Templates by BIGtheme NET
Início » Distrito da Guarda

Distrito da Guarda

Campeonato de Portugal- Vila Cortez – Beira Mar- 0-4

Aveirenses mais fortes

Uma fase inicial equilibrada entre ambas as equipas com a posse de bola dividida, entre as duas equipas, com o Vila Cortez que trazia uma estratégia, mas os aveirenses a mostrar a experiência e a conseguir dar a volta.

Boa jogada de João Nogueira a servir Aparício para este bater Nuno Morais e abre o ativo para os aveirenses, aos 25´.

Beira mar a obrigar o Vila Cortez a dificuldades com Nuno Morais a defender por duas vezes remates dos dianteiros aveirenses e surge grande penalidade e Mário Mendonça a transformar certeiro, a fazer o segundo dos aveirenses, na cidade da Guarda, aos 36´.

Os aveirenses a criarem imenso perigo e o Keeper Numo Morais a defender, mas de seguida, novo ataque, com combinação entre Mário Mendonça e Dieguinho a emendar certeiro e a fazer o terceiro para os aveirenses.

Os aveirenses dominaram e marcaram por três vezes e tudo foi fácil.

Maior gestão aveirense

Após o reatamento, os aveirenses a não permitirem alguma recuperação dos locais e vai daí, Elson a fazer um golo de belo efeito e faz o quarto para os aveirenses, aos 55´, Nuno Morais a evitar males maiores para a sua equipa.

Alguns lances de ataque dos aveirenses e algo perdulários, mas também mais uma vez mérito para o keeper do Vila Cortez.

A reta final, assistimos a uma gestão dos aveirenses que acabou por vencer tranquilamente esta partida. Por sua vez, a tarefa dos pupilos de Rui Nascimento

Estádio Municipal da Guarda

Vila Cortez– Nuno Morais, A.Barra, Teles, M.Hortelão, João Oliveira, David Reis, Ludgero, Hugo G., Anderson, A.Conceição, Rafael Santos.

Treinador: Rui Nascimento

Jogaram ainda: Rui Santos, Hugo Vaz, Miguel Gonçalves e André Jesus

Beira Mar– Gabriel Sousa, Diogo Tavares, Aparício, Mário Mendonça, Leandro Vieira, Caio Santos, Rui Sampaio,Romário , Dieguinho, Elsinho, jão nogueira.

Jogaram ainda: Rui Pedro, Zidane e Xano

Treinador: Ricardo Sousa

Marcaram: Aparício,30´, Mário Mendonça,37´, Dieguinho,44´, Elsinho, 55´

Escola Profissional de Trancoso recebe certificado por parte da Comissão Europeia

Foi atribuído pela  Comissão Europeia um certificado de participação à Escola Profissional de Trancoso pelo empenho e contributo prestado no âmbito da edição de 2020 da CodeWeek, evento que visa celebrar a programação e incentivar os cidadãos a aprender mais sobre tecnologia.

Uma boa nova para o ensino desta região que mostra qualidade.

Avisos e Liturgia do 30º Domingo do Tempo Comum- Ano A

 

É habitual afirmar que o mais importante na vida dos cristãos é amar. Muito bem, mas não é suficiente somente afirmar, porque temos de concretizar este “amar”. No texto do evangelho deste domingo, Jesus afirma que devemos amar a Deus e ao próximo. É a síntese do código do livro de Deuteronómio e do Levítico: “amarás o Senhor, teu Deus, com o todo o teu coração…”, “amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Este é o maior e o primeiro de todos os mandamentos. Os judeus tinham muitas leis, algumas descritas em forma negativa e outras em forma positiva. Na Igreja, também temos o Código de Direito Canónico que termina com este pensamento: “tendo-se sempre diante dos olhos a salvação das almas, que deve ser sempre a lei suprema na Igreja” (can. 1752). Jesus sintetiza todas as leis em amar a Deus e amar o próximo como ti mesmo. São as duas faces da mesma moeda. Amar a Deus concretiza-se no amar o próximo, criado à sua imagem e semelhança. Amando o próximo manifestamos que amamos a Deus.

A primeira leitura do livro do Êxodo dá-nos exemplos concretos para vivermos a normativa que nos é apresentada no evangelho: coloca-nos diante da realidade dos estrangeiros, dos emigrantes, das viúvas, dos órfãos, dos pobres e dos mais necessitados. Numa sociedade como a nossa, em que nos deparamos todos os dias com novas realidades de pessoas necessitadas, de pessoas pobres, de gente perseguida pela fé, de refugiados, etc., somos convidados a agir e a estender a nossa mão ao irmão necessitado, fazendo aos outros tudo o que gostaríamos que a nós fosse feito. Não podemos ficar calados e quietos perante as injustiças deste mundo. É evidente que somos muitos pequeninos perante a grandiosidade destes dramas, mas não podemos deitar a toalha ao chão. É verdade que a Igreja tem muita actividade social com diversas instituições. Mesmo assim, temos de trabalhar cada vez mais em prol desta justiça social, que também é fruto da fé que temos neste Deus justo e misericordioso.

25-10-2020

Como gostamos de ser bem tratados, de ser bem acolhidos, de ser bem recebidos em todo o lado! Mas, fazes o mesmo aos outros? Recordemos que todos queremos estar bem tratados, que todos temos a dignidade de ser filhos e filhas de Deus e que temos de nos amar mutuamente, através dos pequenos gestos de cada dia: uma palavra amiga, uma palavra de consolação e de coragem, uma ajuda material ou espiritual, etc. Só assim a nossa sociedade mudará e será um reflexo do amor que Deus tem por cada um de nós. Parece difícil mas a solução é bem mais fácil: é urgente mudar o coração, olhar mais para fora do que para dentro. Não é necessário fazer grandes festas, grandes campanhas, grandes eventos, grandes gestos; bastam os pequenos gestos e acções de todos os dias, feitos com amor. Assim, quando o Senhor nos chamar para o encontro definitivo e amoroso com Ele, no dia do juízo, iremos ao seu encontro com as mãos repletas de boas obras porque tudo o que fizemos aos nossos irmãos mais pequenos, foi feito a Jesus Cristo. Que a celebração da Eucaristia neste Domingo nos ajude a amar cada vez mais a Deus e ao próximo como a nós mesmos.

 

«Nestes dois mandamentos se resumem toda a Lei e os Profetas»

 

Como reinar nos céus mais não é do que aderir a Deus e a todos os santos, pelo amor, numa única vontade, de tal forma que todos exercem em conjunto um único e mesmo poder, ama a Deus mais do que ti próprio, e verás que começas a ter o que desejas possuir de forma perfeita no céu. Concerta-te com Deus e com os homens – desde que estes não se separem de Deus – e começarás a reinar com Deus e com os seus santos. Porque, na justa medida em que agora te concertares com a vontade de Deus e com a dos homens, Deus e todos os santos concertar-se-ão com a tua vontade. Portanto, se queres ser rei nos céus, ama a Deus e aos homens como deves, e merecerás ser o que desejas.

Mas não poderás possuir este amor na perfeição se não esvaziares o coração de todos os outros amores. É por isso que aqueles que enchem o coração com o amor a Deus e ao próximo têm apenas o querer de Deus, ou o de outro homem, na condição de que este não seja contrário a Deus. São, pois, fiéis à oração e a esta maneira de viver, lembrando-se sempre dos céus; porque lhes é agradável desejar a Deus e falar acerca desse que amam, ouvir falar dele e pensar nele. É por isso também que rejubilam com todos os que estão em graça, que choram com os que estão em dificuldades (Rom 12,15), que têm compaixão pelos infelizes e que dão aos pobres – porque amam os outros homens como a si mesmos. É assim que, de facto, nestes dois mandamentos do amor «se resumem toda a Lei e os Profetas». (Santo Anselmo, 1033-1109, monge, bispo, doutor da Igreja, Carta 112, dirigida a Hugo, prisioneiro)

 

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

Ano A - Tempo Comum - 30º Domingo - Boletim Dominical II

Feminino- Sílvia Rebelo atinge a 100ªinternacionalização no triunfo por 3-0 frente ao Chipre

Ao fim da tarde desta sexta-feira, a Seleção Portuguesa feminina A, deslocou-se ao Chipre para vencer por 3-0, onde a gouveense Sílvia Rebelo registou  a marca especial de 100 internacionalizações com a principal camisola das Quinas.

A defesa encarnada estreou-se oficialmente pela Seleção Nacional Feminina A a 27 de setembro de 2008, na Ucrânia, num jogo em que Portugal empatou a uma bola (1-1) com a seleção local, na fase de qualificação para o Campeonato da Europa Finlãndia 2009.

Assim, Sílvia Rebelo passa a integrar o lote de ‘centenárias’ em atividade na Seleção Nacional: Cláudia Neto ( 129), Ana Borges (123), Carole Costa (118) e Dolores Silva (115).

foto:FPF

JSD Distrital da Guarda discorda do baixo valor de desconto nas portagens

Em comunicado, a JSD Distrital da Guarda refere que:”O Interior não precisa de esmolas! Foi ontem aprovado, em Conselho de Ministros, o desconto nas portagens, há muito anunciado. Como se esperava das declarações em que se prometia este desconto, e à boa moda socialista, mais uma vez se dá “poucochinho” ao Interior, com descontos apenas a partir do 8.º dia de utilização. Esta medida pouco traz de desenvolvimento económico às regiões servidas pelas autoestradas que irão beneficiar desta medida.

Com o método apresentado apenas se reduzem (e pouco) os encargos daqueles que dependem destas vias de comunicação para os movimentos pendulares diários e os custos suportados pelas empresas transportadoras, deixando de fora os utilizadores mais ocasionais. Desse modo, os custos das portagens continuam a constituir um obstáculo ao turismo interno para aqueles que não andam de autoestrada todos os dias ou que pretendem deslocar-se das áreas mais metropolitanas ao Interior. Da mesma forma são esquecidos os que trabalham fora da sua área de naturalidade, por força das fracas oportunidades criadas pelo Governo no Interior, impedindo-os de se deslocarem mais frequentemente à sua terra natal e de contribuírem para o desenvolvimento do tecido empresarial regional, como faziam antes da introdução das portagens.

Aprovou-se ainda um desconto nas portagens para o transporte coletivo de passageiros, servindo este apenas para disfarçar a falta de investimento em outros meios de mobilidade e de transporte no Interior.

Já que há 4500 milhões de euros para fazer uma nova linha ferroviária para ligar Lisboa ao Porto e que há dinheiro para os Metros de Lisboa e do Porto, continua a insistir-se que não há folga orçamental para acabar com as portagens no Interior?

Afinal para que serve o Ministério da Coesão Territorial?

Senhora Ministra, afinal era isto que tinha para nos dar?

O Interior precisa de ação e de coragem política, não precisa de esmolas!”

GNR- Atividade operacional diária

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de ações policiais, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sexta-feira e as 08h00 de hoje, sábado. Estas ações visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 21 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 11 por condução sob o efeito do álcool;
  • Três por condução sem habilitação legal;
  • Três por desobediência;
  • Dois por furto;
  • Dois por posse de arma proibida.
  1. Apreensões:
  • 4,9 doses de canábis;
  • Uma dose de cocaína;
  • Uma catana;
  • Um bastão.
  1. Trânsito:

Fiscalização: 486 infrações detetadas, destacando-se:

  • 202 por excesso de velocidade;
  • 39 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 28 relacionadas com iluminação e sinalização;
  • 18 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 18 relacionadas com tacógrafos;
  • 16 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 16 relacionadas com uso indevido de telemóvel no exercício da condução;
  • 11 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;

Sinistralidade: 23 acidentes registados, destacando-se:

  • Um ferido grave;
  • Três feridos leves.

Guarda Desportiva FC prepara nova temporada

Assim decorrem os treinos no Municipal da Guarda, por parte da formação do Guarda Desportiva FC que este ano volta a competir depois de uma época de interregno.

Face a isso , está já a preparar o arranque a 15 de novembro, frente ao Soito em casa.

foto:GDFC

Estatuto de PME Líder 2020 atribuído à “Lacticôa”-Lacticínios do Côa, Lda

Recentemente, a empresa “Lacticôa ”-Lacticínios do Côa, Lda. , sediada no Concelho de Trancoso, foi lhe atribuído o Estatuto de PME Líder 2020 ,na sequência da qualidade do seu desempenho e perfil de risco.”
Mais um ano lhes, foi atribuído esta distinção e a empresa ficou mais uma vez satisfeita e esta distinção representa motivo de orgulho e prometem continuar o seu caminho sempre na obtenção do sucesso.

Festa da Castanha 2020 em Folgosinho

A “Festa da Castanha”, evento onde a castanha é rainha, tem sido, nas suas sucessivas edições, um momento mobilizador dos produtores de castanha e produtos confecionados com base neste fruto, em torno do qual se desenvolve uma atividade económica, com forte tradição e potencialidades na aldeia de Folgosinho.

Através de um programa concebido em torno da Castanha, do Castanheiro e do Souto, que tem procurado capacitar os produtores já existentes e atrair para o setor novos produtores, através de vários momentos de workshop e formação em matérias que merecem a atenção do setor.

Trata-se de um evento onde, num ambiente de festa e de feira, é impulsionada a venda direta do fruto, de produtos derivados do mesmo e de outros produtos gastronómicos típicos desta região.

A “Festa da Castanha” tem sido um momento alto de atração de turistas e visitantes a Folgosinho e ao concelho, com o objetivo de experienciar uma vivência de aldeia, acompanhada pelos tradicionais sabores locais, onde a castanha assume o protagonismo gastronómico.

Todavia, neste ano, face ao atual contexto de pandemia, à situação de calamidade e consequentes restrições às atividades que promovam aglomerados e ajuntamentos, o Município de Gouveia, a Junta de Freguesia de Folgosinho, os Baldios de Folgosinho e a Associação FOLGONATUR, entenderam não realizar a Festa da Castanha nos moldes habituais, mas, ainda assim, assinalar a ocasião.

Assim sendo, no dia 31 de outubro (sábado), irá realizar-se um percurso pedestre, que irá culminar com uma ação de plantação de soutos e um pequeno lanche/magusto.

Os participantes deverão comparecer às 08h30, no Adro de Viriato, em Folgosinho (local onde habitualmente se realiza a “Festa da Castanha”). A caminhada irá ter início às 09h00 e irá culminar na zona da Portela, onde será feita uma ação de plantação e distribuído um pequeno lanche/magusto.

Normas de Participação:

– As inscrições serão limitadas a 20 participantes;

– Os participantes deverão manter o distanciamento social de 2 metros entre si;

– Os participantes serão separados em grupos de 4 pessoas, preferencialmente constituídos por coabitantes e acompanhados por 1 (um) guia;

– Os grupos deverão partir com o distanciamento de 50 metros entre si e manter esse distanciamento ao longo do percurso, para evitar aglomerados;

– A separação entre os grupos e o distanciamento social entre pessoas deverão ser mantidos durante as atividades a decorrer na zona da Portela (plantação e lanche/magusto).

*Deverá levar água para hidratação, assim como roupa e calçado apropriado.

*A atividade poderá ser cancelada em resultado de condições meteorológicas adversas, do agravamento da situação pandémica ou de alterações legislativas que possam resultar na proibição ou impossibilidade da realização da atividade.

As inscrições são gratuitas e os interessados poderão fazê-lo, até ao dia 29 de outubro (quinta-feira), através dos seguintes contactos:

Posto de Turismo de Gouveia
Telefone: 238 083 930
Telemóvel: 962 033 099
Email: turismo@cm-gouveia.pt

Desconto de 25% ao 8ºdia na A25, A24 e restantes Scuts a partir de janeiro

Resultante da reunião de Conselho de Ministros desta quinta-feira, foi aprovada a resolução que reduz o preço das portagens em ex-SCUT e autoestradas do Interior. O acesso a esta redução é universal, através de identificador eletrónico.
O modelo de descontos, não cumulativo, é o seguinte:
– Uma redução de 25% para os veículos de classe 1 e 2, desde o 8º dia de utilização num mês na mesma via. Este desconto vai incidir sobre determinados lanços ou sublanços de 10 vias: A22 – Algarve; A23 – IP; A23 – Beira Interior; A24 – Interior Norte; A25 – Beiras Litoral e Alta; A28 – Norte Litoral; A4 – Subconcessão AE transmontana; A4 – Túnel do Marão; A13 e A13-1 – Subconcessão do Pinhal Interior.

-Aumento do desconto para veículos de transporte de mercadorias: o atual desconto de 30% durante o dia e 50% durante a noite sobe, respetivamente, para 35% e 55%. O desconto de 55% abrange também os fins de semana e feriados.

-Pela primeira vez alarga-se este último regime de desconto ao transporte de passageiros para incentivar o uso do transporte coletivo. Os lanços ou sublanços abrangidos para transportes de mercadorias e de passageiros incluem-se nas 10 vias descritas anteriormente, às quais se juntam a Concessão do Grande Porto (A4, A41 e A42) e Concessões Costa da Prata (A17, A25 e A29), harmonizando os regimes de descontos vigentes.

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar