Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: 2018

Tag Archives: 2018

Trail Requeijão /Terras de Algodres a 24 de março

Cada vez mais o trail é uma atividade que se vai praticando em grande escala, assim em Fornos de Algodres, vai decorrer a 24 de março, sábado, o Trail Requeijão/ Terras de Algodres, com três vertentes possíveis: Caminhada de 8km, Trail curto de 10 km e Trail longo de 28 km.

Desta forma, as inscrições estão abertas até 19 de março, terá como padrinhos Pedro Gomes e Clara Oliveira, dois atletas com provas dadas.

Esta é uma prova organizada pelo Município de Fornos de Algodres, com a co-organização da AD Fornos de Algodres.

Por:AP

Conselho Intermunicipal da CIMBSE reuniu na Guarda

Realizou-se nesta terça-feira, dia 16 de janeiro , uma nova reunião do Conselho Intermunicipal da CIMBSE, no Município da Guarda, com a presença dos  presidentes dos Municípios que integram a comunidade.

Por:CIMBSE

Comandante Distrital da GNR visitou Misericórdia de Mangualde

A Misericórdia de Mangualde recebeu nesta quarta-feira, a visita do Comandante Distrital da Guarda Nacional Republica, Coronel Vitor Manuel Guerra Rodrigues e do comandante do Destacamento de Mangualde, Capitão Hugo de Albuquerque Neves Campos.
A visita teve início com a receção do Coronel Vitor Rodrigues pelo provedor, José Tomás, a que seguiu uma reunião de trabalho com a Diretora Geral e as diretoras técnicas das valências da Misericórdia.
Após a reunião, o provedor conduziu as entidades numa visita guiada às instalações, onde assinou o livro de visitas e que culminou com o almoço no refeitório de utentes do Lar Nossa Senhora do Amparo.

Por:SCMM

João Azevedo reeleito Presidente do Conselho da Região

João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, foi reeleito Presidente do Conselho da Região, nesta quarta-feira. A reunião aconteceu no período da  manhã, no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), e contou com a presença do Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, bem como do Secretário de Estado para o Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza.

O autarca mangualdense agradeceu a confiança novamente depositada em si pelos seus pares e demais conselheiros, enaltecendo também “a amizade e lealdade institucional” de Ana Abrunhosa, Presidente da CCDRC. Fez, ainda, um “balanço muito positivo” do passado, frisando “com agrado que a CCDRC utiliza este órgão político de Governação Regional para apresentar projetos estruturantes para a região”, dando os exemplos do projeto regional do Vinho, do Queijo DOP, da Floresta, entre outros. “Nesse contexto agiu com transparência, ouviu elogios, críticas, mas envolveu os atores da Região”, acrescentou.

Além da eleição dos membros do Conselho Regional e do Conselho Económico-Social (CES), nesta primeira reunião pós-autárquicas foi ainda apresentada a Estratégia Nacional Portugal 2030.

JOÃO AZEVEDO LANÇA DESAFIOS AO CONSELHO REGIONAL

Em relação ao futuro, João Azevedo lançou cinco desafios ao Conselho Regional, salientando o “papel relevante” do Ministro do Planeamento e Infraestruturas e do Secretário de Estado presentes. Desde logo a aposta nas empresas, apontando o desequilíbrio da dinâmica empresarial que afeta a região. Os fundos europeus devem, segundo o Presidente reeleito, ser utilizados “de forma mais adequada à situação específica dos territórios, das suas pessoas e dos seus recursos”.

Um segundo desafio prende-se com as verbas disponíveis para a Educação no Programa Operacional Regional, “escassas face às necessidades da região”.  Em terceiro lugar, defende a necessidade de aumentar as verbas destinadas aos centros urbanos de menor dimensão e sua regeneração urbana.

Um outro apelo de João Azevedo relaciona-se com a necessidade de “participação com autonomia” de autarquias, universidades, empresas e demais parceiros, numa recusa a “Programas Operacionais Regionais feitos à mesma medida”.

Por fim, salientou “os investimentos estruturantes que são prioridade para a região Centro e em relação aos quais há unanimidade”. É o caso do IP 3, do IC 12, do IC 6 e da Linha da Beira Alta, que já está em fase de obra.

Em suma, João Azevedo apela à descentralização, à aproximação das políticas e das soluções às pessoas e aos seus problemas. Reivindica, também, autonomia para que os municípios da região Centro possam resolver os problemas de forma integrada, não negando responsabilidades acrescidas, mas defendendo que tal permitiria trabalhar em prol da melhoria das condições de vida das populações.

CONSELHO DA REGIÃO E CONSELHO ECONÓMICO-SOCIAL:
MEMBROS ELEITOS

Na lista apresentada por João Azevedo, constam os nomes de Fernando Caçoilo (Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo) e Nuno Moita (Presidente da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova) para as Vice-Presidências. Os lugares de vogal serão ocupados pelos autarcas Raul Castro (Leiria), Diogo Mateus (Pombal), Paulo Langrouva (Figueira de Castelo Rodrigo) e Rui Ladeira (Vouzela).

Quanto aos representantes no Conselho Económico-Social (CES), também eleitos nesta primeira reunião pós-autárquicas, os eleitos foram Luís Correia (Castelo Branco), Luís Matias (Penela), Rui Marqueiro (Mealhada) e Fernando Jorge (Vouzela).

Para João Azevedo, esta lista resulta de um consenso regional. O seu principal objetivo para o futuro passa por “exigir a afirmação necessária da região, uma região com todas as condições para ser a melhor em todos os índices de atratividade económica e de qualidade de vida”.

Por:MM

 

Celorico da Beira, compras no comércio local dão prémios

O Sorteio foi organizado pela Associação Comercial, Industrial e Serviços de Celorico da Beira (ACISCEL) em conjunto com a Câmara Municipal de Celorico da Beira, no âmbito do incentivo às compras no comércio local, realizado no âmbito da Campanha “ Neste Natal as compras são no Comércio Local!”, ditou os seguintes contemplados:

1º Prémio – (Vale de 200€ em compras no comércio local): Ana Sofia Azevedo – Covilhã

2º Prémio – (Alojamento durante uma noite para 2 pessoas, numa unidade hoteleira local): Cristel Fonseca – Celorico da Beira

3º Prémio – (Cabaz de Natal): Francisco Leopoldo Faria Mendes – Vale de Azares

3º Prémio – (Cabaz de Natal): Carina Pinto Lucena – Celorico da Beira

Por:MCB

PSA Mangualde abre terceiro turno em abril

Criação de 225 novos postos de trabalho

A PSA Mangualde produziu 53.600 veículos em 2017, um aumento de 7,8% em relação a 2016. É o melhor desempenho desta unidade de produção do Groupe PSA dos últimos 4 anos.

Este aumento de produção leva a que, a partir de abril, a PSA Mangualde avance para uma terceira equipa e crie 225 novos postos de trabalho.

A abertura de mais uma equipa estava prevista somente para final deste ano com o lançamento do novo modelo, mas o sucesso do Groupe PSA no segmento dos veículos comerciais ligeiros, faz com que a terceira equipa se antecipe já com as atuais gerações do Peugeot Partner e do Citroën Berlingo, para os quais Mangualde assegura o fim de série desta geração.

Isto demonstra que a direção do Groupe PSA continua a apostar na unidade de produção de Mangualde, cumprindo com os seus compromissos e objetivos de competitividade, flexibilidade e qualidade.

O processo de recrutamento já está a ser realizado e está aberto a todos os candidatos que apreciem a indústria automóvel e queiram fazer parte deste projeto.

Sobre este anúncio, José Maria Castro Covelo, diretor da PSA Mangualde, afirma: “Este é mais um passo importante do Mangualde 2020, projeto com o qual a empresa está a consolidar o seu futuro. Este novo projeto baseia-se na transformação da fábrica, mais renovada e com um novo produto, com um processo mais moderno, eficiente e ergonómico, a pensar no bem-estar dos colaboradores e adaptado às exigências e oportunidades da Indústria 4.0.”

A laboração em três turnos está garantida até ao final de produção da geração atual dos veículos, prevista para outubro. A sua continuação dependerá essencialmente da resposta dos mercados ao novo modelo.

Este anúncio de crescimento da unidade de produção PSA Mangualde é um impulso para o emprego e para o tecido económico da região e representa também um incremento importante da produção automóvel nacional.

Cystolepiota Oliveirae encontrado em Fornos de Algodres

A recente publicação no XIX Volume da Mycologia Montenegrina, a 30 de dezembro de 2017, concluiu longos meses de estudo, que culminaram com a classificação de uma nova espécie de cogumelo, encontrada no decorrer da Jornadas da CEMM que tiveram lugar em Fornos de Algodres, em Novembro de 2015.
Esta nova espécie à qual viria a ser dado o nome de Cystolepiota Oliveirae foi dedicado à micóloga amadora Sofia Oliveira, natural do Luso, por ter sido ela a guiar o grupo responsável pela descoberta, na Mata Nacional do Bussaco, aquando da saída de campo aí realizada.
Segundo Manuel Paraíso, que surge como um dos autores do estudo, trata-se de um pequeno cogumelo, descoberto sobre um tronco morto de Dicksonia antarctica, na zona do Vale dos Fetos, que em termos macroscópicos apresenta um chapéu de 0,5 a 0,8 cm de diâmetro, totalmente coberto de pequenas escamas cónicas branco/creme que conferem uma cor ligeiramente acastanhada ao chapéu. É um cogumelo com lâminas, bastante estreitas, fortemente espaçadas e bastante livres em relação ao pé. Apresenta um pé central, cilíndrico, que varia entre 6-32×1,5-3 mm, com uma base ligeiramente mais alargada e provido de um véu branco pulverulento.
Como o género Cystolepiota é um género bastante frequente na Austrália, presume-se que a nova espécie agora descrita, possa ter sido introduzida, através de outras plantas originárias daquele continente, com forte presença na Mata Nacional do Bussaco.
Em tempos profundamente marcados pela perda de biodiversidade a um ritmo alucinante e pelo desaparecimento constante de várias espécies de seres vivos, devido à degradação do ambiente, é sempre de relevar descobertas como esta, a qual irá de forma indelével, ligar Fornos de Algodres à micologia.

Por:C.U.

Seia acolhe a VIII Gala do Bombeiro do Distrito da Guarda

O ano de 2017 foi muito trabalhoso e doloroso para os Bombeiros, e os soldados da paz do distrito da Guarda passaram por situações muito complicadas.

Assim este sábado, 20 de janeiro, a Federação Distrital dos Bombeiros da Guarda vai levar a efeito, a oitava edição da Gala do Bombeiro, na Quinta do Crestelo, em Seia.

Esta é uma forma de homenagear os soldados da paz , numa noite importante na vida dos Bombeiros .

 

Pínzio e Lamegal acolhem exposições temporárias

No passado sábado, dia 13 de janeiro, foram inauguradas duas exposições temporárias nas freguesias de Pínzio e Lamegal, concelho de Pinhel.

Esta iniciativa de cariz cultural entronca num novo paradigma cultural do Município de Pinhel que visa descentralizar atividades culturais, nomeadamente exposições temáticas temporárias e outras iniciativas similares pelas várias freguesias rurais do concelho, sob o lema “a cultura é de todos e para todos”. Assim, estas exposições vão estar patentes em cada freguesia durante 20 dias, seguindo depois para outras duas freguesias.
De referir que ambas as exposições estão ligadas à temática do Lobo no Leste do território nacional, sendo mostras itinerantes do Grupo Lobo, Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA) cujo principal objetivo é a defesa do Lobo e, em particular, do Lobo Ibérico.
Nunca será demais referir que o Grupo Lobo tem vindo a desenvolver um projeto importantíssimo de estudo, sensibilização e de recolha de informação do Lobo em vários países europeus, como Portugal, Espanha, França, Itália.
Além dos Presidentes de Junta de Freguesia, estiveram presentes nestas inaugurações a Vice-Presidente do Grupo Lobo, Dra. Sílvia Ribeiro, e a Vice-Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Daniela Capelo.

Por:MP

Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres desenvolve projeto de futsal

A nível desportivo, o Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres tem sido uma referência, primeiramente no andebol e agora no futsal.
Desta forma, este projeto de futsal resulta duma parceria entre o Desporto Escolar do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres onde se realizam os treinos e o Pedreles Beira Dão Clube de Mangualde que os atletas representam.
É um projeto aberto a atletas da região com capacidades e aptidões excecionais para a prática de futsal. 
 

Os atletas deslocados frequentam o Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres e ficam alojados na residência de estudantes em estreita colaboração com a Câmara Municipal.

Desta forma, a turma de Pedreles lidera a tabela, com 28 pts, em dez partidas realizadas.
Este fim de semana venceu o Atitude Traquinas por 3-2, assim José Henriques apontou 2 golos.
Esta equipa é liderada por Horácio Carreira e o plantel é constituído por 21- Benjamim (GR) ;2- Pedro ;3- Marcelo ;5- Carlos Duarte
7- Rodrigo Futre ;8- Duarte Seco ; 9- José Henriques ;10- Micael; 14- Carlos Almeida ;15- Simão
Neste momento a quatro jornadas do final do campeonato de futsal, os juniores B do Pedreles – Mangualde lideram a classificação da AF Viseu apenas detém um empate e 9 vitórias.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar