Templates by BIGtheme NET
Home » Politica

Politica

Legislativas 19-PS entregou no tribunal lista dos candidatos pelo Distrito da Guarda

Teve lugar , nesta segunda feira, no Tribunal da Guarda a entrega das listas dos candidatos às próximas legislativas de 6 de outubro, pelo Mandatário Distrital António Manuel Fonseca.

Face a isso, os candidatos que vão a eleições são: Ana Mendes Godinho,  Santinho Pacheco, Cristina Sousa, Fábio Pinto, Marisa Sousa e Rita Mendes.

 

 

Pedro Fonseca demite-se da Federação Distrital do PS Guarda

Em comunicado, Pedro Fonseca, apresentou em conferência de imprensa nesta quarta-feira a demissão da Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista ao Secretário-Geral do Partido referindo: “Apresentei hoje a minha demissão do cargo de Presidente da Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista ao Secretário-Geral do Partido, o meu camarada António Costa. , Vice-Presidente da Federação, assumirá a liderança da estrutura federativa e a coordenação do Secretariado até novas indicações da Direção Nacional. A Federação Distrital da Guarda do PS fica, assim, em boas mãos!

Tratou-se de uma decisão tomada em consciência e em observância a um princípio que me é caro: na política, como na vida, devemos sempre assumir as nossas responsabilidades.

A maioria dos membros eleitos da atual Comissão Política Distrital foram eleitos na lista afeta à moção política da qual sou o primeiro subscritor. Até à noite de ontem, todos as propostas que apresentei, quer na qualidade de Presidente da Federação, quer em nome do Secretariado Federativo, foram aprovadas pelo órgão deliberativo da Federação.

O responsável pela lista de deputados à Assembleia da República que foi ontem chumbada pela Comissão Política Distrital sou eu. O responsável pela sua não aprovação sou eu.

A leitura política a extrair é para mim evidente: o apoio que eu tinha na Comissão Política Distrital desapareceu. Não podendo contar com esse apoio, não preciso que ninguém me indique a porta, eu sei que é chegado o momento de sair”.

Legislativas 19:Ana Mendes Godinho e Carlos Peixoto cabeças de lista na Guarda do PS e PSD

O tempo escasseia e na Guarda os nomes dos possíveis candidatos a deputados, começam a desenhar-se.

Assim o PSD já veio a anunciar que Carlos Peixoto é o cabeça de lista para o distrito da Guarda, podendo Ester Amorim ser a segunda.

Por sua vez os socialistas, já anunciaram Ana Mendes Godinho como cabeça de lista, resta saber quem irá em segundo? Santinho Pacheco?Que fez um  trabalho notável ou outro líder também.

PS Guarda quer ouvir as forças vivas do Distrito da Guarda

Vai decorrer uma sessão de auscultação das forças vivas da sociedade civil do Distrito da Guarda, no dia 08 de julho, segunda-feira, pelas 21h, no Auditório de São Miguel da Junta de Freguesia da Guarda.

A sessão tem como objetivo envolver representantes da Sociedade Civil Guardense (dirigentes associativos, representantes do movimento sindical, empresários, autarcas, etc.) na avaliação compreensiva da governação socialista e identificação dos principais problemas que afetam o Distrito da Guarda.

A sessão contará com a presença da Secretária Nacional do PS, Maria do Céu Albuquerque.

JSD Distrital da Guarda reage sobre composição das listas às Legislativas

Em comunicado, a JSD Distrital da Guarda mostra-se preocupada com as recentes notícias sobre a composição da lista do PSD do círculo eleitoral da Guarda às próximas Legislativas que, a confirmarem-se, representam uma grande falha no respeito pela intergeracionalidade e renovação, ao contrário do que se verifica a nível nacional.
A JSD Distrital da Guarda refere ainda que: Espera que estes valores sejam tidos em conta na lista do PSD pela Guarda e que se respeite a indicação unânime de Fernando Melo, líder da JSD Distrital, saída do V Conselho Distrital do passado dia 23 de junho. Reforçamos que esta indicação tem a sua base no trabalho desenvolvido pela JSD Distrital no âmbito da coesão territorial, do associativismo juvenil e participação cívica e do estado da saúde e do ensino no distrito, temas cuja discussão é essencial para o futuro do nosso distrito da Guarda.
Uma lista que não respeite a renovação nunca poderá ser uma lista que responda aos anseios das pessoas e, em particular, dos jovens, principalmente aqueles que cada vez mais se afastam da política. Uma lista que apenas responda às agendas político-partidárias nunca poderá pôr o distrito em primeiro lugar.

Orçamento Participativo em Fornos de Algodres com 15 projetos

Foram já conhecidos os 15 projetos que vão a votação em Fornos de Algodres para este ano 2019 ir a votação : na Internet de 2 de julho a 15 de julho, depois na Assembleia de Voto em cada localidade será a 28 de julho.

Já a publicação dos resultados será a 29 de julho

Valorização Urbanística e Paisagística da Zona do Pião (Algodres)

Requalificação da Envolvente da Antiga Escola Primária (Matança)

Criação de Parque Geriátrico em Vila Soeiro

Centro de Desporto de Natureza (Fornos de Algodres)

Requalificação de espaço destinado a Parque de Lazer Multiusos (Sobral Pichorro)

Recuperação do Forno Comunitário (Vila Chã)

Criação de um gabinete para o incentivo e apoio à agricultura biológica (Maceira)

Requalificação do Centro Histórico do Casal Vasco

Parque Geriátrico na envolvente da Escola Primária de Vila Ruiva

Requalificação de Espaço destinado a Parque de Lazer (Muxagata)

Parque Natural da Ferraria (Figueiró da Granja)

Requalificação da Zona Envolvente da Junta de Freguesia de Cortiçô

Arborização Espaço Florestal na zona da Sr.ª do Carmo (Fuinhas)

Parque de Merendas da Lavandeira (Juncais)

Requalificação Espaço Exterior – Terreno do Pombal (Infias)

PS Guarda lança comunicado sobre caso que envolve elementos da Câmara da Guarda

O Partido Socialista emitiu um comunicado referindo que tomou conhecimento das investigações do Ministério Público envolvendo três dirigentes políticos e dois funcionários da Câmara Municipal da Guarda, tendo já sido constituídos arguidos e deduzida acusação.
O PS, perante esta injunção do Ministério Público, vê com muita preocupação o alegado envolvimento de responsáveis políticos e da administração autárquica em práticas que alegadamente violam a lei, esperando, por isso, que as suspeitas não se venham a confirmar e que, assim, possa ser reposta rapidamente a normalidade da nossa vida autárquica.
O PS reafirma, neste caso, como em todos os outros, a defesa intransigente do princípio da presunção da inocência, enquanto valor inestimável de um Estado democrático garante dos direitos individuais dos cidadãos.
Por:PSGuarda

PS Guarda em comunicado saúda a reabertura dos CTT

A Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista em comunicado saúda a decisão do Conselho de Administração dos CTT de garantir a existência de, pelo menos, uma estação dos CTT por concelho.

Recordam que, desde a primeira hora, a Federação Distrital do PS Guarda solicitou ao Governo uma intervenção no sentido de evitar o fecho de estações de CTT em vários concelhos do Distrito e do País, admitindo, inclusive, a defesa da reversão da privatização dos CTT.

Em abril, as declarações do Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, não deixaram margem para dúvidas quanto à posição intransigente do Governo Socialista em relação a uma tremenda injustiça para as populações de vários concelhos, sobretudo concelhos com menor densidade populacional, localizados, na sua grande maioria, no Interior do País.

A pouco mais de três meses das Eleições Legislativas, importa clarificar quem verdadeiramente se preocupa com o Interior e as suas populações: em 2014, o Governo PSD/CDS, por sua livre iniciativa, procedeu à privatização total dos CTT, permitindo o encerramento de dezenas de estações por todo o País; em 2019, o Governo PS tomou as diligências necessárias para que o processo de encerramento de estações fosse travado e para que as estações entretanto encerradas pudessem voltar a abrir.

 

Comissão Política de Secção do PSD Guarda reage em comunicado

Em comunicado  da Comissão Política de Secção do PSD Guarda refere:

Face às notícias vindas a público nos dias de ontem e de hoje sobre processos judiciais
envolvendo a autarquia da Guarda justificam uma reação da
Encaram a presente situação com surpresa e como algo que obviamente não
desejariam estar a viver.
Entendem a atuação da justiça e desejam profundamente que o esclarecimento
cabal destas situações e o apuramento da verdade ocorra de modo célere e sem margem
para quaisquer dúvidas.
Prestam por este meio a  solidariedade ao ex-Presidente da CM Guarda Dr.
Álvaro Amaro, ao atual Presidente da CM Guarda Dr. Carlos Chaves Monteiro e a todos
os demais eleitos na CM Guarda.
Confiam no caráter e honestidade política e pessoal de cada um deles e acreditam
que em devido tempo se fará luz sobre estes factos, sendo certo que não é nesta sede
que cabe contestá-los e sim, apenas e tão só, em sede judicial.
Este não é também o momento para se tirar ilações políticas de factos respeitantes a
processos judiciais.
O projeto político amplamente sufragado nas eleições de 2017 mantém-se atual e é cada
vez mais importante prosseguir no sentido da sua concretização.

A enorme transformação ocorrida no concelho da Guarda nos últimos 6 anos não pode abrandar,
pelo contrário tem que acelerar com a colocação em marcha dos grandes projetos em
que os guardenses apostaram.
Com toda a serenidade e sentido de responsabilidade repudiam qualquer tentativa de
julgamento público antecipado tendo sempre presente o princípio da presunção de
inocência.

Por: CPDPSDG

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar