Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura » Sepulturas medievais de Moimenta de Maceira Dão em destaque

Sepulturas medievais de Moimenta de Maceira Dão em destaque

MANGUALDENSES FICAM MAIS PRÓXIMOS DO PATRIMÓNIO DO CONCELHO
A campanha da autarquia mangualdense, «Mangualde, o
nosso património!», continua a dar a conhecer o vasto património do concelho.
Para aproximar a população do património mangualdense, em outubro, o destaque
vai para as Sepulturas medievais de Moimenta de Maceira Dão.
Sepulturas medievais de Moimenta de
Maceira Dão
Dispersas pelo território de Mangualde,
as sepulturas escavadas na rocha são o vestígio mais presente de uma época da
qual poucas marcas arqueológicas persistem ou se conhecem: a Idade Média Alta
(séculos V a XI).

Período conturbado por toda a
Europa, devido às grandes hordas de migrantes que, instalando-se e
misturando-se com as populações indígenas, promoveram uma profunda alteração
nos valores civilizacionais vigentes. A vinda para a Hispânia romana de Alanos,
Vândalos, Suevos e Visigodos decretava e impunha – em definitivo – o fim do Império
Romano por todo o Ocidente! Os Visigodos criaram estabilidade e só a Invasão
muçulmana os confinou às Astúrias, donde iniciaram a Reconquista Cristã.
Mais abundantes no século IX e X, é
cerca de uma centena o número de sepulturas que hoje se conhecem (já não
existem todas!) pelo território de Mangualde. Cristãs, testemunham o povoamento
deste território e perpetuam a vontade de alguém se manter na memória dos que
ficavam e dos que viriam. Não revelando quem as ocupou, dão-nos conta de um
ritual funerário anónimo.
Em Moimenta de Maceira Dão,
provavelmente coevas à instalação do Mosteiro, persistem dois exemplares, hoje
valorizados por iniciativa da Junta de Freguesia local.
Coordenadas geográficas: 40º 34.836
| 7º 48.925
António Tavares
Gabinete de Gestão e Programação do
Património Cultural
Com esta campanha todos ficam mais próximos de todo o esplendor patrimonial
do nosso concelho. Nesse sentido, continua a ser colocada, em vários pontos de
encontro do concelho, informação sobre o monumento/património apresentado. O
património material e imaterial vai sendo apresentado consoante a categoria com
a qual foi classificado: arqueologia, pelourinhos, fontes, palacetes e
religiosos, bem como outros bens patrimoniais. Cada categoria será representada
por uma cor que a distingue das restantes.
Foram já vários os bens patrimoniais destacados por esta campanha nos
últimos dois anos. Em 2015, continuamos a aproximar a comunidade de todo o
nosso património, tendo sido apresentada nos primeiros meses do ano, a Igreja
de São Tomé de Cunha Baixa, o Fontenário dos Seabra Beltrões, em Cassurrães, o
Penedo da Cruz, em Póvoa de Cervães, Vila Cova de Tavares…1663, a Capela dos
Cabral Pinto – Cassurrães, a Ponta da Barca e a Igreja de Santiago de
Cassurrães.
Por: Municipio de Mangualde

Enviar Comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar