Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura » Solar dos Cáceres, um paraíso serrano, em Casal Vasco

Solar dos Cáceres, um paraíso serrano, em Casal Vasco

 ”Um olhar sobre o turismo
rural”
Como início da nova rubrica ”Um olhar sobre o turismo
rural
”, fomos à freguesia do Casal Vasco visitar o Solar dos Cáceres, um
recente empreendimento virado para o turismo rural, face a isso conversámos com
a responsável pelo empreendimento.
Magazine Serrano- Como surgiu todo este projeto?
Solar dos Cáceres – O sócio gerente da
sociedade é natural desta aldeia, onde viveu alguns anos, tem forte ligação ao
local.

Quando teve conhecimento que o imóvel estava para venda embora em ruínas, resolveu adquiri-lo, reuniu os meios e a recuperação foi efetuada.

MS – Fale-nos da história deste solar?
SC – A
construção do Solar segundo os dados conhecidos remonta ao século XVI. Foi
pertença da Casa da Ínsua, à qual foi adquirido. A última  família que
nele habitou foi a família Carmo, Sr. José Salvador do Carmo e seus
descendentes. É imóvel classificado de interesse municipal.
MS – Como é composto este hotel rural?
SC – O Solar é constituído por 8 quartos com wc
privativo, ar condicionado, Internet gratuita, minibar, etc. Tem elevador,
salão de convívio, sala de refeições, sala de estar, cozinha, bar, piscina
exterior, parque de estacionamento, grande parque arborizado e jardins no
exterior.
MS – O que podemos encontrar aqui? Serviços que
oferecem aos vossos hóspedes.
SC – Neste local
encontramos um ambiente calmo e requintado, ar puro, um contacto direto c/ a
natureza. No fundo um refúgio que
apela aos sentidos.
Neste momento dispomos de serviços de Alojamento e Pequeno-Almoço.
Brevemente
esperamos ter a cozinha a funcionar, onde esperamos apresentar de forma
particular o nosso queijo da Serra da Estrela, o vinho do Dão, bem como outras
iguarias que andam à volta do cabrito, da vitela sem esquecer os deliciosos
enchidos da região.
MS- O turismo rural cada vez mais é uma aposta do
interior?
SC O turismo rural de qualidade tem o
seu espaço próprio. Há toda uma riqueza cultural, paisagística, gastronómica
etc. que é necessário conhecer, preservar e divulgar.
E
especificamente a nossa zona, reúne por si só todas as condições para
proporcionar uma experiência rural única! Mas temos de saber tirar partido
deste enorme potencial! E felizmente, embora tardiamente, todos estão a
despertar para esta realidade.
Para quem
procura evadir-se da vida stressante, procurando espaços tranquilos, para uma
escapadinha ou umas férias em família, o interior é obviamente uma boa primeira
opção. E o Solar dos Cáceres também.
MS – Como vê a indústria hoteleira nesta região?
SC – A indústria hoteleira na região necessita de muito
trabalho para se afirmar. Há potencial, é necessário conjugar esforços e
desenvolver programas no sentido de divulgar a região, apostando sempre na
qualidade, de forma que quem nos visita constate que a Beira tem suas riquezas.
MS – Turismo pode ser uma rampa de lançamento para
povoar estas regiões de novo?
SC – O turismo pode seguramente dar um grande
contributo para povoar a região de novo, criando emprego diretamente e em
simultâneo apoiar a criação e desenvolvimento de outros negócios e por consequência
contribuir para o desenvolvimento regional.
Mas o Turismo pode também trazer visitantes
estrangeiros que se encantem por estas regiões e se instalem aqui ou que façam
investimentos que de alguma forma contribuam para o desenvolvimento destes
meios rurais.
No caso concreto do Solar dos Cáceres, através da
sua dinâmica irá certamente a seu tempo dar o seu contributo particular para
tornar a aldeia mais interessante e atrativa.
Por: António Pacheco

Enviar Comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar