Templates by BIGtheme NET
Home » Distrito da Guarda (page 30)

Distrito da Guarda

15ªFeira do Fumeiro inaugurada em Trancoso

Teve lugar ao fim da tarde, desta sexta -feira, a abertura da Feira do Fumeiro, a decorrer no Pavilhão Multiusos em Trancoso.

Estiveram presentes na abertura, Tomás Martins, Presidente da AENEBEIRA, Amilcar Salvador, Presidente da Câmara de Trancoso, José Artur Neves, Secretário de Estado da Proteção Civil, entre outras entidades.

Era notória a satisfação por banda dos presidentes que colaboraram nesta organização, estão presentes cerca de 90 expositores.

Para além deste fim de semana, o certame decorre nos  dia 10 e 11 de março também.

Por:AP

Foto:MT

Documentário «MULHER REAL» em Trancoso

O Município de Trancoso apresenta no dia 8 de Março o Documentário «MULHER REAL» com Espetáculo = Igualdade de Género.

No âmbito do Plano Municipal para a Igualdade de Género, e no
enquadramento do Programa Direitos, Igualdade e Cidadania (2014-2020) somos também responsáveis pela implementação de ações promotoras da igualdade de género, para sensibilizar para as profundas e estruturais desigualdades que ainda persistem.

O Documentário «MULHER REAL» reúne testemunhos de mulheres que no Concelho de Trancoso se atreveram a sonhar e viver além do género.
O encontro termina com uma criação dramatúrgica feita com a entrega dos jovens do ComTaTo (Grupo de Teatro amador), com o entusiasmo dos estudantes da Escola Profissional de Trancoso e com a amabilidade dos alunos da Universidade Sénior de Trancoso, no Convento São Francisco.

O público, as mulheres reais, e os não atores em palco tornarão este
encontro único e especial, em que as pessoas de Trancoso são as
protagonistas do seu processo.

TODOS são convidados no dia 8 de Março às 20h45 para a apresentação do DOCUMENTÁRIO «MULHER REAL DE TRANCOSO» no Cinema Municipal Jacinto
Ramos, e para assistir a uma teatralização da igualdade de género, para que possamos nos responsabilizar individualmente, e nos engajar coletivamente no projeto de uma comunidade que vive em igualdade.

Fornense Maria Teresa Maia Gonzalez lança novo livro

A Fundação AIS e a escritora Maria Teresa Maia Gonzalez vão efetuar o  lançamento do livro «A Tua Dor Dói-me – A Compaixão Cristã», Lisboa, no próximo dia 13 de março, ás 18h.
Com a apresentação de Frei Hermínio Araújo, OFM, sacerdote franciscano, membro da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos, Capelão da Clínica Psiquiátrica de São José, Assistente Espiritual e Religioso do Hospital do Mar.

Esta obra trata o dom da compaixão, através de reflexões sobre as vidas de homens e mulheres que escolheram livremente seguir Jesus até às últimas consequências e que deixaram marcas indeléveis de compaixão. Foram vidas que tocaram e continuam a tocar a vida de muitos.

“Conforme Ele próprio disse, se vivermos a compaixão, faremos, também nós, milagres. Sim, milagres. Talvez não visíveis de imediato. Talvez não entendidos como tal. Mas eu creio firmemente que, quando nos aproximamos de um ser humano em sofrimento para, desinteressadamente, o acolher e confortar, dão-se sempre milagres.”

PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
Av. Marquês de Tomar, Lisboa (Sala Cónego Abranches)
Dia 13 de Março pelas 18h

Por:Fund. AIS

Processionária do Pinheiro ou Lagarta do Pinheiro

Municipio de Pinhel informa:
Processionária do Pinheiro ou Lagarta do Pinheiro

A Processionária do Pinheiro, vulgarmente designada por Lagarta do Pinheiro, é um inseto desfolhador que pode parasitar/atacar espécies como o pinheiro ou o cedro, enfraquecendo as árvores e provocando-lhes a morte.

As lagartas vivem em ninhos provisórios, onde ocorre o desenvolvimento ativo das mesmas, que posteriormente vão sendo abandonados até à formação do ninho definitivo, o ninho de inverno.

Atendendo às condições climatéricas do presente ano, decorre atualmente a fase das lagartas abandonarem os ninhos, dirigindo-se “em procissão” para o solo.

Estas lagartas possuem milhares de pelos urticantes que podem causar erupções cutâneas, problemas oculares, afetações da garganta e, ocasionalmente, dificuldades respiratórias.

Nesta fase, recomenda-se especial cuidado, de forma a evitar o contacto de pessoas e animais com as lagartas, nomeadamente:

• Se encontrar estas lagartas em área florestal (que não seja sua propriedade) deve afastar-se;
• Em escolas e outros locais onde se encontrem crianças, deve-se impedir o seu acesso aos locais onde existam árvores atacadas;
• Deve-se ensinar as crianças a não tocar nem se aproximarem de ninhos ou lagartas;
• Em caso de contacto com a lagarta, não use cremes com anti-histamínicos; lave a zona afetada com água corrente, deixe secar ao ar e, em seguida, retire os pelos que persistam com recurso a fita adesiva;
• Em caso de aparecimento de sintomas de alergia, peça conselho médico;
• A lagarta do pinheiro também afeta os animais domésticos, por isso, se tiver um animal doméstico e notar alguma alteração (geralmente alteração na coloração da língua), recorra ao veterinário;
• Se encontrar na sua propriedade, ninhos e/ou lagarta do pinheiro, tome as medidas necessárias e recomendadas para o controlo e eliminação da praga.

Face ao exposto, o Município de Pinhel aconselha a população, e em especial as crianças, a evitar ao máximo o contacto com estas lagartas.

Por:MP

Festa do Queijo da Serra em Lisboa

A Casa do Concelho de Gouveia leva a efeito no próximo dia 10 de Março a Festa do Queijo da Serra. Trata-se de mais uma iniciativa com vista à divulgação da iguaria do nosso concelho e região. A iniciativa terá lugar na sede da associação regionalista,a partir das 15h00, onde os visitantes poderão degustar e adquirir alguns dos produtos endógenos do concelho.
Por:CCG

Turismo Centro de Portugal recebeu na BTL 18,o Prémio Reconhecimento dos Publituris Portugal Trade Awards 2018

O Turismo Centro de Portugal recebeu o Prémio Reconhecimento dos Publituris Portugal Trade Awards 2018. A escolha foi revelada hoje, durante a gala dos prémios com que o jornal Publituris distingue os melhores do ano no turismo. A gala aconteceu no primeiro dia da BTL-Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorre até 4 de março na FIL – Feira Internacional de Lisboa.
A cerimónia foi presidida pela secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.
Outras individualidades e empresas da região Centro de Portugal foram igualmente distinguidas nos Publituris Portugal Trade Awards 2018. Foram os casos de Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro; o município de Óbidos, premiado como melhor autarquia; e a unidade turística Casas do Côro, escolhida como Melhor Alojamento em Espaço Rural.
“É com grande orgulho que o Turismo Centro de Portugal recebe este galardão”, sublinhou Pedro Machado, ao receber o prémio. “Este prémio é o fruto do trabalho de toda uma equipa e de todos os operadores turísticos da região”, acrescentou.
Os Publituris Portugal Trade Awards premeiam as personalidades e empresas que mais se destacaram no setor do turismo. Este ano, houve mais de 90 nomeados a concurso em 14 categorias. Os vencedores são eleitos através de uma média ponderada entre os votos dos subscritores da newsletter do Publituris e os votos de um júri, composto por diversas personalidades do setor turístico.

Por:TC foto:Publituris

Ação de limpeza da Barragem de Bouça Cova

Neste domingo, dia 4 de março, a Junta de Freguesia de Alverca da Beira / Bouça Cova vai levar a efeito uma ação de limpeza da Barragem de Bouça Cova para a qual gostaria de contar com o envolvimento da comunidade local e concelhia.

Se é sensível às questões ambientais e quer dar o seu contributo para melhorar o ambiente que é de todos, junte-se a esta causa, a partir das 8.30h, junto à Barragem de Bouça Cova.

Por:MP

Moita Flores apresenta livro em Trancoso

Francisco Moita Flores apresenta o livro “Mataram Sidónio!” no Centro Cultural de Trancoso, no dia 9 de Março pelas 21h00, durante a Semana da Leitura 2018.

O autor é reconhecido do público pela sua obra literária e pelo seu trabalho como dramaturgo para televisão, cinema e teatro. Tem uma vasta obra publicada e produzida; os romances: Mataram o Sidónio!, A Fúria das Vinhas, o Bairro da Estrela Polar, entre muitos outros.

Considerado pela crítica como o melhor argumentista do país, foi distinguido em Portugal e no estrangeiro pela qualidade da sua obra, foi condecorado pelo Presidente da República com o grau de Grande Oficial da Ordem do Infante pela carreira literária e pública. Colaborador em vários órgãos como comentador tem marcado a sua intervenção pelo rigor e clareza com que aborda os temas da sua especialidade.

Por:Mun.Trancoso

Turistas espanhóis são os que mais visitam Centro de Portugal

O interesse dos turistas estrangeiros em visitar o Centro de Portugal disparou em todos os mercados durante o ano de 2017. Essa é a conclusão que se retira da análise dos dados preliminares do INE (Instituto Nacional de Estatística), relativos à proveniência dos visitantes no ano passado, e que dão conta de 1,40 milhões hóspedes estrangeiros na região, correspondentes a 2,76 milhões de dormidas.

De acordo com os dados, que se reportam aos 10 países de onde tradicionalmente chegam mais turistas (e que deixam de fora o turismo de habitação, o turismo em espaço rural e o alojamento local), Espanha continua a ser o principal mercado emissor, o que naturalmente se explica pela proximidade e facilidade de acesso. Em 2017, o Centro de Portugal registou 656,6 milhares de dormidas provenientes do país vizinho, o que representa um aumento de 11,6% em relação a 2016. Em número de hóspedes, os espanhóis foram 322,5 mil, mais 14,9% que no ano anterior.

É entre os países mais distantes que, no entanto, se notam maiores acréscimos de visitantes para a região entre 2016 e 2017. Dos Estados Unidos, por exemplo, chegaram mais 69,1% de hóspedes (73,4 mil no total), responsáveis por mais 81,8% de dormidas (141,8 mil). Do Brasil, vieram mais 43,2% de hóspedes (133,2 mil) e mais 40,0% de dormidas (203,0 mil). Crescimentos também muito significativos são os registados nos mercados de Itália (mais 46,4% de hóspedes e 75,3% de dormidas), Irlanda (mais 72,0% de hóspedes e 98,0% de dormidas) ou Reino Unido (mais 24,6% de hóspedes e 28,8% de dormidas).

Nos restantes países analisados, nota-se também um crescimento muito acentuado de visitantes de Alemanha (mais 18,3% de hóspedes e 19,8% de dormidas). A fechar a lista estão Bélgica (mais 6,7% de hóspedes e 3,7% de dormidas), França (mais 5,9% de hóspedes e 7,0% de dormidas) e Holanda (mais 0,6% de hóspedes e 2,2% de dormidas).

Em número absoluto de visitantes, Espanha lidera esta lista de 10 países, com uma quota em 2017 de 11,6% – ou seja, mais de 11% dos turistas que visitaram o Centro de Portugal foram espanhóis. Seguem-se França (6,3%), Itália (3,9%), Brasil (3,6%), Alemanha (2,9%), EUA (2,5%), Reino Unido (2,0%), Holanda (1,0%), Bélgica (0,9%) e Irlanda (0,8%).

Merece igualmente destaque o forte crescimento de visitantes dos países que não integram esta lista de 10 mercados tradicionalmente analisados pelo INE. Na globalidade, os números de “outros estrangeiros” evoluíram 38,2% em hóspedes e 48,5% em dormidas. A quota de “outros estrangeiros” é já de 13,2%, isto é, superior à de espanhóis.

O mercado asiático, em particular, está a crescer de forma acentuada. Embora, neste caso, ainda só haja dados analisados até setembro, é evidente a importância. De janeiro a setembro de 2017, houve 47,9 mil dormidas de sul-coreanos no Centro de Portugal – mais do que alguns dos 10 países tradicionais! Japoneses foram 23,1 mil e chineses (mercado com potencial enorme de crescimento) 13,4 mil.

Uma última nota para referir que 2017 foi o ano em que o total de visitantes estrangeiros no Centro de Portugal mais se aproximou do número de visitantes nacionais: foram 1,4 milhões de hóspedes estrangeiros e 1,8 milhões de hóspedes portugueses.

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o Centro

Recorde-se que o ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro de Portugal. Os resultados preliminares do INE contabilizaram um crescimento consolidado da região em todos os indicadores analisados: dormidas, hóspedes e proveitos da atividade.

De acordo com os dados do INE, entre janeiro e dezembro de 2017, registaram-se 5.654.683 dormidas no Centro de Portugal, o que representa um crescimento de 14,52% em relação ao total de 2016, que tinha sido de 4.937.900. Refira-se ainda que o Centro de Portugal cresceu o dobro da média nacional, uma vez que as dormidas no país aumentaram em média 7,35%.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar