Templates by BIGtheme NET
Home » Politica (page 15)

Politica

António Costa vai estar na inauguração do novo Quartel da GNR

cmmA inauguração do novo Quartel da Guarda Nacional Republicana de Mangualde terá lugar na próxima segunda-feira, dia 28 de novembro, pelas 15h00, no novo espaço sito na Rua Pintor José Maria de Almeida, 3530-091 – Mangualde.

O momento contará com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa, da Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, do Comandante-geral da GNR, Tenente-General Silva Couto, e do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo.

Da parte da manhã, o Primeiro-Ministro realizará uma visita às instalações da PSA Peugeot Citroën de Mangualde e será acompanhado pelo Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e pelo Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

Recorda-se que este novo Quartel da GNR, agora inaugurado, representa um investimento de cerca de 2 milhões de euros e tem um âmbito supramunicipal, pois o raio de intervenção da corporação excede os limites do concelho englobando os concelhos de Nelas, Penalva do Castelo e Sátão. O investimento na obra é da responsabilidade da Administração Central, tendo a Câmara Municipal cedido o terreno.

Por:Mun.Mangualde

 

Orçamento para 2017 ronda os 22 milhões de euros em Mangualde

0cmm Investimento em Mangualde em 2017

Foi nesta segunda -feira(31 de outubro) apreciado em reunião de câmara o Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos para 2017. O orçamento de 21.770.640,00€ representa um aumento que ronda os 3,5 milhões de euros em relação ao orçamento de 2016 e que se reflete fundamentalmente na despesa com investimento. Para o presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo «2017 será o ano do salto qualitativo e de excelência, com o maior investimento público de sempre no concelho. Este é um orçamento rigoroso, ambicioso e virado para o investimento, só possível porque a autarquia preparou-se nos últimos anos para que isso acontecesse».

 «(…) ISSO SÓ FOI POSSÍVEL PORQUE NOS ÚLTIMOS ANOS CONSEGUIMOS DEVOLVER À AUTARQUIA UMA SITUAÇÃO DE EQUILÍBRIO E SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA»

João Azevedo afirma ainda que «o aumento de quase 4 milhões de euros em investimento para 2017 sustenta-se na sua maioria em obras financiadas pelos fundos comunitários, outras linhas financiadoras e recursos próprios da autarquia». A autarquia «preparou-se para o investimento e isso só foi possível porque nos últimos anos conseguimos devolver à autarquia uma situação de equilíbrio e sustentabilidade financeira. Estamos preparados para o maior investimento público de sempre no concelho em regeneração urbana, em infraestruturas e acessibilidades e noutras áreas fundamentais para melhorar a qualidade de vida dos mangualdenses», sublinhou o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

A proposta de orçamento foi apreciada pela Câmara Municipal e será agora submetida à Assembleia Municipal para Aprovação.

Por:Mun.Mangualde

Orçamento 2017 aprovado pelo Executivo Municipal de Pinhel

0pinhelO Executivo da Câmara Municipal de Pinhel esteve reunido a 26 de outubro, em sessão extraordinária, a fim de analisar e votar o Orçamento e as Grandes Opções do Plano para o exercício económico de 2017.

Numa apresentação sumária dos investimentos previstos para o último ano do seu primeiro mandato, o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, lembrou o caminho percorrido acentuando que foi um período intenso, marcado “pela mudança, pela transformação e pela concretização”.

É pois neste “ritmo reformista” que a autarquia pinhelense quer prosseguir, apresentando “um orçamento marcado pela modernização e pelo maximizar das fontes de financiamento” ao investimento municipal.

Principais áreas de investimentos

No que diz respeito ao Ordenamento do Território, estão previstas algumas intervenções tendo em vista a beneficiação de vias de comunicação urbanas e de estradas municipais, prosseguindo também o esforço de requalificação das aldeias do concelho.

Mas os grandes investimentos estão associados à construção de equipamentos considerados estruturantes e, aqui, assumem particular destaque a construção das novas piscinas municipais cobertas (obra em curso) e descobertas (obra a iniciar em breve).

Por outro lado, o próximo ano também vai ficar marcado pelo lançamento da empreitada do Parque Urbano de Pinhel (no antigo Campo de Futebol Astolfo da Costa), uma obra que vai revolucionar a zona mais central e habitada da cidade. Porque as famílias e a vivência em família é uma das preocupações centrais do Município de Pinhel, autarquia considerada “Familiarmente Responsável”.

A Educação é outra área que tem merecido grande atenção por parte da Câmara de Pinhel e 2017 vai ser um ano de avultados investimentos. A par dos apoios já habituais, nomeadamente a nível de transportes escolares (gratuitos para todos os alunos), o Município vai integrar o Plano de Combate ao Insucesso Escolar elaborado no âmbito da CIM-BSE (Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela).

Por outro lado, foi incluído no Orçamento do próximo ano o projeto de requalificação do Polidesportivo Descoberto da EB2, apresentado pela comunidade escolar no âmbito de uma experiência piloto que visa a implementação do Orçamento Participativo e que foi dotada com 150.000€.

Mas os investimentos não se ficam por aqui e em 2017 vai ter início a grande obra de requalificação e modernização da Escola Secundária de Pinhel, uma empreitada orçada em cerca de um milhão e setecentos mil euros, com financiamento europeu, mas também com o esforço do Município que terá de assegurar o pagamento de cerca de 132.000€ (metade do valor da comparticipação nacional).

Sempre atento às necessidades das populações, nomeadamente das populações mais desfavorecidas, o Município de Pinhel continua a não descurar a Ação Social e, neste contexto, o próximo ano terá em conta um reforço destinado a garantir condições de habitabilidade a agregados familiares carenciados. Por outro lado, a autarquia continuará a estar ao lado das instituições do concelho, apoiando a sua ação e, quando necessário, apoiando financeiramente a realização de obras, nomeadamente obras de adaptação de imóveis cedidos pela autarquia a centros de convívio.

Finalmente, um olhar pela Cultura, onde também estão previstos fortes investimentos e grandes novidades, desde logo a participação do Município de Pinhel no projeto “O.P.(us) – Ópera no Património”, desenvolvido em parceria com cidades como Leiria, Batalha, Viseu, Vila Nova de Foz Côa e, ainda, a Universidade de Coimbra (projeto para três anos, a candidatar ao Centro 2020).

A par disso, foram já encetados esforços no sentido de dar início, em 2017, aos trabalhos de requalificação das Torres e da Muralha do Castelo de Pinhel, património que é sem dúvida um dos principais atrativos turísticos da cidade e do concelho.

Apresentadas algumas das Grandes Opções que estiveram na base da elaboração do Orçamento para 2017, importa referir que o documento, aprovado por unanimidade, apresenta receitas e despesas no valor total de cerca de 19 milhões de euros (mais 4 milhões do que o Orçamento de 2016) e terá, ainda, de ser votado pela Assembleia Municipal de Pinhel.

Por:Mun.Pinhel

Trancoso acolheu “Capacitar 2017” uma iniciativa dos jovens socialistas

14753687_1183802751658741_9004396722044639619_oA Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista levou a efeito, em colaboração com a Concelhia da JS Trancoso, uma formação política de base local, no dia 22 de Outubro de 2016, denominada “Capacitar 2017”.
A iniciativa, que contou com a participação de mais de 50 pessoas, está inserida no plano autárquico da estrutura: “AFIRMA TE”, tendo decorrido no auditório do pavilhão multiusos da cidade de Trancoso nos períodos da manhã e da tarde e foi dedicada a capacitar todos os seus participantes sobre os mais variados assuntos, subordinados à temática autárquica, contando com 5 módulos:

– Direito das autarquias locais: competência e funcionamento dos órgãos autárquicos, por José Amaral Veiga;

– Finanças locais, por Eurico Brilhante Dias;

– Contratação pública e emprego público, por Marisa Santos;

– Democracia participativa e transparência, por Rita Mendes;

– Comunicação em democracia, por João de Almeida Santos.

O dia terminou com a apresentação pública do plano federativo da JS Guarda, dedicado ao processo autárquico: “AFIRMA TE”. Este programa, que teve o seu inicio com esta actividade e apresentação, pretende aproximar a nossa estrutura de todos os concelhos e de todos os autarcas e eleitores. Ao longo dos próximos meses serão realizadas jornadas diárias, em cada um doas 14 concelhos do distrito da Guarda, para contactar com os autarcas, cidadãos e com associações e instituições, de forma a conseguir elaborar um diagnóstico local e a recolher propostas que possam constar no manifesto autárquico da nossa estrutura.
No final desta fase, um documento, bem estruturado e completo, dividido por temas, será apresentado num fórum autárquico jovem, que promoverá o debate a comunicação entre as mais diversas gerações de autarcas no nosso distrito, procurando gerar uma ampla análise de todos os dados compilados no manifesto.14590074_1183804274991922_5028013683402983644_o
A iniciativa CAPACITAR 2017 terminou com a Sessão de Encerramento, que contou, entre outros, com a presença de autarcas, dirigentes concelhios e federativos do Partido Socialista e da Juventude Socialista no distrito da Guarda, militantes, simpatizantes, de Ivan Gonçalves (Secretário Nacional da Juventude Socialista e deputado na Assembleia da República) e de Marco Ferreira (Presidente da Associação Nacional de Jovens Autarcas Socialistas (ANJAS)).

A Federação da JS Guarda pretende dar voz a todas as causas e sugestões que a partir de hoje nos façam chegar.

Já se encontra online a plataforma AFIRMA TE (http://afirmate.juventudesocialista.pt), onde qualquer cidadão, seja de que quadrante político for, que idade tiver, de onde for natural, independentemente de todos os fatores, de forma anónima, rápida e simples, poderá contribuir, em simultâneo com a recolha presencial de propostas que iremos fazer, para o nosso Manifesto Autárquico Jovem, depositando em nós toda a confiança para que possamos reivindicar a sua visão, ideia causa e/ou contributo, ao mesmo tempo que poderá conhecer o plano e todo o trabalho que já realizámos e iremos realizar nos meses seguintes.

Por:FDJSG

 

Deputados do PSD na Assembleia da República estiveram no Município de Pinhel

14615575_1554036974623082_2144639408006621843_oOs dois deputados do PSD à Assembleia da República eleitos pelo Círculo da Guarda estiveram esta segunda-feira em Pinhel, tendo sido recebidos pelo Presidente da Câmara Municipal.

No âmbito do trabalho de preparação das Jornadas do Património e da Cultura a promover pelo Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata, os Deputados à Assembleia da República eleitos pelo Círculo da Guarda, Carlos Peixoto e Ângela Guerra, estiveram em Pinhel a fim de realizar o chamado “trabalho de terreno”, ou seja, auscultar populações e, neste caso, os representantes do Poder Local, sobre anseios e necessidades no que diz respeito a esta matéria.
Recebidos pelo Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, os Deputados tiveram oportunidade de se deslocar ao centro histórico da cidade, onde o autarca pinhelense alertou para algumas necessidades urgentes de intervenção por parte do Estado, tendo em vista a reabilitação de património que se encontra em perigo de degradação.
Assim, um dos locais visitados foi a Casa Grande, edifício que albergou durante várias décadas os Paços do Concelho e que o Executivo Municipal gostaria de ver reabilitado e de portas abertas. Outro ponto de paragem foi o Castelo e a Muralha que circunda o centro histórico, um caminho de ronda com cerca de 800 metros que o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel gostaria de ver mais valorizado no âmbito da promoção turística da cidade e do concelho.
Foram estes os principais alertas deixados aos Deputados do PSD eleitos pelo Círculo da Guarda, de modo a que possam integrar o levantamento que está a ser feito a nível nacional.

Por:Mun.Pinhel

Formação Política denominada “Capacitar 2017 em Trancoso

jsguaVai ter lugar , neste sábado, 22 de outubro, no auditório do pavilhão multiusos da cidade de Trancoso (Av. 1º de Dezembro – Trancoso), uma iniciativa levada a cabo pela Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista, a Formação Política denominada “Capacitar 2017”, inserida no plano autárquico da estrutura: “AFIRMA TE”.

Realiza-se durante dois momentos,  de manhã e da tarde ,vai ser dedicada a capacitar todos os seus participantes, sobre os assuntos mais importantes e subordinados à temática autárquica, contando com 5 módulos:

– Direito das autarquias locais: competência e funcionamento dos órgãos autárquicos, por José Amaral Veiga;

– Finanças locais, por Eurico Brilhante Dias;

– Contratação pública e emprego público, por Marisa Santos;

– Democracia participativa e transparência, por Rita Mendes;

– Comunicação em democracia, por João de Almeida Santos.

A iniciativa termina com a apresentação pública do plano federativo, dedicado ao processo autárquico: “AFIRMA TE”, pelas 17 horas e 30 minutos e com a Sessão de Encerramento, pelas 18 horas, que irá contar, entre outros, com a presença de autarcas, dirigentes concelhios e federativos do PS e da JS no distrito da Guarda, militantes, simpatizantes, de Diogo Leão (Secretário-Geral adjunto da JS e deputado na AR), Ivan Gonçalves (deputado na AR), Marco Ferreira (Presidente da Associação Nacional dos Jovens Autarcas Socialistas) e de Ana Godinho (Secretária de Estado do Turismo).

Por:FDGJS

 

JSD e o PSD Fornos de Algodres lançaram um comunicado , sobre os 3 anos de mandato do executivo municipal no concelho de Fornos de Algodres.

12119034_416699385203142_7415989557497187777_nNesta terça-feira, a JSD e o PSD Fornos de Algodres lançaram um comunicado ,  que se refere aos 3 anos de mandato do executivo municipal no concelho de Fornos de Algodres.

Desta forma aqui deixamos na integra o respetivo comunicado:

“Ao fim de três anos de mandato, a Razão e o Coração parecem andar de costas voltadas com o concelho de Fornos de Algodres. O tão desejado ou anunciado progresso do programa eleitoral parece ter ficado na gaveta, para dar lugar a uma série de promessas eleitorais de “emprego” resultando num aumento das despesas com pessoal, motivado por um descomunal, injustificado e inconsequente acesso às medidas de apoio ao emprego do IEFP.

A total ausência de liderança política tem levado ao aprisionamento e manipulação da gestão municipal por um círculo de pessoas e de interesses pessoais resultando na degradação dos Serviços Municipais, com decisões de carácter dúbio e práticas persecutórias e divisórias dos trabalhadores, criando sectarismos e protecionismos pessoais e políticos”.

“Observamos a inexistência completa de uma linha de orientação e de rumo para o desenvolvimento do concelho com uma ação executiva baseada em programas já existentes, sem quaisquer melhorias, apostando antes num despesismo inútil com a interposição de inconsequentes ações judiciais, visando, apenas, sustentar e potenciar as teses eleitoralistas, proliferando também em eventos e festividades sem nexo ou justificação plausível, consumindo os recursos financeiros, e até humanos, do Município.

A incapacidade de lidar com as questões municipais é evidente e apesar de justificada pela dívida indevidamente, é antes resultado do distanciamento dos membros do executivo, instrumentalizando politicamente os credores, visando não resolver a questão das respetivas dívidas, mas tão só o aproveitamento descarado da situação de debilidade financeira conjuntural de alguns deles”.

Foi este o comunicado que a principal força da oposição redigiu ao Executivo Municipal do concelho de Fornos de Algodres.

Por:JSD/PSD Fornos de Algodres

 

PEV e a EQUO realizam conferência na Guarda

pevO Partido Ecologista Os Verdes e o partido congênere de Espanha, EQUO, levarão a cabo, na próxima quinta-feira de manhã, dia 20 de Outubro, uma ação de sensibilização, no centro da Guarda, denominada “Minas de Urânio? Não, Obrigado! Nem em Salamanca nem noutro lado!”

Esta ação tem como objetivo alertar a população da Guarda para os riscos que a exploração de urânio, que está a ser implementada junto à fronteira portuguesa, pode acarretar para o ambiente e para a saúde humana nomeadamente pela propagação de partículas radioativas na atmosfera.

Para este complexo mineiro estão previstas minas a céu aberto, uma unidade de reprocessamento de urânio, na bacia hidrográfica do rio Douro, e um depósito de resíduos radioativos. Uma dessas minas será em La Alameda de Gardon, a 8km do nosso país.

O PEV e a EQUO realizarão uma conferência de imprensa às 10.30h no Largo José de Almeida (Guarda), junto à praça de táxís para fazer o ponto de situação em relação ao andamento do projeto, assim como preparar novas ações dos ecologistas para travar esta exploração. Caso as condições climatéricas não o permitam a conferência de imprensa decorrerá junto à Casa da Cultura.

Por:PEV

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar