Templates by BIGtheme NET
Início » Serra » Operação Ano Novo saldou-se em 331 acidentes

Operação Ano Novo saldou-se em 331 acidentes

 
O primeiro dia da Operação Ano Novo da GNR saldou-se em 331 acidentes, dos quais resultaram cinco feridos graves e 80 ligeiros.
O primeiro dia da Operação Ano Novo da GNR saldou-se em 331 acidentes, dos quais resultaram cinco feridos graves e 80 ligeiros, segundo os dados divulgados hoje pela instituição relativamente a quinta-feira, dia em que se iniciou a operação. De acordo com o “site” da GNR, o maior número de acidentes registou-se na região de Lisboa, que contabilizou 58 ocorrências, seguida da cidade do Porto (com 45), Setúbal (36), Faro (32) e Aveiro, com 24. Apesar de não se ter registado nenhuma vítima mortal no primeiro dia da Operação Ano Novo – destinada a combater a sinistralidade nas estradas portuguesas, nos dias que antecedem e que se seguem à noite da passagem de ano -, certo é que foram contabilizados um total de cinco feridos graves: em Aveiro, Coimbra, Faro, Lisboa e Vila Real. Relativamente aos feridos ligeiros, um total de 80, o maior número registou-se em Setúbal (11), seguida de Santarém e Lisboa (10 em cada um destes dois distritos), Leiria (9), Faro (6), Évora (5), Braga e Aveiro com quatro cada um, Coimbra (3), Beja (2) e Bragança (1). Os dados da GNR revelam igualmente que Castelo Branco foi o único distrito em que os acidentes ocorridos não provocaram nenhum ferido, ligeiro ou grave. A Operação Ano Novo da GNR iniciou-se às 00:00 de quinta-feira, devendo prolongar-se até às 24:00 de domingo. Nesse período estarão cerca de 2400 membros da GNR e 1100 viaturas a patrulhar as estradas portuguesas, com todos os meios a estarem equipados com radares. Nos quatro dias em que vai decorrer a operação, a GNR promete dar especial atenção aos principais itinerários e autoestradas que conduzem ao sul do país, como a A1, a A2 e a A23, dado que é no Algarve que se concentram os principais festejos de Ano Novo. Paralelamente, os comportamentos mais vigiados serão os que se relacionam com o excesso de álcool, de velocidade e realização de manobras de ultrapassagem. A Operação Ano Novo de 2009/2010 contabilizou um total de oito mortos – mais um relativamente ao período homólogo do ano anterior – e 28 feridos graves.
in terras da beira

Enviar Comentário

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar