Templates by BIGtheme NET
Home » Seia » O Festival ARTIS em Seia

O Festival ARTIS em Seia

O
Festival ARTIS, organizado pelo Município de Seia e Associação de Arte e
Imagem de Seia, cumpriu este ano a sua 11ª edição e contou com a
participação de 57 artistas, na sua maioria da comunidade local, e
outros convidados, que apresentam trabalhos na linha do tema proposto:
(Des)formatação, bem como em tema livre.

A organização lançou
também o desafio aos artistas locais para a concepção do Cartaz do
Festival, tendo sido aprovado o cartaz apresentado por Ricardo Mota
Veiga, da Formatos.

O Festival ARTIS que este ano não
comtemplou a parte competitiva, contou ainda com diversas iniciativas
paralelas, entre elas um concerto com a Orquestra do Conservatório de
Música de Seia; uma Performance de Ricardo Cardoso, uma segunda
apresentação de SENALONGA, a partir da obra de Avelino Cunhal, pelo
Senna em Palco; a Apresentação de dois livros a Exibição da
curta-metragem “Mais do que um Olhar”, de Pedro Barbosa, do Brasil, um
filme do Cine’Eco 2012, seguido de debate, encerrando com Chave de Ouro,
numa Mostra de Música Moderna de Seia.

Esta Mostra, foi um dos
momentos altos do Festival, com um público em grande número a aplaudir
os 11 temas que foram passando no palco do Cineteatro. Esta Mostra, que
contou com apresentação de temas originais, numa vertente criativa, por
parte de grupos e músicos de Seia, afirmou-se como um primeiro passo
para dar oportunidade aos talentos locais, na continuidade do que o
Município tem vindo a fazer há vários anos e neste caso na área da
música.
O espetáculo que foi sendo preparado com a envolvência dos
participantes, não teve caráter competitivo, apresentando-se como uma
oportunidade de dar espaço à criatividade artística dos músicos locais.

Pelo meio, o Festival ARTIS contou também com uma pequena homenagem a 3
artistas de Seia. Este ano na Pintura, Ana Carvalhal, na Fotografia
Carlos Moura e na Música Tozé Novais.

Relativamente às
exposições, de pintura, escultura, instalação e fotografia, para além da
quantidade de artistas presentes, a organização realçou a qualidade dos
trabalhos apresentados, “o que ajuda a consolidar o festival no
calendário cultural de Seia, correspondendo às expetativas da
organização e do público que a visitou”.

O Festival contou
também com a colaboração da Academia Sénior de Seia, presidida por
Alicia Gomes, que no dia da abertura promoveu uma iniciativa de rua, que
consistiu em pintar tampas de esgoto pelas principais ruas do centro
histórico de Seia.

Também se verificou a mobilização de outras
instituições para visitas organizadas às exposições, com destaque para
escolas e concretamente dos cursos de artes, através da colaboração do
artista plástico e professor, Sérgio Reis.

Em boa hora, o
Presidente do Município, Carlos Filipe Camelo tomou a decisão de retomar
a organização deste Festival em Parceria com a Associação de Arte e
Imagem de Seia, presidida pelo artista plástico, Luiz Morgadinho. Um
evento cheio de boas vontades, onde se gasta para participar, mas quando
não há recursos financeiros, há a colaboração e a participação das
pessoas e neste caso do imenso grupo de artistas e instituições locais.
E só assim é possível manter Seia numa dinâmica cultural assinalável – com a participação de todos.

fonte:Casa da Cultura de Seia

Enviar Comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar