Templates by BIGtheme NET
Home » Gouveia » CIMSE e ADRUSE realizam Missões Empreendedoras com jovens da Serra da Estrela

CIMSE e ADRUSE realizam Missões Empreendedoras com jovens da Serra da Estrela

O projeto de empreendedorismo
“IDEIAS Serra da Estrela”, promovido pela CIMSE – Comunidade Intermunicipal da
Serra da Estrela e dinamizado pela ADRUSE – Associação de Desenvolvimento Rural
da Serra da Estrela, culminou com a realização das Missões Empreendedoras
constituídas pelos alunos e professores vencedores dos Concursos de Ideias.

Os jovens da Serra da Estrela
tiveram oportunidade de conhecer diferentes realidades empreendedoras,
partilhar experiências conjugando aspetos lúdicos, culturais e pedagógicas
através de visitas a espaços inovadores e locais emblemáticos.
A “Missão Barcelona” incluiu os
alunos do Instituto de Gouveia e da Escola Superior de Turismo e Hotelaria do
IPG, em Seia, vencedores do Concurso Supramunicipal. Ao longo de quatro dias,
os jovens visitaram a incubadora Barcelona Activa e outras Startups onde
puderam  observar  projetos 
inovadores resultantes da capacidade empreendedora de gente que transforma
ideias em sucesso empresarial. Esta viagem teve ainda uma componente cultural e
proporcionou a visita a locais emblemáticos da capital da Catalunha como a
Catedral da Sagrada Família ou a Casa de Batló de Gaudi. Uma experiência única
e enriquecedora que teve como orientação o conceito de empreendedorismo, como
refere Cristina Bartolomeu, professora que acompanhou o grupo de alunas do
Instituto de Gouveia: “A chegada a Barcelona surge no culminar de um conjunto
de etapas partilhadas em equipa rumo ao Empreendedorismo. Este foi o conceito
que nos uniu neste desafio, com uma visão mais otimista, ouvimos com atenção e
observámos a forma como projetos empreendedores nascem e são apoiadas nas
startups e incubadoras que visitámos. A vertente cultural, programada para os
últimos dias da viagem, foi outro fator que enriqueceu esta Missão.”
A “Missão Empreendedora a Lisboa”
levou à capital os alunos vencedores do 3º ciclo do Concurso Supramunicipal que
representaram a Escola Evaristo Nogueira, de S. Romão, no concelho de Seia. Os
restantes alunos, da Escola Básica e Secundária de Fornos de Algodres e da
Escola Profissional da Serra da Estrela, que visitaram Lisboa foram os
vencedores dos Concursos de Ideias de Fornos de Algodres e de Seia. Do programa
da Missão constou uma visita à Vodafone Labs Lisboa, à Startup Tech, Startup
Comércio e ao Tagus Park constituídas por incubadoras que permitiram aos jovens
contactar com realidades inovadoras e tecnologicamente pioneiras, onde as
ideias foram transformadas em sucesso empresarial. A Fundação Champalimaud,
líder mundial na inovação científica e tecnológica, que desenvolve programas
avançados na área biomédica, foi outro dos locais visitados.
“Foram, sem dúvida, três dias
intensos, extremamente enriquecedores, que deixaram “sementinhas” de
empreendedorismo nos nossos alunos. Quem sabe se um dia, as experiências
vivenciadas, constituirão fonte de inspiração para a criação e desenvolvimento
de ideias de negócio?”, afirma Cristina Albino, professora que acompanhou os alunos do 3º
ciclo da Escola Evaristo Nogueira, que termina o seu testemunho lembrando as
palavras  de Benjamin Franklin: “Diz-me
e eu esqueço, ensina-me e eu recordo, envolve-me e eu aprendo” .
São João da Madeira, reconhecida
como Cidade do Trabalho e detentora de uma grande diversidade empresarial e
industrial, recebeu o grupo de alunos da Escola Abranches Ferrão, em Seia. Nesta
Missão os jovens, a frequentar o 3º ciclo, tiveram a possibilidade de visitar a
empresa de feltros para chapéus, a FEPSA, o Museu da Chapelaria e a única fábrica de lápis em Portugal, a centenária Viarco.
No entender de Álvaro Passeira,
professor orientador do grupo de alunos da Escola Abranches Ferrão, “Uma viagem
oportuna e memorável pois representou uma oportunidade inesquecível para vermos
como funcionam por dentro as empresas bem sucedidas da cidade do trabalho.”
 Através das Missões Empreendedoras, os jovens
da serra da Estrela tiveram oportunidade de partilhar realidades onde o
empreendedorismo e a inovação assumem um papel decisivo no desenvolvimento do
país. 
Refira-se que através do projeto
“Educação para o Empreendedorismo” a CIMSE e a ADRUSE envolveram 18 escolas, do
ensino básico ao ensino superior, 44 professores num total de 681 alunos que ao
longo de vários meses promoveram as suas capacidades para práticas
empreendedoras, espírito de iniciativa e que acreditam que o futuro passa pela
serra da Estrela.

fonte:Adruse

Enviar Comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar