Templates by BIGtheme NET
Home » Aguiar da Beira » Autoridade Nacional de Proteção Civil lança alerta ás populações

Autoridade Nacional de Proteção Civil lança alerta ás populações

Aviso à População: Condições meteorológicas adversas (tempo quente e seco) agravadas pela intensificação do vento

 17103_10153062148718183_7082118569019644813_nDe acordo com a informação atualizada e disponibilizada pelo IPMA, salienta-se para as próximas 48 horas a persistência das condições associadas a tempo quente e seco, agravadas pela intensificação do vento:
  • Nas regiões do litoral, fluxo de noroeste até 35 Km/h com rajadas da ordem dos 60 Km/h durante a tarde e temporariamente de sudoeste na costa Sul do Algarve. Vento à superfície marcadamente de Leste amanhã no interior, de intensidade moderada (<30 Km/h);
  • Nas terras altas do Norte e Centro, fluxo de nordeste moderado a forte (<45Km/h) a partir do início da tarde, em particular acima dos 800 m;
  • Inversões térmicas acima dos 500 m mais localizadas na região do Minho e Douro Litoral;
  • Humidade relativa do ar abaixo de 15% no interior.
Estas condições meteorológicas, dificultam a supressão dos incêndios e facilitam a sua propagação. De salientar, ainda, que as condições meteorológicas e de qualidade do ar associadas à ocorrência de incêndios florestais podem ter efeitos significativos na saúde pública, particularmente nos grupos mais vulneráveis da população.
A ANPC apela por isso a toda a população para que tenham cuidados redobrados e adotem comportamentos de precaução para evitarem os incêndios florestais.
Reiteram-se, por isso, todas as recomendações efetuadas em comunicados emitidos anteriormente:
Risco de incêndio – medidas de prevenção
1. PREVISÃO
No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, 6 de agosto, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), salientam-se:
O prolongamento das condições meteorológicas constantes no Aviso à População de ontem § Índices de risco de incêndio em níveis muito elevado e extremo.
1. EFEITOS EXPECTÁVEIS
  • Em função da previsão da evolução das condições meteorológicas é expectável:
  • Tempo quente e seco e vento moderado com permanência de condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios florestais.
2. MEDIDAS DE PREVENÇÃO – A PROTEÇÃO CIVIL recomenda:
2.1.1. Risco de Incêndio Nesta altura do ano, e de acordo com as disposições legais em vigor, não é permitido nos espaços rurais:
  • Realizar queimadas, fogueiras para recreio ou lazer, ou confecção de alimentos;
  • Utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confecção de alimentos;
  • Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes;
  • Lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
  • Fumar ou fazer lume nos espaços florestais e vias que os circundem;
  • A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.
2.1.2. Na realização de trabalhos agrícolas e florestais:
  • Mantenha as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras;
  • Abasteça as máquinas a frio e em local com pouca vegetação;
  • Tenha cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.
2.1.3. Se mora junto a uma área florestal:
  • Limpe o mato à volta da sua habitação e guarde, em lugar seguro e isolado, a lenha, gasóleo e outros produtos inflamáveis;
  • Para informações sobre prevenção estrutural de incêndios florestais contacte o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas;
Informe as autoridades se presenciar atos negligentes ou comportamentos dolosos. Acompanhe a previsão de Risco de Incêndio na página da internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), em www.ipma.pt, e aconselhe-se junto do Serviço Municipal de Proteção Civil e dos Corpos de Bombeiros da sua localidade.
CALOR – Efeitos na Saúde
  • Mantenha-se hidratado (beba água, mesmo se não tiver sede);
  • Mantenha a casa arejada;
  • Evite a exposição ao sol nas horas de maior calor (entre as 11h00 e as 17h00);
  • Se viajar de carro, escolha as horas de menor calor. Não permita que pessoas e/ou animais fiquem dentro da viatura ao sol;
  • Os recém-nascidos, as crianças, as pessoas idosas e as pessoas doentes, podem não sentir, ou não manifestar sede. Ofereça-lhes água e esteja atento;
  • Atenção redobrada ao grupos mais vulneráveis, idosos, crianças, doentes crónicos, sem-abrigo, pessoas que desenvolvem a sua atividade no exterior;
Mantenha-se informado.
Para mais informações ligue para a Saúde 24: 808 24 24 24. Em caso de emergência ligue 112. Para informação adicional consulte o site da Direção-Geral da Saude (DGS), em www.dgs.pt.
Redobre os cuidados com a poupança de água. Siga as recomendações específicas na página da internet Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), em www.prociv.pt.
A ANPC, através do seu Comando Nacional de Operações de Socorro acompanha em permanência o evoluir da situação, em articulação com todas as entidades que concorrem para a proteção e socorro das populações, emitindo “Avisos à População” sempre que se julguem necessários.
Atuar preventivamente, é promover a sua segurança, a segurança de TODOS.
Por:Autoridade Nacional de Proteção Civil·

Enviar Comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar