Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: cultura

Tag Archives: cultura

Dia Mundial da Poesia

Hoje celebra-se o Dia Mundial da Poesia.

 

 

 

 

 

O Berço de Ouro

Recordo a melodia em meu ouvido,

Sublimes, lindas canções de embalar,

Breve, pouco tempo estive contigo,

Nasci fadado a contigo pouco estar.

 

Eu ouvi nesse berço de nogueira,

As orações que tu me dedicavas,

O teu busto debruçado na madeira,

Quando com teu carinho me limpavas.

 

Mais tarde minha diva me lembravas,

Voltaremos ao inicio, somos pó,

Pegando em teu lenço tu choravas,

 

Compreendo agora… fiquei só,

Recordo o breve tempo que me amavas,

Tão lindas tuas rugas minha avó!

                           Carlos Pereira

                                       

A minha terra

Foste terra de fidalgos

Isso ninguém pode negar

Com o maior de todos

O Marquês de Tomar.

 

Como ele poucos no seu lugar

Criou a maior reforma

Que no país fez criar

Era de grande coragem o Marquês de Tomar.

 

Acabar com os enterros nas igrejas

Foi difícil obrigar

Apareceu a Maria da Fonte

Que o Marquês quis matar.

 

Não foi só esta reforma

Com sanidade e foi coisa séria

Também salvou o país

De grandes dificuldades e da miséria.

 

E os de Tomar que o digam

Fez daquela terra sem igual

Transformou a indústria

Das melhores de Portugal.

 

Já com máquinas modernas

Que à Europa foi buscar

Para pôr naquela terra

E pôs tanta gente a trabalhar.

 

Fazer reformas é bom

É preciso ter coragem

Tinha de ser de Fornos

Que sairia essa imagem.

 

A reforma dos cemitérios

Trabalho que foi constante

Mesmo com muitas Marias da Fonte

A reforma foi avante.

 

Ainda hoje nossos dias

Estão sempre a melhorar

Esta grande obra e sanidade

Graças ao Marquês de Tomar.

 

(Homenagem ao Marquês de Tomar: António Bernardo da Costa Cabral natural de Fornos de Algodres)

José Manuel Esteves

 

O nosso poder mental

existe e É potencial;
O intelecto bem criado
precisa ser agitado.

João Oliveira

 

Foto:DR


Vila Franca das Naves acolhe Concerto de Ano Novo

Vai  realizar-se na noite do dia 11 de janeiro, sábado, às 21h00, no Auditório do Centro Cultural Miguel Madeira em Vila Franca das Naves, o Concerto de Ano Novo em que participam o Rancho Folclórico de Vila Franca das Naves, Rancho Folclórico de Trancoso e Universidade Sénior de Trancoso.

 

“A Velha Casa de Madeira”com casa cheia em Mangualde

Com direito a sessão extra, cerca de três centenas de idosos assistiram à peça “A Velha Casa de Madeira” em Mangualde. E, devido à forte adesão, à sessão do dia 17 de dezembro foi acrescentada uma sessão extra no dia 18, na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves.

A peça foi dirigida aos munícipes com 65 ou mais anos, de entrada livre mas de inscrição obrigatória. A encenação e texto foram da autoria de José Caldas. Uma peça que fez viajar no tempo e captou a atenção de todos que abraçaram a história e o seu sentido. Tratou-se de um espetáculo transformador, que levou a todos à reflexão e, quem sabe, à mudança. A ação inseriu-se na programação de Natal do Município “Natal em Mangualde 2019” e contou com a presença da Vereadora da Ação Social da Câmara Municipal de Mangualde, Maria José Coelho. A vereadora sublinhou a “importância da promoção destes eventos de natal para os seniores”. “Não só nesta altura do ano, mas sempre, é fundamental que os laços entre as crianças e os mais idosos sejam cada vez mais fortes, com o intuito da transmissão de valores e conhecimentos, porque as recordações/memórias de vida dos mais velhos são certamente motivo de reflexão e aprendizagem para os mais novos”, rematou a vereadora.

SINOPSE da peça

Certo dia, aparecendo do nada um velho vem-nos falar a relembrar a sua infância e do seu grande desejo: encontrar a “máquina do tempo”. Desfaz-se da sua pele poeirenta e revive a primavera da sua vida quando encontrou, escondida na sua casota, uma velha rabugenta. A velha fica surpreendida com tal acontecimento pois chegava-lhe a vida tranquila com os animais que a cercavam. Ignora a criança pois a curiosidade do menino invade sua vida quotidiana tranquila e isolada entregue ao fazer e refazer os fios no seu fuso. A criança começa também a resmungar “nhem-nhem-nhem”… e cada dia que volta a velhinha atira-lhe algo para afastá-lo – um nabo, uma maçã, um rolo de fios – está feita a ligação. O rapaz e um amigo seguem o fio do caminho que lhes abre, enfim, a porta da velha casa de madeira…. começa uma longa conversa com a velhinha. Aos poucos ela começa a contar o seu passado, e cada história é uma viagem na máquina do tempo. Todos os dias pela manhã lá estavam as crianças e todos os dias pela manhã a velha rabugenta lá esperava por elas. Seria capaz a velhinha resmungona de começar a conviver com o ser humano? Estaria ela também a relembrar a sua infância? Um dia as crianças chegam e encontram apenas a melodia dos animais… Que teria acontecido?

Manuel Prata, presidente do NDS em conversa

Sintético do S. Salvador e um Pavilhão são necessidades urgentes

Magazine SerranoNem só de desporto vivem os clubes. Este encontro cultural de música tradicional, com vários grupos, terminou em festa. É sinal que a cultura está bem na Guarda?

 Manuel Prata- Sim. Naturalmente que o Núcleo Desportivo e Social, conforme o próprio nome diz, não é só a parte social nem a parte desportiva, é também a parte cultural e recreativa. E o sinal disso tem sido evidente, neste caso, o grupo “A Mensagem”, grupo de cantares da música popular portuguesa, muito tem contribuído, digamos, para o bom nome da Guarda lá fora, em todas as deslocações, que têm feito a vários locais do país. Ler Mais »

“Vou-me à Feira de Trancoso” de 11 a 13 de outubro

Vai decorrer em Trancoso, de 11 a 13 de outubro, “Vou-me à Feira de Trancoso”.

O evento “Vou-me à Feira de Trancoso”, é um evento que integra o ciclo de eventos 12 em Rede| Aldeias em Festa das Aldeias Históricas de Portugal, tem uma nova edição entre os dias 11 e 13 de outubro na Aldeia Histórica de Trancoso.

Pretende evidenciar a importância secular que as feiras têm para Trancoso, tendo como objetivo celebrar o território, a sua cultura e as suas gentes, procurando recriar a ambiência das feiras de outros tempos.

Para além da componente cultural,  integra igualmente uma componente gastronómica, que pretende trazer à memória e evidenciar produtos endógenos.
Haverá Animação de rua, visitas guiadas, workshops, música, gastronomia, cenários de luz e escuridão (Praça D. Dinis) e muita festa, fazem parte do programa.

 

My Fair Lady’ na Biblioteca Municipal de Mangualde

O Auditório da Biblioteca Municipal de Mangualde  vai acolher a reconhecida peça ‘My Fair Lady’, baseada na obra de George Bernard Shaw, com a Associação pelo Movimento, Arte e Terapia (amarte) a apresentar, no próximo dia 13 de setembro, pelas 21h30.

A entrada vai ser  livre, mas a reserva de lugar é obrigatória até às 12h30 do dia 13 de setembro, através dos contactos da Biblioteca Municipal de Mangualde, T. 232 619 889 e 232 617 172.

 ‘My Fair Lady’, peça original de 1964, é uma comédia musical que conta a história de Eliza Doolittle, uma mendiga que vende flores pelas ruas escuras de Londres à procura de algum dinheiro. Numa dessas noites, Eliza conhece um culto professor de fonética, Henry Higgins, bem como a sua incrível capacidade de descobrir muito sobre as pessoas apenas através dos seus sotaques. Quando ouve o horrível sotaque de Eliza, aposta com o amigo Hugh Pickering, que é capaz de transformar uma simples vendedora de flores numa dama da alta sociedade, num espaço de seis meses.

 Texto Original – George Bernard Shaw

Encenação e dramaturgia – Maria Aguiar

Coreografias – Helena Couto

Interpretação – Bruno Amaral, Carolina Almeida, Diogo Silva, Fátima Marques, Francisco Almeida, Inês Pinto, João Messias

Bailarinos – Carolina Almeida, Francisco Almeida, Liliana Santos, Mariana Gomes, Pedro Sobral, Soraia Coelho

Grafismo – Nuno Ferreira

CIM Viseu Dão Lafões lança jogo mobile “A Aventura do Gaspar e da Maria”

No âmbito da 8.ª edição do projeto “WANTED – Escolas empreendedoras da CIM Viseu Dão Lafões”, o jogo mobile “A Aventura do Gaspar e da Maria” vai ser apresentado esta semana às escolas do 1º ciclo da região.

app.png

O jogo, que pode ser instalado gratuitamente a partir do Google Play e da App Store, permite às crianças viajar por por cada município desta Comunidade Intermunicipal e tornarem-se os maiores conhecedores do que cada um tem para oferecer.

Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, deu nota que “esta app irá permitir que as crianças do 1º ciclo continuem a interagir com o projeto Wanted, nomeadamente, a descobrir o território e os seus recursos através de um jogo didático e interativo”.

A chegar ao fim a sua 8.ª edição, o projeto WANTED – Escolas Empreendedoras da CIM Viseu Dão Lafões teve como objetivo potenciar nos alunos, competências pessoais e sociais inerentes a um perfil empreendedor, bem como sensibilizar, formar e educar crianças e professores para o empreendedorismo, levando-os ao desenvolvimento de um papel dinâmico, com opiniões próprias e autónomas.

2.ª Feira de Troca de Livros Usados em Celorico da Beira

A Biblioteca Municipal vai promover a 2.ª edição da Feira de Troca de Livros Usados, de 1 de Julho a 1 de Agosto.
Todos aqueles livros que estão na prateleira que já leu , pode m assim ser  partilhados na Feira do Livro Usado. Deixe os seus e leve para casa outros que gostaria de ler.
Podem ser entregues na Biblioteca Municipal os livros que pretende trocar até ao dia 28 de Junho. Por cada livro que seja entregue , cada pessoa recebe um vale para usar na feira para trocar por livros “novos”.
Atenção aos livros em mau estado, livros escolares, obras técnicas e com conteúdos desatualizados.

Acordo Intermunicipal reforça Candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura

No mesmo dia em que será encerrado oficialmente o Salão de Outono – Fechado para Obras, o Município da Guarda irá celebrar um acordo estratégico de cooperação com outros municípios. A iniciativa irá alargar a base territorial da Candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027.

A assinatura deste acordo será feita no Museu da Guarda, na próxima sexta-feira, dia 18 de janeiro, pelas 17h30 e visa estabelecer um modelo de cooperação entre os Municípios com o objetivo de desenvolver uma Estratégia e elaborar um Plano de Ação que seja adequado a articular as diferentes estratégias locais, aproveitando as economias de escala que a partilha de recursos e a participação em redes proporcionam.

Logo após a assinatura do Acordo Intermunicipal, vai realizar-se a Finissage do Salão de Outono uma Conversa-Aberta partindo da temática “ Santa Rita Pintor (1988-2018): 100 anos da Sua Morte” e que terá a participação de Guilherme Santa Rita, João MacDonald, Pedro Teixeira da Mota, Fernando Rosa Dias e Luís Lyster Franco, sob a moderação de João Mendes Rosa. A sessão contará ainda com a apresentação dos catálogos: «As infâncias Perduráveis» de Paula Rego; do SIAC#3 e do 3º Salão de Outono.

Culto Mariano é o tema de outubro no Caminhos com história em Pinhel

Em Pinhel, o Culto Mariano está associado a testemunhos materiais, igrejas e capelas, e também a vivências comunitárias que galvanizam as populações em romagens de agradecimento e contemplação espiritual.

É este o tema dos “Caminhos com História” de outubro, agendado para o próximo domingo, dia 28, com início às 9.00h, junto ao Pelourinho.

Todos podem participar nesta atividade está sujeita a inscrição prévia, na Casa da Cultura ou na Loja do Munícipe.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar