Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura » Câmara Municipal de Fornos de Algodres e GRACE promovem Responsabilidade Social

Câmara Municipal de Fornos de Algodres e GRACE promovem Responsabilidade Social

4 O Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial (GRACE) esteve, no passado dia 15 de novembro, em Fornos de Algodres, a convite da Câmara Municipal, para dinamizar dois workshops formativos direcionadas para as empresas e organizações do setor social sediadas no Município.

Esta iniciativa decorreu do âmbito da parceria celebrada recentemente com o GRACE (http://www.grace.pt/) para dinamização do Programa Responsabilidade Social “ForNos For Us”, previsto no Plano de Ação do Conselho Local de Ação Social (CLAS), dando assim início a um conjunto de ações que pretendem fomentar uma maior participação das empresas na comunidade e na dinamização da economia social, visando, simultaneamente, promover uma maior capacitação da sociedade civil, em particular, das associações de base local, para desenvolver parcerias estratégicas com empresas, promotoras de criação de valor.

Por força das exigências do desenvolvimento de políticas de responsabilidade social corporativa, as empresas estão, hoje, mais sensíveis às questões sociais, procurando parcerias em que possam ter um papel mais ativo, nomeadamente, na construção de projetos, abandonando cada vez mais o papel passivo de meros financiadores. Por outro lado, as organizações sociais, mercê da progressiva redução dos financiamentos e intervenção estatal nos domínios da solidariedade social, veem-se forçadas a reinventar novos modelos de gestão e construir novas redes de cooperação e rentabilização de recursos. O setor empresarial surge neste contexto como um parceiro privilegiado por excelência, que importa cati1var. Como abordar uma empresa? Como escolher o projeto? Como elaborar uma proposta de parceria estratégica onde ambas as partes tirem vantagens? Como definir contrapartidas e explorar as vantagens da parceria? Como garantir uma aproximação assertiva e uma relação sustentável com as empresas?

O Workshop “Como Mobilizar as Empresas para Projetos Sociais?” realizado durante a manhã do dia 15 de novembro, pelas formadoras Maria da Saúde Inácio e Alexandra Camacho, do GRACE, veio dar resposta a estas e outras questões, procurando consciencializar os dirigentes associativos e técnicos  participantes, para os novos desafios que se colocam à economia social, salientando a importância dos processos de qualidade e de capacitação das instituições para a mobilização de recursos, nomeadamente, através do relacionamento com o setor empresarial.

Durante o período da tarde, as mesmas formadoras realizaram um Workshop para empresas sob o tema “Responsabilidade Social Corporativa e a Relação com a Comunidade”, o qual teve como principal objetivo sensibilizar as empresas e os gestores para a temática da responsabilidade social corporativa (conceitos, desafios e tendências de futuro) e para a importância da construção de uma relação sustentável com a comunidade, conciliando os seus objetivos privados e a responsabilidade social perante essa comunidade. Procurou-se, sobretudo, responder às seguintes questões: como investir na comunidade? Como encontrar e como abordar a organização parceira? Como escolher um projeto? Quais as  vantagens de criação de parceria para a empresa e para a organização? Quais os primeiros passos a dar?

No final deste Workshop as formadoras desafiaram as empresas participantes a enumerar eventuais práticas de responsabilidade social que já tivessem desenvolvido no Município e, quais os projetos que, no futuro, gostariam de apoiar, verificando-se que, todas elas, em al5gum momento, já haviam realizado pequenas iniciativas de responsabilidade social, sem, contudo, lhe dar qualquer visibilidade ou, tão pouco, as valorizar, mostrando-se disponíveis para investir responsavelmente na comunidade local.

Maria da Saúde Inácio e Alexandra Camacho terminaram estas jornadas de sensibilização sobre a temática da responsabilidade social afirmando o seguinte:

“Não estamos a pedir às Empresas para fazerem algo diferente, estamos a pedir-lhes que façam a sua atividade normal de forma diferente” (Koffi Annan, 8º Secretário Geral das Nações Unidas e Prémio Nobel da Paz, 2001).

Por:MFA

Enviar Comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar