Templates by BIGtheme NET
Home » Distrito da Guarda

Distrito da Guarda

Encontro ibérico socialista em Vilar Formoso

Um grande encontro ibérico em Vilar Formoso, aconteceu com a presença dos Secretários de Estado da Proteção Cívil, Patrícia Gaspar, Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes e o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, entidades socialistas dos dois Países.

Um dia de  trabalho entre os socialistas de Salamanca e os socialistas do distrito da Guarda para discutir estratégias comuns de desenvolvimento para os territórios fronteiriços, com especial foco no desenvolvimento da ferrovia, como meio de transporte de passageiros e mercadorias essencial para a coesão territorial.

Esta foi uma pré preparação da  próxima Cimeira Ibérica a decorrer na Guarda no início de Outubro e consequente apresentação de um caderno de reivindicações para o desenvolvimento destas regiões.

foto:DR

Bombeiros de Celorico da Beira recebem águas, gel e t-shirts

Numa fase de alerta amarelo ou vermelho, para qualquer momento pode haver uma chamada para uma ocorrência, os Bombeiros de Celorico da Beira vão sendo presenteados com àguas , gel e T-Shirts por vários beneméritos.

É sempre bom todas estas ajudas para os soldados da paz que nesta altura agradecem a todos.

IP Guarda com novo curso

 Novo curso de Desporto no IPG

A Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto do Instituto Politécnico da Guarda – IPG vai ter uma nova licenciatura em Desporto, Condição Física e Saúde. É a terceira licenciatura que o IPG lança para o próximo ano letivo, após uma década de estagnação na oferta formativa de novas licenciaturas.nova licenciatura em Desporto, Condição Física e Saúde vai formar profissionais muito competitivos para um mercado de treinos desportivos e de cuidados de saúde que a Covid-19 alargou, em Portugal e no estrangeiro. Após uma década sem novos cursos, esta é a terceira licenciatura lançada em menos de um mês. O IPG é a instituição de ensino superior que mais aumentou o número de vagas para o próximo ano letivo.

“Este curso vem juntar-se aos que foram anunciados em junho – as novas licenciaturas em Biotecnologia Medicinal e em Mecânica e Informática Industrial”, afirma Joaquim Brigas, presidente do IPG. “Em qualquer dos casos, o objetivo é o mesmo: preparar profissionais em áreas inovadoras que qualifiquem a indústria nacional e regional ou, neste caso, entidades desportivas ou unidades de saúde. Formar profissionais de alto nível para o desporto e para a saúde desportiva é uma das principais apostas desta presidência do Instituto Politécnico da Guarda”.

A nova licenciatura da Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto do IPG, com duração de três anos, irá formar técnicos desportivos especializados em fitness, treino personalizado, na avaliação da condição física e no desenvolvimento de programas de atividade física. Da Anatomia Funcional à Biomecânica, passando pela Fisiologia Humana e pela Aprendizagem e Controlo Motor, as unidades curriculares desta licenciatura estão desenhadas para que os futuros profissionais sejam autênticos agentes de saúde no acompanhamento de dinâmicas desportivas.

No 3º ano, o último semestre do curso acentuará a sua vertente prática através da realização de um estágio curricular em contexto laboral em centros de fitness e associações desportivas – nomeadamente ginásios e empresas de treino personalizado – em complexos de piscinas, clínicas de saúde, equipas técnicas desportivas ou em organizações/entidades ligadas à saúde e condição física parceiras do IPG.

“O IPG tem reforçado a prioridade histórica que sempre deu à promoção da saúde, oferecendo formação em áreas muito inovadoras e preparando profissionais muito competitivos para esse mercado, quer em Portugal, quer no estrangeiro”, afirma Joaquim Brigas. “Esta nova licenciatura irá formar profissionais com enormes apetências para um mercado que já existia, mas que a pandemia da Covid-19 alargou, nomeadamente a prestação de cuidados e treino em contextos mais individualizados”.

Com a sua aposta na diversificação da oferta formativa, o Politécnico da Guarda foi a instituição de Ensino Superior com maior aumento percentual do número de vagas nos últimos anos, passando de 680 em 2017 para 805 no próximo ano letivo.

Praia Fluvial de Aldeia Viçosa, um local a visitar

As praias fluviais são muito procuradas neste verão, face a isso a Praia de Aldeia Viçosa está a funcionar

Tem à disposição: nadador salvador; serviço de bar; escorrega aquático; parque infantil; campo de vólei de praia; campo de futebol de areia; diversos assadores; espaço de lazer em relvado e em areal; espaços aquáticos de baixa profundidade para crianças; serviço de refeições ligeiras (sandes, pizzas e afins); e muito mais!

A MERCEARIA VIÇOSA, em Aldeia Viçosa, a 5 minutos. O conforto das mercearias tradicionais ao melhor preço e com a melhor qualidade!

Interdita a entrada a animais (norma da União Europeia para praias fluviais certificadas).

Para mais informações consulte o Regulamento Interno no separador “Apoio ao Munícipe – Regulamentos”.

Como chegar à Praia Fluvial de Aldeia Viçosa:

– Vindo da N16 via Celorico, entrar no Porto da Carne, e virar à direita a seguir às bombas de gasolina. As placas indicam “Centro de Formação Agrícola da Guarda”, “Colégio de Reinserção do Mondego” e “Praia Fluvial de Aldeia Viçosa”. No cruzamento seguinte devem virar à direita e estão na Praia Fluvial.

– Vindo da N16, sainda da Guarda. O melhor acesso é a segunda entrada que diz “Praia Fluvial”. Ou seja, aconselhamos que não sigam pelo cruzamento da Faia, apesar de estar a placa “Praia Fluvial de Aldeia Viçosa”. Poucos metros à frente encontram uma placa que diz “Praia Fluvial”, descem essa estrada (com cuidado porque não é muito larga). Esta via parece-nos a mais adequada.

 

Avisos e Liturgia do 18º Domingo do Tempo Comum – Ano A

 

 

O evangelho deste Domingo começa por nos dizer que Jesus “retirou-se num barco para um local deserto e afastado”. Depois de ter estado a pregar, anunciando o Reino de Deus com as parábolas, Jesus retira-se para um lugar tranquilo. Deseja ter um momento de paz, estar sozinho, serenar um pouco. De certeza que desejava um momento para rezar, passar um tempo de intimidade com o Pai, como os textos evangélicos, muitas vezes, nos dizem. Como vivemos tão atarefados na nossa vida, ocupados em tantas coisas! Como é necessário um tempo de sossego, um tempo para a oração, para relação com Deus e para “carregar as nossas baterias”. É importante alimentar a nossa vida espiritual! A Eucaristia é um desses momentos, não esquecendo o momento da nossa oração pessoal.

Mas, “ao desembarcar, Jesus viu uma grande multidão e, cheio de compaixão, curou os seus doentes”. Aproxima-se, atende-os e cura-os. Os discípulos preferiam despedir a multidão para que fossem às aldeias comprar alimento. Mas, Jesus prefere o contrário: Ele quer dar-lhes de comer, “não precisam de se ir embora; dai-lhes vós de comer”. Seja qual for a situação que tenhamos diante de nós, a nossa atitude deve ser a de Jesus: olhar como Jesus, sentir como Jesus sentia, agir como Jesus, numa entrega total e plena. A nós, hoje, Jesus também nos diz: “dai-lhes vós de comer”.

O milagre da multiplicação dos pães e dos peixes, em primeiro lugar, recorda-nos Moisés a alimentar o povo com o maná durante a travessia do deserto. Jesus é o Novo Moisés a dar de comer à multidão que o rodeia. Em segundo lugar, orienta o nosso pensamento para a instituição da Eucaristia, na última ceia. Os discípulos queriam mandar embora a multidão, porque estava a cair a tarde; a última ceia foi ao anoitecer. Jesus tomou os pães e os peixes, recitou a bênção, partiu os pães e deu-os aos discípulos e estes deram-nos à multidão; são os mesmos momentos que encontramos na última ceia. A multiplicação dos pães e dos peixes é uma profecia da Eucaristia, onde Jesus dará um alimento muito superior a estes: dará o seu corpo, pão da vida eterna. Em terceiro lugar, este milagre destaca a missão dos discípulos. Jesus partiu os pães, deu-os aos seus discípulos e estes deram os pães e os peixes à multidão. Os discípulos de Jesus, aqueles que O seguem, prolongam no mundo a sua acção. À Igreja foi confiada a missão de Cristo. Em quarto lugar, a narração deste milagre salienta a universalidade da salvação. Já o texto do profeta Isaías, na primeira leitura, afirma que a salvação não é somente para o povo judeu, mas para todos: “Todos vós que tendes sede, vinde à nascente das águas. Vós que não tendes dinheiro, vinde…firmarei convosco uma aliança eterna”. No evangelho, Jesus dá de comer a todos aqueles que O seguem. Jesus dá-se sem medida e a todos.

02-08-2020

Hoje, tanta gente tem fome, morre de fome e de sede! Também entre nós, há pessoas com fome: fome de pão e de peixe, fome de amor e de outras fomes (pessoas com necessidade de companhia, de misericórdia, de compaixão, de um sorriso, de um abraço, de carinho…). Quem celebra a Eucaristia, tem de ser sensível a estas “fomes”. A Eucaristia não se pode separar da caridade. Sabemos que, devido às nossas poucas possibilidades, não podemos atender a todos, mas multipliquemos os nossos esforços para que possamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance. Matemos as fomes da nossa sociedade como se tudo dependesse de nós, na certeza de que tudo depende de Deus.

 

«Dai-lhes vós de comer» (Mt 14,16)

 

No pão da eucaristia recebemos a multiplicação inesgotável dos pães do amor de Jesus Cristo, que é suficientemente rico para saciar a fome de todos os séculos, e que procura assim colocar-nos, também a nós, ao serviço desta multiplicação dos pães. Os poucos pães de cevada da nossa vida poderão parecer inúteis, mas o Senhor precisa deles e pede-no-los.

Tal como a própria Igreja, também os sacramentos são fruto do grão de trigo que morre (Jo 12,24). Para os receber, temos de entrar no movimento de onde eles provêm. Este movimento consiste em nos perdermos a nós próprios, sem o que não nos podemos encontrar: «Quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida por Mim e pelo Evangelho salvá-la-á» (Mc 8,35). Esta palavra do Senhor é a fórmula fundamental da vida cristã; a forma característica da vida cristã vem-lhe da cruz. A abertura cristã ao mundo, tão enaltecida actualmente, só pode encontrar o seu verdadeiro modelo no lado aberto do Senhor (Jo 19,34), expressão deste amor radical, que é o único capaz de salvar.

Do lado perfurado de Jesus crucificado saíram sangue e água. O que, à primeira vista, é sinal de morte, sinal do mais completo fracasso, constitui ao mesmo tempo um começo novo: o Crucificado ressuscita e não morre. Das profundezas da morte surgiu a promessa da vida eterna. Por cima da cruz de Jesus Cristo resplandece já a claridade vitoriosa da manhã de Páscoa. É por isso que viver com Ele sob o signo da cruz é sinónimo de viver sob a promessa da alegria pascal. (Cardeal Joseph Ratzinger (Bento XVI, Papa de 2005 a 2013), Meditationen zur Karwoche, 1969)

 

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

ORIENTAÇÕES PASTORAIS_COVID19

cartaz_covid_DioceseViseu

Ano A - Tempo Comum - 18º Domingo - Boletim Dominical II

Marco Sobral novo Presidente do Núcleo de Árbitros de Foz Côa

Teve lugar o ato eleitoral para o Núcleo de Árbitros de Foz Côa com Marco Sobral a ser o eleito novo presidente, mas agora agora o presidente da assembleia Geral do Núcleo, deu posse aos novos membros dos Corpos Sociais para o triénio 2020/2023.
Assembleia Geral
Presidente: Victor Manuel Pereira Guindeira
1º Secretário: José António Monteiro Moutinho
2º Secretário: Carlos Duarte Almeida Pedro
Direção
Presidente: Marco Daniel Costa Sobral
Vice-Presidente: Tiago Neto Cadete
Secretário: Valter Daniel Gabriel Pino
Tesoureiro: Joni Moutinho Esteves
Vogal: José Augusto Fonseca
Conselho Fiscal
Presidente: João dos Santos Ferreira
Vice-Presidente: Manuel Faustino
Secretário: Pedro Miguel Soeiro Lourenço

Quinta da Biaia arrecadou grande prémio da 13ªedição do Concurso de Vinhos da Beira Interior

Teve lugar ao final da tarde desta sexta-feira, 31 de julho, a entrega de prémios  da 13ªedição do Concurso de Vinhos da Beira Interior, no Solar do Vinho da Beira Interior, na cidade da Guarda,  a Quinta da Biaia de Figueira de Castelo de Rodrigo foi o grande vencedor.

Com a participação de cerca de três dezenas de produtores,78 vinhos a concurso, foram atribuídas medalhas de ouro a 17 vinhos e medalhas de prata a 6 vinhos, sob a presidência do júri, Aníbal Coutinho.

Uma plateia bem composta, no exterior do solar, com abertura a ser efetuada por Rodolfo Queirós – Presidente da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior, seguiu-se  Bernardo Gouvêa- Presidente do Instituto da Vinha e do Vinho e o Presidente da Câmara da Guarda, Carlos Monteiro.

Estiveram presentes, Rui Ventura, Presidente do Município de Pinhel, Carlos Ascensão, Município de Celorico da Beira, Bruno Veiga do Mun.Trancoso, Vice-Presidente Pinhel, Daniela Capelo e Fernando Martins -Diretor Regional da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro.

Assim, o ouro foi para Monte Barbo Reserva Tinto 2014, o Quinta dos Termos Garrafeira Arinto Branco 2018, o Entre Vinhas Reserva Touriga Nacional Tinto 2016, o Quinta dos Termos Garrafeira Tinto 2016, o Quinta da Biaia Single Vineyard – Fonte da Vila Biológico Tinto 2015, o Aforista Seleção Branco 2019, o Quinta da Biaia Biológico Reserva Tinto 2017, o Aforista Reserva Branco 2017, o Quinta dos Currais Síria Branco 2018, o Casas do Côro Reserva Branco 2018, o 1808 Biológico Tinta Roriz e Rufete Tinto 2018, o Casas Altas Reserva do Doutor Verdelho Branco 2019, o Quinta dos Termos Reserva do Patrão Syrah Tinto 2017, o Marquês D’Almeida Branco 2019, o Beyra Grande Reserva Tinto 207 e o Rui Roboredo Madeira Tinta Roriz e Touriga Nacional Tinto 2017.

A prata foi atribuída ao Souvall Colheita Selecionada Branco 2018, ao Quinta dos Currais Colheita Selecionada Fonte Cal  e Arinto  Branco 2018, ao Portas D’El Rei Reserva Branco 2017, ao Quinta da Caldeirinha Biológico Syrah Tinto 2013, ao Entre Serras Tinto 2017 e ao Quinta das Senhoras – Dona Carolina Tinto 2015.

Final de tarde muito importante para todos estes produtores que viram aqui reconhecido todo o seu trabalho diário.

Criação de parque de autocaravanismo e Lazer na Freguesia de Figueiró da Granja vai ser uma realidade

Candidatura aprovada no Turismo de Portugal

A freguesia de Figueiró da Granja que já anteriormente tinha anunciado  que o Parque de Autocaravanismo ia ser uma realidade na localidade, para tal, tinha submetido uma candidatura para tal.

Face  a isso, a candidatura ao Turismo de Portugal foi agora aprovada e tudo está bem encaminhado para Figueiró da Granja ser um local  de autocaravanismo, dado que, está perto da serra da estrela e uma vasta natureza paisagística o concelho de Fornos e Celorico possuem para explorar.

Assim para o executivo da Junta de Freguesia foi uma aposta ganha e referem que:”É com enorme orgulho e satisfação que informamos que foi aprovada a candidatura ao Turismo de Portugal no âmbito da medida “Linha de Apoio à Valorização do Turística do Interior”, que visa a criação de parque de autocaravanismo e Lazer na Freguesia de Figueiró da Granja”!
Este será um investimento estruturante para o apoio ao desenvolvimento do Turismo nesta região!

A cerimónia de assinatura de contrato, entre a Junta de Freguesia de Figueiró da Granja e o Turismo de Portugal, irá realizar-se na próxima terça-feira, dia 4 de agosto.”

Abertas as candidaturas em 2.ª fase aos cursos das Escolas do Turismo de Portugal – até 11 set 2020

Estão abertas, até ao dia 11 de setembro, as candidaturas em 2.ª fase para alguns dos cursos das Escolas do Turismo de Portugal.
Esta fase de candidaturas destina-se a preencher vagas em aberto nos cursos na área de Pastelaria, Restauração e Bebidas, Turismo de Natureza e Aventura, Turismo Cultural e do Património, Hotelaria/Alojamento, Gestão de Turismo e Cozinha.
Para o ano letivo de 2020/2021 o processo de recrutamento de alunos é feito exclusivamente online e gratuito para alunos nacionais e estrangeiros.
As Escolas do Turismo de Portugal apostam num programa formativo abrangente, focado no talento das pessoas, no desenvolvimento de softskills, na inovação e na internacionalização dos profissionais do turismo, como base do sucesso do setor em Portugal.​

+CO3SO Emprego – Empreendedorismo Social

O Gabinete de Apoio Municipal ao Desenvolvimento Económico procede à divulgação do Programa +CO3SO Emprego – Empreendedorismo Social que visa apoiar o emprego e o empreendedorismo social, informando  as empresas e os cidadãos em geral e do  Programa +CO3SO Emprego Interior que  visa apoiar o emprego e o empreendedorismo, através do apoio à criação de postos de trabalho em pequenas e médias empresas (PME).

Para mais informações contactar a AENEBEIRA ou qualquer outro esclarecimento através dos seguintes contactos:Telefone: 271812138, email: geral@aenebeira.pt.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar