais de 1,5 milhões de euros; recorremos à banca num empréstimo superior a 1 milhão de euros; e baixamos, sistematicamente, desde 2010, a nossa dívida. Reduzir a despesa corrente é nosso objetivo.»

«ESTAMOS A FAZER POR MANGUALDE AQUILO QUE TEM DE SER FEITO!»– João Azevedo

São estes indicadores de boas práticas de gestão na autarquia de Mangualde, «um trabalho de responsabilidade e de compromisso com os mangualdenses», atenta João Azevedo, realçando que «o trabalho realizado fala por si mesmo. Entrámos em 2009 com desequilíbrios financeiros gravíssimos, uma autarquia em falência. Preparámos um plano de ajustamento financeiro que deveria ser executado até 2027. Mas conseguimos sair deste ajustamento onze anos antes. Saímos em 2016 do saneamento financeiro e preparámos um plano de investimentos sustentado e estruturado em fundos comunitários que, ao longo destes anos temos vindo a executar, em prol de Mangualde!»

É também indicador de boa gestão a redução do IMI que a autarquia proporcionou ao concelho. «Estamos a fazer por Mangualde aquilo que tem de ser feito!», refere o Presidente, acrescentando que «vamos continuar a gerir a autarquia, os dinheiros públicos, com boas práticas de gestão e acima de tudo com responsabilidade e sustentabilidade financeira.»

 

Operação Páscoa na estrada até 22 de abril

A Guarda Nacional Republicana (GNR), amanhã, dia 19 de abril, pelas 11:00 horas, irá efetuar uma ação de sensibilização e fiscalização rodoviária, no âmbito da Operação “Páscoa”, a qual terá lugar nas portagens dos Carvalhos, na A1, sentido sul/norte, e onde estará presente o Secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves.

Prevendo-se um aumento significativo do fluxo de tráfego, até ao dia 22 de abril, a GNR irá intensificar o patrulhamento e a fiscalização nos principais eixos rodoviários, com o objetivo reduzir os índices de sinistralidade e de apoiar os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança.

A GNR, através dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito, terá especial preocupação com os comportamentos de risco dos condutores, sobretudo os que ponham em causa a sua segurança e a de terceiros.

Assim, os militares estarão particularmente atentos:

  • A manobras perigosas;
  • À correta sinalização e execução de manobras de ultrapassagem, de mudança de direção e de cedência de passagem;
  • À utilização indevida do telemóvel;
  • À condução sob a influência do álcool e substâncias psicotrópicas;
  • Ao excesso de velocidade;
  • À incorreta ou não utilização do cinto de segurança e/ou dos sistemas de retenção para crianças;
  • Às condições de segurança dos veículos.

No período de 18 a 22 de abril, prevendo-se um aumento significativo do fluxo de tráfego, a Guarda Nacional Republicana (GNR) irá intensificar o patrulhamento e a fiscalização nos principais eixos rodoviários, com o objetivo reduzir os índices de sinistralidade e de apoiar os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança.

Tradicionalmente, esta época carateriza-se pela reunião das famílias e por corresponder ao período de férias escolares e profissionais de muitos Portugueses, provocando geralmente um aumento significativo do tráfego rodoviário, em consequência das deslocações de inúmeras pessoas dos locais de residência habitual para as regiões de origem. Ainda a contribuir para o aumento do tráfego, particularmente nos itinerários principais de ligação ao país vizinho, prevê-se que um grande número de cidadãos de nacionalidade espanhola aproveitem a ocasião para visitar o nosso país.

A GNR, através dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito, terá especial preocupação com os comportamentos de risco dos condutores, sobretudo os que ponham em causa a sua segurança e a de terceiros.

Assim, os militares estarão particularmente atentos:

  • A manobras perigosas;
  • À correta sinalização e execução de manobras de ultrapassagem, de mudança de direção e de cedência de passagem;
  • À utilização indevida do telemóvel;
  • À condução sob a influência do álcool e substâncias psicotrópicas;
  • Ao excesso de velocidade;
  • À incorreta ou não utilização do cinto de segurança e/ou dos sistemas de retenção para crianças;
  • Às condições de segurança dos veículos.

Para que os condutores tenham uma Páscoa em segurança, a GNR aconselha a que:

  • Efetuem um planeamento cuidado das viagens, evitando os períodos do final do dia, quando se prevê maior intensidade de tráfego;
  • Descansem convenientemente antes de efetuar a viagem e, pelo menos de 2 em 2 horas, ou sempre que sintam necessidade, efetuem paragens para descansar;
  • Adequem a velocidade às condições climatéricas, ao estado da via e ao volume de tráfego;
  • Mantenham a calma em situações de elevada intensidade de tráfego, que possam obrigar à circulação a baixa velocidade;
  • Evitem manobras que possam resultar em embaraço para o trânsito ou contribuir para a ocorrência de acidentes;
  • Adotem uma condução atenta e defensiva, para que contribuam para a redução dos índices de sinistralidade rodoviária.

Centro de Portugal com milhares de turistas no fim de semana da Páscoa

O fim de semana da Páscoa vai ser globalmente positivo para a atividade turística no Centro de Portugal, que vai registar taxas de ocupação elevadas. Essa é a indicação que resulta de um inquérito feito às unidades hoteleiras e de turismo em espaço rural, conduzido pelo Turismo Centro de Portugal nos últimos dias.

Os dados, recolhidos até ao dia 17 de abril, mostram que a procura para estes dias é grande em todo o território do Centro de Portugal, com a taxa de ocupação a atingir, na globalidade da região, os 76% na sexta-feira e os 71% no sábado. Na amostra, correspondente a cerca de um terço dos estabelecimentos hoteleiros e de turismo no espaço rural da região, há 80 empreendimentos que neste momento já têm a lotação esgotada em pelo menos um dos dias deste período.

A procura provocará um impacto particularmente expressivo na sub-região Beiras e Serra da Estrela, que apresenta uma taxa de ocupação de 82%, na sexta-feira, e de 77%, no sábado, e na sub-região Oeste, com respetivamente 82% e 77%,.

Mas esta será também uma Páscoa muito estimulante para os empresários de turismo das sub-regiões de Coimbra (80% na sexta-feira e 73% no sábado), Aveiro (77% e 73%), Castelo Branco (71% e 74%), Médio Tejo (72% e 67%) e Viseu (70% e 66%).

Estes números demonstram a grande diversidade de oferta que caracteriza a região. As Regiões de Coimbra, Viseu, Aveiro, Castelo Branco e Leiria, as Beiras e Serra da Estrela, o Médio Tejo ou o Oeste oferecem experiências muito diferentes a quem as visita, desde a neve à natureza e ao mar, a cultura e a religião, as aldeias e o Património da Humanidade, a gastronomia e os vinhos. O facto de todas apresentarem taxas de ocupação elevadas por esta altura é um sinal da vitalidade da região como um todo.

Fase Intermunicipal do Concurso Nacional de Leitura em Pinhel

A Cidade de Pinhel vai acolher a Fase Intermunicipal do Concurso Nacional de Leitura, no dia  30 de abril.

Nesta fase, os alunos vencedores de todos os Municípios da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela realizam as provas para a seleção de dois vencedores, de cada nível de ensino, que irão representar esta CIM na fase final do Concurso Nacional de Leitura, no dia 25 de maio, em Braga.

Por:MP

“Trilho de Ricardina”com uma centena de participantes

Perto de uma centena de pessoas participaram, com alegria e boa-disposição, em mais uma edição do “Trilho de Ricardina” da Freguesia de Espinho integrado no projeto “Mangualde em Movimento” dinamizado e promovido pela Câmara Municipal de Mangualde, com o apoio da Associação Cultural e Recreativa Água-Levada, da Fábrica da Igreja Paroquial de Espinho e da Associação Cultural e Recreativa Espinho e Póvoa. O momento, que teve lugar no passado sábado (dia 13 de abril) pelas 21h00, contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e do Presidente da Junta de Freguesia de Espinho, António Monteiro.

Esta iniciativa contou, ainda, com um momento solene de inauguração da iluminação do depósito de água de Espinho, um marco patrimonial importante da freguesia, uma vez que se situa no ponto mais alto da mesma. O objetivo foi melhorar a qualidade visual e restituir alguma dignidade a um património que é testemunho do passado e da história da freguesia. Foi utilizada tecnologia LED, resultando em alta economia de energia dentro das estratégias de sustentabilidade ou preservação de meio ambiente e diminuição de impacto ambiental, uma vez que a energia resulta do armazenamento da energia solar provenientes dos painéis aplicados para o efeito.

Os participantes percorreram os Trilhos de Ricardina por cerca de duas horas e meia. Pelas 21h15 tiveram início os exercícios de aquecimento no Largo da Santa Maria em Gandufe e, pelas 21h30, arrancou o percurso com acompanhamento do Dr. António Tavares, Arqueólogo da Câmara Municipal de Mangualde. À chegada a Água-Levada, na Associação Cultural e Recreativa, foi oferecida uma sopa a todos os participantes.

 

A Câmara Municipal de Fornos de Algodres é parceira da Campanha Nacional “Por um país com bom ar”

A Câmara Municipal de Fornos de Algodres marcou presença no dia 12 de abril de 2019, na cerimónia de evocação do primeiro Dia Nacional do Ar, instituído pela Resolução de Conselho de Ministros n.º 64/2019 em reconhecimento da importância da componente ambiental Ar. A sessão de assinatura de protocolo de cooperação com a Agência Portuguesa do Ambiente, decorreu no Castelo de São Jorge, em Lisboa, e contou com a presença do Senhor Vereador Bruno Costa.

No âmbito do lançamento da campanha nacional “Por um país com bom ar” foram assinados protocolos de cooperação com municípios, juntas de freguesias, associações ambientais e empresas de transportes públicos, na presença do Senhor Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes. A Câmara Municipal de Fornos de Algodres foi uma das instituições que assumiu este compromisso para a implementação de medidas que contribuam para a melhoria da qualidade do ar no Concelho de Fornos de Algodres.

O ar é um recurso essencial e determinante na qualidade de vida, com repercussões diretas e indiretas no ambiente. A sua gestão requer uma abordagem integrada, com a articulação de políticas e medidas ao nível setorial e entre os vários níveis de governação, assim como, a participação de toda a sociedade.

O  Vereador evidenciou que o objetivo deste protocolo de cooperação para o Concelho de Fornos de Algodres, terá como principal objetivo: “alertar e sensibilizar os nossos Munícipes para a responsabilidade e compromisso com a proteção da qualidade do ar, nomeadamente evitando Queimas e Queimadas.”

A campanha nacional conta os seguintes embaixadores e embaixadoras: Rui Nabeiro, Rui Veloso, Joaquim de Almeida, André Sardet, Cuca Roseta e Naíde Gomes.

Seja Consciente, Pense no Ambiente.

Follow us on Facebook

Atelier “Pontos e Encontros”, exposição em Mangualde

Vai ser possível visitar até ao dia 24 de abril, no átrio da Câmara Municipal de Mangualde, a exposição de trabalhos realizados no âmbito do Atelier “Pontos e Encontros”. A iniciativa é promovida pelo Município de Mangualde através da Rede Social e do Banco Local de Voluntariado do concelho. A exposição, de entrada livre, pode ser visitada no horário de funcionamento da Câmara Municipal.

Esta mostra revela os trabalhos elaborados pelos munícipes com 65 anos ou mais, no âmbito do atelier de trabalhos manuais que funciona semanalmente nas instalações da ACAB e tem como objetivo ocupar os tempos livres de seniores com 65 ou mais anos, promovendo a vitalidade e o potencial de cada um, contribuindo para um envelhecimento ativo.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar