Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: 2020

Tag Archives: 2020

Exposição do Dia Mundial do Ambiente na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez

Está patente na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez, até dia 13 de julho, uma Exposição do Dia Mundial do Ambiente . Esta foi uma tarefa que o CLDS 4G e o Município com colaboração do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres, desafiaram os alunos, com o tema principal seja “Um pássaro na floresta!” .
Agora vote nos 3 melhores desenhos de cada ciclo,  onde estão expostos os desenhos e histórias dos alunos dos Jardins de Infância, 1º ciclo e 2º ciclo do concelho de Fornos de Algodres.
Haverá prémios para todos os participantes e prémios surpresa para os 3 melhores de cada ciclo de ensino.

Praia Fluvial de Vila Cortês do Mondego já abriu

Com o arranque da época balnear, as praias fluviais vão preenchendo o espaço para receber turistas e banhistas nesta fase de verão.

Assim a Praia Fluvial de Vila Cortês do Mondego, abriu ao público , mas tendo em conta as regras extraordinárias determinadas pelas autoridades de saúde para a utilização das zonas balneares, no contexto da pandemia de Covid-19.

Este espaço está preparado para receber 40 pessoas.

foto:MGuarda

 

A pandemia no Interior foi o tema no Aniversário da Cápsula

 

  O 7º aniversário da Cápsula do Tempo Guarda 2050 foi assinalado com presença de Ana Mendes Godinho, Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, onde o tema de destaque foi “A pandemia no Interior – desafios e oportunidades”, aliás a Ministra explicou o tema transversal a nível mundial na ótica da pasta que lidera, em jeito de balanço e numa perspetiva positiva quanto aos novos desafios no Interior.

Na Encosta do Tempo, junto à Cápsula do Tempo, Ana Mendes Godinho falou ao ar livre para uma plateia mais reduzida que o habitual, devido às circunstâncias e normas atuais e começou por referir o projeto Cápsula do Tempo: “Temos que marcar o facto de estarmos aqui graças ao Escape Livre e à Rádio Altitude, que têm desde há décadas mostrado que não há interioridade que os pare. Em momentos complexos como estes, continuam a marcar este momento da Cápsula do Tempo que nos faz pensar, por um lado, o que é que em 2013 estaria nas reflexões de quem aqui deixou a sua marca e se alguma vez pensariam que passado uns anos estaríamos a viver um momento que nos abana a todos. Por outro lado, pensar que em 2050, quem aqui vier vai olhar para trás e pensar como superámos esses momentos difíceis”.

A governante apresentou as medidas de proteção social e empresarial que o Governo tomou desde o início da pandemia e salientou: “Se há uma coisa que esta pandemia evidenciou é que é preciso fazermos muito mais e muito mais rapidamente. De repente, reinventámo-nos todos, reinventaram-se as capacidades de resposta de todos nós. Isso mostra outra evidência: o foco que temos que ter nas nossas prioridades”. “Se calhar muitas medidas que imaginávamos que só aconteceriam em 2050, toda esta pandemia vai fazer acelerar e mudar de forma mais profunda”.

Em termos de oportunidades no Interior, Ana Mendes Godinho referiu a presença e a enorme evolução do campo digital: “É notório como o digital coloca o Interior cada vez mais no mapa, do ponto de vista da disponibilidade de podermos estar a trabalhar no Interior, para o mundo inteiro, e com qualidade de vida.” “Isto coloca o Interior em vantagem competitiva, nomeadamente para empresas que queiram sediar novas soluções e novos negócios associados ao digital. Daqui também a necessidade de acelerarmos a capacidade de qualificação com pessoas na área do digital para este repto, que tenho a certeza que vai acontecer muito rapidamente”.

Ana Mendes Godinho referiu ainda as oportunidades no âmbito do Turismo. “Portugal acaba de ser reconhecido internacionalmente pela WTTC como o primeiro destino considerado seguro. Isto revela o trabalho que tem sido feito de uma forma incansável por todas as entidades que têm representado Portugal e, acima de tudo, o reconhecimento dos que trabalham no turismo. A ministra deu como exemplo o Clube Escape Livre, no projeto Nos Caminhos das Gravuras Rupestres: “Não baixou os braços e está a organizar, em parceria com vários atores do território, desde o Museu do Côa a unidades de alojamento e de restauração, programas conjuntos para promover de forma integrada os programas na região”.

A governante anunciou ainda que a Guarda deverá ser a cidade piloto do programa Radar Social. O programa, para o qual serão disponibilizados 21 milhões de euros, prevê a sinalização e acompanhamento sobretudo de pessoas idosas, mas também vítimas de violência doméstica, pessoas com deficiência e crianças e jovens em risco, com vista à autonomia e ao envelhecimento ativo e saudável, através de serviços de apoio social no domicílio por parte das instituições. “Está prevista a contratação de três mil jovens qualificados (a nível nacional). Pode ser aqui um projeto piloto que aconteça na Guarda a espalhar para o resto do país, com esta capacidade de trazer gente nova para trabalhar no setor social”.

Após a conversa ao ar livre, o programa encerrou com a apresentação da chávena 2020 da coleção Cápsula do Tempo, por António Saraiva, este ano em tons branco e dourado, dedicada ao Anjo da Guarda, numa alusão à proteção dos guardenses e da comunidade em geral, e em agradecimento aos “anjos da guarda” que têm estado na linha da frente a zelar por todos, desde os que garantiram bens e serviços, as forças de segurança, a Segurança Social e os profissionais de saúde. A chávena pode ser adquirida junto do Clube Escape Livre.

O programa de aniversário contou com a presença de todos os parceiros, edilidades da Guarda e convidados, entre eles Rita Cunha Mendes, Secretária de Estado da Ação Social, José Valbom, Delegado de Saúde da ULS Guarda, e Cidália Valbom, Presidente da Assembleia Municipal da Guarda e o Presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro.

A sessão teve início com o cinzelar simbólico da laje com o ano 2020 no Passeio do Tempo, também por Ana Mendes Godinho. Seguiu-se a plantação de mais uma árvore na Encosta do Tempo, este ano uma Pereira-de-jardim (Pyrus Calleryana).

Núcleo Regional do Centro da LPCC lança 4 novas Bolsas de Investigação em Oncologia

O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC.NRC) atribui quatro bolsas de investigação em oncologia: 3 Bolsas de Investigação em Oncologia NRC-LPCC/CIMAGO e 1 Bolsa Dr. Rocha Alves.

As candidaturas para atribuição das bolsas, com um valor individual de 9.960 euros e uma verba adicional de 5 mil euros para apoio laboratorial, encontram-se abertas até 30 de outubro de 2020. Os formulários de candidatura e os respetivos regulamentos estão disponíveis emwww.ligacontracancro.pt/nrc-rocha-alves e www.ligacontracancro.pt/nrc-cimago.

Recorde-se que as Bolsas de Investigação em Oncologia NRC-LPCC/CIMAGO 2020/2021 destinam-se a investigadores com possibilidade de desenvolverem, em Portugal, um projeto de investigação na área da oncologia, no âmbito das atividades de investigação do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia (CIMAGO). Quanto à Bolsa Dr. Rocha Alves, esta abrange investigadores com projeto de investigação em oncologia, a desenvolver no âmbito de uma equipa de investigação sediada num dos distritos da Região Centro.

O apoio financeiro à investigação científica em oncologia é entendido pela LPCC.NRC como um dos pilares do progresso das sociedades contemporâneas.

Candidaturas

Podem candidatar-se às Bolsas de Investigação em Oncologia NRC-LPCC/CIMAGO 2020/2021, desde o passado dia 1 de julho, e até 30 de outubro de 2020, todos os investigadores licenciados ou com o grau de mestre ou de doutor, que apresentem um projeto de investigação em oncologia a desenvolver no âmbito de uma equipa de investigação integrante do CIMAGO.

À Bolsa Dr. Rocha Alves 2020/2021 podem concorrer, também até ao dia 30 de outubro, todos os investigadores licenciados e/ou com os graus de mestre ou de doutor que apresentem um projeto de investigação em oncologia a desenvolver no âmbito de uma equipa de investigação sediada nos distritos da região centro, da zona de ação do Núcleo Regional do Centro da LPCC: Aveiro (exceto concelhos de Arouca, Castelo de Paiva, Espinho, Oliveira de Azeméis, S. João da Madeira, S. Maria da Feira e Vale de Cambra), Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria (exceto concelhos de Alcobaça, Bombarral, Caldas da Rainha, Nazaré, Óbidos e Peniche) e Viseu (exceto concelhos de Armamar, Cinfães, Lamego, Resende, S. João da Pesqueira, Tabuaço e Tarouca).

“ROTUNDA ÀS SEIS” inicia este sábado em Mangualde

O Município de Mangualde adaptou a sua programação cultural à nova realidade, bem como às regras de segurança e de higiene impostas pela Direção Geral de Saúde (DGS), e lança agora a “ROTUNDA ÀS SEIS”, um conjunto de concertos ao fim de tarde ao ar livre. O encontro está marcado para os sábados de julho e agosto, sempre às 18h30, na rotunda em frente à Câmara Municipal de Mangualde, com som projetado por todo o centro da cidade.

Assim, no dia 4 de julho a alegria e a vivacidade estão de volta à cidade com a atuação dos FunKilha. No dia 11 é a vez dos jAzA, no dia 18 Cesário Costa e a 25 de julho os Bora lá.  Mais informações em www.cmmangualde.pt

 

 

JULHO

Dia 4 | FunKilha

Dia 11 | jAzA

Dia 18 | Cesário Costa

Dia 25 | Bora lá

GNR alerta para novo regime contraordenacional

A Guarda Nacional Republica alerta os cidadãos para o novo regime contraordenacional associado à declaração das situações de calamidade, contingência e alerta, a vigorar desde as 00h00 de hoje, 1 de julho, até às 23h59 do próximo dia 14 de julho.

Com a declaração de três tipos de situação diferentes em Portugal Continental, no âmbito da pandemia COVID-19, diferentes normas se aplicam, em razão da localização geográfica. Assim, com exceção da Área Metropolitana de Lisboa, que se encontra em situação de contingência e dispõe ainda de 19 freguesias em situação de calamidade, todo o restante território nacional continental se encontra em situação de alerta.

Nesse sentido, a GNR, estando atenta ao cumprimento de todas as normas que decorrem deste regime, recorda que, entre outros, é proibido, em todo território nacional continental, constituindo contraordenação:

  • O consumo de bebidas alcoólicas em espaços ao ar livre de acesso ao público e vias públicas, exceto nos espaços exteriores dos estabelecimentos de restauração e bebidas devidamente licenciados para o efeito;
  • A realização de celebrações e de outros eventos que impliquem uma aglomeração de pessoas em número superior a 20, 10 ou 5, consoante esteja em situação de alerta, contingência ou calamidade, respetivamente.

A violação destas regras está sujeita a uma coima que varia entre os 100 e os 500 euros, no caso de pessoas singulares, e entre os 1.000 e os 5.000 euros, no caso de pessoas coletivas.

Reitera-se ainda o aconselhamento da não concentração de pessoas na via pública, em número superior ao permitido, correspondendo o não acatamento de uma ordem legítima de militar da Guarda a uma ordem de dispersão, à prática do crime de desobediência.

Plano SALVAGUARDA-Município da Guarda revê medidas

Tendo em conta a situação atual ainda com várias restrições devido à Crise Pandémica por COVID 19, e tendo em conta a imprevisibilidade quanto ao momento final da pandemia, continua a impor-se a aplicação de medidas extraordinárias que garantam uma resposta eficaz à doença COVID-19 que, não obstante o alívio das medidas a adotar, procurem mitigar o risco de se verificar um retrocesso na contenção da transmissão do vírus e a expansão da doença COVID-19. Por tudo isto, o Município da Guarda decidiu rever e renovar algumas das Medidas de Apoio Extraordinário do Plano SALVAGUARDA, prolongando até junho as medidas de apoio às famílias, ao comércio, às empresas e instituições do Concelho da Guarda.
Recorde-se que este conjunto de medidas, que visam assegurar uma resposta adequada à situação de emergência que se vive localmente, foram criadas no pressuposto de serem revistas sempre que a situação assim o exija. Aqui ficam então as medidas:

  1. Redução de 30% sobre tarifas de água, saneamento e RSU, no mês de julho:
  • A todas as famílias que tenham sofrido diminuição de rendimentos do agregado ou quebra de rendimentos, subsequentes, devidamente comprovada.
  • A todas as microempresas e comerciantes em nome individual com a atividade suspensa durante o Estado de Emergência.
  1. Comparticipação na realização de testes PCR para a Covid-19, em colaboração com o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, aos cidadãos do concelho.
  2. Isenção de rendas habitacionais em fogos municipais:
  • Os arrendatários poderão solicitar a isenção do valor da renda, por situação de perda de rendimentos, motivada por desemprego superveniente, devidamente comprovado.
  1. Isenção dos valores, na área da educação a todas famílias que sofreram perda de rendimentos motivada por desemprego de um ou dois membros do agregado familiar, devidamente comprovada, relativos a ATL e Componente de Apoio à Família (refeições, prolongamento de horário e atividades nas interrupções letivas) aquando da reabertura;
  2. Isenção do pagamento das taxas relativas a publicidade a todos os estabelecimentos comerciais que se encontrem encerrados, com exceção de bancos, instituições de crédito e seguradoras;
  3. Isenção integral dos pagamentos de rendas, concessões, taxas ou outros rendimentos devidos ao Município, por espaços comerciais/serviços, que se encontrem encerrados, instalados em espaços municipais ou no domínio público municipal;
  4. Redução do valor, em cinquenta por cento (50%), das rendas, concessões, taxas ou outros rendimentos devidos ao Município, por espaços comerciais/serviços, que se encontrem abertos, instalados em espaços municipais ou no domínio público municipal (no caso de Pessoas Coletivas, esta medida tem como limite de abrangência o critério de micro empresas);
  5. Isenção do valor das taxas relativas a venda itinerante/carácter não sedentário de produtos alimentares, como forma de apoio aos comerciantes e incentivo à prestação deste serviço que beneficia as pessoas que residem em zonas mais isoladas e não servidas por transportes ou estabelecimentos comerciais de produtos alimentares, contribuindo ainda para que as pessoas fiquem em casa e não se desloquem a zonas de maior concentração comercial;
  6. A disponibilização, em articulação com a ULS da Guarda, de alojamento em unidades criadas para o efeito na cidade da Guarda para os profissionais de saúde, elementos da Proteção Civil, Bombeiros Voluntários e a funcionários dos lares residenciais que venham a necessitar;
  7. Disponibilização de um centro de acolhimento para doentes vítimas da Covid 19, que estejam em recuperação;
  8. Disponibilização de alojamento temporário para utentes de lares e ERPI em unidade para o efeito, em caso de evacuação por contaminação Covid-19;
  9. Acesso a Plataforma de Apoio Social Extraordinário para todos os munícipes em situação de carência ou vulnerabilidade socioeconómica, que, comprovadamente, necessitem de alimentos ou outros bens essenciais, por quebra de rendimento como consequência da situação pandémica;
  10. Continuação, no âmbito do Espaço Empresa e Apoio ao Investidor, de apoio às empresas, designadamente, micro, pequenas e médias empresas, tendo em vista assegurar a informação e aconselhamento sobre todos os apoios existentes, não só no decurso da pandemia, como também no período subsequente, tendo em vista promover a recuperação económica e o relançamento do tecido empresarial;
  11. Dinamização do lançamento de empreitadas programadas no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, com redução do prazo médio de pagamentos a fornecedores e empreiteiros;
  12. Reagendamento, dos espetáculos e atividades culturais cancelados no âmbito da pandemia;
  13. Manutenção do Regime Excecional de Ocupação da Via Publica com Esplanadas, como medida de Apoio a Empresas e Comerciantes e de Dinamização no Comércio Local;
  14. A vigência de um Regime Excecional Isenção de Taxas de Ocupação da Via Pública com Equipamentos de Apoio necessários ao desenvolvimento da atividade principal e com esta conexos, como medida de Apoio aos Comerciantes e de Dinamização no Comércio Local, conforme Edital já publicitado;
  15. A isenção de taxas de ocupação da via pública com espaço destinado a esplanada e respetivos equipamentos de apoio na Praça Luís de Camões aos estabelecimentos de bebidas com espaço reservado a dança e estabelecimentos de restauração e bebidas, conforme Edital já publicitado.

 

Concurso Montepio Acredita Portugal com 21 projetos finalistas

Já são conhecidos os 21 projetos finalistas da 10ª edição do Concurso Montepio Acredita Portugal, o concurso de empreendedorismo promovido pela Acredita Portugal e pelo Banco Montepio.

As ideias finalistas selecionadas, numa sessão de avaliação de pitch por um júri composto por parceiros e empreendedores convidados, refletem a natureza abrangente da iniciativa, que pretende ser um espaço de capacitação do empreendedorismo.

Estes 21 projetos vão agora passar por um Programa de Aceleração com duração de dois meses, coorganizado com a Cron.Studio – parceira estratégica e operacional da Acredita Portugal – e que contará com Diogo Bhovan, CEO da empresa, como Formador e Mentor Principal deste Programa. Além das Masterclasses na área do Empreendedorismo e Inovação e das Sessões de Mentoria que Diogo Bhovan irá proporcionar aos finalistas do concurso, estes terão ainda acesso à Rede de Mentores da Acredita Portugal e a um conjunto de especialistas em temas tão importantes como “Enquadramento Jurídico e Fiscal das Empresas”, “Propriedade Intelectual”, “Marketing Digital”, “Formas Alternativas de Financiamento”, entre outros.

Categoria Empreendedorismo Social

Stop Bullying – O conceito de bullying é apresentado às crianças na idade pré-escolar através da Cegonha Marcolina. Com um livro e um jogo de tabuleiro, são desenvolvidos métodos e comportamentos positivos nas crianças a partir dos 3 anos para prevenir e combater o bullying, com base em atividades e desafios divertidos.

Ruralizar – Projeto que cria uma ligação entre a cidade e o meio rural e, com isso, promove um lifestyle mais saudável e equilibrado sem exigir uma mudança radical de vida. O produto final consiste na aquisição de uma propriedade a baixo custo e sem burocracias: um terreno rústico reabilitado, equipado e pronto a usufruir.

Reflora Initiative – Plataforma que dá resposta à urgência climática com base em projetos de reflorestamento e emissão de créditos de carbono. Estes são disponibilizados na plataforma para entidades que procuram instrumentos que não exijam a reestruturação imediata do modelo de negócio para atingir a neutralidade de carbono.

Categoria Brisa Mobilidade 2020

BipBip – Plataforma inteligente e gratuita angariadora de clientes, que sabe a todo o momento quais os camiões vazios, as rotas e a sua localização. Desta forma há um matching entre o pedido do cliente e o camião vazio mais próximo que percorre essa rota. Conseguem-se assim ofertas rápidas e acessíveis para o cliente, rentabilizando as frotas para os transportadores. BIPBIP 24/7 amiga do ambiente.

bam•bu bicycles – Marca de bicicletas de bambu, com a missão de inspirar viagens épicas e experiências únicas, promovendo o bem-estar e a mobilidade sustentável em Portugal. As bicicletas são construídas com materiais sustentáveis, sendo o quadro inteiramente de bambu, reduzindo a pegada de carbono.

ChargeSurfing – Rede privada para carregamento de veículos elétricos. Sem cartões, internacional, compatível com todas as marcas de carregadores e veículos. Qualquer pessoa com a localização adequada em qualquer parte do mundo pode aderir à rede e tornar-se um host para a mobilidade elétrica apoiando a transição energética e rentabilizando o respetivo espaço.

Categoria K.Tech

Dime – Projeto que pretende transformar o mercado de talento desportivo. É a rede social que reinventa a forma como os jogadores exibem as suas características digitalmente – através de momentos em vídeo – usando inteligência artificial para balancear a procura e oferta de talento, numa escala global.

UaiNot – Serviço de subscrição que dá acesso a uma plataforma com milhares de ofertas de parceiros no formato 2 por 1, traduzindo-se assim num guia de lifestyle onde os utilizadores descobrem novos sítios e experiências para partilhar, gastando menos dinheiro.

ConduMeet – Plataforma digital que visa “descomplicar” a gestão e acompanhamento do(s) condomínio(s) através da colaboração dos vizinhos, aproximando-os em torno de algo comum, para unir quem as paredes separam.

Categoria H2O inovação by Águas de Gaia

SCEMAI – Procura a maximização da performance do consumo energético e monitorização de avarias através de modelos de inteligência artificial e análise de dados, permitindo a otimização da produção.

Pavimento Drenante Modular – Atende a sete objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, devolve a permeabilidade ao solo, reduz de despesa no tratamento de águas pluviais, permite flexibilidade arquitetónica e melhora o microambiente.

More Water / RacionaLUSO – Coleta, tratamento e reuso de água e energia.

Categoria Geral | Inovação

ECART – Projeto de ajudas técnicas para apoio a idosos e pessoas com mobilidade reduzida, através de um produto inovador.

Unit Layer – Projeto que pretende estudar o efeito da microgravidade em genoma humano e células cancerígenas, utilizando veículos aeroespaciais, de forma a analisar as condições e alterações nas mesmas em prol de uma alternativa terapêutica para uma patologia prevalente e letal como é o cancro.

Mized – Proteções para desportos de combate customizadas, isto é, personalizáveis ao nível do design e tamanho (feitas à medida). Pretende-se incluir mais mulheres no mundo dos desportos de combate, e ajudá-las com a sua performance e proteção através deste produto.

Categoria Geral | Produto

4bites – Serviço de subscrição de diversos snacks realmente saudáveis, personalizados ao universo do cliente e entregues onde este mais necessita. Como? Apontando preferências e sabores, o algoritmo de AI personaliza a experiência, recebe-se em recorrência as Bites, possibilidade de dar feedback e aceder ao youniverse.

Cinderela Shoes – Loja online dedicada exclusivamente a calçado de senhora tamanhos 32 ao 35. Projeto pensado na necessidade de mulheres que por terem pé pequeno se veem limitadas aos modelos disponíveis nas seções infantis. Saltos altos eram apenas um sonho inacessível exposto numa montra. A Cinderela Shoes realiza sonhos!

Móvel ao Quadrado – Propõe uma linha de mobiliário, baseada na simplicidade construtiva e na facilidade de desmonte e transporte, que consiga responder às necessidades de uma clientela – “millennials” – que necessita de estar preparada para migrar em consequência de necessidades laborais, sem que para isso tenha de prescindir de um lar que possa caraterizar à sua imagem.

Categoria Geral | Educação

Growappy – Solução web e mobile que moderniza a educação infantil ao facilitar o dia-a-dia nas escolas, ao simplificar a sua gestão, a comunicação com os pais, o registo e partilha das rotinas diárias e aprendizagens das crianças de uma forma inovadora e em tempo real.´

Bantulang – Plataforma de aprendizagem que encurta a distância cultural Europa-África, permitindo a falantes de Português e Inglês aprender línguas e culturas africanas de origem Bantu enquanto possibilita a falantes nativos dessas línguas africanas serem criadores de conteúdo e/ou tutores.

OnDrive – O ensino da condução não mudou até hoje. A OnDrive é uma plataforma educativa digital, com aulas interativas, intuitivas e de qualidade, divididas por tópicos e disponíveis 24/7, para o aluno as ver onde, quando e como quiser. Será possível garantir a sua assiduidade e os tópicos onde têm mais dificuldades.

 

Informações adicionais em www.acreditaportugal.pt

Adicionalmente, os projetos vencedores recebem um enorme pacote de serviços, destinados a apoiar a sua entrada ou consolidação no mercado e acesso a vários espaços de incubação. Os vencedores serão conhecidos numa gala de entrega de prémios, que irá ter lugar em setembro, uma iniciativa que este ano se realiza num formato 100% online.

Baloiço do Pisco foi obrigado a ser retirado

Recentemente na Serra do Pisco, foi colocado um Baloiço em madeira criado por jovens empreendedores.

Assim a localização do Baloiço foi perfeita dado que, na vertente fotográfica regista-se o pôr do Sol e o nascer do sol, face a isso, largas dezenas de visitantes subiram a serra para ver o baloiço e tirar uma selfie e aos poucos o sucesso foi registado.

Mas eis que por “denúncia” ou não, foi mandado retirar, neste caso as cordas e a tábua em madeira, ficando o pórtico apenas, ao abrigo do decreto de lei 28-B/2020, de 26-06-2020.

Esta era uma boa forma de desenvolvimento do turismo desta região.

foto:BP

Assinatura doProtocolo de Investimento em Fibra de Nova Geração Ótica da Altice Portugal no Concelho da Guarda

Vai ter lugar a sessão de assinatura do Protocolo de Investimento em Fibra de Nova Geração Ótica da Altice Portugal no Concelho da Guarda e para a apresentação da Parceria no âmbito dos Passadiços do Mondego. A sessão terá lugar na Sala António de Almeida Santos, nos Paços do Concelho, nesta quinta-feira, dia 2 de julho, pelas 15h45. Na sessão estarão presentes o presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, o  Chief Technology Officer da Altice, Luís Alveirinho e o Chief Operations Officer, Alexander Freese.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar