Templates by BIGtheme NET
Home » Artigos de Opinião

Artigos de Opinião

Artigo de Opinião- Hipnose Clínica no controlo da dor

A subjugação da Hipnose Clínica às várias áreas da psique humana é notória, esta não só engloba as questões referentes à depressão, perdas emocionais, ansiedade, baixa autoestima e fobias, mas também tem um papel muito importante no controlo da dor. Quando falamos de dor, falamos de uma experiência muito própria, que compreende tanto a realidade física como emocional. Já se questionou como é gerado este conceito?! Ao contrário, do que possa pensar, a dor é produzida pelo nosso cérebro. Quando nos magoamos, pequenos receptores nervosos vão transportar-se pela medula espinhal enviado informações ao cérebro para que este consiga processar a localização e a intensidade da dor. Este sistema de receção e processamento é real tanto para a dor física como para a dor emocional.

Na verdade, este circuito funciona como um painel de sistema de alarme, tornando a dor numa luz amarela que nos avisa que algo não está bem com o nosso organismo. Mas se a experiência da dor é algo que é essencial ao ser humano enquanto indicativo do estado de saúde, quando é que devemos pedir ajuda?

O consulente deve procurar intervenção profissional para o controle da dor quando esta se torna persistente e incapacitante, condicionando as tarefas rotineiras e o seu dia a dia.

Como a Hipnose Clínica pode ajudar no controlo da dor?

A Hipnose estimula o relaxamento da mente e do corpo, e por sua vez vai produzir a serotonina e as beta-endorfinas, o que vai neutralizar a percepção da dor reduzindo os níveis de cortisol. A técnica aplicar para o controle é variável consoante o background e as queixas do consulente. No entanto, através das várias técnicas disponíveis é possível, mudar a localização da dor para um local que não condicione a vida do utente, e sobretudo modificar a intensidade da dor, reorganizando a transmissão inicial para uma transmissão que reporte o alívio parcial ou total da dor.

Alerto, no entanto, que a Hipnose Clínica é eficaz no controlo da dor mas não na cura total da causa da mesma, pelo que é importante identificar a causa da dor e procurar o tratamento mais adequado para a mesma.

Dra. Sara Morais Hipnoterapeuta

Mais informações: Consultas Fornos de Algodres Espaço São Ferreira Estética 919539401 / smoraishipnose@gmail.com

Artigo de Opinião- Terapia da Fala na Neonatologia

Nas últimas décadas, os progressos ao nível da medicina foram evidentes e proporcionaram a sobrevivência de recém-nascidos de baixa idade gestacional, de muito baixo peso, bem como com doenças embrionárias e genéticas, malformações e lesões encefálicas.

O prognóstico de desenvolvimento destas crianças tem mostrado uma grande incidência de sequelas do desenvolvimento global. As disfunções são múltiplas e incluem desde dificuldades na função alimentar, de aprendizagem, comportamentais e alterações neuromotoras.

A intervenção do terapeuta da fala na neonatologia já é uma realidade em muitos serviços. Esta intervenção visa aspetos relacionados com a alimentação, com a relação pais/bebé e com o desenvolvimento da comunicação/linguagem. A intervenção tem um caráter preventivo primário e secundário, pois envolve a orientação e o aconselhamento aos pais, como também a deteção e intervenção direta.

As principais situações que requerem intervenção do terapeuta da fala são: alterações do padrão de sucção – deglutição – respiração; utilização de sonda; sucção débil; apneia durante a alimentação; recusa do alimento; perda de peso; reflexos orais ausentes ou exacerbados; alterações da sensibilidade oral e facial; preocupação com possível aspiração do alimento; letargia durante a alimentação; períodos longos de alimentação; engasgos excessivos ou tosse recorrente durante a alimentação; refluxo nasal e gastroesofágico e dificuldades na amamentação.

A primeira abordagem é efetuada em três momentos distintos, sendo eles: a observação do bebé de risco em repouso e enquanto manipulado pela equipa de enfermagem, o segundo momento consiste na avaliação específica do Terapeuta da Fala, ou seja, a avaliação da motricidade orofacial e da alimentação, de posturas e padrões de movimento, dos padrões respiratórios; dos estados de consciência; da prontidão para a alimentação e habilidade de atenção e da resposta à estimulação propriocetiva; da habilidade de regulação e da observação da interação pais – bebé; e o terceiro momento será após a alimentação. Para além da intervenção direta junto ao recém-nascido, cabe ao Terapeuta promover competências comunicativas e de vínculo afetivo entre o bebé e família; cooperar na otimização do ambiente da unidade de cuidados intensivos neonatais e trabalhar em intrínseca parceria com a restante equipa e família, promovendo o bem-estar do bebé e contribuindo assim para a sua alta hospitalar.

Ana Carolina Melo Marques C-046322175

Terapeuta da Fala na APSCDFA e na Clínica Nossa Srª da Graça

 

Eco Jovens – Valorizamos o Que Reciclamos

Após o Município de Fornos de Algodres, em parceria com a RESIESTRELA, ter alargado a rede de Eco Pontos no Concelho de Fornos de Algodres, arrancou com uma campanha de sensibilização, porta-a-porta, sobre RECICLAGEM.

Inserido no projeto das Férias Desportivas, o primeiro grupo dos nossos Eco Jovens, na última semana, percorreram grande parte do nosso concelho com o objetivo de sensibilizarem e informarem a nossa população para a temática da Reciclagem.

Nesta ação, os Eco Jovens, para além de fazerem um questionário sobre o conhecimento das pessoas sobre reciclagem, fizeram  o levantamento das reais necessidades de cada local. Para incentivarem o aumento da reciclagem, oferecem um conjunto de EcoBags (conjunto de 3 sacos de cor distinta para reciclar) às pessoas que visitaram.

Esta ação de sensibilização porta-a-porta, está inserida na campanha que arrancou no Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres, intitulada: “RECICLAR É ASSIM. Simples. Ecológico. Natural.

Esta atividade culminou com uma visita à estação de tratamento e valorização  da RESIESTRELA, parceira nesta ação de campanha de sensibilização. Os nossos Eco Jovens, tiveram a possibilidade de compreender o circuito completo dos resíduos, após serem separados pela população do Concelho de Fornos de Algodres. Assim, foram explicadas as fases de triagem de materiais recicláveis, provenientes da recolha porta-a-porta, ecopontos e ecocentros, bem como a Unidade de Tratamento Mecânico e Biológico, a valorização energética proveniente do Biogás e o tratamento dos lixiviados na ETAL – Estação de Tratamento de Águas Lixiviantes.

Para a Câmara Municipal de Fornos de Algodres, a boa gestão dos resíduos diferenciados é fundamental, para alcançar o desenvolvimento sustentável e garantir o bem-estar e a qualidade de vida dos munícipes.

 

Turismo Centro de Portugal presente nos grandes festivais

O Turismo Centro de Portugal (TCP) volta a estar este ano presente nos principais festivais de música de verão, a divulgar o que de melhor a região tem para oferecer aos visitantes.

Depois de uma presença marcante no RFM Somnii, o TCP promove a região no NOS Alive, que decorre durante este fim de semana em Algés, e no MEO Marés Vivas, que acontece de 19 a 21 de julho em Vila Nova de Gaia.

O Turismo Centro de Portugal está presente nos dois festivais mediáticos com espaços próprios, onde os visitantes podem ficar a saber mais sobre os destinos na região.

No NOS Alive, o TCP está localizado no número 1 da Rua EDP, um local privilegiado no espaço do festival. Num stand de 36 m2, serão destacados projetos e programas como os Lugares Património Mundial do Centro e as Termas Centro – estas através das Termas do Carvalhal, em Castro Daire. Os visitantes do stand terão a possibilidade de receber ofertas de massagens, vouchers de alojamento, experiências outdoor e visitas turísticas de vários parceiros do Centro de Portugal.

No MEO Marés Vivas, o formato e os programas destacados são idênticos, aos quais se acrescenta a Comissão Vitivinícola da Bairrada, com oferta de espumante no Lounge VIP MEO.

TORNEIO ‘SABUGAL PÁSCOA CUP com muitos atletas

Sabugal recebeu cerca de 200 atletas marcaram presença no Torneio Infantil ‘Sabugal Páscoa Cup’, que se realizou no sábado, no Estádio Municipal do Sabugal.

Com a garantia ‘Sabugal Respira Desporto’, esta atividade reuniu pequenos futebolistas de oito clubes: Sporting Clube do Sabugal, Serviços Sociais do Município do Sabugal, Associação Desportiva da Estação, Núcleo Desportivo e Social da Guarda, Guarda Unida Desportiva, Associação Desportiva de Fornos de Algodres, Centro Cultural Recreativo de Vila Cortez do Mondego e Ginásio Clube Figueirense, distribuídos por três escalões de formação (Petizes, Traquinas e Benjamins).

Mais do que a vertente competitiva, o Torneio pretendeu proporcionar novas experiências futebolísticas e a partilha de aprendizagens entre os participantes, num ambiente de convívio entre todos.

Esta iniciativa desportiva foi organizada pelo Município do Sabugal, no âmbito do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar (PIICIE) ‘Educa + Sabugal’, com o apoio dos clubes participantes.

Por:SRD

Museu à Noite em Pinhel

Teve lugar mais uma  sessão do Museu à Noite de outubro ,  na antiga escola primária do Lamegal e teve como tema “a promoção turística dos territórios nos websites municipais”.

A Internet é hoje em dia um dos principais motores da divulgação e valorização dos patrimónios, das tradições e marcas identitárias que caracterizam as diferentes comunidades e os seus territórios, motivo que levou à escolha do tema deste Museu à Noite que teve como convidada a Prof. Maria Sánchez, docente na Universidade de Trás os Montes e Alto Douro.

Por:Mun.Pinhel

Situação de Alerta até 22 de agosto

Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal, o Governo, através do Ministro da Administração Interna assinou, esta sexta-feira, o Despacho que determina a Declaração da Situação de Alerta para o período compreendido entre os dias 18 e 22 de agosto, para os distritos de  Braga, Bragança, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

No âmbito da Declaração da Situação de Alerta, prevista na Lei de Bases de Proteção Civil, serão implementas as seguintes medidas de caráter excecional:

– Elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP, com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamentos dissuasores de comportamentos e de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas, considerando-se para o efeito autorizada a interrupção da licença de férias e/ou suspensão de folgas e períodos de descanso;

– Aumento do grau de prontidão e mobilização de equipas de emergência médica, saúde pública e apoio psicossocial, pelas entidades competentes das áreas da saúde e da segurança social;

– Mobilização em permanência das equipas de Sapadores Florestais;

– Mobilização em permanência dos Corpo Nacional de Agentes Florestais e dos Vigilantes da Natureza que integram o dispositivo de prevenção e combate a incêndios;

– Aumento do nível de prontidão das equipas de resposta das entidades com especial dever de cooperação nas áreas das comunicações (operadoras de redes fixas e móveis) e energia (transporte e distribuição);

– Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI), bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem;

– Proibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que possam ter sido emitidas, enquanto vigorar a Situação de Alerta;

– Dispensa do serviço público dos trabalhadores da Administração Pública que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário;

– Dispensa dos trabalhadores do setor privado que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário, nos distritos para os quais tenha sido Declarado o Estado de Alerta Especial de Nível Vermelho pela ANPC;

– Recurso aos meios disponíveis previstos no Plano Nacional e nos Planos Distritais de Emergência de Proteção Civil.

O Governo acompanha em permanência o evoluir da situação operacional e apela aos cidadãos para que adequem os seus comportamentos ao quadro meteorológico que tem sido amplamente divulgado.

Por:MAI

Gouveia em festa com Romaria Cultural de 27 a 29 de julho

Gouveia  vai estar em festa nos dias 27, 28 e 29 de Julho, com a Romaria Cultural. Uma vez mais com uma programação recheada de espetáculos de Música e Animação de Rua, Dança, Teatro, Cinema, Exposições, Desporto e Jogos Recreativos, Feiras, Oficinas e outras Atividades Participativas.

Sexta-feira, dia 27
10h00 | Abertura da Feirinha GO Romaria | Praça de São Pedro
18h00 | Abertura das Exposições
18h00 | Bárbara Maximino | Rua da Cardia
18h00 | Rosa dos Ventos – um espectáculo-viagem | Parque Infantil
19h00 | Le cirque Du Freak + Pintura ao vivo (Binau + Efervescente) | Rua da Cardia
21h40 | Fados de Coimbra | Rua da Cardia
21h00 | Projeto “Eu Sou – Urbanas | Paços do Concelho
22h30 | Sociedade Musical Gouveense | Casa da Torre
22h40 | Griffonage | Paços do Concelho
23h15 | Cinema ao Ar Livre – Cine-Eco + 7ª Sena | Rua da Cardia
23h30 | Earth Drive | Paços do Concelho
00h40 | GEE-AITCH | Paços do Concelho
01h30 | Ogata Tetsuo & Friends | Paços do Concelho

Sábado, dia 28
10h00 | GO Trail | Paços do Concelho (início)
10h00 | GO 3×3 | Parque da Ribeira
10h00 | #4instameetserrano | Paços do Concelho (início)
15h00 | Sessão de jogos de tabuleiro + Role Play | Club Camões
15h00 | “Porque compõem os músicos?” | Praça de São Pedro
16h00 | Visita às exposições com os artistas | Praça de São Pedro (início)
17h00 | The Speakers | Paços do Concelho
18h00 | Maíra Baldaia | Paços do Concelho
18h00 | Tenda das Tropelias | Casa da Torre
18h30 | Projeto “Eu Sou Dança” – Contemporâneas | Praça de São Pedro
19h00 | Oficina de Habitats e Biodiversidade da Serra da Estrela – CERVAS | Paços do Concelho
19h00 | Artes Circenses | Rua 5 de Outubro
19h45 | Kopke | Rua 5 de Outubro
20h00 | Divagarte | Rua da Cardia
20h30 | Gypos Band | Rua 5 de Outubro
21h00 | Spaghetti Tree | Rua da Cardia
21h00 | Maria Isabel dos Santos (projeção de vídeo) | Rua da Cardia
21h30 | Orfeão da S. C. Misericórdia de Gouveia | Praça de São Pedro
22h30 | Cassete Pirata | Paços do Concelho
22h15 | Cinema ao Ar Livre – Cine-Eco + 7ª Sena | Rua da Cardia
23h30 | Souq | Paços do Concelho
00h30 | Ena Pá 2000 | Paços do Concelho
02h15 | A Boy Named Sue | Paços do Concelho

Domingo, dia 29
10h00 | Yoga do Riso | Club Camões
16h00 | Tenda das Tropelias | Casa da Torre
16h00 | Joana Guerra | Igreja da Misericórdia
17h30 | Arruada de bombos (BEG) | Praça de São Pedro (final)
18h00 | Romaria Tradicional ao Sr. do Calvário – Rancho Folclórico de Gouveia + Cervas | Praça de S. Pedro (início)
21h00 | Sunset – The G.U.M. | Mirante do Paixotão

Uma reflexão sobre a educação por JPClemente

Para que haja uma formação académica feliz e solidificada, urge previamente uma formação efetiva de afeto.
Hoje, a sociedade encontra-se refletida na escola. A sala de aulas é um dos palcos onde se experiência o viver e o sentir dos alunos, resultado da sua história familiar e social. Os primeiros educadores (encarregados de educação), construtores da sociedade atual, fazem refletir nos seus educandos os valores em que acreditam e influenciam-nos profundamente (positivamente ou negativamente) através do seu agir e do seu sentir. A primeira motivação, para que nas salas de aulas haja aprendizagens e construção de cidadãos completos, começa em casa. Ora, infelizmente, há muitos alunos que transportam consigo experiências familiares que são um grave obstáculo aos formadores na transmissão desses saberes. Na verdade, se o aluno afetivamente não está bem, será mais difícil incutir no mesmo o prazer de aprender.

Infelizmente, os líderes educativos ainda não perceberam que hoje, as famílias necessitam de formação e sensibilização para que possam ajudar a motivar os seus filhos.
Como dizia o Pai Américo, Fundador da Casa do Gaiato, Não há rapazes maus! Na verdade, o que encontramos são rapazes sem referências (ou com referências negativas) quer ao nível familiar quer ao nível social. Atenuar este facto passa pelo professor, ele próprio, se tornar um agente educativo não só pela palavra, mas fundamentalmente pelo exemplo.

Urge incutir Valores! Urge consciencializar pais e alunos de que para se atingir o sucesso é necessário esforço e concentração. Paralelamente, a escola necessita de se transformar. Como afirma a Dra. Ariana Cosme … hoje pela heterogeneidade dos seus alunos deixou de ser possível continuar a defender a ideia que educar, nesses contextos, é ensinar tudo a todos, como se todos fossem um só. Esta realidade transforma de imediato o tradicional paradigma de Ensino /Aprendizagem. A escola tem que se adaptar aos novos tempos e a novos contextos. É necessário lembrar que os pais de hoje são muitos daqueles que há 10, 15 ou 20 anos receberam do nosso sistema de ensino a ideia de que é possível transitar sem esforço. As estatísticas europeias, de então, assim o exigiam! Esta farsa teve um preço que a escola de hoje está a pagar. Os filhos de alguns desses antigos alunos, de forma direta ou indirecta, vão sentindo essa cultura do facilitismo. Consequentemente, em famílias desestruturadas, ainda é mais vincada essa interiorização. Assim, os comportamentos disruptivos e a desmotivação surgem naturalmente.
Perante este cenário, a escola de hoje apresenta já algumas respostas. Os professores tutores de hoje vieram substituir a outra parte da formação que deveria ter vindo de casa: a formação para os valores e a formação para a exigência.
A Tutoria como um espaço onde o professor tenta conhecer bem o aluno ajudando-o, primeiramente, a conhecer-se bem a si próprio, para que depois possa alterar a sua forma de estar quer perante a família, quer perante a escola quer perante os amigos …em suma, perante a vida.
“O palco” da sala de aulas como espaço para se fazer notar e chamar a atenção, resultado de tanto vazio interior tem de desaparecer! A estratégia de falar individualmente com o aluno e chamá-lo atenção é hoje fundamental!
Um aluno com interesses divergentes dos escolares é a imagem da falta de referências parentais e sociais. A escola mediante este facto tem pois que se reinventar e continuar a encontrar formas de tornear esta questão. Para além da tutoria e dos Serviços de Psicologia e Orientação, há disciplinas como EMRC, Cidadania, Introdução às Políticas, Formação cívica que deveriam ter um papel mais relevante na formação do “Saber ser e do Saber estar”.
Por isso, hoje, principalmente ao nível do ensino básico, estou certo que os Curricula tem que estar envolvidos cada vez mais numa preocupação de ensinar numa perspetiva de Cidadania, como o documento “Perfil do aluno para o sec. XXI “ tão bem espelha!
Por:JP Clemente

XIII Congresso Neurociência e Educação Especial em Viseu

Ana Carolina defendeu as suas ideias num dos temas

Nos dias 25 e 26 de maio decorreu, o XIII Congresso Neurociência e Educação Especial na cidade de Viseu, organizado pela Psicosoma. Na sua génese pretendeu demonstrar a aplicação das neurociências nas várias áreas de atuação profissional, trazendo à região centro o que de melhor se faz em Portugal ao nível das Necessidades Educativas Especiais e da Neurociência Aplicada à Educação.

Ana Carolina esteve lá como preletora num dos painéis.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar