Templates by BIGtheme NET
Início » Ambiente » Município de Figueira de Castelo Rodrigo apoia comércio local e IPSS

Município de Figueira de Castelo Rodrigo apoia comércio local e IPSS

Para fazer face ao agravamento da pandemia e ao impacto económico e social das medidas de restrição impostas pelo novo estado de emergência, o Município de Figueira de Castelo Rodrigo reforçou, esta segunda-feira, o incentivo ao comércio local e implementou medidas de apoio para Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS).

A autarquia vai atribuir um apoio financeiro mensal, equivalente ao valor do salário mínimo nacional, a empresas com atividade iniciada há mais de seis meses e prestadores de serviços há mais de um ano que, durante os meses de novembro e dezembro de 2020, comprovadamente, apresentem uma redução de, pelo menos, 50% no valor da faturação, face ao período homólogo do ano anterior. 

O Presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva, explica que “o compromisso é continuar a estimular a economia local, através da injeção de recursos financeiros nos operadores económicos, de forma a mitigar os efeitos da pandemia no nosso tecido empresarial, à semelhança do que fizemos na primeira vaga da pandemia, quando apoiámos as empresas com mais de cem mil euros”.

As medidas foram aprovadas esta segunda-feira, em reunião de Câmara, onde ficou também decidido que a autarquia vai apoiar as Instituições Particulares de Solidariedade Social locais com: dois mil euros àquelas que têm valências de Lar, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário; mil euros àquelas que têm valências de Centro de Dia e/ou Serviço de Apoio Domiciliário; quatro mil euros à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários Figueirenses.

Relativamente a estes apoios extraordinários, Paulo Langrouva refere que “o agravamento da situação epidemiológica no Concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, designadamente numa Estrutura Residencial para Idosos, leva-nos a querer prevenir e a adotar medidas extensíveis a todas as Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho, de modo a apoiar a aquisição de equipamentos de proteção individual, fundamentais à contenção da propagação do vírus”.

Enviar Comentário