Templates by BIGtheme NET
Home » Distrito de Viseu

Distrito de Viseu

Mostra Jovens Criadores 2017 em Mangualde

Decorrerá, entre 15 e 17 de dezembro, no concelho de Mangualde, a Mostra Jovens Criadores 2017. A cerimónia de inauguração terá lugar no Villa Gloria (antigas instalações da GNR), às 19h00 de dia 15, e contará com a presença do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, do Presidente do Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), Augusto Fontes Baganha, do Presidente do Município de Mangualde, João Azevedo, e do Presidente do Clube Português de Artes e Ideias (CPAI), Pedro Marques Mendes.

Após a cerimónia de inauguração, segue-se, às 22h30, Dança/Persona no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde. Dia 16, terá lugar o Café Literário (16h00, Estalagem Cruz da Mata), Dança/Divines (21h30, Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde), Música/Raúl Muta (23h00, Villa Gloria) e DJ João Semedo, Carmo 81 (24h00, Villa Gloria). No domingo, a Mostra encerra com Teatro/Boca Ilha, às 15h30.

A Mostra Jovens Criadores festeja este ano a sua 19.ª edição. É uma iniciativa do Secretário de Estado da Juventude e Desporto e do IPDJ, com organização do CPAI, que se destina a jovens com idade até 30 anos. A Mostra é constituída pelos projetos selecionados nos concursos Jovens Criadores 2015 e 2017 nas mais variadas áreas temáticas: Artes Visuais, Banda Desenhada e Ilustração, Dança, Arquitetura e Equipamento, Design Gráfico, Fotografia, Cinema, Joalharia, Design de Objeto, Literatura, Moda, Música, Teatro e Vídeo.

O CPAI – Clube Português de Artes e Ideias foi fundado em 1986 e é uma associação privada portuguesa declarada de utilidade pública que tem como objetivo principal o desenvolvimento e a divulgação da produção artística, em todos os domínios das artes contemporâneas.

A entrada na Mostra Jovens Criadores 2017 é gratuita.

PROGRAMAÇÃO

15 de dezembro

19h00 | Villa Gloria

Inauguração da Mostra Jovens Criadores 2017

22h30 | Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde

Dança/Persona

16 de dezembro

16h00 | Estalagem Cruz da Mata

Café Literário

21h30 | Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde

Dança/Divines

23h00 | Villa Gloria

Música/Raúl Muta

 24h00 | Villa Gloria

DJ João Semedo, Carmo 81

17 de dezembro

15h30 | Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde

Teatro/Boca Ilha

Seminário “Diferentes na vida, iguais no desporto”

Decorreu no auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves,no passado, dia 7, o Seminário ‘Diferentes na vida, iguais no desporto’. A iniciativa, organizada pela Câmara Municipal de Mangualde, reuniu atletas, associações e especialistas na área do Desporto, inserindo-se no Dia Internacional das Pessoas com Deficiência.

Consciente dos benefícios da prática desportiva ao nível da condição física, reforço da confiança e autoestima, aumentando a qualidade de vida e independência das crianças e jovens portadores de deficiência, o Seminário iniciou-se com a assinatura de um protocolo tripartido entre a Câmara Municipal de Mangualde (na pessoa de João Azevedo, Presidente do Município), a Casa do Povo de Mangualde (pelo presidente Paulo Figueiredo) e o Agrupamento de Escolas de Mangualde (presidente Agnelo Figueiredo) sobre o desporto adaptado nas Escolas de Mangualde. A sessão de abertura contou com ainda com a presença de José Lourenço, Presidente do Comité Paralímpico.

O Seminário dividiu-se em dois painéis. O I Painel, moderado por João Amaral, Treinador da Casa do Povo de Mangualde, foi dedicado aos Testemunhos dos jovens atletas internacionais e nacionais Miguel Monteiro, Cristiano Pereira, João Azevedo, Márcia Araújo e Sara Araújo.

O II Painel, moderado por Maria José Coelho, Vereadora da Câmara Municipal de Mangualde e Presidente da Rede Social de Mangualde, trouxe a debate a “Integração do Desporto Adaptado na Federação Portuguesa de Atletismo”. Nesse painel, intervieram Jorge Vieira, Presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, puviram-se os testemunhos da treinadora de Ginástica Artística Paula Oliveira e dos atletas Ana Rafael, Fátima Moreira e Artur Silva, e, por fim, abordou-se “A Visão dos Pais” por Cristina Azevedo, do Núcleo Pais em Rede de Mangualde.

Esta iniciativa procurou demonstrar que a deficiência não pode ser vista como uma barreira social e que é necessário eliminar a desigualdade e promover a inclusão social e profissional das pessoas com deficiência. Pretendeu, igualmente, sensibilizar a população para a situação das pessoas com deficiência e promover a sua inclusão na sociedade.

O Desporto Adaptado foi idealizado e concebido com o objetivo de implementar modalidades desportivas para pessoas com e sem deficiência, permitindo a igualdade de oportunidades no que diz respeito ao livre acesso ao desporto e, de igual modo, promover a interação e integração de pessoas com deficiência na comunidade. Esta valência consiste na intervenção especializada em pessoas com e sem deficiência, com vista à reabilitação, treino de capacidades, desenvolvimento de hábitos de vida saudáveis e integração social.

Por:MM

 

Um gesto de Solidariedade de jovem casal

No passado dia 18 de Outubro as redes sociais eram invadidas por fotografias e relatos da mancha de destruição provocada pelos incêndios que lavraram na nossa região. Mais uma vez estávamos a viver a tragédia de Pedrógão Grande, mas desta vez mais perto de nós. Desta vez fomos nós os prejudicados, foram as nossas terras as dizimadas, foram os nossos animais as vítimas.
Mais uma vez era impossível ficar indiferente.

Mas como de tantas outras vezes, apesar da vontade de ajudar ser muita, as limitações (quer humanas quer financeiras) eram ainda maiores. Sozinhos conseguimos pouco, e, em contrapartida, há tantas outras pessoas, tantos outros amigos, que sozinhos também pouco conseguem, mas que têm tanta vontade de ajudar.
Feitas as contas a matemática foi simples: Se todos nos juntarmos e dermos alguma coisa, o pouco de cada um transforma-se em muito. Foi assim que, apelando aos amigos do Facebook conseguimos fazer uma angariação de fundos, a título pessoal, com o objetivo de adquirir bens de primeira necessidade para os animais feridos.

Foi rápido, foi simples e, não deu milhões, mas deu algumas centenas. Em dois dias angariámos um total de 1.046,50€, dividido entre um donativo de material farmacêutico da Farmácia Castanheira de Fornos de Algodres e 917€ em dinheiro. Este dinheiro que fomos recebendo, em transferências que foram desde 1€ a 50€ por pessoa, foi gasto em medicamentos de necessidade mais urgente (seguindo os pedidos dos veterinários que trabalham com a ANCOSE) e em ração para pequenos ruminantes. Enviámos, assim, para a delegação da ANCOSE de Oliveira do Hospital um total de 1050kg de ração para ovelhas e borregos, 175 kg de alimento para galinhas e 210 kg de milho partido, e conseguimos, ainda, que fosse feita uma doação da 80kg de leite de substituição para borregos, através de uma amiga que trabalha na área.

Foi pouco, podem alguns pensar, e com razão. Foi pouco, tendo em conta as necessidades de toda a população afectada pelos fogos. Mas foi alguma coisa. Foi, com certeza, alguma coisa que, chegando na altura certa, nos dias que imediatamente se seguiram ao fogo, fez alguma diferença e auxiliou quer o pessoal veterinário que estava no terreno, quer esta grande associação – a ANCOSE, que se mostrou imparável na ajuda ao próximo, quando eles próprios tanto perderam. Foi pouco mas chegou logo, longe de burocracias e de trâmites confusos que envolvem as doações para entidades que posteriormente (e muitas vezes, tardiamente) fazem a distribuição dos donativos por quem, teoricamente, precisa mais.

Os nossos amigos confiaram em nós e nós confiámos naqueles que estavam no terreno, que viveram o horror e que deram tudo por tudo para se reerguerem, estendendo a mão a quem tinham à volta.

Por isso o agradecimento não pode ser feito a nós. O agradecimento, o muito muito obrigado, vai direitinho para aqueles que nos confiaram as suas doações e para aqueles que as receberam e as souberam distribuir directamente por quem precisava.
Um grande bem haja e que pessoas como estas continuem sempre a fazer do mundo um lugar melhor para se viver.

Por:Ana Martins e Fábio Gerardo

Dramatização da história “Kico e a Mão”em Penalva

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Penalva do Castelo, em colaboração com a Biblioteca Municipal, assinalou o Dia Europeu para a Proteção das Crianças contra a Exploração Sexual e o Abuso Sexual, celebrado anualmente a 18 de novembro, com a dramatização da história “Kico e a Mão” junto dos 330 alunos que frequentam a Educação Pré-Escolar e o 1º CEB do concelho, num total de 16 sessões.

Integrada no projeto residente da Biblioteca Municipal “Era uma vez…”, a dramatização da história “Kico e a Mão”, produzida pelo Conselho da Europa, pretendeu transmitir a regra “Aqui ninguém toca!” às crianças, ou seja, identificar quais as partes do corpo que não devem ser tocadas por outras pessoas, como reagir se isso acontecer e junto de quem devem procurar ajuda, distinguindo o que é o contacto físico bom e o contacto físico mau.

De acordo com dados da ONU, cerca de uma em cada cinco crianças é vítima de violência ou abuso sexual, sendo fundamental trabalhar na prevenção para que estes números alarmantes possam diminuir.

“Música Maestro” reforça ensino da música junto aos alunos dos Jardins de Infância dos Agrupamentos de Escolas do Concelho de Nelas

O Programa “Música Maestro” voltou aos Jardins de Infância do Concelho e reforça pelo terceiro ano consecutivo a aposta do Município de Nelas na implementação do ensino da música nas escolas, a começar pelos mais pequeninos, ferramenta pedagógica que tem contribuído no processo de ensino/aprendizagem e crescimento emocional dos alunos, estimulando-os ao uso dos sentidos, para que sintam, entendam e lidem melhor com as suas emoções, desenvolvendo gostos e preferências pessoais em relação à diversidade musical.

Uma vez por semana, durante 45 minutos, os cerca de 140 alunos do Pré-escolar do Concelho, são brindados com uma aula diferente, onde o som se assume como tónica principal para alunos e educadoras. Histórias com música e música teatral são duas das formas utilizadas pelos três professores de Expressão Musical do Município para aguçar a sensibilidade, instigar a criatividade, despertar a atenção dos alunos e aumentar a sua concentração.

Do Programa tem resultado um contacto muito próximo dos alunos com a música, instrumentos, sonoridades, movimento e dramatização, bem como o consequente desenvolvimento das práticas vocal e instrumental, fomentando a interação e a cooperação, e o desenvolvimento integral da criança nas suas dimensões afetiva, cognitiva, motora e social, que provoca sentimentos de bem-estar.

A formação Musical continua assim a merecer especial atenção e forte investimento por parte do Município de Nelas, reflexo da prioridade e da importância que a Autarquia confere a esta área, no desenvolvimento de competências artísticas para um crescimento mais completo, que se procura intensificar desde o pré-escolar ate à idade adulta, e que é traduzida no apoio direto a projetos que vão desde a Iniciação Musical no Pré-Escolar, ao Ensino Articulado da Música nas Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC´S) no 1º CEB, Escola Municipal de Música, Bandas Filarmónicas do Concelho, Associações culturais e Universidade Sénior, cujo brilhante resultado é habitualmente comprovado nas diversas atuações em que participam, em articulação permanente com o papel central da FLL no apoio direto à formação.

Por:MN

 

Exposição de artes decorativas em Mangualde

Vai estar patente até 13 de dezembro, na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, uma exposição de artes decorativas. As peças são da autoria de Maria Angélica Feliz.

Maria Angélica Feliz é farmacêutica de profissão e dedica-se às artes decorativas há mais de 30 anos, nos tempos livres. Frequentou vários cursos na área, um deles em Mangualde, altura em que expôs, juntamente com as demais colegas do curso, os seus trabalhos.

A sua maior paixão são os trabalhos feitos com conchas, totalmente da sua autoria e uma homenagem à sua mãe, a grande impulsionadora deste tipo de trabalhos.

Por:MM

FPF- Resultados do Campeonato de Portugal-13ªronda

Disputou-se mais uma ronda no Campeonato de Portugal, numa tarde de domingo de muita chuva um pouco por todo País.

Jornada 13

Oleiros – Águeda – 1-2

A.Moradal – Gafanha – 1-2

U.Leiria – Lus.Vildemoinhos-1-0

Nogueirense – Mortágua-1-2

Ferreira de Aves – Sertanense-0-4

Benfica C. Branco- Marinhense-4-1

Fornos de Algodres – Anadia-0-5

Maritimo B – Sousense- 2-0

Classificação

1ºÁgueda-31; 2º Benfica C. Branco-30; 3ºU.Leiria-29;4º Lusitano FC,24; 5ºSertanense, 23; 6ºs Marinhense, Gafanha e Maritimo B, 22; 9ºAnadia, 19; 10ºNogueirense, 11º Oleiros,14; 12ºMortágua,13; 13ºA.Moradal,12;14ºSourense,10; 15º Ferreira de Aves,7; 16º Fornos de Algodres, 1

CIDEM acolheu workshop “Aprenda a ser feliz”

Ação dinamizada pelo Banco Local de Voluntariado de Mangualde e pelo ‘5 sentidos’

Decorreu na passada terça-feira, dia 5, nas instalações do CIDEM – Centro de Inovação e Dinamização Empresarial de Mangualde, o workshop “Aprenda a ser feliz”. A ação, inserida no âmbito da comemoração do Dia Internacional do Voluntariado, contou com a presença de Maria José Coelho, Vereadora da Câmara Municipal de Mangualde.
O workshop foi dinamizado pela psicóloga clínica Brígida Caiado e decorreu de uma parceria entre o Banco Local de Voluntariado de Mangualde e o ‘5 sentidos’, um espaço de reabilitação e intervenção psicoeducacional.

Por:CMM

Reflorestar a freguesia de Espinho

O Município de Mangualde e a Junta de Freguesia de Espinho, conjuntamente com várias entidades do concelho, uniram esforços no sentido de reflorestar a freguesia de Espinho, tão fustigada pelos incêndios deste ano. “Espinho a renascer das cinzas” é o mote de uma iniciativa que tem início no próximo dia 18 de dezembro.

A ação arranca às 14h30 com a sessão solene de apadrinhamento da iniciativa, contando com a presença das entidades envolvidas. Segue-se a reflorestação dos espaços públicos da freguesia com ponto de encontro às 15h00, na Abadia de Espinho.

No dia seguinte, 19 de dezembro, os participantes voltam a reflorestar os espaços públicos da freguesia com partida da Abadia de Espinho, às 9h00. O encontro volta a dar-se no mesmo local, às 14h00.

 

Entidades envolvidas:

  • Fundação Maria Beatriz Lopes da Cunha
  • GIOPS – Grupo de Intervenção em Operações de Proteção e Socorro
  • Motoclube de Mangualde
  • Água Levada, Associação Cultural e Recreativa
  • Associação Cultural e Recreativa de Espinho e Póvoa
  • Quinta dos Carvalhais
  • O Cantinho da Janeira
  • Snack-Bar Os Pintos Felizes
  • Teacher’s Help
  • Sonae Arauco
  • Colina
  • Refloresta – Cooperativa Agro-Silvícola de Mangualde
  • Ricardo Ângelo – Oral Health
  • Ourivesaria Sonho D’Ouro
  • COAPE – Cooperativa Agro-Pecuária dos Agricultores de Mangualde
  • EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar