Templates by BIGtheme NET
Home » Desporto » Conversa com Daniel Candeias, um fornense a triunfar no Metz (França)

Conversa com Daniel Candeias, um fornense a triunfar no Metz (França)

A subida como objetivo…

0bmc1Fomos conversar com o fornense Daniel Candeias que este ano 2015/16 está defender as cores do Metz em França, mas continua ligado ao SL.Benfica.

Magazine serrano -Como está a decorrer esta experiência em França?

Candeias– A experiência aqui em França está a correr bem até porque adaptação foi fácil ao ter vários portugueses dos quais já conhecia e também Balliu que jogou no Arouca.

MS-A subida é o objetivo e do Candeias e todo o coletivo luta dia a dia?

DC– Obviamente é um objetivo assumido pelo clube e pelo coletivo o FC Metz é um clube de primeira e queremos subir a Ligue 1 , apesar de ser um campeonato difícil temos um plantel recheado de bons jogadores e seguramente vamos festejar a subida no final.

MS- Que diferenças entre o futebol português e a liga francesa?

DC– As diferenças são algumas a começar pela técnica pois aqui é mais base da força e taticamente a nossa liga é superior apesar de estarmos a falar da Ligue 2 em França, mas se compararmos com a nossa 2ªliga é muito superior tanto em futebol como em termos monetários já que o nosso orçamento é de 20 milhões.

MS- O Ano de 2016 pode ser mais um ano de glória para o Candeias ?

DC– De glória vai ser porque vou ser pai e não há mais glória que essa e depois claro a nível desportivo quero festejar a subida a ligue 1 de França e aí torna-se um ano inesquecível para mim.

MS- Qual o momento mais positivo e negativo de 2015?

DC – Momento positivo foi a manutenção do Granada na última jornada da liga espanhola parecia que tinha sido campeão porque manter na última jornada contra o Atlético de Madrid não é fácil. E negativo não fazer parte do plantel do Benfica quando vejo que tinha lugar no plantel. Porque tirando isso mesmo os aspetos negativos me fazem crescer.

MS – Espera poder vir a ser chamado de novo ao clube da luz em breve ou poderá a carreira do Candeias passar pelo Metz no caso de subida?

DC– Neste momento não penso no Benfica, penso sim no Metz e em subir e sinceramente nem penso em voltar pois no estrangeiro dão mais valor que em Portugal e espero ficar muitos anos por fora de Portugal.

MS- Como tem visto o desenrolar da liga Portuguesa? Alguma surpresa?

DC– Sinceramente não tenho acompanhado muito, mas o Setúbal tem surpreendido pelo  pouco que vejo.

MS- Objetivos a nível pessoal para 2016?

 

DC– Os meus objetivos é ajudar o clube a subir de divisão, esse é o principal objetivo e depois é continuar o meu caminho como até aqui que já é bom e do qual me orgulho.

Reportagem de António Pacheco

Enviar Comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar