Templates by BIGtheme NET
Home » Culinária

Culinária

Dia da Espiga celebrado em Fornos de Algodres

Neste dia da espiga, a Universidade Sênior recordou as tradições deste dia e face a isso, teve lugar uma saída de campo, com as diversas dezenas de pessoas a colher e identificar espécies.

Com o apoio da Confraria da Urtiga , tudo se tornou mais facilitado.

Em suma, uma tarde animada e de aprendizagem para todos os seniores, assim como  o grupo de Idanha Nova que assim apreendeu e trouxe animação.

Por:AP foto:BATV

GNR- Operação “Peregrinação Segura 2018”

No âmbito das celebrações das aparições de Fátima, a Guarda Nacional Republicana (GNR), até ao dia 13 de maio, intensifica as ações de patrulhamento nas principais vias de acesso à cidade de Fátima, com o objetivo de apoiar e garantir a segurança dos peregrinos durante as suas deslocações, reforçando ainda o policiamento no Santuário e zonas envolventes.

Durante os trajetos, a GNR aconselha os peregrinos a:

·         Andar em fila indiana;

·         Sinalizar o início e fim dos grupos;

·         Não andar na estrada, mas sim pela berma;

·         Caminhar sempre na berma contrária ao sentido do trânsito;

·         Não andar em locais onde seja proibida a circulação de peões;

·         Usar sempre, quer de dia quer de noite, coletes refletores;

·         Se for preciso reunir o grupo, fazê-lo sempre fora da estrada;

·         Não usar auscultadores de rádio;

·         Não utilize o telemóvel durante a caminhada;

·         Fazer pausas de uma hora na caminhada da manhã e duas no fim do almoço;

·         Não andar sozinho(a) durante a noite;

·         Tomar especiais cuidados ao atravessar as vias.

 

Na cidade de Fátima e no Santuário, a GNR deixa os seguintes conselhos aos peregrinos:

·         Chegue atempadamente a fim de evitar filas prolongadas;

·         Não deixe bens à vista no interior dos veículos, guarde-os na bagageira antes de chegar ao local onde vai estacionar;

·         Não deixe documentos pessoais nos veículos, tenha-os sempre consigo;

·         Não transporte a carteira/telemóvel no bolso de trás ou na mochila, guarde-os num bolso da frente ou numa bolsa com fecho que esteja sempre em contato com o corpo;

·         Evite andar com grandes quantias de dinheiro, divida-o e distribua-o por vários locais;

·         Não leve bens de valor, nem objetos que sejam ostensivos;

·         Tenha sempre o telemóvel com bateria e o contacto dos demais elementos do grupo;

·         Logo após o fím das cerimónias, saia de forma calma e gradual a fim de evitar filas prolongadas;

·         Nunca perca de vista os idosos e crianças que o acompanham, devendo estes terem sempre um contacto de um adulto do grupo.

FIT 2018 abriu as portas com milhares de visitantes

Abriu as portas na tarde deste sábado,  a quinta edição da Feira Ibérica de Turismo, com o Presidente do Município da Guarda, Álvaro Amaro, juntamente com a Secretária de Estado do Turismo Ana Mendes Godinho e demais convidados a fazerem a visita inicial ao certame, dando as boas vindas a todos os expositores.

Certame que alberga duas centenas de expositores de Portugal e Espanha.

Um certame que durante estes quatro dias vai trazer milhares de visitantes destes dois países que cada vez mais têm coisas em comum.

O dia a dia da GNR

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, na semana de 20 a 26 abril, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 380 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 180 por condução sob o efeito do álcool;
  • 55 por condução sem habilitação legal;
  • 29 por tráfico de estupefacientes;
  • 12 por posse de arma proibida;
  • Dez por incêndio;
  • Oito por furtos;
  • Dois por violência doméstica;
  • Um por roubo.

 

  1. Apreensões:
  • 866 doses de haxixe;
  • 45 doses de cocaína;
  • 47 doses de heroína;
  • 12 armas de fogo;
  • 15 armas brancas;
  • 241 munições;
  • 12 veículos;
  • Duas máquinas de jogo;
  • 360 quilos de pescado;
  • 8,45 quilos de bivalves;
  • 378 euros em numerário.

 

  1. Trânsito:

Fiscalização: 10 266 infrações detetadas, destacando-se:

  • 3 350 excessos de velocidade;
  • 551 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 485 relacionadas com tacógrafos;
  • 410 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 403 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 347 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 345 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 214 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Museu à Noite dedicado aos lagares em Pinhel

Os lagares escavados na rocha vão ser o tema do Museu à Noite de abril, agendado para dia 26, às 21.00h, na sede da Associação Recreativa Desportiva e Cultural de Malta.

No concelho de Pinhel existe um significativo número de lagares escavados na rocha que testemunham a longevidade da cultura da vinha nesta região.

Os exemplares que se conhecem, de diferentes tipologias e dimensões, estão distribuídos pelas áreas das freguesias que, ainda hoje, apresentam alguma predominância na cultura da vinha.

Para ficar a saber mais acerca destes lagares escavados na rocha, são convidados do Museu à Noite o Dr. Adérito Freitas (geólogo) e o Eng. Augusto Lage (engenheiro agrónomo), que desenvolveram um importante trabalho relacionado com este tema, no concelho de Valpaços, de onde são naturais.

Aos interessados, informamos que haverá transporte em autocarro de Pinhel para a Malta, com saída às 20.30h, junto ao Pelourinho de Pinhel.

Por:MP

Conversa com Alexandre Constantino, Pres. União Freguesia de Tavares

Após o belo certame da Feira de Março fomos conversar com , Alexandre Constantino, Pres. UF Tavares que nos fez um balanço do Certame e ainda no futuro das localidades.

A qualidade da Feira de Março aumenta a olhos vistos

Depois do grande sucesso que foi a quinta edição da Feira, conversamos com Alexandre Constantino, presidente da União de Freguesias de Tavares, que nos falou do certame e dos novos projetos para o futuro.

 Que balanço se pode fazer deste certame?

Nós fazemos tudo o que está ao nosso alcance para que as pessoas que nos visitam tenham as melhores condições e que corra pelo melhor. Tivemos alguns contratempos na semana anterior à feira, com a chuva tivemos muito trabalho, ao termos de refazer certas coisas duas e três vezes.

Aliás no sábado até neve tivemos, mas felizmente correu bem, tivemos muitos visitantes e penso que as pessoas foram contentes, o que significa que voltarão no próximo ano.

Esta foi a quinta edição, as primeiras foram mais difíceis, mais trabalho?

Cada uma delas tem uma história diferente, agora o nosso objetivo é crescer, ter mais condições, e dar melhor conforto a quem nos visita, se não vejamos, na 1ªedição não tínhamos equipamento nem dinheiro e fizemos umas barraquinhas com uns paus de mimosa, agora foi o ano que tivemos mais tasquinhas, mais quiosques e não desistimos, aliás o grupo que estava para domingo não atuou devida à chuva e depois atuou mais à frente…….

Para ler a entrevista completa, adquira a nossa edição em papel de 31 de março, disponível nas bancas.

Reportagem:António Pacheco

Workshop sobre o tema “apicultura e seus desafios” no CIHAFA

O CIHAFA (Centro de Interpretação Histórica e Arqueológica de Fornos de Algodres), promove um Workshop sobre o tema “apicultura e seus desafios” dirigida a todos os apicultores do Concelho, dia 07 de Abril de 2018 pelas 14.00H promovido pelo austríaco Harald Hafner.

Harald Hafner é um apicultor austríaco há muito radicado em Mangualde, é um tipo de natureza tímida, mas quando fala em abelhas, a sua paixão pelo tema explode e ouvi-lo falar sobre a vida das abelhas, as fantásticas propriedades do mel, as plantas melíferas, e a apicultura natural é uma delícia. O seu respeito pelas abelhas, e a sua visão filosófica sobre a apicultura aproxima-o a um mestre oriental, sempre em busca da perfeição.

O mundo das abelhas é fascinante, antigamente todas as quinta tinham colmeias, de forma a usufruir de toda a sua riqueza apícola: polinização, mel, cera, pólen e própolis.

Hoje a maioria do mel vem de grandes apicultores comerciais e as abelhas encontram-se cada vez mais ameaçadas e em declínio. As abelhas são essenciais para a nossa sobrevivência no planeta, sendo nosso dever contribuir para que encontrem as melhores condições de vida possíveis. Por isso os apicultores têm um papel tão determinante na preservação dos ecossistemas e da biodiversidade.

Assim aqui ficam os horários:

14.00H – Inicio do Workshop sobre o tema “Apicultura e seus desafios”

16.30H – Degustação de mel

Casa da Ínsua acolheu 4ªedição do Queijo da serra à Chef

Depois da iniciativa gastronómica “Fim-de-semana do Cabrito”, nos dias 10 e 11 de março, no dia 17 de março, decorreu na Casa da Ínsua a quarta edição do queijo Serra da Estrela à Chef.

A manhã começou com uma vista à queijaria da Casa da Ínsua, onde os participantes puderam compreender como se elabora o queijo feito de leite cru de ovelha, seguindo-se um workshop sobre a “A sustentabilidade do Queijo Serra da Estrela” e terminando com degustação de vários pratos confecionados por 6 chefes de cozinha, dois dos quais detentores de estrelas Michelin.

Na mesa, do Parador Casa da Ínsua, o menu foi preparado por Joachim Koerper, João Oliveira (detentores de estrelas Michelin), Justa Nobre, Luís Gaspar, Paulo Cardoso e Américo dos Santos, que mostraram e demonstraram a inesgotabilidade gastronómica do queijo Serra da Estrela.

Os conceituados chefes apresentaram um vasto leque de combinações criativas, entre o queijo e outras iguarias como o lagostim, o joelho de porco, o bacalhau, a codorniz e as misturas agridoces de uma sobremesa que acorda todos os sensores do sabor.

O olhar recaiu também sobre a estética e a conjugação perfeita entre a louça da Vista Alegre, policromada, concebida para o evento e os ingredientes naturalmente coloridos – flores comestíveis, tomate, ervas aromáticas, entre outros.

Uma outra vertente do evento que esteve, igualmente, no centro de todas as atenções foram os vinhos (tinto, branco e rosé) e espumantes do Dão que estiveram à disposição de todos para que cada um, em regime de self-service, pudesse escolher o vinho que iria acompanhar cada um dos pratos, depois de devidamente “explicados” pelo escanção de serviço, Manuel Moreira.

Para o presidente da Câmara Municipal de Penalva do Castelo, Francisco Carvalho, a circunstância de “a sua terra” reunir um conjunto de características que tornam este evento verdadeiramente singular, como sejam o queijo Serra da Estrela, o vinho Dão de Penalva e o Hotel de Charme Casa da Ínsua, propicia uma oportunidade de alavancar não só o Enoturismo, mas todo o turismo da Região.

A iniciativa foi promovida pelo Município de Penalva do Castelo, Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, com o apoio da Casa da Ínsua, do Crédito Agrícola do Vale do Dão e Alto Vouga, a que se junta o Turismo do Centro de Portugal.

Por:Mun. Penalva castelo

Milhares de visitantes passaram pela Feira do Queijo em Fornos de Algodres

O Queijo da Serra foi o ex libris na Feira realizada em Fornos de Algodres, com o S.Pedro a aliar-se ao evento e segurou a chuva, permitindo que milhares de visitantes oriundos dos mais diversificados locais marcassem presença neste certame.

Dois dias e uma noite, com imensas atividades, concurso de ovinos, quase uma centena de expositores com um vasto leque de produtos endógenos, de diversos pontos do país.

Destacou-se  a presença de visitantes franceses da região de Sto Consourse, espanhóis e muitos portugueses das mais diversas regiões do País.

Marcou presença o Sec.Estado da Energia, Jorge Rebelo e alguns autarcas vizinhos se associaram ao evento, na noite inicial uma jornada técnica sobre a floresta.

Muita animação com grupos culturais, Festival de Folclore e ainda os Sons do Minho.

Em suma , muito queijo da Serra se comercializou neste fim de semana, com os produtores satisfeitos com o volume de negócios e os expositores com a vontade de voltar novamente para o ano de 2019.

Por:SP/AP

Mais desenvolvimento na edição papel de 31 de março

 

9ºRaid do Bucho foi temperado com… neve!

Foi ao sabor da neve, chuva, vento e frio que decorreu mais uma grande edição do Raid do Bucho e Outros Sabores. Com partida da cidade mais alta e chegada à aldeia raiana de Freineda, novos desafios se impuseram neste evento multimarca que reuniu 43 viaturas e 125 pessoas. O acréscimo de adrenalina foi proporcional à atenção exigida, mas o sucesso é evidente: o casamento entre o todo terreno e a gastronomia tradicional está para durar.

Trilhos enlameados e nevados, e subidas e descidas escorregadias foram alguns dos grandes testes de condução da caravana do 9º Raid do Bucho e Outros Sabores, que percorreu os trilhos entre a Guarda e a Freineda, no último fim de semana. E se nestas provas todos os participantes conseguiram passar, mais difícil foi resistir às iguarias mais tradicionais. Os pratos mais típicos do distrito da Guarda, com realce para o bucho raiano e outros enchidos, os queijos, pão, e os vinhos registaram, como sempre, grande entusiasmo por parte dos participantes provenientes de norte a sul do país.

Bucho da Casa Pireza, na Guarda venceu

Nestes, destaque para o “melhor bucho raiano”, eleito na XIII Edição da Festa do Bucho & Outros Sabores. O júri do primeiro Concurso de Provas do Bucho Raiano (do qual fez parte o Escape Livre, com a jornalista Teresa Conceição, da SIC) elegeu o bucho da Casa Pireza, da Guarda, como o melhor entre os dez produtores concorrentes, tendo reunido a maior pontuação nos três critérios: sabor, aspecto e aromas. “O melhor dos melhores” foi seguido do produtor Augusto Teixeira, da Castanheira, e o terceiro lugar arrecadado pela Beira Enchidos, produtor de Vale de Estrela.

Aos dois elementos-chave do passeio – aventura e gastronomia – somou-se ainda uma terceira: a descoberta. As paisagens e trilhos estiveram brancos nas zonas de maior altitude, no sábado, apresentando cenários inéditos para alguns concorrentes. O conhecimento da história milenar e secular, a cultura e a etnografia estiveram ao alcance dos participantes nas visitas ao Museu da Guarda, e ao Museu de Tecelagem dos Meios, com os teares, mantas, e o artesanato.

A chegada à aldeia de Freineda, no Domingo, ficou marcada pela habitual reconstituição histórica relativa às guerras peninsulares e à homenagem do Duque de Wellington, além da animação das escaramuças de rua, música e muitos petiscos. O remate deste evento decorreu com o tradicional almoço do bucho e outros sabores tradicionais, que este ano voltou a sentar mais de 500 pessoas à mesa.

Para o presidente do Clube Escape Livre, Luís Celínio, “foi com grande satisfação que verificamos, em mais um ano, todo o entusiasmo dos nossos participantes no programa que organizámos e que faz um curto resumo de tudo quanto esta região tem para oferecer, e ao qual não escapa o reputado acolhimento beirão. Este ano tivemos o desafio da neve, que obrigou a algumas alterações de percurso, mas que tornou o passeio diferente e muito belo. No próximo ano cá estaremos para proporcionar novas emoções em novos trilhos.”

Por:CEL

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar