Templates by BIGtheme NET
Home » Educação (page 98)

Educação

Artigo de opinião: Desmitificando a Terapia da Fala

terapia_da_falaJá alguma vez ouviu falar na Terapia da Fala? Já precisou de ter Terapia da Fala?
Muitos são os mitos por detrás desta profissão e poucas são as pessoas que sabem ao certo a função de um Terapeuta da Fala.
Em Portugal, a Terapia da Fala existe há mais de 50 anos, mas não tem sido muito divulgada. Criou-se e enraizou-se a ideia de que este profissional ensina as “crianças a falar”, que só serve para os “gagos” ou para os “surdos”. Assim, estas publicações, surgem no sentido de desmistificar o conceito de que este profissional intervém apenas na fala das crianças e adultos.
O Terapeuta da Fala é o profissional de saúde responsável pela prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento da comunicação humana, onde se destaca a comunicação não-verbal, funções relacionadas com a fala e compressão/expressão da linguagem oral e/ou escrita, mas também da deglutição.
Sabia que:
– Desde o nascimento que o Terapeuta da Fala tem um papel fundamental para o desenvolvimento do bebé? Os cuidados podem ser prestados ao nível da amamentação, alimentação e comunicação entre os bebés e os pais/cuidadores.
– Nas crianças em idade pré-escolar, a sua intervenção se foca na promoção das competências linguísticas, vocais e de comunicação, bem como na intervenção nestas perturbações?
– Em crianças e jovens em idade escolar exerce um papel crucial na intervenção das perturbações da leitura e escrita, na potencialização da comunicação e na gaguez?
– Na idade adulta, o seu foco de intervenção é maioritariamente em perturbações adquiridas, patologias vocais e de deglutição, alterações fisiológicas na estrutura orofacial que limitam a funcionalidade dos órgão articulatórios? E que ainda tem um papel preponderante na promoção das competências da comunicação e qualidade vocal?
Não é necessário ter um problema ou uma doença para procurar um Terapeuta da Fala, nem existe uma idade definida para consultar um especialista nesta área. Neste sentido, uma observação feita atempadamente é tanto mais favorável, quanto mais precocemente for iniciada a intervenção terapêutica.

Foto:Primus.pt

Por:Ana Carolina Marques-APSCDFA

Milhares de visitantes na Feira do Queijo em Fornos de Algodres

IMG_2635   Com o sol a convidar as pessoas a passear, Fornos de Algodres foi o destino de milhares de pessoas que passaram pela Feira do queijo durante todo dia.

Um certame com imensos expositores, produtoresIMG_2775 e muito queijo para vender e provar e diversos produtos endógeIMG_7027nos saborosos da gastronomia desta região.

Um programa atrativo, com o Festival de Folclore a ser uma aposta ganha na tarde deste 1ºdia, além disso contou com jornadas técnicas muito interessantes e com preletores bem esclarecidos e a presença do Secretário de EIMG_6796stado da Administração Local, para dar um estimulo à população em geral, à autarquia e mostrou-se satisfeito com a qualidade deste certame e a forma como foi recebido.

Espera-se  um domingo também com muitos visitantes.

Por:António Pacheco/Sofia Pacheco

 

Mulheres caminharam pela igualdade em Celorico

Na tarde dmulh pseste sábado, as mulheres em Celorico da Beira foram convidadas a caminhar, isto é, com a organização das Mulheres Socialistas do Distrito da Guarda, foi celebrado o dia da Mulher, com intuito de caminhar pela igualdade de direitos aos diversos níveis nesta sociedade.

Assim sendo, um grupo de cerca de três dezenas de mulheres percorreram os Trilhos de S.Gens e aproveitando o sol maravilhoso que esteve neste sábado, conheceram a beleza natural e além do mais entre elas foram debatendo os seus direitos nesta sociedade atual.

A líder distrital Olga Marques, mostrou-se satisfeita pela adesão e pelo interesse das mulheres em conviver e comemorar este dia especial.

foto : O.M

Por:António Pacheco

 

Rui Ventura, eleito “Personalidade do Ano 2015 das Beiras e Serra da Estrela”.

rui vIntegrada nas comemorações dos 16 anos do jornal O Interior, decorreu esta noite a cerimónia de entrega do galardão referente à eleição do Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, como “Personalidade do Ano 2015 das Beiras e Serra da Estrela”.

Lembramos que a iniciativa do jornal O Interior, com sede na Guarda, teve o objetivo de distinguir e “aplaudir publicamente quem mais se destacou”, em 2015, na região das Beiras e Serra da Estrela.

Para tal, no início de 2016, o semanário elaborou e divulgou uma lista de nomes de personalidades públicas, resultado da análise dos protagonistas mais referidos nas notícias publicadas nas 52 edições do jornal referentes ao ano transato.

Posto isto, foi lançado um inquérito “online” (na página de Internet do jornal O Interior – ointerior.pt), sendo também admitidas votações por e-mail.

Terminado o prazo definido pelo semanário, a contagem dos votos deu uma expressiva vitória ao Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, eleito “Personalidade do Ano 2015 das Beiras e Serra da Estrela” com 651 votos válidos.

A entrega do galardão – uma peça criada pelo escultor guardense Pedro Figueiredo – marca então a primeira eleição de uma iniciativa a que o jornal O Interior pretende dar continuidade. Para o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, receber esta distinção significa “assumir mais responsabilidade e continuar a trabalhar em prol do concelho”

Por:Mun.Pinhel

Workshops com jovens em Fornos de Algodres

NestaIMG_1774 quinta-feira,  10 de março, no período da manhã,com a organização do CLDS 3G Servir Fornos, os jovens do 8º C, 9º C, 11º B e 12º B, participaram no Workshop “Os Jovens no Mundo Virtual” que decorreu na Escola Básica e Secundária de Fornos de Algodres.
Durante a tarde, os meninos dos 3º e 4º anos participaram no Workshop “Internet Segura” que decorreu na Biblioteca Municipal de Fornos de Algodres. IMG_1781
Contou com a presença da Dra. Maria José Loureiro que foi desta forma elucidando todos estes jovens que são os homens e mulheres do amanhã.

Por:SP/CLDS 3G FA

Município de Pinhel e Agrupamento de Escolas inauguram monumento

pinhel“Sensibilidade”, assim se intitula a obra proposta e realizada pelas alunas Fátima Dias e Teresa Mateia, no âmbito do projeto desenvolvido quando se encontravam a frequentar o 11º Ano (ano letivo 2014/2015).

Desafiado pelo Município de Pinhel, o Grupo de Artes do Agrupamento de Escolas levou a efeito vários projetos que tinham como destino os espaços públicos da cidade.

Depois da Rotunda dos Lápis de Cor e da Rotunda dos Chupa-Chupa, eis que surge uma homenagem à Mulher, trabalho que foi desenvolvido, à semelhança dos outros, sob a orientação do arquiteto e professor Carlos Franco.

Inaugurada neste dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a obra pretende, no dizer das suas autoras, “assumir a comemoração desta data durante os 365 dias do ano” pois “a mulher merece ser homenageada, reconhecida e valorizada todos os dias”.

Realçar a beleza feminina e reconhecer o papel da mulher na sociedade atual, seja em Pinhel, no país ou no mundo, foram os pressupostos associados ao projeto que se apresenta ao público sob a forma de olhos e lábios… Os olhos apontam para “a força e o poder do olhar feminino”. Já os lábios, esses, evocam sensualidade e poder de argumentação.

Desenvolvido em barra de ferro, moldada e soldada, está assim apresentado o projeto “Sensibilidade”, agora exposto num pequeno espaço verde localizado junto à Praça de Táxis, na Av. Frederico Ulrich, em Pinhel.

Por:Mun.Pinhel

Nelas, Gouveia, Fornos de Algodres e Mangualde formam parceria para criar a Rede de Territórios do Alto Mondego

protocolo6Foi esta terça-feira, assinado no Município de Gouveia um protocolo para uma nova estratégia de desenvolvimento económico e social, alavancando o crescimento económico e a criação de emprego, no contexto dos territórios de baixa de densidade entre os municípios de Gouveia, Fornos de Algodres, Mangualde e Nelas.

São parceiros da rede a Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI), a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), a Direcção Regional de Cultura do Centro (DRCC), a Turismo do Centro – Entidade Regional de Turismo e Pequenas e Médias Empresas dos territórios das Autoridades Urbanas.

A articulação entre parceiros pretende contribuir pprotocoloara a criação de valor económico e social a partir dos recursos endógenos que constituem a matriz identitária dos territórios subjacentes.

A Rede de Territórios do Alto Mondego reveste-se de uma natureza multipolar, trabalhando o património material e imaterial de cada município, de uma forma complementar, pluridisciplinar e integrada através de projetos “âncora” que permitam transferir novas aptidões para o tecido económico local, inserido em territórios rurais envelhecidos e desertificados.

Numa fase inicial a Rede de Territórios do Alto Mondego submeterá uma candidatura para um projeto de investimento estimado em 6 Milhões e 250 Mil Euros. A captação de financiamento público e privado, materializando investimentos produtivos, com efeito multiplicador na economia local é o principal objetivo definido para a Rede Territorial do Alto Mondego.
Luis Manuel Tadeu Marques, Presidente da Câmara Municipal de Gouveia considerou que esta Rede é um verdadeiro desafio. “O Município de Gouveia foi o promotor desta iniciativa e dos contactos mantidos com os meus colegas de Fornos de Algodres, Mangualde e Nelas criámos uma união e uma vontade única para desenvolver um projeto que a todos identifica”.
“Todos temos as mesmas dificuldades, mas todos sabemos que apenas concertadamente conseguiremos criar valor para os nossos concelhos. Foi Gouveia que deu o “pontapé de saída” mas é agora esta equipa que junta os municípios, as universidades, os politécnicos, os parceiros institucionais e tecido empresarial, que vai permitir criar uma candidatura que promova o desenvolvimento do Alto Mondego enquanto território de inovação e empreendedorismo para revitalizar o tecido económico local. Temos que ser nós, os que cá vivemos, a criar riqueza e postos de trabalho a partir das empresas e das associações que trabalham o território. Este é um projeto que tem este foco” frisou o Presidente da Câmara Municipal de Gouveia.

Também António Manuel Pina Fonseca, Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, reiterou que as assimetrias entre territórios devem ser combatidas. “Há diferenças entre Fornos de Algodres e Mangualde, há diferenças entre Fornos de Algodres e os concelhos do litoral, mas estas assimetrias internas e externas devem ser combatidas com projetos complementares como o que assinamos hoje. As parcerias que promovam o reforço da coesão e aumentem a competitividade dos territórios são fundamentais para os nossos concelhos”.
João Nuno Ferreira Gonçalves Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, destacou a Rede de Territórios do Alto Mondego como sendo um veículo para promover o Território e as Pessoas que nela habitam, aumentando a capacidade de criar valor e projetos inovadores. “Às vezes esquecemo-nos que em Bruxelas existem um conjunto de ferramentas que nos podem permitir capacitar e desenvolver as nossas empresas e os nossos territórios. Temos que entrar nas redes europeias e demonstrar que temos um território capaz e projetos de qualidade que podem promover o desenvolvimento local. A cultura, o turismo, o investimento privado e o mercado de arrendamento são vetores desenvolvimento que defendo para o concelho de Mangualde e este projeto consubstancia três destes vetores”.
Igualmente, José Manuel Borges da Silva, Presidente da Câmara Municipal de Nelas, destacou que “o Rio Mondego que nos separa é agora um bom pretexto para nos unir. Este projeto cria a vontade de competir, competir pelo financiamento e competir pelas nossas terras através da inovação e dos produtos de excelência que possuímos”.

fotos:Mun.Gouveia

 

Alunos fornenses brilham no Corta Mato Nacional escolar

aefaDepois de ter sido conseguido um honroso 1ºlugar pela aluna Madalena Fonseca, no escalão de infantis B femininos adaptado e um 2º lugar pelo aluno Marco Ventura, no escalão de iniciados masculinos no campeonato distrital da CLDE da Guarda de 2015/2016. Os alunos estiveram presentes a representar o CLDE da Guarda, no Campeonato Nacional de Corta Mato, prova que se realizou em Famalicão nos dias 26 e 27 de fevereiro de 2016.
Os alunos estes que tiveram uma prestação excelente, no Campeonato Nacional de Corta Mato, com o 4º lugar (40) pela aluna Madalena Fonseca e 95º (250) lugar pelo aluno Marco Ventura.
Sendo a atividade desportiva uma componente importante na formação dos nossos jovens e tendo em atenção a importância bem como a responsabilidade da nossa escola em representar o distrito. A substrutura de Educação Física quer deixar expresso o excelente trabalho e dedicação em todas as atividades desportivas pelos  alunos…

Por:Secção de Ed.Fisica do Agrup. Escolas Fornos

Um espetáculo musical, de teatro e poesia nas Sextas da Lua

 unnamed         Mais uma edição do «Sextas da Lua»

A Câmara Municipal de Mangualde promove um espetáculo musical, de teatro e poesia “Há palavras que nos beijam” no próximo dia 11 de março, no âmbito do projeto “Sextas da Lua”, assinalando assim o Dia Internacional da Mulher e o Dia Mundial da Poesia. Será uma noite a não perder, de muita música. A entrada é livre.

UM ESPETÁCULO DE MÚSICA, TEATRO E POESIA

O espetáculo realiza-se na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves a partir das 21h00. O momento conta com a atuação do Projeto musical UNDERCOVER AGENTS FOR THE BLUES, com Andreia Nunes (voz) & Joao Roque (guitarra), que tocam temas de Janis Joplin, Aretha Franklin, Etta James, Nancy Sinatra e tantos outros ícones. O espetáculo conta ainda com a participação do CONTRACENAS – Grupo de Teatro dos alunos do Curso Profissional de Artes do Espetáculo com poemas de António Gedeão; Cecília Meireles e Elisabete Aguiar. Irá ainda participar a AMARTE – Associação pelo Movimento, Arte e Terapia com poemas de Fernanda de Castro e João de Deus.

 

Projeto “Literacia Financeira posto em ação no Agrupamento de escolas de Fornos de Algodres

cldsFoi posto em prática, nesta sexta-feira, O Projeto “Literacia Financeira”,no Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres.
Este projeto tem como lema:
“ Educar e Sensibilizar para a Educação Financeira  …uma realidade para todos”.
O intuito do Ateliê foi alertar os alunos para a problemática do dinheiro e para a necessidade de poupar.
Desta forma , temas como: O dinheiro,a necessidade e desejo, querer e ter, orçamento, guardar, poupar, dar e gastar.
Este projeto vai permitir aos jovens a aquisição de conhecimentos e capacidades fundamentais para as decisões que, no futuro, terão que tomar sobre as suas finanças pessoais, pelo que deverão gerar um efeito multiplicador de informação e formação junto das famílias.
Foi notório o interesse por parte destes jovens alunos que decerto vão para casa, diariamente fazer as suas contas.
  A todos que participaram foram distribuídos: um mealheiro e um livro com os conteúdos necessários para uma melhor gestão do seu dinheiro.
É uma forma de estes jovens iniciarem a testar como gerir as suas finanças…

Por:CLDS 3G SERVIR Fornos de Algodres

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar