Templates by BIGtheme NET
Home » Distrito de Viseu

Distrito de Viseu

Resultados da AF Viseu Divisão Honra

JORNADA 24

Carregal do Sal- Silgueiros-0-1

Vale de Açores- Nespereira FC- 0-3

SC Lamego- Sátão- 3-3

Castro Daire- Moimenta da Beira- 2-3

GD Resende- Lamelas- 3-3

Ferreira de Aves- Mortágua-1-0

Sampedrense- Canas Senhorim-1-1

Paivense- Tarouquense-1-1

Turismo bate recordes na região Centro

A atividade turística no Centro de Portugal iniciou o ano de 2019 a bater recordes absolutos. O mês de janeiro de 2019 foi o melhor mês de janeiro de sempre na região desde que há registos, de acordo com os números publicados pelo INE – Instituto Nacional de Estatística.

O INE indica que, em janeiro de 2019, o total de dormidas na região cresceu 7,2%, em comparação com janeiro de 2018 – um sinal muito promissor para o que será o ano de 2019. No total, contabilizaram-se 294 mil dormidas em janeiro no Centro de Portugal, mais 19,8 mil do que no mesmo mês do ano anterior, que tinha registado 274,2 mil dormidas. Em janeiro de 2017, o total de dormidas tinha sido de 212,1 mil.

Pela primeira vez num mês de janeiro, as dormidas por parte dos visitantes estrangeiros ultrapassaram as 100 mil, totalizando 103 mil. Em janeiro de 2018 tinham sido 90,6 mil, o que significa que houve um aumento de 13,7 por cento. Comparativamente, o crescimento nas dormidas de estrangeiros no global do país foi de 3,1%. Ou seja, em janeiro, as dormidas de estrangeiros cresceram quatro vezes mais no Centro de Portugal do que no total do país!

Por outro lado, a procura do Centro de Portugal pelos visitantes nacionais também continua a crescer. Em janeiro de 2019, assinalaram-se na região 191 mil dormidas de visitantes nacionais, mais 4% que em janeiro de 2018.

O Centro de Portugal regista igualmente números muito positivos nos restantes indicadores registados pelo INE. É o caso do total de hóspedes, que entre janeiro de 2018 e janeiro de 2019 subiu 5,9%, para 190,7 mil, da taxa de ocupação, que subiu 4,5%, e da estadia média, de 1,52 para 1,54.

A nível das receitas, em janeiro de 2019 observou-se um forte crescimento nos proveitos totais da atividade turística no Centro de Portugal. Em comparação com o mesmo mês de 2018, os proveitos totais subiram 9,1%, aproximando-se dos 15,8 milhões de euros. Um indicador que demonstra que a aposta dos empresários da área do turismo na região é cada vez mais rentável.

“Os primeiros números do ano, agora divulgados pelo INE, deixam antever que 2019 vai ser mais um ano histórico para a atividade turística no Centro de Portugal”, comentou Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal. “Registo com muito satisfação que a região subiu em todos os indicadores estatísticos em janeiro, com particular veemência nas dormidas de visitantes de fora do país e nos proveitos totais. São dados que dão grande alento aos empresários que apostam na região”, acrescentou.

Eduardo Cabrita apadrinha apresentação da nova Plataforma de Emergência e Proteção Civil Intermunicipal

Vai ter lugar a apresentação pública da nova Plataforma de Emergência e Proteção Civil Intermunicipal, desenvolvida pelas Comunidades Intermunicipais (CIM) Viseu Dão Lafões e Região de Coimbra, que se realiza na próxima sexta-feira, 22 de março, pelas 14h30, na Quinta do Vale Minhoto, em Tondela, já ser presidida por Eduardo Cabrita, Ministro da Administração Interna.

Participam também na cerimónia Rogério Mota Abrantes, Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, e João Ataíde, Presidente da CIM Região de Coimbra.

Segundo Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, “uma das virtudes deste projeto assenta no facto de dois territórios terem desenvolvido uma plataforma tecnológica comum de apoio ao planeamento e gestão de riscos no âmbito da proteção civil que permitirá aos agentes terem informação de qualidade de forma agregada”.

Refere ainda que a plataforma prevê também “o envolvimento e participação das principais entidades e agentes de proteção civil, localizados nos 33 municípios integrantes das referidas Comunidades Intermunicipais, uma vez que está preparada para apoiar, em tempo real, as operações e a tomada de decisão das equipas de proteção civil e das forças de segurança em momentos de resposta a fenómenos de emergência”.

Jorge Brito, Secretário Executivo intermunicipal da Região de Coimbra, destaca que “a implementação integrada da plataforma no território das duas comunidades intermunicipais permite uma interoperacionalidade inédita neste vasto território da Região Centro do país, tanto na prevenção de catástrofes como nas decisões críticas da ação da proteção civil intermunicipal das duas NUT III do centro do país”.

Acrescenta que “tendo em conta o aumento dos riscos, nomeadamente devido às alterações climáticas, estamos a implementar esta ferramenta tecnológica de apoio à decisão na prevenção de catástrofes – que por natureza não se atêm a fronteiras -, disponibilizando informação em tempo real aos municípios e agentes da proteção civil da Região de Coimbra e Viseu Dão Lafões

Projeto Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal

O Turismo Centro de Portugal (TCP) assinou hoje um Acordo de Cooperação com o projeto “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal” (NSCCP).

A assinatura foi formalizada na delegação do TCP em Coimbra, por Pedro Machado, presidente do TCP, e Rosário Mendes, em representação do IREFREA Portugal. Estavam igualmente presentes João Redondo, médico psiquiatra do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e membro da comissão científica do NSCCP, e Ana Teresa Correia, da equipa técnica do NSCCP.

Com o acordo agora assinado, as duas entidades vão colaborar na promoção de iniciativas que visem a prevenção dos fatores de risco associados aos contextos recreativos e à recreação noturna. Esta cooperação terá o seu enfoque nas atividades associadas aos estabelecimentos da restauração e recreação noturna, e nas iniciativas do projeto NSCCP que possam ter um cariz promocional e turístico da região Centro de Portugal.

O projeto “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal”, coordenado cientificamente pelo Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e pelo Instituto Europeu para o Estudo dos Fatores de Risco (IREFREA – Portugal), e apoiado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro – CCDRC (Centro 2020), visa reunir recursos e definir estratégias que permitam à população da região Centro de Portugal vivências salutares em comunidade associadas aos contextos recreativos e à recreação noturna.

Ao projeto NSCCP aderiram, até ao momento, 21 municípios da região, contando com o envolvimento dos agentes locais que representam potenciais interfaces nas áreas-alvo do projeto.

“Este projeto assenta em três áreas fundamentais: a prevenção da violência interpessoal, do abuso de álcool e consumo de drogas ilícitas e da sinistralidade rodoviária. Como tal, visa contribuir para eliminar ou atenuar os fatores de risco e aumentar a resiliência das comunidades, bem como da segurança das cidades”, explicou João Redondo, após a assinatura.

“Todos os projetos e iniciativas que pretendam melhorar as experiências de quem visita ou quem usufrui do Centro de Portugal são naturalmente bem-vindos. Pela importância das suas propostas, o projeto Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal merece, pois, todo o nosso apoio”, sublinhou Pedro Machado.

Projeto vai ter Fórum em abril

O projeto Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal vai organizar o seu primeiro Fórum de debate nos dias 4 e 5 de abril, no Auditório da Fundação Bissaya Barreto, em Coimbra. Com o tema ” Violência, Sinistralidade Rodoviária, Abuso de Álcool / Consumo de Drogas ilícitas & Contextos Recreativos Noturnos. Pensar a prevenção”, o Fórum vai juntar especialistas de várias áreas, numa partilha de experiências e conhecimentos. Pedro Machado, presidente do TCP, será interveniente numa das sessões plenárias.

Mais informações sobre este Fórum em https://www.noitesaudavel.pt/

WinterFest da Juventude Socialista na Serra da Estrela

Teve lugar de 15 a 17 de março de 2019, nos concelhos de Gouveia e Seia,  a 8ª edição do WinterFest da Juventude Socialista.
Esta iniciativa, de âmbito nacional, foi promovida pela Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista e, nesta edição, pelas concelhias de Gouveia e Seia da Juventude Socialista.

Ao longo de 3 dias foram várias as dezenas de jovens que se deslocaram até esta região, oriundos de norte a sul do país, dos Açores a Espanha, para participar no maior evento de Inverno da Juventude Socialista e contribuir para os vários momentos de amplo debate sobre a modernização como alavanca das potencialidades das regiões de baixa densidade populacional, sobre o papel dos jovens na política e sobre a atualidade política nacional e internacional, proporcionados nos 3 painéis que puderam contar com vários oradores, tais como Luís Goes Pinheiro (Secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa), Margarida Marques (Deputada à Assembleia da República, ex-Secretária de Estado dos Assuntos Europeus e candidata  pelo PS ao Parlamento Europeu), Maria Begonha (Secretária-Geral da Juventude Socialista), Ivan Gonçalves (Deputado à Assembleia da República e Vice-Presidente do Grupo Parlamentar da Assembleia da República), João Almeida Santos (Diretor dos Departamentos de Ciência Política da ULHT e ULP), Paulo Mendes Pinto (Diretor da Licenciatura e Mestrado em Ciência das Religiões na Universidade Lusófona), José Luis Mateos (candidato pelo PSOE à Alcadía de Salamanca) e de um representante da CCDR Centro.

Por entre os momentos de debate, a iniciativa contemplou ainda vários momentos destinados a promover o território, desde visitas a espaços naturais e históricos  dos concelhos de Gouveia e Seia, e ainda de degustação de produtos regionais.

GNR- Celorico da Beira – Detido por violência doméstica

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial de Celorico da Beira, no, dia 17 de março, deteve um homem com 50 anos, por violência doméstica, no concelho de Celorico da Beira.

Após uma denúncia, os militares deslocaram-se ao local verificando que o suspeito tinha agredido fisicamente a sua esposa, de 43  anos, com uma pá, a qual foi apreendida.Na sequência desta ação foi efetuada uma busca domiciliária à residência do suspeito, onde resultou a apreensão de uma carabina, uma pistola 6,35 mme diversas munições.

 

“Oficina do Óscar – Projeto P.A.I.S.” em Nelas

A “Oficina do Óscar – Projeto P.A.I.S.” abriu as portas ao público mais pequenino, bebés dos 6 meses aos 3 anos, neste sábado, durante a tarde, na Biblioteca Municipal de Nelas, com lotação esgotada, onde apresentou uma nova sessão intitulada de “PapilÓscar”, um misto de histórias, sons e cores que surpreendem, capazes de transportar miúdos e graúdos, para um mundo de fantasia, num ambiente repleto de ternura e de cumplicidade familiar, dinamizado pelo Óscar e os seus amigos.

Baseado nos princípios da proximidade, interatividade e estímulo sensorial, o “PapilÓscar” explora o universo dos alimentos através da cor e textura dos vegetais e frutos, bem como dos sons de diversos utensílios de cozinha e sensações que provocam, conferindo-lhe um conceito inovador na sensibilização e promoção da adoção de hábitos alimentares saudáveis.

Pela “Oficina do Óscar” já passaram 640 alunos do 1º CEB dos Agrupamentos de Escolas de Canas de Senhorim e de Nelas, 53 famílias, 80 alunos do 2º ciclo da Escola EB 2.3 de Nelas e 353 seniores provenientes de diversos pontos do país no âmbito do Turismo Sénior do Inatel, que viveram momentos agradáveis e divertidos, com “as mãos na massa” para a preparação dos deliciosos Óscaritos e sumos naturais, que têm feito as delícias dos pequenos grandes Chefs de cozinha, e que vai ser testemunhada durante o corrente mês de março, até final do ano letivo, pelas crianças dos jardins de Infância do Concelho.

 

CIMBSE presente na BTL 2019

A Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela vai estar em destaque na Bolsa de Turismo de Lisboa, até ao dia 17 de março, no Parque das Nações, em Lisboa.

Naquela que é considerada a maior mostra do turismo nacional, a participação de Beiras e Serra da Estrela destaca a diversidade do território, com realce para a oferta disponível ao nível da neve e do património natural. No espaço do stand do Turismo do Centro, no pavilhão 1 da FIL, está presente um simulador 3D de utilização gratuita, que permite aos visitantes fazer a experiência de sky e também um muppie digital com um quiz, que vai permitir ganhar produtos regionais e experiências na região.

Do programa de atividades programadas, incluem-se diversas apresentações dos eventos e programação turística que ocorrem nos 15 municípios que incluem o consórcio, bem como a degustação de produtos locais e provas de vinhos.

A iniciativa decorre no âmbito do projeto ‘Produtos Turísticos Integrados de Base Intermunicipal – À Descoberta da Serra da Estrela’, cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, com objetivo de capitalizar a marca ‘Serra da Estrela’ na estruturação e qualificação de produtos turísticos para reforçar a atratividade e competitividade regional.

Classic Cars Tour com inscrições abertas

Com a presença de várias entidades e edilidades, nomeadamente o presidente e vice presidente da Câmara Municipal do Fundão, respetivamente Paulo Fernandes e Luis Gavinhos, o presidente da Câmara Municipal de Manteigas, Esmeraldo Carvalhinho, e o representante da Câmara Municipal da Guarda, Luis Costa, foi ontem apresentada, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) o Classic Cars Tour.

A apresentação decorreu no espaço do Hotel Alambique de Ouro, unidade de quatro estrelas do Fundão, que irá acolher o evento de 21 a 23 de Junho, contando igualmente com a presença do seu proprietário e anfitrião, Alberto Ribeiro Carlos.

Na ocasião, Luis Celínio, presidente do Clube Escape Livre, Pedro Barbosa da Gama e António José Mocho, responsáveis técnicos do percurso, explicaram um pouco dos objetivos e do programa deste evento que reúne os apaixonados dos veículos clássicos através da componente turística e da componente de regularidade, pretendendo ser uma referência na Beira Interior.

As inscrições para este evento que decorre ao longo de cinco concelhos – Fundão, Penamacor, Belmonte, Manteigas e Guarda – já se encontram abertas, podendo ser realizadas junto do Clube Escape Livre através dos contactos www.escapelivre.com | escapelivre@escapelivre.com | 271 205 285 | 967 899 449.

Eco-cimento produzido com desperdícios de celuloses

Investigação da Universidade de Aveiro

Chegou o cimento mais ecológico do mundo. Na receita, para além de utilizar maioritariamente desperdícios das indústrias de celulose que de outra forma iriam para aterros, a produção do cimento ‘verde’ desenvolvido na Universidade de Aveiro (UA) reduz drasticamente o uso de recursos naturais virgens e pode ser produzido à temperatura ambiente, diminuindo consideravelmente o consumo de energia. O resultado é um eco-cimento para construir um mundo mais sustentável.

Desenvolvido para ter as mesmas caraterísticas do cimento comum, mais conhecido como cimento Portland e cuja produção é altamente poluente, o eco-cimento desenvolvido no Departamento de Engenharia de Materiais e Cerâmica (DEMaC) da UA assume-se como uma alternativa aos ligantes tradicionais.

“As nossas argamassas geopoliméricas são uma alternativa válida às produzidas com cimento Portland pois têm propriedades que as tornam adequadas para diversas aplicações na construção”, explica Manfredi Saeli, o investigador que a par de Rui Novais, Paula Seabra e João Labrincha desenvolveu o novo material.

De facto, acrescenta o investigador, “os materiais produzidos são altamente sustentáveis, menos poluentes e a sua produção é rentável”. Além disso, “os geopolímeros endurecem rapidamente, exibem uma matriz estável e uniforme, um desempenho mecânico adequado e uma excelente resistência a produtos químicos e ao envelhecimento. Tudo isso torna essa nova classe de cimentos uma alternativa ao cimento Portland válida e sustentável”.

Desenvolvido com recurso a desperdícios da indústria de celulose, nomeadamente cinzas e grãos de cal que de outra forma iriam parar a aterros e que constituem 70 por cento dos ingredientes do eco-cimento da UA (os outros 30 por cento são metacaulino), este material inovador pode ser usado no lugar dos cimentos tradicionais e com níveis de desempenho idênticos.

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar