Templates by BIGtheme NET
Home » Gastronomia (page 4)

Gastronomia

19.ª edição do “Encontro com Vinhos e Sabores”com a presença de gouveenses

O Centro de Congressos de Lisboa, na Junqueira, vai acolher a 19.ª edição do “Encontro com Vinhos e Sabores”, de 9 a 11 de novembro, com a participação de três produtores do concelho de Gouveia do setor vitivinícola.

O Município de Gouveia vai contar com um stand que está dividido em quatro áreas, que serão ocupadas pelos três produtores do concelho de Gouveia ; Moreira, Olazabal & Borges, a Quinta da Ponte Pedrinha e a Casa da Passarela e pelo Município de Gouveia que irá promover a próxima edição da Vinal – Vinhas de Altitude, a decorrer, na freguesia de Vila Nova de Tazem, em Gouveia, nos dias 29, 30 e 31 de maio de 2020.

Este evento “Encontro com Vinhos e Sabores” é considerado um dos eventos vínicos e gastronómicos nacionais com maior amplitude internacional, uma vez que conta, todos os anos, com prospetores provenientes de mais de uma centena de países diferentes. O referido certame configura uma derradeira oportunidade para os produtores do setor vitivinícola do nosso concelho divulgarem os seus vinhos e se afirmarem nos mercados internacionais, consolidando a valorização dos seus produtos de qualidade.

O vinho é um dos produtos do setor alimentar que tem ganho mais preponderância na economia do concelho nos últimos anos constituindo uma aposta económica do Município de Gouveia no desenvolvimento das potencialidades do território, nomeadamente dos produtos endógenos, cuja competitividade resulta da sua identidade diferenciadora.

Sopas animam S. Paio (Gouveia) a 9 e 10 de novembro

 

Vai acontecer em S. Paio, concelho de Gouveia,nos dias 9 e 10 de novembro, a vigésima edição do Festival das Sopas, nas instalações da Adega Cooperativa, este ano com a novidade de no sábado existir um desfile etnográfico e no domingo, o habitual degustação de sopas que ano após ano aumenta o número de participantes e também os litros de sopas, mas esgotam sempre, dado que, cada vez mais gente passa pelo Festival para degustar estas sopas premiadas.

Município de Nelas vai ter um orçamento 2020 de cerca de 18 milhões de euros

Foi aprovado o Orçamento Municipal e as Grandes Opções do Plano para o ano de 2020 por maioria na reunião de Câmara, recentemente, com os votos favoráveis do Presidente da Câmara e dos vereadores eleitos pelo PS.

Com um total de 17,9 milhões de euros, quer do lado da receita (10,5 milhões de correntes e 7,3 milhões de capital) quer do lado da despesa (9,4 milhões de correntes e 8,5 milhões de capital ou investimento), no Orçamento Municipal é bastante significativo o montante destinado a investimentos de mais de 8,5 milhões de euros, ou seja 47,4% do total das despesas previstas.

Este nível de investimento é possível com base nas obras já financiadas pela Câmara Municipal nos fundos comunitários do PT2020, fundos estes de montante total já superior a 22 milhões de euros e que continuam a ter expressão em 2020.

O Município de Nelas tem neste momento diversas empreitadas que se concluem em 2019 ou prosseguem em 2020, das quais se destacam ETARs, Escolas do 1º Ciclo e Reabilitação Urbana, a que prevê juntar empreitadas de novas ETARs (como a da Ribeirinha em Canas de Senhorim num investimento superior a 500 mil euros), um novo sistema de armazenamento e abastecimento de água (já consignado e em construção no valor de mais de 1,5 milhões de euros), e requalificação de infra-estruturas culturais e áreas de acolhimento empresarial, rede viária, ampliação de cemitérios, entre outras.

Estes projectos com financiamento comunitário, com uma comparticipação municipal que tem financiamento bancário aprovado, implicarão um endividamento total do município no final de 2020 de 11,8 milhões de euros, se o investimento previsto for totalmente realizado.

O investimento a realizar não prejudicará a manutenção da qualidade do serviço municipal em todas as suas áreas de intervenção, razão pela qual o orçamento comporta a despesa de integração no quadro de pessoal dos 60 trabalhadores precários admitidos em 2018 e em 2019, os encargos daí decorrentes, bem como os resultantes do aumentos salários e descongelamento de carreiras.

Este Orçamento Municipal, não obstante um grande esforço de investimento e de despesa para manter a qualidade dos serviços municipais (na educação, no desporto, no apoio associativo, no apoio sénior, entre muitos outros), continua a manter a taxa mínima de IMI de 0,30%, aliviando a carga fiscal que incide sobre as pessoas e as empresas.

Foto:Mun.Nelas

Feira dos Santos em Mangualde, visitada pelos presidentes da Rede das Câmaras de Comércio Portuguesas

Mangualde recebeu, nesta edição da Feira dos Santos (dias 2 e 3 de novembro), alguns presidentes da Rede das Câmaras de Comércio Portuguesas, nomeadamente: Carlos Vinhas Pereira (Câmara de Comércio e Indústria Franco – Portuguesa), Francis da Silva (Câmara de Comércio e Indústria Luso – Luxemburguesa) e Marina Prévost-Mürier (Câmara de Comércio, Indústria e Serviços Suíça – Portugal). O objetivo desta visita é impulsionar a internacionalização das empresas mangualdenses, bem como a captação de investimento direto estrangeiro para Mangualde.

As Câmaras de Comércio Portuguesas assumem a qualidade de eixo funcional e interativo entre os agentes económicos e representativos do associativismo empresarial da Diáspora. Paralelamente ao programa comum do certame, tiveram lugar algumas reuniões de trabalho, destacando-se as realizadas com empresários locais, onde se procurou promover o nosso concelho e a qualidade das nossas empresas com resultados muito satisfatórios.

Na opinião dos vários empresários locais, as reuniões tidas com estas entidades, que identificam como a ponte de ligação para a internacionalização da economia mangualdense, revelaram-se bastante profícuas e produtivas. Já os Presidentes das Câmaras de Comércio e Indústria atestaram que consolidado pelo seu empreendedorismo e indústria, com áreas de grande potencial competitivo, Mangualde está bem posicionada para o estabelecimento de relações comerciais e industriais com as suas regiões.

Para João Lopes, Vereador da Câmara Municipal de Mangualde, esta iniciativa permitiu fomentar sinergias e possibilitou o desenvolvimento da rede de contactos e relações profissionais, bem como possibilitou mostrar aos diversos Presidentes das Câmaras de Comércio o que Mangualde tem de melhor na área industrial e nos produtos endógenos”.

Feira Anual dos Santos animou Pinhel

Uma manhã muito cinzenta com a chuva a mostrar-se, mas na cidade Falcão, realizou-se mais uma edição da Feira Anual dos Santos, nesta sexta-feira, feriado Dia de Todos os Santos.

Muitos comerciantes estiveram presentes e também a comunidade pinhelenses aderiu e saiu de casa para fazer algumas transações neste dia.

Esta é já uma tradição que vai continuando na Cidade Falcão.

foto:MP

Como colher os bons cogumelos silvestres no concelho de Aguiar da Beira

O Município de Aguiar da Beira deixa alguns conselhos para uma boa colheita de cogumelos silvestres, nesta fase do ano:

1-A colheita deve ser feita sem prejudicar os locais onde aparecem os cogumelos.

2-Deve conhecer muito bem os cogumelos comestíveis e as espécies tóxicas semelhantes. Em caso de dúvida não colha!

3-Não misture cogumelos comestíveis com outros que não conheça na mesma cesta.

4-Não use sachos, enxadas, ancinhos ou outros utensílios que arrastem a caruma ou a folhada para encontrar os cogumelos. Use em alternativa um pau, uma navalha ou outro utensilio que não remova a camada superficial do solo.

5-Quando arrancar o cogumelo tape imediatamente o local. O terreno deve ficar igual ao que encontrou.

6-Não colha os cogumelos com o chapéu fechado para que liberte alguns esporos. Nesta fase a possibilidade de confusão também é maior.

7- Nunca use sacos de plástico, baldes, caldeiros ou outros recipientes idênticos. Deve usar cestas ou outros recipientes arejados que tenham aberturas laterais e por baixo.

8-Os cogumelos comestíveis que têm inicialmente forma de ovo, como a Amanita ceasarea, só devem ser colhidos quando o chapéu estiver aberto, nunca em fase de ovo.

9-Não colha os cogumelos demasiado maduros, pois estão contaminados com outros fungos e bactérias que podem ser tóxicos. Deve deixá-los no local.

10-Não colha cogumelos em zonas contaminadas, bermas das estradas, terrenos onde foram aplicados pesticidas ou herbicidas, junto de lixeiras ou esgotos, etc.

11-Não destrua os cogumelos que não conhece, mesmo os venenosos. Deixe-os no local pois são importantes no ambiente.

12-Não coma o míscaro amarelo (Tricholoma equestre) em grandes quantidades e em dias seguidos.

13-Consuma os cogumelos de preferência num espaço de 24h após a colheita.

14-Deve devolver os desperdícios dos cogumelos a locais semelhantes onde foram encontrados ou limpá-los no momento da colheita.

Para qualquer esclarecimento adicional dirija-se ao Gabinete de Micologia da Câmara Municipal no das 9h às 12,30h e das 14h às 17,30h.

EM CASO DE INTOXICAÇÃO
Aos primeiros sintomas de indisposição (vómitos, náuseas, diarreia, dor abdominal, tonturas) contacte:

800 250 250 -Centro de Informação Anti-Venenos (CIAV)

Se não conseguir contactar o CIAV, ligue:

112-Número Europeu de Emergência

Ou dirija-se ao hospital mais próximo e procure levar exemplares dos cogumelos suspeitos de terem provocado a intoxicação, para auxiliar no diagnóstico.

Sopa de Legumes /Rancosinho venceu o Festival de Sopas de Algodres

  Teve lugar no salão Multiusos da freguesia de Algodres, a primeira edição do Festival de Sopas da Freguesia, com 9 sopas a concurso.
Desta forma, a adesão da comunidade foi excelente com o salão praticamente cheio, numa iniciativa da ARISCA.
Participaram o Bairro do Outeiro com a Sopa de Natal, a Quinta da Bicha da Mariana com a Welsh Cawl, a Praça com a Canja de galinha, Rancosinho com a Sopa de Legumes, o Furtado com a Sopa de Castanhas e Cogumelos, a ARISCA com as Sopa da Pedra e Sopa de Peixe, o Alto de S. João, com a sopa Duo de Cremes e o Bairro do Comborço com a Sopa à Lavrador.
No final, foram recolhidos os votos da comunidade que degustou as respetivas sopas,  e foi atribuida a vitória ao Rancosinho- Sopa de Legumes, seguido do Furtado- Sopa de Cogumelos e Castanhas e no terceiro lugar ficou o Bairro do Outeiro- Sopa de Natal.Em suma, uma boa iniciativa da ARISCA que ajudou a promover o convívio entre toda comunidade.

7ªFeira da Castanha & Paladares de Outono abriu em Trancoso

Teve o seu início nesta sexta -feira, Dia de Todos os Santos, a sétima edição da Feira da Castanha na Cidade de Bandarra, mais concretamente no Multiusos local, com 70 expositores.

São dois fins de semana onde a castanha é a rainha, mas outros produtos endógenos pode encontrar neste certame:enchidos, sardinhas doces, licores diversos, queijo, batata, bolos, cavacas de Pinhel entre outras iguarias.

A muita chuva que se fez sentir na região afastou algumas pessoas mas na hora da abertura oficial, ao fim da tarde, o pavilhão estava muito bem composto, com Amílcar Salvador , presidente da Câmara de Trancoso, a dar as boas- vindas a todos produtores e instituições que se encontram representadas neste certame. Trancoso é o maior produtor de castanha da CIMBSE, esta feira ano após ano tem mais interesse por parte dos visitantes, salientou o autarca.

Esteve presente Fernando Martins, Diretor Regional da Agricultura e Pescas, que se mostrou satisfeito com este evento, que faz uma promoção turística e acaba por ser um incentivo aos produtores de castanha. Agora frisou que é importante que os agricultores possam usufruir de todos os apoios necessários para que continue a ser assegurada a qualidade da produção de Castanha Dop integrada nos Soutos da Lapa.

Estiveram presentes diversos autarcas dos concelhos limítrofes, Santinho Pacheco, deputado na Assembleia da República e demais convidados.

 

Beira Interior-Vinhos e Sabores promovida em Santarém

Em Santarém , realiza-se o Festival da Gastronomia, face a isso o Municipio de Pinhel esteve lá nesta quinta -feira a promover mais uma edição da Beira Interior-Vinhos &Sabores.

Este evento decorre na cidade Falcão de 15 a 17 de novembro, que anualmente recebe centenas de visitantes e promove os vinhos e sabores desta região.

Mangualde em festa com a Feira dos Santos

Mangualde volta acolher mais uma edição da Feira dos Santos, um certame, tem mais de 300 anos existência, acontece entre 2 e 3 de novembro, nas ruas do centro da cidade, destacando o melhor que aqui existe neste concelho ao nível da gastronomia, vinhos, artesanato, agropecuária, máquinas e alfaias agrícolas, indústria, entre outros.

Um evento para toda a família, com animação, exposições, workshops para crianças e adultos, artesanato, concursos, gastronomia e vinhos. Além da “Feira dos Santos à Mesa”, em que os restaurantes aderentes, que proporcionarão uma ementa regional dedicada a esta Feira (com enchidos da região, rojões à moda de Mangualde, febras à Feira dos Santos, requeijão com doce de abóbora, queijo da serra e vinho do Dão), estarão ainda em destaque cada uma das freguesias do concelho, bem como o tecido empresarial, industrial, os produtos regionais e as instituições parceiras (Turismo do Centro de Portugal, Associação de Desenvolvimento do Dão, Associação Empresarial de Mangualde e Conselho Empresarial da Região de Viseu).

Devido à intervenção que poderá estar em curso no Largo das Carvalhas, a Feira das Febras, localizar-se-á na Agromangualde/Quinta do Alpoim, e a Mostra de Freguesias passará para o Mercado Municipal, Dr. Diamantino Furtado, onde se prevê grande animação.

Desta forma, sábado, dia 2 de novembro, no Mercado Municipal Dr. Diamantino Furtado, terá lugar a cerimónia de abertura da Feira dos Santos 2019, com uma Sessão Protocolar, pelas 10h30. O momento contará com a atuação da Orquestra Juvenil das Escolas de Mangualde. Ainda no sábado terá lugar o “Arraial dos Santos”, entre as 21h00 e as 01h00, no mesmo local, que contará com a atuação de Tiago Maroto, do Dj Fernando Oliveira e do Dj David João.

No domingo, dia 3, o programa televisivo “Somos Portugal” será transmitido em direto, na TVI, a partir do Largo Dr. Couto. A emissão decorrerá entre as 14h e as 20h, contando com as atuações de vários artistas, bem como a divulgação e promoção do que de melhor Mangualde tem para oferecer e visitar.

Os concursos de fotografia são nos dias 2 e 3 de novembro, intitulado “Um Olhar sobre a Feira dos Santos”, em parceria com Filipe Coelho Produções Fotográficas. As normas de participação estão em www.cmmangualde.pt. Decorrerá ainda o Sorteio “Pedir a todos os Santos” dirigidos a todos os que tenham o sobrenome Santos. Poderão ganhar um fim de semana para duas pessoas numa unidade hoteleira do concelho. O concurso inicia-se no sábado de manhã e termina no domingo às 16h00, tendo como parceiro o Hotel N. Sr.ª do Castelo.

Ainda no domingo, dia 3, haverá outro momento alto, no Estádio Municipal de Mangualde, com “Um Salto para a Feira dos Santos” com o Grupo de Paraquedistas Fly – Skydive, pelas 11h00, se as condições atmosféricas o permitirem.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar