Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: CIM Beiras e Serra da Estrela

Tag Archives: CIM Beiras e Serra da Estrela

Muita cultura neste Verão na CIMBSE

             Festival Cultura em Rede arranca já no dia 6 de julho

A região das Beiras e Serra da Estrela, durante os meses de julho e agosto, vai acolher o festival Cultura em Rede ,pela segunda vez , iniciando já no dia 6 de julho em Figueira de Castelo Rodrigo.

O arranque da edição 2019 do projeto Cultura em Rede no dia 6 de julho, com o espetáculo de teatro “Viagens”, que tem lugar às 22h00 no Largo Serpa Pinto, com a participação de voluntários do concelho, que participaram em residências artísticas conduzidas por artistas regionais e companhias contratadas.

A Praça D. Dinis, em Trancoso, será o segundo espaço a receber esta peça de teatro no dia 13 de julho, o mesmo dia em que tem lugar o primeiro espetáculo de dança “A mão, o animal e o mistério”, no Castelo de Belmonte.

Inicialmente agendado para o dia 2 de julho, o primeiro espetáculo de música “Sintonias Serranas” terá lugar no dia 18 de julho no Largo do Município, em Seia, em Fornos de Algodres será a 20 de julho, na Praia Fluvial.

Todos os programas incluem a participação de voluntários locais de todas as idades, que colaboram na animação dos centros históricos e urbanos da região.

Lançado em 2018, o projeto “Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela” consiste em espetáculos de dança, música e teatro em cada um dos 15 municípios que integram a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, a mentora do projeto. O programa inclui ainda uma rota de visitas guiadas encenadas, focadas na cultura e história do território de forma contemplativa e interativa. Todos os espetáculos têm lugar às 22h00, exceto os que se realizam em Pinhel e Almeida, que se iniciam meia hora mais cedo.

 

Datas dos espetáculos Cultura em Rede 2019

 

Figueira de Castelo Rodrigo           06/07/2019            (Teatro, Largo Serpa Pinto)

Trancoso                                            13/07/2019            (Teatro, Praça D. Dinis)

Belmonte                                           13/07/2019            (Dança, Castelo)

Seia                                                     18/07/2019            (Música, Largo do Município)

Pinhel                                                 20/07/2019            (Teatro, Jardim 5 de Outubro)

Fornos de Algodres                         20/07/2019            (Música, Praia Fluvial da Ponte de Juncais)

Sabugal                                              21/07/2019            (Dança, Castelo)

Manteigas                                          26/07/2019            (Música, Cobertura da Praça Municipal)

Almeida                                             27/07/2019            (Teatro, Picadeiro D´el Rey)

Guarda                                               28/07/2019            (Dança, Traseira da Sé)

Covilhã                                               03/08/2019            (Dança, Largo do Calvário)

Celorico da Beira                             03/08/2019            (Música, Praça de Santa Maria)

Gouveia                                             08/08/2019            (Música, Praça do Município)

Fundão                                               10/08/2019            (Dança, Largo do Calvário)

Mêda                                                  10/08/2019            (Teatro, Praça da Casa da Cultura)

 

CDS quer saber qual vai ser a redução tarifária nos municípios das CIM Beiras e Serra da Estrela e da Beira Baixa

Os deputados do CDS-PP Hélder Amaral, Patrícia Fonseca, João Rebelo e Ana Rita Bessa questionaram  as Comunidades Intermunicipais das CIM Beiras e Serra da Estrela e da Beira Baixa no sentido de saber quais os Municípios que têm transportes públicos, qual vai ser a redução tarifária em cada um Municípios e que investimento representa esta redução para cada um deles.

O Governo anunciou esta semana que o Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) nos transportes públicos vai atingir os 116 M€, com as autarquias a colocarem 12 M€, mais do que o inicialmente previsto.

De acordo com o Ministro do Ambiente e da Transição Energética, além das duas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto, 23 Comunidades Intermunicipais (CIM) fizeram propostas para aplicação das verbas.

Por sua vez, o Primeiro-Ministro afirmou, em declarações a órgãos de comunicação social, que não é verdade que a redução tarifária seja exclusiva de Lisboa ou do Porto, e respetivas áreas metropolitanas, mas que se trata de um programa nacional ao qual aderiram todas as CIM.

O Primeiro-Ministro garantiu mesmo que em 18 CIM haverá, já a partir do próximo dia 1 de abril, redução nos tarifários dos respetivos títulos de transporte, o que, afirmou, significa que 85% da população portuguesa poderá beneficiar desta redução de tarifários.

CIMBSE recebe três viaturas para a sua Brigada de Sapadores Florestais

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) recebeu no passado dia 18 de dezembro, três viaturas equipadas para a operacionalização da Brigada de Sapadores Florestais.

Trata-se de uma candidatura no âmbito do Programa de Sapadores Florestais que foi feita ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Os futuros elementos da Brigada de Sapadores Florestais da CIMBSE, após formação, irão ter a responsabilidade na instalação e manutenção da rede primária de defesa da floresta contra incêndios, nas ações de consolidação e pós-fogo, bem como nas ações de estabilização de emergência. A equipa de sapadores florestais da CIMBSE é constituída por 15 elementos e deverá começar a trabalhar no início do próximo ano.

Ficarão ainda responsáveis pela realização de ações de silvicultura de caráter geral e de silvicultura preventiva no âmbito dos incêndios florestais, na vertente da gestão de combustível florestal, com recurso a técnicas manuais, moto manuais, mecânicas ou pelo uso de fogo controlado, entre outras.

 

CIMBSE apresentou Providência Cautelar para travar fecho dos CTT

No sentido de  travar o fecho de estações dos CTT em Fornos de Algodres, Belmonte, Manteigas e Figueira de Castelo Rodrigo.

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) avançou com uma providência cautelar para travar o fecho de estações dos CTT em quatro municípios da sua área.

A CIMBSE deu entrada da Providência Cautelar de Intimação para a Abstenção de Condutas (artigo 112ª, nº2, al.i), do CPA contra os CTT- Correios de Portugal, no Tribunal Administrativo e Fiscal de Castelo Branco para impedir o encerramento das estações dos CTT em Fornos de Algodres, Belmonte, Manteigas e Figueira de Castelo Rodrigo.

A decisão foi tomada na última reunião do Conselho Intermunicipal da CIMBSE, na qual ficou acordada por todos os municípios associados que seriam tomadas todas as medidas possíveis para impedir o fecho das estações dos Correios.

A CIMBSE entende que “o contrato de concessão dos CTT tinha como objetivo o serviço postal público universal e, fechando as estações, esse serviço público postal não é prestado às populações”.

CIM´S nacionais debatem processo de descentralização

Decorreu na Mealhada, um encontro das Comunidades Intermunicipais de todo País, onde também esteve presente a direção da Associação Nacional de Municípios Portugueses.

O tema principal em debate foi o processo de descentralização à escala intermunicipal.

Assim desta região estiveram representadas as CIM Dão e Lafões e CIM Beiras e Serra da Estrela, representada pelo Vice – Presidente Manuel Fonseca e o Eng. Ruas.

fotos:CIM RC

 

“Ecos do Côa” em Pinhel a 11 de julho

Devido ás condições atmosféricas adversas, o espetáculo de dança “Ecos do Côa”, não se realizou , em Pinhel no dia 30 de junho, motivo pelo qual foi reagendado para dia 11 de julho, quarta-feira, às 22.00h, no Jardim 5 de Outubro.

De referir que este espetáculo surge no âmbito do projeto “Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela”, desenvolvido em parceria pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE), pela Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB) e pelos municípios que integram estas estruturas.

“Ecos do Côa” é uma criação dos DEMO – Dispositivo Experimental, Multidisciplinar e Orgânico, estando a co-produção a cargo da CARB – Cooperativa Artística da Raia Beirã.

Trata-se então de um espetáculo de dança que reflete um intenso trabalho de criação artística, partilhado com participantes dos cinco municípios envolvidos nesta parceria – Pinhel, Figueira de Castelo Rodrigo, Almeida, Mêda e Trancoso.

De referir que o projeto Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela tem a duração de três anos (2018, 2019 e 2020), estando a ser desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) e pela Associação de Municípios da Cova da Beira, em parceria com os municípios que fazem parte da Comunidade Intermunicipal.

Na prática, o projeto consiste na produção e realização de espetáculos comuns em três áreas artísticas, a saber, a Dança, a Música e o Teatro.

Assim, os 15 municípios que integram a CIM-BSE foram divididos em três zonas, cada uma com cinco municípios, tendo como referência a sua localização geográfica. Neste contexto, cada zona organiza um espetáculo de uma área artística por ano.

No que diz respeito ao Município de Pinhel, está inserido na Zona 3, juntamente com os municípios de Figueira de Castelo Rodrigo, Almeida, Mêda e Trancoso, recebendo neste primeiro ano o espetáculo de Dança “Ecos do Côa”, no qual vão participar pessoas de todos os municípios envolvidos na respetiva zona.

Nos próximos anos – 2019 e 2020, Pinhel receberá espetáculos de Teatro e Música, sempre com uma componente comunitária.

Penalva acolheu Fase Regional/Intermunicipal de Viseu Dão-Lafões

A Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo organizou, na passada segunda-feira, dia 21, a Fase Regional/Intermunicipal de Viseu Dão-Lafões da 12ª edição do Concurso Nacional de Leitura, uma iniciativa que contou com a participação de cerca de meia centena de concorrentes provenientes dos 14 concelhos que compõem este território beirão.

Esta fase regional/intermunicipal assumiu a modalidade de “concurso-espetáculo”, foi constituída por uma prova escrita e por uma prova oral/de palco e permitiu apurar os finalistas por categoria (ciclos de ensino) que representarão a região na final nacional do Concurso Nacional de Leitura.

As provas escritas, resolvidas por todos os concorrentes, decorreram na Biblioteca Municipal e basearam-se nas 4 obras literárias selecionadas pela organização para esta etapa do concurso. As provas orais/de palco, abertas ao público em geral, foram constituídas por dois momentos (uma prova de argumentação e uma prova de leitura expressiva), desenrolaram-se na Casa da Ínsua, no Salão Príncipe da Beira, e foram realizadas pelos três concorrentes melhor classificados de cada ciclo de ensino.

O Concurso Nacional de Leitura é uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura (PNL), em parceria com a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), a Rede das Bibliotecas Escolares (RBE), o Instituto Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e a Rádio Televisão Portuguesa (RTP), e constitui o maior evento de promoção da leitura dirigido aos estudantes portugueses, integrando, nesta 12ª edição e pela primeira vez, alunos de todos os ciclos de ensino e envolvendo escolas e bibliotecas públicas de todo o país. A Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo foi selecionada e convidada pela DGLAB para assumir a organização desta fase do concurso na região de Viseu Dão-Lafões.

Através desta prova-espetáculo intermunicipal, que teve como principal objetivo estimular o gosto pela leitura nas gerações mais jovens, num encontro que se tornou numa grande festa do livro, Penalva do Castelo assumiu o estatuto de capital regional da leitura.

A organização desta iniciativa contou com o apoio direto da Coordenação Interconcelhia da RBE, do Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo, designadamente da equipa da Biblioteca Escolar e do Curso Profissional de Restauração (variante Cozinha e Pastelaria), bem como com o patrocínio de diversas outras entidades (Edições Esgotadas, Fnac/Viseu, Leya/Pretexto, Papeleira Adrião e Parador Casa da Ínsua).

Apurados da região de Viseu Dão Lafões para a Final Nacional do Concurso Nacional de Leitura:

 

1ºCEB:

– Lara Mesquita Lopes (Agrupamento de Escolas de Mangualde);

– Ana Francisco Morgado (Agrupamento de Escolas de Castro Daire);

– Suplente: Isabel Maria Tavares Quelhas (Agrupamento de Escolas de Vouzela).

 

2º CEB:

– Matilde Azevedo Gomes Augusto (Agrupamento de Escolas de Gão Vasco – Viseu);

– André Figueiredo Almeida (Agrupamento de Escolas de Vouzela);

– Suplente: João Miguel da Costa Ferreira (Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo).

 

3º CEB:

– Sara Pereira Figueiredo (Agrupamento de Escolas de Sátão);

– Luísa Maria Mendonça Pessoa (Agrupamento de Escolas de Nelas);

– Suplente: Tiago Manuel Pereira da Silva (Agrupamento de Escolas de Oliveira de Frades).

 

Ens. Secundário:

– Lísia Maria Gonçalves Branco (Escola Secundária Alves Martins – Viseu);

– Filipa Maria Ferreira Magalhães (Agrupamento de Escolas de Castro Daire);

– Suplente: Inês Morais de Sousa (Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão).

Por:BMPC

Espetáculo “Ecos do Côa” avança dia 9 de junho

Este projeto pretende diversificar a oferta cultural das comunidades, bem como envolver as pessoas em novas experiências artísticas.

O projeto “Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela” promovido pela CIMBSE em parceria com a Associação de Municípios da Cova da Beira e os municípios foi apresentado em Figueira de Castelo Rodrigo, no salão do Ginásio Clube Figueirense.

Uma iniciativa que pretende constituir uma rede cultural entre os 15 Municípios da CIMBSE, vocacionada para a promoção cultural deste território. O projeto assenta em três áreas artísticas: dança, teatro e música.

O primeiro espetáculo “Ecos do Côa”, uma criação artística dos DEMO em coprodução com a CARB, vai ser realizado no próximo sábado, dia 9 de junho, pelas 22 horas, no Largo Serpa Pinto, em Figueira de Castelo Rodrigo. É um espetáculo de dança que reúne participantes dos concelhos de Figueira de Castrelo Rodrigo, Pinhel, Almeida, Trancoso e Mêda.

Para Paulo Langrouva, presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, “esta é uma experiência nova que irá enriquecer o programa cultural dos municípios e pode ser o primeiro de outros projetos em cooperação”. Também Rui Ventura, vice-presidente da CIMBSE e presidente do Município de Pinhel, esteve presente na apresentação e acrescentou que “este projeto é a génese da CIM, que pretende fazer projetos intermunicipais”.

Trata-se de uma “iniciativa inédita no país que reúne 15 municípios para fazer cultura” destaca António Ruas, que adianta que foram contratados especialistas nas diferentes áreas que estão a criar co-produções com a comunidade, “espírito colaborativo é o que pretendemos com este projeto”.

O primeiro espetáculo está marcado para Figueira de Castelo Rodrigo, no dia 9 de junho, às 22 horas, no Largo Serpa Pinto, que já tem 170 metros quadrados de terra e as bancadas montadas. O sabor a terra, os brasões e nas lendas dos municípios, bem como a natureza são algumas das inspirações do espetáculo que conta com a participação de 38 voluntários, amadores.

 

Concurso Regional de Ideias de Negócio nas Escolas

O Concurso Regional de Ideias de Negócio nas Escolas terá este ano a sua final regional no território da CIMBSE.

O Concurso Regional de Ideias de Negócio nas Escolas é uma iniciativa da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e decorre em estreita colaboração com as Comunidades Intermunicipais (CIM) da Região Centro. Visa a divulgação, estímulo e implementação da cultura empreendedora na Região Centro, junto da comunidade escolar.

Este ano, a final regional, que pretende ser um momento marcante, com a atribuição do título “Aluno Empreendedor da Região Centro 2018”, decorrerá no território da CIMBSE, realizando-se no dia 7 de junho, na Universidade da Beira Interior.

O objetivo do concurso é sensibilizar e motivar os jovens para a inovação e o empreendedorismo, promovendo a iniciativa e o dinamismo nas comunidades em que se inserem.

A concurso, podem ser apresentadas ideias de negócio de qualquer área de atividade, devendo obedecer às seguintes características: úteis e exequíveis; inovadoras, podendo dar origem ao aparecimento de um novo produto ou serviço; consolidadas; originais (concebidas pelos candidatos) e economicamente vantajosas, apresentando potencial competitivo.

Cada uma das oito comunidades intermunicipais, da Região Centro, poderá apresentar a concurso uma ideia de negócio, por si selecionada, concebida e apresentada pelos próprios alunos.

Podem ser oponentes ao concurso os alunos do Ensino Básico, Secundário e Profissional, dos 100 municípios da Região Centro, que deverão desenvolver e apresentar ideias de negócio por si inteiramente concebidas ou com o apoio dos respetivos professores.

Por:CIMBSE

 

Carlos Felipe Camelo novo Presidente da CIM Beiras e Serra da Estrela

Manuel Fonseca e Rui Ventura Vice-Presidentes

Após  a reunião da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, foi eleito novo elenco que vai presidir nos próximos dois anos a esta Comunidade.

Assim, Carlos Felipe Camelo, autarca de Seia , é o novo Presidente  deste organismo, terá como vice-presidentes, Manuel Fonseca, autarca de Fornos de Algodres e Rui Ventura, autarca de Pinhel.

Assim fazem parte desta comunidade 15 municípios desta região.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar