Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: apoios

Tag Archives: apoios

Guarda investe 4,1 milhões de euros em medidas sanitárias de prevenção e combate à COVID-19

Recentemente foi apresentado o
Orçamento e Grandes Opções do Plano da
Câmara Municipal da Guarda para 2021
–na reunião de Câmara pelo seu
presidente, Carlos Chaves Monteiro –
prevê mais de 4,1 milhões de euros para
apoiar as medidas sanitárias de prevenção
e combate à COVID-19, para combater os
efeitos sociais da pandemia e para ajudar as empresas locais a ultrapassarem a crise económica.
«Fruto do trabalho de equilíbrio financeiro dos últimos anos, ao qual estive diretamente
ligado, a Câmara da Guarda pode hoje responder de forma musculada à crise sanitária, social e
económica que a pandemia da COVID-19 colocou ao concelho e à cidade”, afirma Carlos
Chaves Monteiro. «Este Orçamento para 2021 tem três prioridades: apoiar quem trabalha
diretamente com doentes, a começar pelas IPSS; combater os danos que a crise social está a
causar nas famílias economicamente mais frágeis; e apoiar as pequenas e médias empresas
que operam no concelho, assim como aqueles com as quais estamos a negociar para que cá se
instalem».
O Orçamento para 2021 prevê receitas e despesas no montante global de 51.180.152 euros.
Neste montante incluem-se 475 mil euros de apoios para a criação líquida de empregos, assim
como 450 mil euros de incentivos ao investimento. A este montante soma-se 1,3 milhões para
a 2ª fase de ampliação da Plataforma Logística, assim como um investimento de 400 mil euros
no Mercado de São Miguel e mais 150 mil euros para intervir no espaço da feira. Acrescem
ainda as isenções de taxas, as quais se traduzem numa perda de receita da ordem dos 100 mil
euros.
«Vamos também manter ou acentuar as reduções ao IMI Familiar, ao IMI e à taxa fixa do IRS, o
que equivale a uma perda de receitas na ordem dos 800 mil euros, dinheiro esse que se
traduzirá diretamente num aumento do rendimento disponível das famílias da Guarda em
2021», afirma Carlos Chaves Monteiro. A este montante deverá somar-se cerca de 200 mil
euros, o custo da redução na cobrança de água às famílias.

Para apoios diretos ao combate sanitário à COVID-19, a Câmara da Guarda conta com 250 mil
euros no seu orçamento para 2021. Esta verba inclui o pagamento de testes COVID durante
três meses às IPSS do concelho que não estavam abrangidas pelos apoios do Estado para o
efeito.
No total, estas parcelas compõem a verba global de 4 milhões e 125 mil euros de apoio diretos
e indiretos para que as famílias, e também as empresas da Guarda, enfrentem os efeitos
sanitários, sociais e económicos da pandemia da COVID-19.
«A urgência imposta pela pandemia sanitária não elimina e tão pouco condiciona a visão do
Executivo de projetar o futuro deste território e das gentes que o definem», afirma Carlos
Chaves Monteiro, citando a introdução do Orçamento e Grandes Opções do Plano hoje
apresentado. «Pensar e agir para lá da pandemia é a nossa obrigação e uma exigência
permanente, pelo que “decretamos” a promoção e captação de investimento estratégico que
potencie o desenvolvimento sustentável e inteligente na Guarda e a reforce como uma nova
centralidade de interior de Portugal e da fronteira com Espanha», conclui.

Pinhel apoia empresas e famílias aliviando a carga fiscal Caixa de entrada

O Executivo da Câmara Municipal de Pinhel reuniu na habitual reunião  e analisou e aprovou as propostas referentes aos impostos municipais a cobrar em 2020, propostas que foram aprovadas por unanimidade e que vão agora ser remetidas à Assembleia Municipal para análise e votação final.

No que diz respeito à Derrama (imposto aplicado às empresas), o Executivo deliberou manter a taxa de 1,5% sobre o lucro tributável sujeito e não isento de imposto sobre o rendimento das pessoas coletivas (IRC). A par disso, e tal como tem sido prática nos últimos anos, o Executivo deliberou também que ficam isentas do pagamento de derrama todas as empresas com sede social ou domicílio fiscal no concelho de Pinhel.

Relativamente ao IMI – Imposto Municipal sobre Imóveis, neste caso as taxas foram já aprovadas na reunião realizada a 17 de setembro, tendo o Executivo Municipal deliberado manter as taxas mínimas de IMI (0,3% para prédios urbanos e 0,8% para prédios rústicos), assim como a redução ao abrigo do IMI Familiar (o desconto é feito automaticamente e tem valor fixo: famílias com um filho dependente têm 20 euros de desconto; famílias com dois filhos dependentes têm 40 euros de desconto; famílias com três ou mais filhos dependentes têm 70 euros de desconto).

Quer no caso da Derrama (em que as empresas com domicílio fiscal no concelho de Pinhel ficam isentas), quer no caso do IMI (em que serão aplicadas as taxas mínimas e o desconto familiar), o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, reconhece que “estas medidas representam perda de receitas para a autarquia”, considerando contudo ser “fundamental manter este apoio às empresas e às famílias do concelho”.

AF Guarda distribui apoios aos clubes

Foi deliberado pela Associação de Futebol da Guarda a atribuição um valor de 40 euros por cada atleta inscrito, até um máximo de 1000 euros, aos filiados que disputam os Campeonatos Distritais de Futebol e Futsal, na presente época.

Este apoio tem como objetivo , segundo a AF Guarda, “minorar as dificuldades” que os clubes estão a sentir devido à situação pandémica que se atravessa. “A direção da AF Guarda mostra-se  atenta e sensível à situação provocada pela Covid-19 e às dificuldades que da mesma derivam, para todos e em particular para os clubes. Face a isso, a direção da AFG decidiu atribuir este apoio aos filiados como forma de minorar estas dificuldades”, refere a direção da AFG.

A decisão foi tomada na reunião de direção, no passado dia 17 de novembro e já foi comunicada aos clubes.

Este apoio veio assim, juntar-se aos anteriores apoios já atribuídos esta época desportiva, e a direção da AF Guarda revela estar ainda a analisar futuros apoio, que possam ajudar ainda mais os filiados.

Por:AFG

Apoios às coletividades entregues pelo Municipio de Gouveia

O Município de Gouveia finalizou a entrega dos apoios anuais às colectividades desportivas referentes a 2019.
Deste modo, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, foram entregues 80.000 mil euros relativos aos apoios anuais a 11 coletividades que durante a época desportiva 2018/2019 desenvolveram atividade desportiva e que reuniram as condições para atribuição de apoios.
A atribuição dos subsídios ordinários às colectividades resulta do forte compromisso assumido pela autarquia para com o associativismo desportivo promovendo uma política que estimula a formação e promoção de iniciativas de envolvimento comunitário que valorizam o desporto, a actividade física e a representação competitiva do concelho.
A atribuição dos subsídios anuais às coletividades do Concelho de Gouveia ocorre após a entrega dos respetivos planos de atividades ao município e ponderação das atividades desenvolvidas.

Duas dezenas de jovens estudantes do Ensino Superior recebem bolsas de estudo em Mangualde

Pelo segundo ano consecutivo e inserida nas políticas educativas e sociais do Município de Mangualde, a autarquia atribuiu bolsas de estudo a jovens estudantes do Ensino Superior no ano letivo 2017/2018. As 20 bolsas atribuídas, com um valor global de 10.000€, são entregues a residentes no concelho que concluíram com sucesso o ano letivo anterior, e que ajudam a suportar os encargos correspondentes à frequência de cursos universitários.

A medida visa estimular e motivar os jovens na sua formação pessoal e académica e apoiar financeiramente todos aqueles que, não obstante as suas capacidades, têm rendimentos baixos, adotando, neste sentido, políticas educativas e sociais que promovam a igualdade de oportunidades e a coesão social.

A criação de bolsas de estudo destinadas ao Ensino Superior teve como principal objetivo promover a igualdade de oportunidades e a coesão territorial, estimulando e motivando as/os jovens para a sua formação pessoal e académica. Com esta iniciativa, a Câmara Municipal de Mangualde pretende valorizar a aposta na educação e no ensino, enquanto ferramentas cruciais para a formação de cidadãos conscientes e devidamente informadas/os para enfrentar os desafios profissionais do futuro.

Estas bolsas podem ser renovadas de ano para ano, de acordo com as condições referidas em regulamento próprio, sendo o valor global a atribuir para o ano letivo 2018/2019 de 12 500€.

 

Agricultores podem concorrer ao programa de apoio

Na sequência dos incêndios florestais, que assolaram o norte e centro do país nos dias 15 e 16 de outubro, o governo criou “medidas de urgência” para apoio aos agricultores afetados.
O concelho de Trancoso também foi considerado “área atingida por catástrofe natural”, devido ao incêndio que, a 16 de outubro, afetou as freguesias de Aldeia Nova, Castanheira, Reboleiro, Rio de Mel, União de Freguesias de Trancoso e Souto Maior e União de Freguesias de Torre do Terrenho, Sebadelhe da Serra e Terrenho.
Realizou-se a 16 do presente mês, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, uma sessão de esclarecimento sobre as medidas de apoio disponíveis, na presença de representantes do Município de Trancoso, DRAPC, ADIVAT Trancoso, Bandarra Cooperativa Agrícola de Trancoso CRL e respetivos presidentes de junta das freguesias afetadas.
Encontram-se disponíveis no site da Direção Regional da Agricultura e Pescas do Centro, duas medidas de apoio aos lesados:
http://www.drapc.min-agricultura.pt/…/declaracoes_incendios…
• Compensação de prejuízos aos pequenos agricultores e às explorações agrícolas
– Destina-se a compensar prejuízos elegíveis até 5000€
– Prazo de candidatura: até 30 de novembro.
– Candidatura simplificada no formulário existente no portal.

• Compensação de prejuízos às explorações agrícolas
– Destina-se a compensar prejuízos elegíveis de 5001 euros a 400.000.00 euros.
– Prazo de candidatura: até 15 de dezembro.
– Candidatura via PDR 2020.

Para esclarecimentos adicionais contactar respetiva junta de freguesia e/ou Município de Trancoso.
CM-Trancoso (Contacto Geral) – 271 829 120.

Casa do Concelho de Gouveia promove ação de solidariedade

Gouveenses de Lisboa solidários com terra natal

Uma ação de angariação de donativos com destino ao concelho de Gouveia, vai ser organizada pela Casa do Concelho de Gouveia em Lisboa.

A tragédia que se abateu no concelho gouveense,em virtude dos incêndio ocorridos, deixou alguns dos seus conterrâneos sem casa, sem bens e sem alimento.
Assim solicitam a todos os gouveenses, e não só, a residir na área metropolitana de Lisboa que se juntem a esta causa.
Podem entregar os donativos em géneros diretamente na sede da Casa do Concelho de Gouveia em Lisboa, na Rua Luciano Cordeiro n.º 54A, no seguinte horário: 5ª e 6ª feira entre as 16h e as 20h; Sábado entre as 10h e as 18h.
Os Donativos em géneros podem ser:
Águas, leite, massas, arroz, enlatados e roupas. Contactos: 919870012 (Joaquim Cabral) 968246499 (Pedro Almeida)

Por:CCGL

Bombeiros do Concelho de Nelas receberam apoios financeiros do Município local

Foram 20.000,00 Euros, para os Bombeiros de Canas de Senhorim, os Bombeiros de Nelas receberam também o valor de 40.000,00€ para obras em 2017, acrescendo ao mesmo 25.000,00€ para apoio a atividade de Vigilância Florestal, valor que em 2016 e em 2017 foi pago em duodécimos mensais também a cada uma das Associações Humanitárias.

Os Bombeiros de Nelas receberam ainda, o montante próximo de 4.000,00€ para compensação da sua participação na Feira do Vinho de 2016, compensação essa da margem liquida da sua participação na Feira do Vinho de 2017 que está também devidamente assegurada.

Por:Mun.Nelas

Coletividades receberam apoios anuais do Município de Gouveia

44 associações do Concelho apoiadas
O Município de Gouveia entregou 140 mil euros às coletividades culturais, desportivas e recreativas do concelho de Gouveia em sessão pública que decorreu nesta quinta-feira (02 de agosto) no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Ler Mais »

SI2E – Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego

si2e_1A ADRUSE – Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela, desde o dia 1 de junho, tem candidaturas abertas ao “Empreendedorismo SI2E”, incentivo ao investimento e ao emprego que apoia projetos com um investimento elegível até 100 mil €. O Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E) é suportado por dois Fundos de Coesão, FEDER e FSE. Ler Mais »

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar