Templates by BIGtheme NET
Home » Educação (page 30)

Educação

Pedro Chagas Freitas esteve em Aguiar da Beira

18058179_10209459177625261_186838381546602323_nPedro Chagas Freitas, um escritor de renome, esteve recentemente no Agrupamento de Escolas de Aguiar da Beira.

Para além de apresentar as suas ideias e o que o levou a escrever os seus livros, foi respondendo às questões.

Depois desta partilha de ideias, entre o escritor e os alunos do secundário, todos saíram mais enriquecidos desta tertúlia.

E quem sabe se não pode sair algum escritor, do universo desta sala, que esteve bem composta.

A moderar esteve a Diretora do Agrupamento, Sandra Correia que se mostrou satisfeita por este momento de partilha com os alunos e o escritor.

Por:António Pacheco

Foto:SC

 

Exposição/conferência “Pontos de Contacto e Divergência entre a 1ª República de 1910 e a 2ª República de 25 de Abril de 1974”em Mangualde

abrilA Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, vai acolher a exposição/conferência “Pontos de Contacto e Divergência entre a 1ª República de 1910 e a 2ª República de 25 de Abril de 1974”. A conferência realizar-se-á no dia 28 de abril, sexta-feira, pelas 21h00, e terá como conferencista o Professor Doutor Luís Reis Torgal da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Estará ainda patente uma mostra com o espólio das duas Repúblicas, bem como uma homenagem ao 1º Presidente da República, Manuel de Arriaga, e ao capitão de Abril, o Major-General Augusto José Monteiro Valente.

O evento é iniciativa da Câmara Municipal de Mangualde, em parceria com o Agrupamento de Escolas Prof. João Carlos Alves, a Casa Arriaga Tavares do Museu da Presidência, o fundo Arquiteto Keil do Amaral do Museu Militar e o Centro de Documentação 25 de Abril da Universidade de Coimbra.

Por:Mun.Mangualde

Inspeção de pulverizadores de produtos fitofarmacêuticos, em Aguiar da Beira

17991560_1378394705554797_7879521321073468568_oEstão abertas as inscrições para a inspeção de pulverizadores de produtos fitofarmacêuticos, em Aguiar da Beira

De acordo com a legislação em vigor, a partir de 26 de novembro de 2016 só podem ser utilizados equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos que tenham sido aprovados em inspeção, com exceção dos equipamentos novos ou seja, adquiridos depois de 16 de outubro de 2010 e que ainda não foram sujeitos à primeira inspeção. Até 31 de dezembro de 2019 os equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos devem ser inspecionados e aprovados de cinco em cinco anos.

A partir de 1 de janeiro de 2020 os equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêuticos devem ser inspecionados e aprovados de três em três anos.

Estão isentos de inspeção obrigatória os equipamentos utilizados em pulverização manual e que comportem barra de pulverização inferior a 3 metros de largura e os equipamentos que não se destinam à aplicação por pulverização (por ex.: polvilhadores)

Dirija-se ao Gabinete Municipal de Apoio ao Agricultor de Aguiar da Beira, para mais informações.

“Operação Stop Azul” em Pinhel

18010475_1790961527597291_5245582606349339745_nDecorreu durante a manhã desta quinta-feira, a “Operação Stop Azul”, com o objetivo de consciencializar a comunidade para o seu papel na prevenção do abuso infantil, bem como promover nas famílias o exercício de uma parentalidade positiva, sem recurso à violência verbal ou física.

Sendo a proteção das crianças e jovens responsabilidade de toda a comunidade, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Pinhel associou-se mais uma vez ao Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância e Juventude (assinalado em abril).

A iniciativa decorreu junto ao Palácio da Justiça, contando com a participação dos vários parceiros – CPCJ, Município, GNR e Centro de Saúde.

Ainda no âmbito do Mês da Prevenção dos Maus Tratos, a Comissão vai levar a efeito diversas ações de sensibilização junto do público escolar.

Por outro lado, na próxima segunda-feira, dia 24 de abril, toda a comunidade é convidada a vestir pelo menos uma peça de roupa azul, cor associada à Campanha do Laço Azul, que alerta para o problema dos maus tratos e, em particular, dos maus tratos na infância e na juventude.

Por:Mun.Pinhel

25 de abril em Gouveia

O Municípi25 ABRILo de Gouveia comemora o 43º Aniversário da Revolução de Abril, no dia 25 de abril, com uma Sessão Solene Evocativa do Dia da Liberdade.

No dia 25 de Abril, as Comemorações iniciam-se pelas 10h00, com a Saudação à Cidade pela Sociedade Recreativa e Musical de Moimenta da Serra, seguindo-se às 10h15, o “Hastear da Bandeira”, frente aos Paços do Concelho.
Segue-se, às 10h30, a Sessão Solene Evocativa do 43º aniversário do 25 de abril, na Sala de Sessões da Assembleia Municipal.

O programa das Comemorações termina pelas 11h30 com uma romagem ao Monumento dos Combatentes, com a finalidade de prestar homenagem aos combatentes da Grande Guerra.

No dia 22 de abril, pelas 15h00, frente aos Paços do Concelho decorre a 6ª Milha Urbana Cidade de Gouveia, organizada pelo Núcleo de Desporto e Cultura de Gouveia.

E no dia 24 de abril, às 21h00, o Teatro Cine de Gouveia recebe o Sarau Cultural “Zeca Afonso/Nós os Teus Cantores”, uma iniciativa organizada pelo IG-Escola Profissional de Gouveia, no âmbito dos 30 anos da morte de Zeca Afonso e tem como objetivo revisitar a vida e obra deste símbolo maior da luta contra a ditadura imposta pelo Estado Novo.

Por:Mun.Gouveia

Maria Teresa Maia Gonzalez nomeada para o Prémio Ibero-americano de Literatura Infantil e Juvenil

Maria Teresa IMG_8579Maia Gonzalez , escritora com raízes em Fornos de Algodres e dá o seu nome à Biblioteca Municipal desta localidade serrana, foi nomeada para o Prémio Ibero-americano de Literatura Infantil e Juvenil.

Maria Teresa Maia Gonzalez nasceu em Coimbra. É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas e autora de inúmeras obras, sobretudo juvenis, incluídas no PNL. É autora de “A Lua de Joana” um dos maiores sucessos editoriais da literatura juvenil em Portugal, publicado na Verbo. Entre outros reconhecimentos, foi candidata ao Astrid Lindgren Memorial Award 2016.

Referiu-nos a escritora, que se sente muito honrada e agradece a Deus e a todos os que se têm interessado pelo seu trabalho.

 Criado em 2005, este prémio literário, no valor de 28 mil euros,  pela Fundación SM (México) por ocasião do Ano Ibero-Americano da Leitura e visa promover o trabalho de escritores vivos com obra de reconhecida relevância literária dedicada a jovens e crianças, escrita em português e espanhol.

Novo curso «Pontos Bordados / Bordados de Tibaldinho»

bordados tibaldinho2017Iniciou-se na passada terça-feira, dia 18 de abril, mais um curso de «Pontos Bordados / Bordados de Tibaldinho». Esta ação, que conta com a participação de 15 formandas, realiza-se na sede da Sociedade da Banda Filarmónica de Tibaldinho, em Tibaldinho, sob o ensinamento da formadora Cidália Rodrigues, até 3 de maio.

Na abertura da formação esteve presente a Vereadora da Ação Social da Câmara Municipal de Mangualde, Maria José Coelho, o Presidente da Junta de Freguesia de Alcafache, Nelson Almeida, o Presidente da Sociedade Filarmónica de Tibaldinho, Júlio Rodrigues, e Ulisses Monteiro, técnico do CEARTE.

A Vereadora Maria José Coelho aproveitou a oportunidade para elogiar a formadora e as formandas pelo interesse manifestado em desenvolverem competências “nesta arte de bordar, agora certificada, que faz parte do nosso património cultural e da nossa tradição”. Agradeceu também a colaboração prestada pela Junta de Freguesia de Alcafache, pela Sociedade Filarmónica de Tibaldinho e pelo CEARTE que em parceria “têm desenvolvido esforços para impulsionar este tipo de iniciativas que promovem a identidade local”.

Enquadrada nas Unidades de Formação de Curta Duração (UFCD), esta formação tem como objetivo manter viva a confeção dos bordados de Tibaldinho e preservar, promover e valorizar este património cultural que constitui parte da identidade mangualdense.

 

Por:Mun.Mangualde

Misericórdia de Mangualde assinalou o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

scmm Nesta terça-feira,  a Misericórdia de Mangualde assinalou o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios com uma palestra sobre o património e a história da Misericórdia, pelos Drs. António Tavares e Pedro Silva, um concerto de guitarra portuguesa por Francisco Pereira, acompanhado à viola por Carlos Viçoso e uma exposição de pintura de Alice Piloto.
Estas atividades decorreram na Igreja da Misericórdia de Mangualde na presença de cerca de uma centena de pessoas, que se deslocaram à igreja para assistir a estas atividades.
A Igreja da Misericórdia foi construídscmm1a entre 1720 e 1764, segundo risco de Gaspar Ferreira, arquiteto de Coimbra. Igreja e Sacristia, Casa de Despacho, Torre, Casas do Capelão e arrumações de rés-do-chão, constituem um todo harmonioso onde ressalta a originalidade de uma varanda aberta sobre um pátio dando ares de residência fidalga a tal conjunto.
O interior da igreja é de uma extraordinária beleza. A capela-mor possui o mais artístico retábulo joanino da diocese de Viseu, o teto mostra 15 formosos painéis pintados em Lisboa no séc. XVIII e os azulejos vieram de Coimbra em 1724 (capela-mor) e 1746 (nave) representando símbolos marianos e diversas cenas como as Bodas de Caná, S. Martinho, Multiplicação dos Pães e Queda de Maná. A igreja foi considerada Imóvel de Interesse Público em 1977.

Aconteceu no Cineteatro há 53 anos em Mangualde

cineA campanha da autarquia mangualdense ‘Aconteceu no Cineteatro há…’ desta semana relembra um filme de grande classe: ‘Imitação de Vida’. Uma mãe sublime, uma filha rebelde e uma amiga leal em luta contra as cruéis realidades da Vida. Só o bálsamo do amor e da mútua compreensão logram dulcificar as suas existências. Com Lana Turner e John Gavin, numa realização de Douglas Sirk. Exibido em Mangualde a 19 de abril de 1964, ‘Aconteceu no Cineteatro há 53 anos’.

 RELANÇAR O CINETEATRO DE MANGUALDE E INCENTIVAR

O CONTACTO COM AS FONTES PRIMÁRIAS SÃO OS PRINCIPAIS OBJETIVOS

Através do Arquivo Municipal de Mangualde está a ser divulgado, semanalmente, um cartaz relativo às antigas exibições no Cineteatro. Com esta campanha a autarquia mangualdense pretende relembrar aos mangualdenses que ao longo de várias décadas, no Cineteatro de Mangualde, múltiplas companhias de espetáculo exibiram as suas melhores peças e os seus melhores atores, sendo aqui também projetados excelentes filmes. Para além de sensibilizar a sociedade civil mangualdense para a importância deste extraordinário equipamento cultural, pretende ainda incentivar o contacto com as fontes primárias, gerar uma nova atitude face ao património documental, e propiciar o desenvolvimento de hábitos de pesquisa e de visita ao arquivo.

Esta iniciativa surge no seguimento do anúncio das obras de requalificação previstas para o Cineteatro de Mangualde, cujo lançamento do concurso de obra se prevê ainda este ano. Esta iniciativa tem como intuito criar um maior dinamismo e relançar o Cineteatro de Mangualde.

Por:Mun.Mangualde

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar