Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: fotografia

Tag Archives: fotografia

IV Concurso de Fotografia do Aspiring Geopark Estrela

O IV Concurso de Fotografia do Aspiring Geopark Estrela está aberto a todos aqueles que queiram participar, de nacionalidade portuguesa ou estrangeira, devendo as fotografias submetidas serem captadas no território candidato a Geopark Mundial da UNESCO. Para o efeito, serão aceites registos fotográficos obtidos em qualquer ponto dos municípios que integram este Geopark (Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Oliveira do Hospital e Seia). Neste contexto, o objeto das fotografias pode ser distinto, tal como a diversidade geológica e biológica, paisagens, gentes e cultura, atividades de lazer e aventura, entre outros, que retratem a identidade deste território. O grande objetivo deste concurso é captar a diversidade natural e cultural desta geografia, que tem na Serra da Estrela o seu principal Património.

Faça o download do regulamento completo aqui.

Por:AGP

Mostra de fotografia ‘Sinergias’ em Mangualde

sinergiasDe 3 a 28 de outubro na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves

Mangualde acolhe, na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, a mostra de fotografia ‘Sinergias’. As fotografias de Fernando Costa estarão em mostra de 3 a 28 de outubro, no horário habitual* de funcionamento da biblioteca e a entrada é livre. ‘Sinergias’ são imagens soltas, momentos simples e únicos, em diversas temáticas. Imagens que muitas vezes estão perto de nós, mas que facilmente passam despercebidas.

Fernando Costa é um entusiasta da fotografia. Considera-se um autodidata, com todos os defeitos inerentes de quem nunca teve formação nesta área. Regista o que vê e sente, porque cada fotografia é um estímulo e, no momento do “click”, resulta uma imagem, talvez imperfeita, mas única e irrepetível, que merece ser vista. Fernando Costa já realizou várias exposições por todo o país.

 ‘SINERGIAS’

Sinergia significa cooperação. É um trabalho para realizar uma determinada tarefa, quando duas forças, agem da forma mais adequada para atingir um determinado objetivo com êxito. Sinergia é também um conceito muito importante no contexto global, garantindo uma maior convergência e coerência em todas as suas ações.

 

* segunda-feira das 14h00 às 18h30, terça a sexta-feira das 09h30 às 18h30 e aos sábados das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Por:Mun.Mangualde

Distribuição de prémios de II Concurso de fotografia

10 j cb Decorreu na tarde desta quinta-feira uma sessão de entrega de Prémios de Fotografia, no auditório da Biblioteca Municipal de Celorico da Beira, relativos ao II Concurso de fotografia, organizado pelo Geopark Serra da Estrela, contou com a presença do Presidente da Câmara, José Monteiro.

Desta forma os premiados foram:
1º Prémio: “David, Videmonte” – Miguel Proença
2º Prémio: “Vista sobre o Covão D`Ametade, Vale do Zézere e Lagoa do Viriato” – Filipe Oliveira do Patrocínio
3º Prémio: “Uma Casa nas Nuvens!” – Rui Manuel Gouveia Dias Ferreira
Menção Honrosa: “Lavadeira” – João Pedro dos Santos Vitorino
Menção Honrosa: “Imelda
10j cb1 a tender o pão centeio” – Telma de Jesus Monteiro Miragaia

Por:Mun.CB

«Workshop de Fotografia Iniciante / Rua e Viagens»em Mangualde

fotosA Câmara Municipal de Mangualde promove, no próximo dia 21 de maio (sábado), um «Workshop de Fotografia Iniciante / Rua e Viagens» que irá decorrer na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, entre das 10h00 e as 18h00. Este curso, de Tiago Mota Garcia, destina-se a jovens e adultos inte

ressados pela fotografia sem qualquer tipo de conhecimento e conhecimento médio. Os participantes devem trazer uma máquina fotográfica. O número mínimo de participantes é 6 e o máximo 30. A inscrição é de 30 euros e poderá ser efetuada por email para biblioteca@cmmangualde.pt ou diretamente na Biblioteca Municipal em impresso adequado. Mais informações em www.tiagogarcia.org

Sendo a fotografia das formas de arte mais democratizada com o avanço das tecnologias praticada por praticamente todos nós, a vontade de registar com a melhor qualidade possível os melhores momentos das nossas vidas é um s

entimento comum a todos os que olham pela objetiva. Para os que não querem perder a oportunidade de eternizar os momentos marcantes e

terem a possibilidade de conhecer mais desta forma de arte, este curso focará não só a toda a componente técnica e artística, todas as variáveis da câmara que permitem melhorar a qualidade da imagem, mas também a temática da fotografia de rua e viagens, frações d

e segundo que nos definem, onde o lado estético leva o leitor da fotografia a viajar sem sair do lugar.

Serão abordadas as técnicas de aproximação a culturas e modos de vida diferentes, fotografia de viagens, a invisibilidade do fotógrafo, composição em camadas, planeamento e processo de estudo prévio dos locais e culturas e fotografar, a

proximação a um transeunte e sua relação com o fotógrafo, como ler uma fotografia, processos de leitura instintiva assim como os fatores que contribuem para uma fotografia ser uma obra de arte, partilhando mais de 10 anos da experiência com o fotógrafo

Tiago Mota Garcia. Será também abordada a obra dos grandes fotógrafos que se notabilizaram nesta área como Cartier-Bresson, Steve Mccurry, Joel Meyerowitz, Alex Webb, Garry Winogrand.

Por:Mun.Mangualde

Exposição de fotografia na Cogula(Trancoso)

logo blog reduzidaDando continuidade ao ciclo de exposições temporárias que o Município de Trancoso está a apresentar em 2016, uma  exposição de fotografia  neste domingo,  no Centro de Interpretação da Cogula, vai estar patente até 11 de Março, a exposição de fotografia intitulada “Paisagens Patrimoniais do Concelho de Trancoso”.

No âmbito da exposição, irá realizar-se na tarde deste domingo,  às 15h00, uma tertúlia sobre o tema: “Trancoso a pé: Natureza e Património”.

Este centro esta aberto ao publico de Quarta a Domingo – 14h00 às 18h00.

Por:Mun.Trancoso

 

Concurso de fotografia e Concurso de bolos na Feira dos Santos

A Câmara Municipal de Mangualde organiza pela primeira vez um cm no âmbito da Feira dos Santos, dando assim um contributo para posicionar uma vez mais o Município como uma referência incontornável no tradicional certame que este ano se realiza nos dias 7 e 8 de novembro. Um verdadeiro contributo para o reforço das identidades patrimonial, cultural e gastronómico de Mangualde.

 CONCURSO DE BOLOS

O bolo e/ou uma bola, associado à tradição gastronómica do concelho e da região, será designado de “Bolo dos Santos” (doce) e “Bola dos Santos” (salgado) e pretende sensibilizar a população para a importância histórica ou cultural dos produtos endógenos, no contexto do desenvolvimento económico e turístico do concelho de Mangualde; incentivar a inovação, o empreendedorismo e a criatividade ao nível do aproveitamento daqueles produtos / ingredientes, para a criação original de um bolo e /ou de uma bola; e assim criar um produto de referência, para produção intensiva e comercialização, assumindo-se o mesmo como agente de promoção associado à marca “Mangualde”.

 

Para tal pode concorrer qualquer pessoa residente no concelho de Mangualde, a título individual ou profissional. Cada concorrente deverá entregar dois exemplares do bolo e/ou bola com que concorre, destinando-se um à apreciação do júri e outro para fotografia e exposição, sendo que apenas serão admitidos a concurso os bolos e as bolas que integrem na sua confeção produtos endógenos de Mangualde e que sejam resultantes de receitas originais.

 

A inscrição no concurso é gratuita e decorre até ao dia 30 de outubro de 2015.

 

PRÉMIOS:

Série individual: Bolo dos Santos / Bola dos Santos

1º Prémio – Valor monetário de 100 €

2º Prémio – Cabaz de produtos endógenos

3º Prémio – Coleção de Livros Municipal

 

Série profissional: Bolo dos Santos / Bola dos Santos

1º Prémio – Valor monetário de 300 € e apresentação do bolo vencedor no Programa “Somos Portugal” da TVI

2º Prémio – Cabaz de produtos endógenos

3º Prémio – Peça de cerâmica pintada à mão

 

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

“Um Olhar sobre a Feira dos Santos” é o tema do concurso que pretende promover os melhores registos fotográficos do certame, que poderão vir a consubstanciar-se na imagem de promoção a ser utilizada na Feira dos Santos 2016 pelo Município.

 

O concurso é destinado a fotógrafos amadores, sem limite de idade e residentes em Portugal. Os trabalhos a concurso, um limite máximo de 3 fotografias por participante, deverão ser entregues, até às 17.00 horas do dia 8 novembro de 2015, no Posto de Turismo de Mangualde.

 

PRÉMIOS:

1º Prémio – Curso de Fotografia, no valor de 130€ (data a definir mediante nº de inscrições da empresa)

2º Prémio – Vale em material fotográfico, até 75€

3º Prémio – Livros sobre a temática da Fotografia até 50€

 

 

A FEIRA DOS SANTOS

Promovido pela Câmara Municipal de Mangualde, o certame decorre no centro da cidade este ano sob o lema «Da Tradição à Modernidade», nos dias 7 e 8 de novembro.

 

Desde há três séculos que Mangualde se notabiliza pela realização da Feira dos Santos, que se tornou um marco a nível nacional, pelas várias ofertas que proporciona aos seus milhares de visitantes desde a gastronomia, através das tradicionais febras, os enchidos, os frutos secos, o artesanato, o vinho, os produtos agrícolas, entre outras. Durante o fim de semana, as várias artérias da cidade serão animadas proporcionando a todos os residentes e visitantes momentos de diversão.

 

O certame é ainda uma referência por dinamizar os vários setores de atividade com vários momentos dedicados a cada um deles: Feira das Febras, Mostra das Freguesias de Mangualde, Expovinhos de Mangualde e Degustações, Mangualde Industria, Manguald`Arte (Mostra de Artesanato Nacional), Mangualde Regional, AgroMangualde, Mangualde Motor, Artes & Ofícios e  AniMangualde (animação de Rua).

 

 

Em ambos os concursos, os concorrentes receberão um certificado de participação.

 

Os concorrentes poderão obter as normas de participação no site da Câmara Municipal de Mangualde, www.cmmangualde.pt

Por:Mun.Mangualde

13º Concurso de Fotografia – Objetiva Pinhel, 2015

Vai ter lugar na Cidade Falcão, um concurso de fotografia para todos.
O Concurso
de Fotografia – Objetiva Pinhel tem como principais objetivos promover o
gosto pela fotografia e dar a conhecer o concelho de Pinhel.
Para isso,
em cada edição será escolhido um tema diferente, sendo o deste ano o
“Granito Cinza Pinhel”, de modo a revelar o concelho nas suas mais
diversificadas vertentes pelo que, apenas serão aceites a concurso
fotografias tiradas no concelho de Pinhel.
 Para mais  informação aqui: http://goo.gl/8a8yTB

Por:Mun. Pinhel

Workshop de fotografia em Penalva do Castelo

 Casa da Ínsua acolhe de manhã e a tarde no Rio Dão

  O workshop de fotografia, organizado pelo projeto Memoriam, a empresa
“sala criativa” e a junta de freguesia de Castelo de Penalva, vai ter lugar, a 25 de julho. O workshop será realizado na parte da manhã na casa da Ínsua e na parte da tarde no rio Dão.

  
A casa da Ínsua um dos mais belos solares da Beira Alta e é uma
residência senhorial no coração da Beira. Terá sido mandada construir
por João Albuquerque e Castro, Alcaide-mor do Sabugal no século XVI. Mas
foi no século XVIII que a Casa da Ínsua adquiriu os atuais contornos,
era então seu senhor Luís de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres,
governador e capitão-general do Mato Grosso no Brasil.
  O rio Dão
nasce “na quinta da Barranha, freguesia do Eirado, deste bispado de
Viseu, distante três legoas”, possui um ecossistema riquíssimo e um
valioso património cultural.
  No final do workshop de fotografia
será apresentado do décimo retrato penalva sob o tema:”As alminhas:
arte ou devoção”, às 18h.

Por:Memoriam

Exposição de fotografia no Centro Cultural de Celorico da Beira

    Fotografia em destaque

    Está patente ao público, no Centro
Cultural de Celorico da Beira, até 29 de Julho e exposição de fotografia
“Transversalidades :  Fotografias sem fronteiras. Territórios
,Sociedades e Culturas em tempos de mudança.”, cedida pelo CEI – Centro
de Estudos Ibéricos. As fotos expostas foram as premiadas no Concurso de
Fotografia subordinado a este tema,  que o CEI promove regularmente.

    Partindo
da importância que a imagem assume nas sociedades contemporâneas,
impõe-se romper com processos mediáticos que excluem e deixam sem
visibilidade vastas áreas do planeta, pelo que, no âmbito deste
Concurso, recorreu-se à fotografia como meio eficaz para promover a
inclusão dos territórios. O projeto foi alargado a países doutros
continentes onde perduram marcas da presença ibérica. Este aumento de
escala e de coordenadas geográficas colocou, em tempos de globalização,
estimulantes desafios: encontrar imagens que traduzam as reestruturações
que percorrem aquelas regiões, captar sinais de continuidade e de
mudança, dos arcaísmos e das inovações que atravessam tanto as
metrópoles mais populosas como as mais remotas, longínquas e despovoadas
regiões fronteiriças.
Prosseguindo objetivos coincidentes com os
que pautam a atuação do CEI, esta iniciativa não deixa de contribuir
para superar artificiosas fronteiras que se vão impondo entre
comunidades, povos e culturas. A viagem que se propôs por tão dispares
espaços, além de documentar a diversidade de Territórios, Sociedades e
Culturas Ibéricas, permitirá ler e interpretar uma multiplicidade de
paisagens naturais, económicas, sociais e culturais que se encontram
dispersas de tão amplas geografias.


Por:Mun.Celorico da Beira

Património de Mangualde destacado em Concurso Fotográfico

   Mangualde
acolheu, no passado sábado (27 de junho), o concurso fotográfico subordinado ao
tema “Património de Mangualde”. A iniciativa, promovida pela Sociedade
Columbófila de Mangualde, contou com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde,
do Crédito Agrícola e da Arqueohoje. A comissão organizadora integra os
proprietários das empresas Ligabem//Graf&T e da Flashme – Imagem em cena.

   Durante a manhã
os concorrentes fotografaram sítios como a Casa de Dona Teresa (Caixa de
Crédito Agrícola de Mangualde), o Palácio dos Condes, a Torre Medieval de
Gandufe, a Abadia de Espinho, o Dólmen da Cunha Baixa, a Estalagem Romana da
Raposeira e a Ermida da Senhora do castelo. Durante o percurso, os
participantes foram acompanhados pelo arqueólogo António Tavares, que
apresentou cada local em avaliação, enquadrando histórica e arquitetonicamente
os mesmos.

 Miguel Vaz
Mendes, Hélio Lopes e Sameiro Puga foram os vencedores, tendo conquistado o 1º,
2º e 3º lugar respetivamente. A entrega dos prémios teve lugar no CIDEM, onde
marcou presença o Vereador da autarquia mangualdense, João Lopes, o
representante da Crédito Agrícola, Vitor Gomes, e o representante da Arqueohoje,
Luís Filipe Gomes. Foi notória a satisfação de todos os concorrentes e
participantes no evento, mesmo daqueles que não conseguiram ficar nos lugares
premiados.

   No final, foi
ministrada uma sessão técnica pela fotógrafa profissional, Denise Martins –
proprietária da empresa Flashme – permitindo aos participantes enriquecer os
seus conhecimentos.

 Por:Mun. Mangualde

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar