Templates by BIGtheme NET
Início » Covid-19 » Alerta Municipal em Fornos de Algodres

Alerta Municipal em Fornos de Algodres

Face ao aumento de casos, sobretudo com aparecimento de surtos em duas IPSS do concelho, o Município de Fornos de Algodres, lançou um Alerta Municipal até dia 14 de janeiro.

A Comissão Municipal de Proteção Civil reuniu durante o dia de ontem, 30 de dezembro às 19h por videoconferência, em resultado do aumento significativo de casos COVID 19 no concelho, para analisar a evolução da situação pandémica e decidir sobre o nível de alerta municipal.

Assim há a informar o seguinte:

1 – O aumento do número de casos no concelho, deve-se em grande parte ao aumento do número de casos em duas Estruturas Residenciais Para Idosos, mais concretamente em Maceira (8) e Vila Ruiva (14);

2 – Os utentes e trabalhadores infetados encontram-se maioritariamente assintomáticos e a ser acompanhados permanentemente pelos profissionais de saúde das instituições, Unidade de Saúde Pública e Centro de Saúde de Fornos de Algodres;

3 – Todos os utentes e trabalhadores de ambas as instituições já realizaram testes laboratoriais à COVID 19;

4 – Durante a próxima semana, serão feitos testes rápidos (sempre que solicitados pelas Instituições) pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres com periocidade regular, para avaliar a situação dos utentes e trabalhadores que agora testaram negativo, o que não invalida outras abordagens que vierem a ser determinadas pelas Autoridades de Saúde;

5 – O Município de Fornos de Algodres, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, forneceu todo o equipamento de Proteção Individual solicitado por ambas as instituições para conferir uma maior proteção para os trabalhadores e utentes;

6 – O Município de Fornos de Algodres em articulação com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres já procedeu à desinfeção dos espaços solicitados por ambas as instituições;

7 – A Comissão Municipal de Proteção Civil decidiu contactar a bolsa local de voluntários criada pelo CLDS 4G, no sentido de aferir da disponibilidade dos mesmos para poder apoiar as instituições caso exista dificuldades ao nível dos recursos humanos das instituições;

8 – O Agrupamento de Escuteiros de Fornos de Algodres demonstrou disponibilidade para apoiar as instituições caso venha a existir dificuldades de recursos humanos nas instituições, através de alguns dos seus Chefes de Escuteiros;

9 – A Comissão Municipal de Proteção Civil decidiu solicitar ao Centro Distrital de Segurança Social a ativação da Brigada de Intervenção Rápida para fazer face a um eventual comprometimento dos recursos humanos, tendo o mesmo sido enviado no dia de ontem 30/12/2020;

10 – Foi ainda decidido reforçar os cuidados no sistema de recolha de resíduos sólidos urbanos, mais concretamente o reforço da periocidade de desinfeção dos mesmos;

Assim e perante este contexto, decidiu a Comissão Municipal de Proteção Civil, por unanimidade, propor ao Senhor Presidente da Câmara Municipal a determinação da Situação de Alerta Municipal do dia 30 de dezembro às 2020 até às 23h59m do dia 14 de janeiro de 2021, tendo o mesmo procedido ao despacho que agora se torna público.

Aproveitamos para informar que o Município dará conta do número de total de novos casos e do número total de casos ativos no concelho, logo que seja publicado o Relatório de Situação pela Unidade Local de Saúde da Guarda, uma vez que é esta a entidade competente pela divulgação desta informação.

Informamos ainda que os munícipes que entraram em contacto com o número verde, 800 210 096, estão a ser acompanhados diariamente por parte do Serviço Municipal de Proteção Civil.

Solicita-se assim, a utilização da linha verde 800 210 096 (chamada gratuita) em caso de necessidade relacionada com a pandemia do COVID 19, comprometendo-se o município em dar/procurar uma resposta para as necessidades/questões que vierem a ser colocadas.

O Município de Fornos de Algodres solicita a todos o cumprimento das orientações da Direção Geral de Saúde e das medidas decretadas pelas Autoridades Nacionais, pois esse é o maior contributo que cada um pode dar, para juntos, em comunidade, conseguirmos ultrapassar este desafio.

Enviar Comentário