Templates by BIGtheme NET
Home » Culinária (page 10)

Culinária

XIII Passeio Micológico no concelho de Fornos de Algodres

14925388_1094798077303817_7618743602423063151_n Como já noticiamos anteriormente, o XIII Passeio Micológico vai decorrer no dia 26 de Novembro no Concelho de Fornos de Algodres.

A participação do (re)conhecido micólogo  PIERRE ROUX de nacionalidade francesa e PURIFICACION LORENZO, docente da Universidade de Vigo e representante do Grupo Micológico Galego está confirmada.
A concentração dos participantes terá lugar pelas 9h00, do dia 26 de novembro, na Casa Grande de Juncais , onde haverá uma degustação de produtos confecionados à base de cogumelos.
Após este reforço alimentar todos vão à descoberta de cogumelos num percurso entre Juncais e Vila Soeiro do Chão, por antigas quintas agrícolas e povoamentos mistos de carvalho, castanheiro e pinheiro bravo, desfrutando as bonitas paisagens desta região…
As inscrições para participação na XIIIª edição do Passeio Micológico em Terras de Algodres, estão abertas, esta é uma oportunidade punnamedara desfrutar a generosidade da natureza e para descobrir o maravilhoso mundo dos cogumelos.

Desta forma deixamos o Programa desse dia:
9h00 – Encontro dos participantes em Juncais | Casa Grande (Largo do Terreiro de Juncais)
– Abertura do Secretariado
– Degustação dos primeiros sabores micológicos
9h30 – SAÍDA DE CAMPO (Juncais/ Vila Soeiro do Chão)
13h00 – ALMOÇO MICOLÓGICO animado pelo Grupo de Cantares de Fornos de Algodres
(Local: Palace Hotel &SPA Termas de S. Miguel)
14h30 – Sessão de identificação, classificação, Exposição e venda de cogumelos | Centro Cultural Municipal Dr. António Menano | Fornos de Algodres
15h00 – Apresentação de PAINÉIS
– “A identificação dos cogumelos no campo” – Puri Lorenzo, Grupo Micológico Galego
– ” O género Gymnopilus “, Pierre Roux, Federação das Associações Micológicas Mediterrânicas
17h00 – Encerramento das atividades com o tradicional MAGUSTO

Um dia decerto muito rico no meio da Natureza.

 

II Encontro Nacional de Produtos Tradicionais certificados em Tibaldinho

0tb1 Realizou-se nesta  sexta feira, o II Encontro Nacional de Produtos Tradicionais certificados em Tibaldinho.

A Adere-Minho  aceitou o desafio do Município de Mangualde, para realizar este II ENCONTRO NACIONAL DE PRODUTOS TRADICIONAIS CERTIFICADOS em Tibaldinho – Alcafache no Município de Mangualde, contou com o Presidente do Município de Mangualde João Azevedo que referiu,  este encontro só fazia sentido se realizar em Tibaldinho, pois foi aqui que nasceu o maior património cultural que precisa ser preservado, promovido e valorizado, que é o Bordado de Tibaldinho que só persistiu no tempo graças à dedicação incondicional das suas artesãs.

Num dia muito produtivo,  com as intervenções valiosas do CEARTE (Luís Rocha e Fernando Gaspar), que fizeram um balanço da certificação d0tibos produtos artesanais não alimentares, e da importância da obtenção da carta de artesão e de UPA.

O produto mais próximo da certificação é o Tapete de Arraiolos de Portugal, que foi devidamente explicado pela Técnica da qualidade da Adere-Minho – Diana Barbosa.

O Vereador do Município de Gondomar – Carlos Brás, falou da Filigrana de Gondomar, da sua importância para economia local e nacional, e por isso é importante certificar para valorizar o produto, e acabar com as “Filigranas falsas”. Foi também apresentado o Caderno de Especificações do Bordado de Tibaldinho (Fernanda Pereira de Mangualde).

A parte da tarde foi dedicada aos produtos alimentares certificados, em que se percebeu como elaborar um Caderno de Especificações (Graça Ramos da Portugal à mão), e a associação FELBA (entidade promotora) explicou como se trata da certificação da Maçã de Esmolfe e da0tib1 Maçã da Beira Alta. Da parte da Estrelacoop trouxeram uma apresentação clara sobre a certificação do Queijo da Serra da Estrela, é importante procurar queijo com selo da certificação.

Deste encontro sai ainda uma nota importante por parte do IPAC:

A certificação de produtos artesanais e tradicionais reforça a identidade nacional, honrando a cultura e o legado do passado, mas compatibilizando-o com os desafios atuais e a necessidade contínua de melhorar e inovar. Só desta forma seremos capazes de manter uma dinâmica de procura que respeite o passado mas seja capaz de satisfazer as necessidades e expectativas do presente, preparando assim um futuro com sustentabilidade.

A certificação destes produtos, quando realizada por uma entidade independente de quem os produz, dá as necessárias garantias de imparcialidade e isenção aos consumidores e regulamentadores, proporcionando ainda (consoante os casos) a possibilidade de registo legal de marca própria e distintiva, impedindo desta forma a concorrência (ilícita) de quem não tem o necessário histórico, tradição ou aptidões para produzir com a qualidade desejada os produtos certificados.

A certificação é também uma atividade indispensável quando é necessário separar o trigo do joio, ou seja, defender e assegurar a qualidade e consistência do produto, de modo a que o seu bom nome e reputação sejam protegidos, enaltecidos e reconhecidos de forma sistemática e imediata pelos consumidores. A ausência de uma certificação competente proporciona um ambiente em que a competição se faz apenas pelo preço, e não respeitando um nível de qualidade mínimo, o que inevitavelmente produzirá uma perca contínua de qualidade e o consequente desinteresse dos consumidores por um produto de qualidade incerta, decrescente e variável.

Finalizou este encontro o Sr. Vereador de Mangualde Dr. João Lopes, que agradeceu o facto de Adere-Minho ter aceite realizar um encontro desta importância e dimensão numa Freguesia com tanto histórico cultural na área do artesanato.

Por:Adere-Minho

Trancoso capital da castanha neste fim de semana

IMG_5665 Teve início nesta sexta -feira a IV Edição da Feira da Castanha e Paladares de Outono, na cidade de Trancoso.

A sessão de abertura teve lugar, no Pavilhão Multiusos de Trancoso,  contou com a presença do Sr. Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, que foi recebido pelo Presidente do Município de Trancoso, Prof. Amílcar Salvador.

Marcaram presença o representante da CCDRC, os autarcas de concelhos limítrofes, Fornos de Algodres, Aguiar da 14910508_629991810514432_6798289006639428489_nBeira e Sernancelhe.

O Secretário de Estado Carlos Miguel enalteceu o papel das autarquias, no desenvolvimento das localidades através dos produtos endógenos.

Seguiu-se a visita aos stands presentes e um Showcooking pelo Chef António Mauritti.

De tarde também os alunos das escolas foram à feira, ao mesmo tempo foram inauguradas as exposições alusivaIMG_5785s ao S.Martinho.

Ainda decorreu mais um Showcooking e um conferência sobre cogumelos.

A fechar a noite , Boss AC a presentear todos os visitantes desta feira com um belo espetáculo musical.

Por:Sofia Pacheco/António Pacheco

 

IV Feira da Castanha e Paladares de Outono abre portas sexta-feira

tranc02Nos dias 4, 5 e 6 de novembro, o Município de Trancoso promove a IV Feira da Castanha e Paladares de Outono 2016. Este evento pretende valorizar a castanha, promovê-la gastronomicamente, potenciando a sua produção e transformação, sendo reconhecido como um dos mais autênticos e genuínos do País, procurando homenagear esta espécie endógena, nomeadamente o Castanheiro e a Castanha, nas variantes Martaínha e Longal.

Do ponto de vista cultural, o supracitado evento é um dos melhores cartões-de-visita de toda a região. Durante estes três dias, a cidade de Trancoso apresenta-se como uma grande montra de produtos locais e regionais, onde se reúnem as principais empresas ligadas ao setor da castanha, vinhos, licores, queijos, azeite e restantes paladares de outono. Para além destes, o programa da IV edição da Feira da Castanha conta ainda com jornadas técnicas, shotranc01wcookings, conferências, animação musical e o tradicional magusto comunitário.

Trancoso é dos concelhos portugueses com maior produção de castanha. Anualmente saem entre duas a duas mil e quinhentas toneladas, tendo este número vindo a aumentar devido ao investimento dos produtores locais na formação, plantação de novos soutos e nas tecnologias de produção.

Por:Mun.Trancoso

Arrancou já o IV Certame do Míscaro em Aguiar da Beira

IMG_3584 Teve início esta sexta – feira, o Quarto Certame do Míscaro de Aguiar da Beira, no Pavilhão Gimnodesportivo, onde este evento é uma grande homenagem ao míscaro, dado que, o conIMG_3526celho aguiarense é conhecido pelas grandes colheitas destes cogumelos comestíveis.

Este certame decorre até domingo, com muitas oportunidades de os visitantes poderem saborear para além do Míscaro, diversos produtos endógenos, produzidos neste concelho, ainda pode encontrar nos stands das freguesias e das associações todos esses produtos.

Neste dia inicial, a abertura efetuada pelo presidente da autarquia, Prof.Joaquim Bonifácio, que deu as boas vindas a todos e salientou o papel do míscaro e dos produtos endógenos na economia local, salientou o trabalho realizado pelo Gabinete de Micologia local, único no País e as diversas parcerias que foram feitas para o certame.

Deu ênfase ao slogan “Juntos Somos Aguiar da Beira”, salientou ainda que a apanha e confeção deste produto são importantes.

Seguiu-se o Vice -Presidente da CCDR Centro, Luís Caetano, que se mostrou agradado com o certame e que já a Feira do queijo tinha sido um evento de grande valia, frisou que a CCDR Centro vai apoiando na medida do pIMG_3623ossível.

Estiveram presentes alguns autarcas vizinhos, o presidente da Câmara de Penalva do Castelo  o vereador do Município de Trancoso, entre outras entidades locais.

Seguiu-se a visita ao stands, a hora de almoço estava a chegar e o Agrupamento de Escolas P. José Augusto da Fonseca, levou a efeito com a parceria dos restaurantes locais e algumas entidades,  um festival de sopas com uma variedade de 11 sopas , onde estiveram cerca de três centenas de pessoas.

Após o almoço, uma sessão dedicada às boas práticas na apanha dos cogumelos , pelo gabinete de micologia, com apoio dos alunos do agrupamento.

Ainda a apresentação de um livro infantil, pelo Prof. Fernando Pereira, ” O Menino de Vento”.

Ao final da tarde decorreu umIMG_3548 Live cooking com dois cozinheiros de renome, Chef Telmo Frias e Chef Nuno Seixas a trabalhar em Lisboa em restaurantes de grande qualidade, mais à noite a música a preencher a noite.

Um certame que de ano para ano tem vindo a crescer e vai ter mais dois dias com muita atividade e animação.

Por:António Pacheco

 

Festa da Castanha em Folgosinho

FestaDaCastanha2016_2O Município de Gouveia em parceria com Junta de Freguesia de Folgosinho, os Baldios de Folgosinho e o Rancho Folclórico “Cancioneiro de Folgosinho”, organizam nos dias 28, 29 e 30 de outubro, mais uma edição da Festa da Castanha, em Folgosinho.

Motivados pelo sucesso das edições anteriores o Município de Gouveia e todas as entidades associadas ao evento pretendem com esta iniciativa, onde a castanha é “rainha”, estimular a sua produção, bem como a produção de produtos confecionados tendo como base este fruto.

Uma festa que nos reporta para os sabores antigos onde a castanha tinha e ainda tem uma grande importância na culinária dos Folgosinhenses

Uma boa oportunidade de festejar o Outono e a Castanha numa das aldeias mais típicas da Serra da Estrela.

 Programa

Dia 28 de outubro

19.30h – Inauguração da Feira da Castanha de Folgosinho com a Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Folgosinho;
– Exposição e vendas de produtos relacionados com a castanha e
doçaria regional;
– Gastronomia

21.00h – Animação pelo Grupo de Concertinas de Folgosinho;

22.00h – Abertura do Cocktail Castanha Bar e noite jovem com Popular Mix.

Dia 29 de 0utubro

O9.00h – Roteiro Fotográfico “Cores de Outono”, com a plantação de castanheiros de fruto | Concentração: Adro de Viriato.

10.00h – Workshop: A IMPORTÂNCIA DO CASTANHEIRO NA ECONOMIA LOCAL
– Tema: Propagação vegetativa do castanheiro – novas tecnologias, pelo Professor Doutor José Gonçalves da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
– Tema: Produção de mel a partir da floração dos castanheiros, pelo Eng.º João Mesquita da Pinus Verdes – Associação de Desenvolvimento integrado da Floresta.

10.30h – Abertura da Feira;

15.00h – Concurso de doçaria;

16.00h – Show Cooking – Pratos confecionados com base na castanha, pelo Chef Batista da Quinta Madre de Água;

21.30h – Fados pelo Grupo Escola Velha – Teatro de Gouveia;

22.30h – Abertura do “Cocktail Castanha Bar” e animação musical com a banda “69    GRAUS”, que contará com a presença dos músicos Mário Nunes, Guilha Marinho (Aurea, Banda Tv, Idolos) e David Sequeira (Mister, Slash n´Roses).

Dia 30 de outubro

09.00h – Rota da Castanha / Percurso Pedestre | Concentração em frente à Igreja Matriz.

10.30h – Abertura da Feira;

11.00h – Demonstração da confeção de cocktail’s com base na Castanha, promovido pelo Instituto de Gouveia;

15.30h – Etnografia e Folclore, com a participação do Rancho Folclórico Cancioneiro de Folgosinho;

17.00h – Magusto popular e sopa de castanha.

Por:MG

Sugestões de Culinária–Bacalhau com broa

bacalhau_com_broa

Ingredientes (para 5 pessoas):

  • 3 postas de bacalhau demolhado Três Velas
  • 2dl de azeite Chaparro
  • 2 dente de alho
  • 2 cebolas
  • 150g de linguiça Fumadinho
  • 400g de miolo de broa de milho
  • 2 ovos
  • Sal Castello q.b.
  • Pimenta branca moída Kania q.b.
  • Batatas q.b.

Preparação:

Coloque o bacalhau num tacho, cubra-o com água fria e leve-o ao lume até levantar fervura. Nessa altura, retire-o do lume e deixe-o arrefecer dentro de água. Descasque as cebolas, corte-as em meias luas finas e pique os alhos.

Depois, aqueça o azeite, junte-lhe os alhos e a cebola e deixe cozinhar até a cebola ficar macia. Escorra o bacalhau, retirando-lhe todas as peles e espinhas, junte-o à cebola e, mexendo tudo muito bem, adicione a linguiça cortada em rodelas finas. Verifique o sal e junte uma pitada de pimenta, deixando cozinhar durante cinco minutos.

Disponha o bacalhau num prato de ir ao forno, cubra-o com o miolo de broa e regue-o com os ovos batidos. Por fim, leve ao forno pré aquecido a 180º C até ficar douradinho. Sirva quente e decorado a gosto. Se preferir, pode acompanhar este prato com batatas cozidas com a pele.

Por:Lidl

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar