Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: covid-19

Tag Archives: covid-19

Bombeiros Portugueses vão ser vacinados após os Lares

Neste domingo, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa referiu nos Bombeiros do Dafundo, que a vacinação contra  Covid-19, vai chegar aos Bombeiros Portugueses já a seguir aos Lares.

Será feita a respetiva vacinação na mesma altura das Forças de Segurança e parte das Forças Armadas, dado que os Bombeiros têm sido muito importantes no transporte de doente com Covid-19.

COVID-19 –Gouveia encerrou os Equipamentos Municipais

Face à situação epidemiológica do País e da região, o Município de Gouveia decidiu encerrar ao público os seguintes equipamentos municipais:

-Museu Miniatura Automóvel

-Museu Abel Manta

-Espaço Arte e Memória

-Biblioteca Vergílio Ferreira

-Parque Ecológico

-Teatro Cine

-Posto de Turismo

Escolas têm de ter um sério reforço da segurança sanitária refere o Sindicato de Professores da Z.Centro

Em comunicado, o Sindicato dos Professores da Zona Centro, referem:” Os efeitos da pandemia exigem dos responsáveis do Ministério da Educação ação e não apenas palavras. Nestes tempos difíceis, professores e educadores continuam sobrecarregados nas suas funções e sem as necessárias condições. E não entendem o porquê de, estando na linha da frente, não fazerem parte do grupo prioritário de vacinação.
O SPZC considera que se vive um momento particularmente sensível e de preocupação a nível da saúde pública, agravado neste mês de janeiro, que exigirá um esforço acrescido de todos neste contexto de novo confinamento.
Os educadores e professores estão claramente na primeira linha de resposta a dar às solicitações de alunos e comunidade neste tempo de pandemia.
Mas uma coisa é certa, o Ministério da Educação não fez o trabalho de casa no que diz respeito à criação de condições para o bom funcionamento das escolas. Faltam recursos que permitam aos docentes fazer face à sobrecarga de trabalho com que desde o início deste ano escolar estão confrontados. Falta a inclusão dos docentes nos grupos prioritários na vacinação. Falta uma resposta eficaz para os professores e educadores de grupos de risco. Falta a necessária redução do número de alunos por turma, de forma a ser respeitado o distanciamento físico de segurança.
Este confinamento, no que diz respeito às medidas anunciadas e agora em vigor, tem pouco de confinamento. São inúmeras as exceções ao mesmo.
O SPZC está preocupado com os cerca de três milhões de alunos, pais e encarregados de educação em circulação diária. A mobilidade deste elevado número de pessoas, muitas delas utilizando o transporte público, são um enorme risco a nível de cadeias de transmissão da covid-19. Perante as inúmeras interrogações que se levantam, e não pondo de parte a importância inigualável do ensino presencial, o eventual recurso ao ensino misto não deverá ser descartado. De forma particular os alunos pertencentes aos sectores de ensino mais avançados.
Apesar desta situação difícil e complexa, o SPZC continua inteiramente ao serviço dos docentes. O apoio sindical, a formação e as áreas social e cultural serão as pedras de toque da atuação, com uma proximidade permanente e constante e estamos disponíveis para o ajudar.
Porque se está no início de mais um ano civil, o SPZC não poderá deixar de transmitir uma nota de descontentamento pelos resultados havidos nas negociações no âmbito da Administração Pública. Lamentavelmente, os aumentos para este ano, uma vez mais, não incluirão os docentes. Já lá vai mais de uma década com desvalorização salarial e perda do poder de compra. Não é desta forma que se atraem os desejáveis e necessários novos professores para o sistema educativo.

AF Guarda- Competições distritais até ao próximo dia 30 de janeiro.

Em comunicado, a Direção da Associação de Futebol da Guarda informa que decidiu suspender todas as competições distritais até ao próximo dia 30 de janeiro.

Esta decisão vem no seguimento da reunião  entre a AFG e a FPF. “Uma vez que apenas foi obtida autorização para a realização de algumas provas organizadas pela FPF”, a direção da AFG  informa que também “Não foi concedida a autorização para a realização das provas distritais até ao fim deste período de confinamento (30 de janeiro)”.

Assim esta associação ainda refere no comunicado que: Quando vier a autorização para a disputa das provas distritais, seja já possível ter informações sobre a retoma da formação e o acesso do público aos estádios, e as autoridades de saúde o permitam marcarão uma reunião presencial com todos os clubes que estão a disputar as provas da AFG.

Município de Pinhel surge em 6ºlugar dos Município com maior peso relativo à despesa Covid-19

Após a divulgação por parte do Tribunal de Contas do Relatório “Impacto das medidas adotadas no âmbito da COVID-19 nas entidades da Administração Local do Continente”, uma análise que mostra que as autarquias adotaram uma multiplicidade de ações de que foram beneficiárias as famílias, as empresas e as instituições, face aos efeitos económicos, sociais e financeiros da COVID-19.
Da leitura do relatório, que alerta contudo para o facto de nem todas as autarquias terem reportado os seus dados, destacamos a informação referente ao peso relativo de despesa COVID até setembro de 2020 (face à despesa total em 2019), onde Pinhel aparece em 6º lugar com um indicador de 4,5%.
Diz o relatório que existem “municípios que, tendo menor dimensão financeira, apresentam um esforço proporcionalmente maior”, entre os quais se encontra o de Pinhel.
Considerando a despesa por residente, o relatório refere ainda que se destaca “um conjunto de municípios do Interior (entre os quais o de Pinhel) e também alguns de maior dimensão.
Apesar de não serem novidade para o Município de Pinhel, estes dados vêm tornar público o esforço que a autarquia tem feito no combate à pandemia.

Área da Abrangência da ULSGuarda com 2315 casos ativos

Boletim Epidemiológico (08 de jan de 2021 a 12 de jan de 2021)//Área da Abrangência da ULSGuarda

Com a divulgação dos dados deste periodo, verificamos novo aumento de casos, cerca de 500 casos novos, 52 recuperados, 17 óbitos. Um total de 2315 (+426) casos ativos.

Assim na tabela de casos ativos:

Almeida-  39

Celorico-92

Figueira CR-209

Fornos de Algodres – 184

Guarda-639

Gouveia-275

Manteigas-7

Meda-244

Pinhel- 270

Sabugal-185

Seia- 112

Trancoso-205

VN Foz côa-61

 

Covid-19-Vacinação arrancou nos lares da região da ULS Guarda

Ao iniciar do dia, arrancou a campanha de Vacinação contra a covid-19, na área de abrangência da ULS da Guarda, com José Antunes, natural de Cavadoude, com 103 anos, foi o primeiro utente de uma ERPI a ser vacinado.
A sessão simbólica  nas Estruturas Residenciais para Idosos teve inicio na manhã desta terça-feira, no Lar da Santa Casa da Misericórdia da Guarda. Estiveram presentes elementos do Conselho de Administração da ULS da Guarda, Presidente da Câmara Municipal, Diretor da Segurança Social e dirigentes da Santa Casa da Misericórdia da Guarda.
Ainda esta semana devem ser vacinados na área de abrangência da Guarda mais de 3 mil utentes de Lares.
Fotos: ULSG

Em Figueiró da Granja foram efetuados 60 testes rápidos em tempo record

A Freguesia de Figueiró da Granja em comunicado refere que foram feitos 60 testes rápidos, assim refere:”Devido à subida do número de casos da Covid-19, na nossa Freguesia, considerámos importante informar as autoridades de saúde para o que se estava a passar.
Após conversa com a Dra. Luísa, diretora do Centro de Saúde de Fornos de Algodres, que se prontificou, imediatamente, para ajudar.
Foi neste sentido, que a Junta de Freguesia de Figueiró da Granja e a Liga dos Amigos de Figueiró da Granja, em colaboração com a Cruz Vermelha Portuguesa (Delegação de Viseu) conseguiu em tempo record realizar 60 testes rápidos na passada sexta-feira. Após realizados os testes foram detetados alguns casos de infeção por Covid-19″.
Assim, mais um exemplo a seguir nesta região onde todos os esforços são necessários para combater esta pandemia.

Freguesia de Lajeosa do Mondego vai testar a população

Um modelo a seguir por todas as localidades
Em comunicado, a Junta de Freguesia de Lajeosa do Mondego, informa que face  à evolução da situação pandémica do  concelho, e em especial na  Freguesia, a Junta de Freguesia de Lajeosa do Mondego contratualizou uma equipa de enfermagem para testar, com recurso a testes rápidos de antigénio, todos os residentes da Freguesia que assim o pretendam, no dia 12 de janeiro de 2021 (terça-feira) pelas 14.30 horas, no Edifício da Junta de Freguesia.
Serão ainda distribuídas 20 máscaras descartáveis por cada agregado familiar.
Para qualquer informação contacte:
Rui Ascensão – 966 313 773
Grassa Fiães – 965 298 516
Paulo Santos – 963 255 536
Uma forma de tentar minimizar a pandemia na localidade, e um exemplo a seguir por todas as Freguesias que ao testar a população serão localizados os focos da doença.

JSD Guarda lança comunicado sobre o Hospital da Guarda estar cheio

NeA imagem pode conter: 3 pessoas, texto que diz "COMUNICADO ANO NOVO, TUDO NA MESMA FOI NISTO QUE VOTOU? $ JSD f DISTRITAL GUARDA"ste arranque de ano, a JSD Guarda, pelo voz do seu líder , Luís Soares, veio reagir em comunicado, à questão de o Hospital da Guarda estar cheio, referindo assim:”Na passada quarta-feira, foi transmitido um vídeo num canal de televisão nacional em que observamos 𝐏𝐄𝐒𝐒𝐎𝐀𝐒 𝐚𝐦𝐨𝐧𝐭𝐨𝐚𝐝𝐚𝐬 𝐩𝐞𝐥𝐨𝐬 𝐜𝐨𝐫𝐫𝐞𝐝𝐨𝐫𝐞𝐬, 𝐬𝐞𝐦 𝐚𝐬 𝐦𝐢́𝐧𝐢𝐦𝐚𝐬 𝐜𝐨𝐧𝐝𝐢𝐜̧𝐨̃𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐭𝐫𝐚𝐭𝐚𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐡𝐮𝐦𝐚𝐧𝐨. Não foi gravado na Venezuela, não foi gravado na Somália, não foi gravado num qualquer país de terceiro mundo, foi gravado no Hospital da Guarda!
Este vídeo devia envergonhar-nos a todos! Quem olha estas imagens e fica indiferente, ou não tem coração ou pertence ao Conselho de Administração da ULS (ou ambos).
Poderíamos dizer que a culpa foi da pandemia, mas qualquer pessoa que, por algum infortúnio, se tenha deslocado às urgências nos últimos anos, pode comprovar que o problema não é de agora.
Este problema tem alguns anos e foi chutado para canto enquanto o nosso hospital serviu só e apenas como palco de guerrinhas políticas e não para cuidar dos nossos doentes. Assim se foram perdendo especialidades e especialistas e hoje temos um hospital esquecido, numa cidade esquecida, numa região esquecida (exceto em período eleitoral, em que somos abundantemente insuflados por promessas que nunca passam de promessas). Com a pandemia apenas se agravaram problemas que não foram resolvidos por falta de coragem. O 𝐠𝐨𝐯𝐞𝐫𝐧𝐨 𝐞𝐬𝐪𝐮𝐞𝐜𝐞𝐮-𝐬𝐞 𝐝𝐚 𝐆𝐮𝐚𝐫𝐝𝐚 𝐞 𝐝𝐚 𝐬𝐚𝐮́𝐝𝐞 𝐝𝐞 𝐪𝐮𝐞𝐦 𝐩𝐨𝐫 𝐜𝐚́ 𝐯𝐢𝐯𝐞.
𝐎𝐧𝐝𝐞 𝐚𝐧𝐝𝐚 𝐚𝐟𝐢𝐧𝐚𝐥 𝐞𝐬𝐭𝐞 𝐂𝐨𝐧𝐬𝐞𝐥𝐡𝐨 𝐝𝐞 𝐀𝐝𝐦𝐢𝐧𝐢𝐬𝐭𝐫𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨? Será que passaram naqueles corredores e viram aquilo que nós vimos no vídeo? Se nós não conseguimos ficar indiferentes a esta situação, como é que o Conselho de Administração consegue continuar inerte? A última aparição deste novo CA serviu apenas para se vangloriar da entrada de 55 novos médicos internos. Importa, no entanto, referir que estes em nada servem para resolver estes problemas, uma vez que todos estes recém-formados médicos se encontram no ano comum, não tendo por isso autonomia clínica para passar uma receita, muito menos para tomar conta de uma especialidade.
É notória a falta de médicos, enfermeiros e auxiliares de saúde na ULS. Os nossos profissionais de saúde estão sem forças e mesmo assim ainda continuam a lutar contra esta pandemia, defendendo todos os doentes, até aqueles que são doentes não-Covid que o Estado insiste em esquecer.
Um dos “políticos” deste Conselho de Administração sempre reiterou, ao longo do último ano, que seria o garante da estabilidade política na Guarda. 2020 realmente foi um ano estranho! No entanto, esse “𝐡𝐚́𝐛𝐢𝐥 𝐞 𝐞𝐬𝐭𝐚́𝐯𝐞𝐥” político teve agora a sua oportunidade de ouro para se mostrar capaz. Naturalmente, não nos surpreendem os constantes rasgos de incompetência e inabilidade. Agora, esse tal político, que, aparentemente, deixa a política para se dedicar à saúde, pode acrescentar num currículo já tão preenchido que fez parte dos tempos mais instáveis na ULS nos últimos anos. 𝐌𝐨𝐧𝐭𝐞𝐢𝐫𝐢𝐧𝐡𝐨 𝐞 𝐄𝐬𝐭𝐚𝐛𝐢𝐥𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞 𝐬𝐚̃𝐨 𝐜𝐨𝐦𝐨 𝐨 𝐬𝐚𝐧𝐠𝐮𝐞 𝐞 𝐨 𝐚𝐫: 𝐧𝐮𝐧𝐜𝐚 𝐩𝐨𝐝𝐞𝐦 𝐞𝐬𝐭𝐚𝐫 𝐣𝐮𝐧𝐭𝐨𝐬, 𝐞𝐦 𝐝𝐞𝐭𝐫𝐢𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐝𝐞 𝐩𝐚𝐭𝐨𝐥𝐨𝐠𝐢𝐚.
De resto, o Governo continua a trabalhar do mesmo modo que em todo o seu mandato.
Também esta semana, a Ministra do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social revelou que existem 788 lares em situação irregular na lista do programa de vacinação. Este é mais um dos setores onde se assiste à total inoperância e desnorte do Governo, que, mesmo em tempos de pandemia e com conhecimento atempado das condições destes locais, não atuou de forma a garantir condições dignas a quem já trabalhou para o País, desburocratizando a legalização daqueles que oferecem as condições exigíveis por lei e encerrando os que não as oferecem. O Governo optou por não se preocupar em criar oferta legal para poder poupar dinheiro à Segurança Social, ao não pagar as contribuições por utente.
A Ministra da Coesão Territorial, 𝐪𝐮𝐞 𝐬𝐮𝐫𝐩𝐫𝐞𝐞𝐧𝐝𝐞𝐧𝐭𝐞𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞 𝐚𝐢𝐧𝐝𝐚 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚 𝐞𝐦 𝐟𝐮𝐧𝐜̧𝐨̃𝐞𝐬, continua a mostrar a sua essência, inviabilizando a descida das portagens em tempo útil de salvar empresas e empregos e de aumentar o rendimento disponível das famílias quando ele mais é necessário, ao enviar para o Tribunal Constitucional os descontos propostos pelo PSD. Vivemos num país cada vez mais desigual com um Governo que tudo faz para agravar o crescimento das assimetrias.
Numa semana cheia de tristes acontecimentos, ouvimos um Primeiro Ministro acusar de traição quem apenas se opõe à mentira, fazendo jus à já badalada frase “Quem se mete com o PS, leva”. Esperemos que na Guarda haja coragem de enfrentar realmente os problemas e não de acusar de traição quem realmente se preocupa com o estado da nossa terra”.