Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: Fornos de algodres

Tag Archives: Fornos de algodres

Amianto vai ser removido das escolas em Portugal

Fornos de Algodres e Seia contempladas

Foi assim divulgado pelo Governo Português , que o amianto vai ser removido de mais de meio milhar de escolas em Portugal. As escolas abrangidas neste programa são da rede pública da educação pré-escolar, do ensino básico e do ensino secundário.

Aqui nesta região, será intervencionada a Escola Básica e Secundária de Fornos de Algodres , duas na cidade da Guarda, uma em Seia , uma em Aguiar da Beira e outra em Paranhos (Seia), Sernancelhe e Viseu.

Covid-19-ASCR Vila Soeiro do Chão entregou equipamento de proteção à comunidade

Recentemente a Associação Social Cultural, Recreativa de Vila Soeiro do Chão, realizou pela localidade uma ação de sensibilização e combate à Covid-19. Andaram  assim, no habitual porta a porta com a entrega de equipamento de proteção para toda a comunidade local.
“O esforço financeiro nesta ação é importante para proteger a saúde da nossa comunidade”, salientou o porta voz desta Associação local.

foto:AVSC

Alfazema um novo espaço para o conforto do seu lar

Teve lugar a abertura da Loja Alfazema , na vila de Fornos de Algodres, mais concretamente na Urbanização Zona Sul, um espaço comercial com peças de artesanato , artigos de decoração e utilitários para a casa.

Tem como proprietária Tânia Ribeiro, estando aberto este espaço de segunda -feira a sexta-feira das 9h30 – 12h30 e das 14h – 19h, sábado das 9h00 às 13h.

Um novo espaço onde pode encontrar um pouco de tudo para o seu lar.

 

 

Reciclar dá prémios em Fornos de Algodres

Para quem vive no Município de Fornos de Algodres, está a decorrer uma campanha lançada pela Resiestrela em parceria com a autarquia local. Cada vez reciclar é mais importante, para tal basta dirigir-se ao ecoponto do Centro Histórico, fazer uma foto e partilhar no seu perfil. Por fim envie por mensagem privada para a Resiestrela e faça gosto na página .
A fotografia mais criativa ganha um produto tradicional em www.bomsabordaserra.pt.

 

 

Ação de combate à vespa das galhas dos castanheiros em Fornos de Algodres

A vespa-da-galha-do-castanheiro está presente no território fornense, de forma bastante evidente, tendo sido as largadas realizadas nos locais de maior concentração de soutos e castinçais.

Com o apoio da REFCAST e do Eng.º Almeida da DRAPC, no dia 13 de maio, o Gabinete Técnico Florestal do Município de Fornos de Algodres procedeu à libertação do parasitoide específico utilizado no controlo da praga que afeta os castanheiros.

O Dryocosmus kuriphilus Yasumatsu é um inseto conhecido com o nome vulgar de “vespa-da-galha-do-castanheiro” que ataca vegetais do género Castanea, induzindo a formação de galhas nos gomos e folhas, provocando a redução do crescimento dos ramos e a frutificação, podendo diminuir drasticamente a produção e a qualidade da castanha e conduzir ao declínio dos castanheiros.

O controlo da vespa-da-galha-do-castanheiro apenas um modo de luta autorizado, a luta biológica, que é realizada exclusivamente através da introdução de um inseto parasitoide específico, o Torymus sisnensis.

A vespa-da-galha-do-castanheiro é o mais perigoso inimigo do castanheiro até agora conhecido e contínua em expansão no Norte e Centro do país. Um investimento suportado na integra pelo Município de Fornos de Algodres.

Foto:MFA

Fornos de Algodres-Reabertura do atendimento presencial na Câmara Municipal

No seguimento das medidas de desconfinamento, no âmbito do combate à propagação da COVID-19, o Município de Fornos de Algodres informa que desde esta terça-feira, 12 de maio, reabre o atendimento presencial ao público na Câmara Municipal.

 O horário de atendimento é das:
– 09h30 – 12h30 no período da manhã;
– 14h30 – 16h30 no período da tarde.

– Deve aguardar pela sua vez de atendimento à entrada.
– Antes de entrar deve desinfetar as mãos.
– Obrigatório o uso de máscara e distanciamento social.

 

Covid-19-Dicas para poupar nas despesas domésticas

Desde o aparecimento do Coronavírus (Covid-19) a situação económica das famílias e do País tem se complicado.

Grande parte das famílias está a passar muito mais tempo em casa, e desta forma a gastar mais em eletricidade, gás, luz e internet.

Tendo em conta que o número de pessoas que perderam empregos ou em situação de layoff, o rendimento é menor, pelo que é necessário encontrar medidas que levem à redução de gastos e que se fomente a poupança.

𝐏𝐨𝐮𝐩𝐚𝐫 𝐧𝐚𝐬 𝐟𝐚𝐭𝐮𝐫𝐚𝐬 𝐝𝐞 𝐞𝐥𝐞𝐭𝐫𝐢𝐜𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞

No contexto atual do mercado livre de energia, e de uma forma geral, as empresas de eletricidade flexibilizaram o pagamento das faturas, bem como o processamento de planos de pagamento das mesmas.

Existem também empresas que criaram fundos para que fosse possível oferecer um mês grátis de luz e gás aos que comprovassem tal necessidade.

Devido ao aumento das dificuldades económicas, os consumidores mais vulneráveis, podem beneficiar do apoio social na eletricidade e gás, ao ser aplicada a tarifa social EDP e outras companhias, que permitirá reduzir este gasto em 33,8%.

Apesar da aplicação ser automática, o desconto pode não estar refletido, pelo que é necessária a consulta da fatura e, caso não esteja mencionado, contactar com a empresa em questão.

Devido ao ataque informático que a EDP sofreu no dia 13 de abril, o atendimento telefónico pode demorar mais, pelo que se necessitar de informações sobre a tarifa social e a sua aplicação, contacte com a Selectra através do número 211 451 223 que o ajudará sem custos e de forma imediata.

𝐏𝐨𝐮𝐩𝐚𝐫 𝐧𝐚𝐬 𝐭𝐞𝐥𝐞𝐜𝐨𝐦𝐮𝐧𝐢𝐜𝐚çõ𝐞𝐬

Há umas semanas, as principais operadoras de telecomunicações juntaram-se à causa oferecendo 10Gb de internet a todos os clientes que o solicitassem.

Recentemente a NOS comunicou que passará a atribuir 30% de desconto nos seus serviços em caso de incapacidade, desemprego ou insolvência. A empresa junta-se à MEO e à Vodafone que oferecem descontos sobre os seus produtos e serviços, a quem demonstrar efetivamente que padece de incapacidade de pelos menos 60%.

𝐌𝐞𝐝𝐢𝐝𝐚𝐬 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐩𝐨𝐮𝐩𝐚𝐫 𝐞𝐧𝐞𝐫𝐠𝐢𝐚

➡️ O aquecimento é quase 50% do total da fatura da eletricidade, pelo que, é aconselhado que mantenha uma temperatura sobre os 20ºC.

➡️ Caso a temperatura baixe consideravelmente, o ideal será vestir algo mais quente, de forma a manter a temperatura corporal e a evitar o gasto de eletricidade.

➡️ Os eletrodomésticos também podem ajudar a reduzir despesa. Lave a roupa com ciclos curtos e sempre que o depósito da sua máquina de lavar esteja completamente cheio.

➡️ Evite usar a máquina de secar roupa. Apesar do tempo estar um pouco instável, a roupa secará facilmente.

➡️ O tempo que se passa em casa, neste momento, é muito mais elevado que há umas semanas, pelo que, confirme a sua potência contratada e as tarifas de energia que tem neste momento. Se tem uma tarifa bi-horária, saiba que à noite usar máquina de lavar, forno ou aquecimento é muito mais barato que se usar estes aparelhos durante o dia.

➡️ Deixar os aparelhos em modo de “stand by” pode ser um erro, pois podem gerar um aumento na fatura de 2%, sem haver necessidade disso. Por isso, sempre que não sejam necessários, a solução mais eficiente é retirar da ficha elétrica a televisão, o telemóvel ou o computador. Se está a trabalhar em casa, saiba que pode reduzir, e muito, a conta da energia através deste procedimento.

Queijo de cabra curado(Queijaria Artesanal Serras do Mondego) recebe medalha de Ouro a nível Nacional

Teve lugar um concurso a nível nacional em Santarém, onde o CNEMA-Centro de Exposições e Mercados Agrícolas e a Qualifica/oriGIn Portugal elegeram  os melhores produtos tradicionais em Portugal  e  promoveram os diversos produtos nos  concursos.

Deste modo, a Queijaria Artesanal Serras do Mondego de Ana Patrícia Martins da Matança, Fornos de Algodres, foi contemplada com a Medalha de Ouro, na categoria de queijos curados tradicionais.

Desta forma, o Queijo Picante da Beira Baixa produzido pela Queijaria Lourenço, de Vila Velha de Rodão, ganhou o prémio Melhor dos Melhores no 10º Concurso Nacional de Queijos Curados Tradicionais Portugueses que o CNEMA realizou em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal .

Recorde-se que o objectivo principal do Concurso foi premiar, promover, valorizar e divulgar os genuínos Queijos Curados Tradicionais Portugueses, alguns deles já com Nomes Qualificados.

Assim no 10º Concurso Nacional de Queijos curados Tradicionais Portugueses  a Medalha de Ouro foi para o Queijo de cabra curado  das Serras do Mondego – Queijaria Artesanal de Ana Patrícia Perregil Martins.

Leite cru, sal e cardo. Sangue, suor e lágrimas assim se faz este produto agora galardoado a nível nacional.
Segundo a produtora Ana Patrícia Martins refere:“Ainda que indirectamente estes são, também, os ingredientes do nosso trabalho. O esforço e o empenho, a luta e as pequenas batalhas interiores, os sonhos e as metas traçadas são diariamente postos à prova, e nesta fase ainda mais. Mas, felizmente, são também recompensados. E que bem recompensados foram este ano! Não só pela medalha de ouro, mas, acima de tudo, pelos nossos clientes e amigos”. A produtora mostrou-se radiante dizendo:”Porque, não desfazendo o orgulho enorme que é receber uma medalha de ouro num concurso como este, são os pequenos elogios, os sorrisos, as partilhas, o apoio e os comentários daqueles com que nos relacionamos, próximos ou distantes, que fazem realmente valer a pena todo o trabalho que fazemos!
A eles o nosso obrigado. A eles dedicamos, também, este reconhecimento nacional. Por eles estamos aqui todos os dias, mesmo quando as forças já faltam. Sem eles não seríamos ouro, não seríamos bronze… não seríamos nós”.

 

Fumeiro D´Amaral (Fornos de Algodres)vence 4 medalhas a nível Nacional

Teve lugar um concurso a nível nacional em Santarém, onde o CNEMA-Centro de Exposições e Mercados Agrícolas  e a Qualifica/oriGIn Portugal  elegeram os melhores produtos tradicionais em Portugal ,  promovendo os diversos produtos nos  concursos.

Destacamos a empresa sediada em Fornos de Algodres,  Fumeiro D´Amaral com quatro medalhas(1 de ouro, 2 de prata e 1 de bronze.)Assim, no X Concurso Nacional de Ensacados Portugueses – Medalha de Ouro- Paio do Lombo;

X Concurso Nacional de Enchidos Portugueses- Medalha de Prata- Chouriça de Carne;

X Concurso  Nacional de Enchidos Portugueses- Medalha de Bronze- Morcela;

V Concurso  Nacional de Alheiras Portuguesas- Medalha de Prata- Urtigueira.

Deste modo deixamos aqui um testemunho de Fernanda Amaral, Proprietária do Fumeiro D´Amaral, depois desta conquista importante para o concelho fornense e para a região: “São estas coisas que nos fazem acreditar, lutar, trabalhar e AGRADECER! Agradecer pela força de cada dia, pelo apoio de todos os que nos querem bem, por todas as pessoas importantes que ELE colocou no nosso caminho. Agradecer a todos os nossos fornecedores, pois eles sabem como foi duro no início. Agradecer, acima de tudo, a todos os nossos clientes, pois sem eles tudo isto seria impossível. Agradecer os valores transmitidos pelos nossos antepassados que tanta saudade deixaram e que neste momento devem estar muito orgulhosos”.
 Com muita emoção e orgulho enaltece a produtora:”Estas 4 medalhas representam muitas horas, muitas noites, muitos fins de semana sem descanso mas, quando trabalhamos com amor, tudo vem em nossa direção.
Sei que não agradamos a toda a gente nem tal coisa pretendemos, queremos apenas continuar a fazer o que melhor sabemos, conseguimos e tanto gostamos.
Muito obrigado a todos os envo
lvidos nesta nossa ‘loucura”‘!

Deixamos agora uma resanha dos premiados em geral:

10º Concurso Nacional de Ensacados Tradicionais Portugueses Premiados 2020

O Paio da Pá produzido pela empresa Servipal, de Pernes, ganhou o prémio Melhor dos Melhores no 10º Concurso Nacional de Ensacados Tradicionais Portugueses que o CNEMA realizou em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal. Fumeiro D’Amaral Medalha de Ouro- Paio do Lombo

10º Concurso Nacional de Enchidos Tradicionais Portugueses

A Morcela de Arroz produzida pelo Fumeiro Tradicional da Região dos Templários, de Tomar, ganhou o prémio Melhor dos Melhores no 10º Concurso Nacional de Enchidos Tradicionais Portugueses.Fumeiro D’Amaral Medalha de Prata Chouriça de Carne, Fumeiro D’Amaral Medalha de Bronze Morcela

5º Concurso Nacional de Alheiras Tradicionais Portuguesas Premiados 2020

A “Alheira de Caça” produzida pelo Fumeiro Flor de Sal, de Carregal do Sal, obteve a distinção “Melhor dos Melhores” no 5º Concurso Nacional de Alheiras Tradicionais Portuguesas que o CNEMA realizou em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal – que assumiu a respetiva Direção – no passado dia 18 de fevereiro.

Fumeiro D’Amaral arrecadou a Medalha de Prata  Urtigueira

 

 

 

 

Viseira de proteção oferecidas para Associação de Maceira

A onda de solidariedade continua e desta vez foi a Associação de Maceira que foi a contemplada com viseiras de proteção. Foram oferecidas pela empresa Visor-Fotógrafos de Seia.

Estes gestos vão-se multiplicando por todos os concelhos por todo País, aos qual as instituições agradecem estes gestos.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar