Templates by BIGtheme NET
Home » Ambiente (page 5)

Ambiente

Iran Costa e Banda Índice na “Festa da Castanha”em Folgosinho

Vai ter lugar nos dias 1, 2 e 3 de novembro, a Festa da Castanha, em Folgosinho, numa organização do Município de Gouveia, em parceria com a Junta de Freguesia de Folgosinho, os Baldios de Folgosinho e a Associação FOLGONATUR

A edição de 2019vai ter um programa em torno da Castanha, do Castanheiro e do Souto, que deverá contemplar vários momentos de formação e qualificação de produtores e potenciais produtores, em matérias que merecem a atenção do setor, haverá lugar a espaços de exposição e venda direta de castanha, produtos derivados da castanha e outros produtos gastronómicos típicos desta região de montanha.

No dia 1 de novembro é inaugurada a Festa da Castanha com participação da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Folgosinho. O Grupo de Concertinas de Folgosinho e a Banda Índice vão animar a noite de sexta-feira.

No sábado, dia 02 de novembro, realizar-se-à, da parte da manhã, um Seminário que vai incidir sobre a temática dos soutos e da floresta e que vai decorrer na Junta de freguesia de Folgosinho. A parte da tarde contará com um workshop de cogumelos selvagens e respetiva saída de campo, seguir-se-à um show cooking e o já tradicional Concurso de Doçaria de Castanha. A noite será abrilhantada pelo concerto de Iran Costa, o responsável por grandes êxitos como “O Bicho”, “Pimpolho”, “Requebra” e “Dança do Quadrado”, que lhe valeram vários discos de platina. Iran Costa dominou tops de venda e playlists e apresenta agora o 25.º cd da sua carreira – “XXV”, que traz sonoridades que convidam o público de todas as idades a cantar e dançar.

No último dia, domingo, está programada uma caminhada com plantação de castanheiros e uma visita guiada ao património histórico de Folgosinho. O Grupo de Cavaquinhos da Universidade Sénior de Gouveia e o Rancho Folclórico Cancioneiro de Folgosinho ficam responsáveis pela animação do evento que encerrará com um magusto comunitário e a tradicional sopa da castanha.

Fornos de Algodres: Sensibilização das crianças para cuidar do ambiente

Teve lugar recentemente uma ação de sensibilização ambiental nas Escolas Básicas do 1ºCiclo no concelho de Fornos de Algodres.

Deste modo,  o ano hidrológico teve início a 1 de outubro e termina a 30 de setembro, face a isso, Bruno Costa, vereador do Município de Fornos de Algodres deslocou-se às Escolas de Figueiró da Granja e Fornos de Algodres, para dar ênfase para a  importância que os alunos têm no dia- a- dia e a influência que exercem na família e amigos. A mudança de atitudes que se começam a constatar no  Concelho, tem por base a Educação Ambiental na Escola e no trabalho de todos os professores.

Para incentivar as  crianças a terem ainda melhores práticas ambientais, foi entregue um “kit ambiental” composto por: um EcoSaco; uma EcoGarrafa, um EcoJogo e três EcoAutocolantes.

COAPE concluiu com sucesso a Campanha de Frutos Vermelhos

A COAPE concluiu a Campanha de frutos vermelhos 2019. Entre maio e setembro a seção MBerrys estabeleceu um novo recorde de quantidade ao processar cerca de 300 toneladas de mirtilos. Onde grande parte segue para o exterior.

                                                              Apostam na quantidade e qualidade
Segundo a Coape, os elevados padrões de qualidade que estabeleceram em tudo o que fazem não podiam deixar de estar patentes nesta área de negócio e por isso, além da quantidade, também a qualidade da fruta cresce de ano para ano.
Investimento de meio milhão de euros

Tendo já a COAPE a certificação GLOBAL GAP implementada, faltava a certificação BRC , que também foi concretizada nesta Campanha 2019. Houve aposta  na requalificação do espaço consignado ao centro de processamento e na automação de todo o processo de seleção e embalamento da fruta. Esta aposta implicou um investimento de cerca de meio milhão de euros.

O investimento no espaço implicou obras de requalificação do próprio centro de processamento de fruta para a certificação BRC e o investimento para a automação do processo contemplou a aquisição de equipamentos modulares automatizados com os quais foram obtidos ganhos significativos de eficiência e produtividade.

A  COAPE consegue agora de forma automatizada selecionar a fruta (mirtilos e framboesas) com um elevadíssimo rigor quanto ao calibre, estado de maturação (verde/madura), estado biológico (sã/podre) e ainda quanto à pesagem e tipologia de embalagens.

 

Parque infantil nasce na requalificação de Fornos Gare

Foi recentemente construído em Fornos Gare, um novo parque infantil, esta obra integrada na requalificação desta zona da vila de Fornos de Algodres, onde anteriormente já tinha sido requalificada a fonte , o tanque e Ecopontos muito úteis para esta comunidade.

Digamos que esta zona já foi um dos ex- libris da vila, pela muita população que ali morava e pelo comércio que esta zona detinha perto da Estação da CP.

Agora muitas requalificações são necessárias para esta zona da vila possa ganhar muita vida , uma vez que muitas casas degradadas se encontram por ali e os proprietários deviam olhar para esta zona com olhos mais futuristas e de desenvolvimento turístico.

Esta foi uma obra executada pela Freguesia de Fornos com o apoio do Município local.

Agrupamento de Escolas de Fornos Algodres recebeu Selo Escola Saudável

 

Recentemente, a Escola Básica e Secundária de Fornos de Algodres recebeu  o galardão “Escola Saudável” – nível intermédio, para receber esta distinção, esteve presente Artur Oliveira, Diretor do Agrupamento de Escolas, Fernanda Cunha, Coordenadora da Equipa de Educação para a Saúde, numa cerimónia realizada na Escola do Cerco , no Porto.

Este galardão foi criado sob desígnio da Direção-Geral da Educação e no âmbito do Programa de Apoio à Promoção e Educação para a Saúde (PAPES), o galardão Selo Escola Saudável visa o reconhecimento das escolas que integram e assumem nas suas práticas quotidianas a promoção da saúde e do bem-estar da comunidade educativa. Através de diferentes ações/projetos, estas escolas procuram contribuir para a promoção de relações interpessoais saudáveis, envolvendo toda a comunidade educativa, buscando uma imagem mais positiva da escola.
Foi atribuído o Selo Escola Saudável de nível II, categoria intermédia numa escala de três, percetível nos 2 corações sorridentes visíveis no dístico. Este logotipo poderá passar a constar dos documentos oficiais da escola. Assim este Agrupamento fornense entende que o grau agora atribuído, válido por dois anos letivos, seja um incentivo a alcançar o nível superior.
Sendo certo que a SAÚDE, é muito mais que não ter doenças, urge continuar a desenvolver atividades que promovam o bem-estar físico, mental e social, conducentes a uma harmoniosa convivência entre todos os elementos da comunidade educativa e promotoras de um correto crescimento pessoal e cívico.

 

Seia acolhe II Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente (FIFCA)

O II Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente (FIFCA) vai acontecer este ano em Seia.

A conferência acontece dia 12 de outubro, sábado, às 09h30, no mesmo dia em que também arranca oficialmente a grande festa do Cinema Ambiental, o CineEco, na Casa da Cultura de Seia às 21h30.
Todas as atenções centram-se ao longo do dia 12 (sábado), neste que é um dos grandes eventos paralelos do CineEco. O Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE) será o centro do debate internacional sobre a educação territorial e ambiental através do cinema, a emergência climática e sobre o papel das novas gerações nas alterações do clima. A cerimónia de abertura acontece às 09h30 com a presença dos representantes das entidades oficiais. Pelo CISE vão assegurar presença vários cineastas, documentaristas, diretores de Festivais de Cinema Ambiental, jornalistas, ativistas, profissionais de várias áreas da cultura à educação, estudantes e população em geral interessada.
Depois do sucesso do ano passado, “o Fórum consolida Seia como a cidade que chama até si a centralidade do debate internacional, além de acentuar a importância dos festivais de cinema ambiental na consciencialização e na educação das populações”, sublinha o diretor do CineEco, Mário Branquinho.
De destacar a presença do fotógrafo e ativista norte-americano, Timothy Bouldry. Viaja pelo mundo a fotografar as lixeiras e a ‘colecionar’ histórias verdadeiramente marcantes sobre os recolectores de lixo e de ‘tesouros’ que outros escolhem deitar fora. Através do Right Path Project 501c3, Bouldry tem vindo a encontrar soluções para a mudança de vida de algumas das pessoas que fotografa e se cruza nas lixeiras, quer seja na “La Chureca”, Nicarágua, ou no bairro de Escuintla na Guatemala, no Uganda, na Índia, Honduras ou em campos de refugiados sírios. De relevar ainda o regresso a Portugal da documentarista e jornalista Bárbara Veiga. A autora do livro “7 anos, em 7 mares” já cruzou oceanos, atuou em causas socio-ambientais em mais de 80 países e visitou as mais inóspitas paragens em todo o mundo. Veiga dedica a sua vida a trabalhar em causas ambientais para Greenpeace, Sea Shepherd e Avaaz.
Na conferência do dia 12 assegura igualmente presença de Kalyanee Mam, realizadora da curta-metragem vencedora da 6ª edição do GFN Award, “Mundo Perdido” (“Lost World”), anunciado em setembro na apresentação oficial do CineEco.
O Fórum conta com 2 painéis de debate: o painel da manhã será moderado por Francisco Teixeira da Agência Portuguesa do Ambiente e o da tarde por Helena Freitas, do Centro de Ecologia Funcional, cátedra UNESCO em Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável. Estão ainda confirmadas as intervenções de Eleonora Izunsa, membro da direção da GFN e co-diretora do Festival de Cinema Ambiental- Cinema Planeta do México; Bruno Manique do Centro Portugal Film Comission; Norberto Santos, coordenador do Grupo de Turismo, Património e Território – CEGOT da Universidade de Coimbra; Paula Sobral, presidente da Associação Portuguesa de Lixo Marinho; Francisco Ferreira, presidente da Associação ZERO e da FCT-NOVA.
A participação no Fórum é gratuita. Qualquer interessado deverá apenas efetuar a pré-inscrição no site oficial do CineEco. Os dias 13 e 14 de outubro serão respetivamente dedicados, em exclusivo, a um passeio turístico para convidados do CineEco e membros da rede de Festivais de Cinema Ambiente e à Assembleia Geral da GFN.
Refira-se que, a II edição do Fórum Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela conta com o apoio à organização da ZERO Associação Sistema Terrestre Sustentável e do Centro de Ecologia Funcional (CEF).
O Festival CineEco inclui nesta sua edição comemorativa dos 25 anos uma Seleção Oficial de 80 filmes, de 20 países, que abordam questões inerentes ao Ambiente e à Emergência Climática, uma reflexão geral sobre o impacto da ação do Homem na Terra. O CineEco acontece entre os dias 12 e 19 de outubro e continua a ser um evento gratuito e, este ano, volta a contar com uma vasta programação paralela a reter.
A organização do Festival deu ênfase ao elevado potencial de networking que existe durante toda a semana. Desta feita, além de exposições, instalações artísticas indoor e outdoor, um cine-concerto, workshops e oficinas de educação ambiental, Residências artísticas, provas de vinho e de gastronomia local, estão asseguradas as Eco-talks, pontos de encontro e discussão para troca de experiências, oportunidades e contactos entre profissionais especializados nas áreas do “Ambiente” e do “Audiovisual”, realizadores, diretores de cinema e participantes em geral. Também a iniciativa Escolas no CineEco regressa este ano. Crianças e jovens, desde o pré-escolar até ao ensino secundário e profissional, terão a oportunidade de visualizar filmes e conversar com alguns dos mais de 30 realizadores e diretores presentes nesta 25ª edição do Festival.

II Seminário Infantil decorreu em Fornos de Algodres

O Dia Nacional da Água assinalou-se  a 1 de outubro, na vila de Fornos de Algodres , no Centro Cultural Dr.º António Menano realizou-se , o II Seminário Ambiental Infantil.

As  crianças do 1.º Ciclo do Agrupamento de Escola de Fornos de Algodres, participaram em massa e aconteceu animação com  uma peça de teatro intitulado “Poupar é Ganhar”.

Trata-se de um projeto pedagógico, estruturado pela Betweien, que contou com o apoio da  ABAE – Projeto Eco-Escolas, com o objetivo da promoção de comportamentos ambientalmente responsáveis, promotores da preservação e sustentabilidade do Ambiente. Para além da temática principal – a ÁGUA – foram, também, abordados temas como a reciclagem e a energia.

Por parte do Município, a entidade que teve a iniciativa esteve na abertura da sessão, o Vereador Bruno Costa e no encerramento o Vice-Presidente da Câmara Municipal, Alexandre Lote, que referiu: “ que os jovens têm um papel muito importante para a sustentabilidade da vila de Fornos de Algodres. Essa sustentabilidade está assente nas boas práticas ambientais que cada um de nós deve executar e transmitir no dia-a-dia.”

Ficou também uma palavra  de agradecimento a todos os professores e auxiliares por todo o apoio dado neste dia.

Fonte:MFA

IPG recebeu mais alunos que no ano passado

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) nesta  2.ª fase de acesso ao ensino superior, recebeu mais 209 alunos, que se juntam aos 364 colocados na 1.ª fase.
Nas duas fases de acesso, o IPG recebeu 573 novos alunos, preenchendo 78% das vagas iniciais (734). Os cursos de Comunicação e Relações Públicas, Desporto, Enfermagem, Gestão, Gestão de Recursos Humanos e Marketing viram as suas vagas serem ocupadas na totalidade. Ainda existem vagas sobrantes para 13 licenciaturas, que vão estar disponíveis na candidatura à terceira fase do concurso nacional, que vai decorrer de 3 a 7 de outubro.
Depois de o Politécnico da Guarda ter recebido 518 alunos no ano letivo anterior, o IPG consegue, neste ano, mais 55 novos alunos. Para o Presidente do Politécnico da Guarda, Joaquim Brigas, “estes resultados são positivos e traduzem o trabalho que o IPG tem vindo a desenvolver, incrementando a interação com a comunidade, assegurando a qualidade do ensino ministrado e os índices de empregabilidade”.
Por outro lado, Joaquim Brigas, embora reconhecendo algumas dificuldades ao nível da atratividade da região, mostrou-se otimista relativamente à futura evolução do IPG que “irá passar pela diversidade da oferta formativa qualificada e por novas propostas de formação pós-graduada, com forte ligação ao tecido empresarial, social e cultural”.
O Presidente do IPG considera que “os alunos são a principal razão da nossa existência e o seu sucesso é a ambição que norteia o trabalho aqui desenvolvido, num constante e assumido empenho em proporcionarmos uma formação adequada às exigências do mercado de trabalho, sem esquecermos o compromisso com o desenvolvimento deste território”.
As matrículas para os novos alunos que ingressaram nesta 2ª fase, decorrem até 30 de setembro, nos Serviços Centrais do IPG e na Escola Superior de Turismo e Hotelaria (Seia), para os novos alunos que tenham ingressado nas licenciaturas daquela unidade orgânica.

Gouveia acolhe as Jornadas Europeias do Património 2019

Vão decorrer nos dias 27 e 28 de setembro as Jornadas Europeias do Património 2019, este ano subordinadas ao tema Artes Património Lazer,no concelho de Gouveia.

Segundo a  Direção Geral do Património Cultural,pretende-se com este tema “destacar as muitas facetas do património ligadas às artes, como fonte de entretenimento, e ao lazer, que nos permitem a todos viver outras dimensões da vida quotidiana, apropriando-nos de uma parte da cultura, tornando-nos autores, especialistas, guardiões e protagonistas.” A DGPC, entidade que coordena a programação e divulgação das JEP a nível nacional, convida as entidades públicas e privadas a associarem-se a estas Jornadas, organizando iniciativas neste âmbito.

O Município de Gouveia aliou-se a esta celebração europeia do património, juntamente com a Junta de Freguesia de Vila Nova de Tazem, com um programa que envolve caminhadas, visitas guiadas e uma palestra a dividir entre a sede de concelho, Gouveia e Vila Nova de Tazem.

Assim do programa faz parte:

27 SET – 09h00 – Posto de Turismo – Caminhada (Posto de Turismo – Curral do Negro – Parque Ecológico) – Dia Mundial do Turismo – No âmbito do Dia Mundial do Turismo, o Posto de Turismo de Gouveia organiza uma caminhada acompanhada pelos espaços verdes de excelência de Gouveia, numa caminhada que parte à descoberta da Mata da Cerca, do Curral do Negro e do Parque Ecológico de Gouveia. Tem início no Posto de Turismo às 09h00 e termina no mesmo local por volta das 12h00.

 

27 SET – 15h00 – Museu Paroquial de Vila Nova de Tazem – Palestra: Arqueologia da Vila – Vila Nova de Tazem no tempo e no espaço – Joel Correia – A única Vila do concelho de Gouveia tem uma história milenar por descobrir. Nesta conversa, quase, informal, dá-se a conhecer uma série de elementos arqueológicos que nos permitem reconhecer as realidades culturais e sociais do passado mais e menos distante da vivência humana nesta região, encontrando-se aqui, alguns elementos inéditos na historiografia e na arqueologia regional que importa dar a conhecer.

 

27 SET – 17h30 –  Visita à Capela de S. Miguel, Gouveia (À Descoberta da Arquitetura Religiosa de Gouveia) – Continuando a descoberta da arquitetura religiosa de Gouveia, e pela proximidade ao Dia de S. Miguel (29 de Set), o Município de Gouveia propõe uma visita guiada à Capela de S. Miguel, centro religiosos do populoso e tradicional Bairro do Outeiro.

 

28 SET – 10h00 – Igreja Matriz de V. N Tazem – Visita guiada ao Património Cultural de Vila Nova de Tazem – No seguimento da palestra de dia 27 de setembro, propõe-se aos visitantes conhecer os espaços dados a conhecer ai, tocando nas realidades arqueológicas mencionadas. O património cultural como experiência de lazer e de conhecimento, é o mote para esta visita guiada.

 

Turismo na região Centro em crescimento

O turismo na região centro do País continua a crescer e segundo os dados do INE, o mês de julho foi favorável.

Julho foi um mês muito positivo para a atividade turística no Centro de Portugal. Os números do INE – Instituto Nacional de Estatística, dados hoje a conhecer, indicam um crescimento muito significativo, comparativamente ao mês de julho de 2018.
O crescimento é muito evidente nas receitas. De acordo com o INE, os proveitos totais nos estabelecimentos de alojamento turístico subiram de 37,7 milhões para 39,5 milhões de euros (mais 4,7%), entre julho de 2018 e julho de 2019. Uma subida que ganha ainda mais expressão se analisados os proveitos totais entre janeiro e julho: nos primeiros sete meses do ano, os estabelecimentos de alojamento turístico registaram proveitos 7,71% superiores aos do mesmo período do ano passado, de 171,8 para 185,1 milhões de euros.

A nível das dormidas, o destaque em julho de 2019 vai para as dormidas de visitantes nacionais, que cresceram 4,4%, em relação a julho de 2018: de 389,7 mil para 406,8 mil. De janeiro a julho, este indicador aumentou 7,71%, de 1,96 milhões para 2,09 milhões de dormidas de visitantes nacionais, o que mostra que os residentes no resto do país continuam a escolher o Centro de Portugal como destino. As dormidas totais subiram em julho 0,7% e no acumulado entre janeiro e julho, subiram 5,12% — acima da média nacional, que cresceu 4,22%.

No indicador do número de hóspedes, o Centro de Portugal cresceu 2,7% entre julho de 2018 e julho de 2019 – e 6,3% no acumulado do ano. Em julho de 2018 tinham sido contabilizados 392,7 mil hóspedes na região; em julho de 2019 foram 403,5 mil.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar