Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: FPF

Tag Archives: FPF

AF Guarda sem representante na Lista de Fernando Gomes à FPF

As eleições para  a Federação Portuguesa de Futebol decorrem a 10 de julho, face a isso, o atual Presidente Fernando Gomes recandidatou-se e tem uma vasta equipa na sua lista.

Nomes como Humberto Coelho, João Vieira Pinto, Pedro Pauleta, José Couceiro, Pedro Dias, Mónica Jorge e Rui Manhoso, o antigo internacional português Helder Postiga entre outras figuras com provas dadas no mundo do futebol. Cláudia Santos no Conselho de Disciplina, Luís Verde de Sousa no Conselho de Justiça e mantêm-se  líderes  Fontelas Gomes, no Conselho de Arbitragem, de Ernesto Ferreira da Silva, no Conselho Fiscal, e de José Luís Arnaut, na Mesa da Assembleia Geral.

A destacar a presença também de José Alberto Ferreira, lider da AF Viseu, AF Castelo branco também tem representante, agora a surpresa vem a ausência da AF Guarda, desta lista.

 

AF Viseu organiza curso de observadores de futebol e futsal

Vai ter lugar já no início do mês de junho, um curso de observadores de futebol e futsal, organizada pela Associação de Futebol de Viseu com apoio da Academia de Arbitragem da FPF.

As candidaturas e todas as informações podem ser efetuadas por: arbitragem@afviseu.pt

 

FPF- Futebol feminino vai ser reformulado

Em comunicado, a Direção da FPF, informa que em linha com o pensamento das instâncias internacionais de futebol, entende que será expectável que o impacto da pandemia COVID-19 possa ser significativamente maior sobre setores em desenvolvimento.

No futebol, este é sem dúvida o caso do futebol feminino.

Apesar do desenvolvimento dos últimos anos, continuam a existir em Portugal pouco mais de 11 mil jogadoras de futebol e futsal.

Na época passada, a FPF iniciou um programa de apoio aos clubes da Liga BPI.

Este programa apoia 12 clubes e visa contribuir para a sustentação e crescimento através do incentivo a melhores recursos humanos nos clubes com equipas femininas.

Numa fase particularmente crítica em que está em risco o que foi conseguido no setor nos últimos 5 anos, seria importante que a FPF conseguisse auxiliar mais clubes como forma de manter o número de praticantes e a competitividade da prova e das seleções nacionais.

A Direção da FPF entende que aumentar a Liga BPI de 12 para 20 clubes permitirá apoiar diretamente quase o dobro das jogadoras portuguesas, muitas delas ativas em seleções nacionais de diferentes escalões.

Assim, além dos 12 clubes que competiram na Liga BPI em 2019/20, participarão em 2020/21 também os 8 vencedores de série do Campeonato da II Divisão Nacional Feminino.

 

Em 2021/22 a Liga BPI terá 16 equipas.

FPF- Criação de 3ªLiga e reformulação do Campeonato de Portugal

Uma reformulação do futebol dito amador, com a criação da III Liga, que vem permitir mais competitividade por parte dos clubes menos endinheirados, isto é, passa a existir a possibilidade de um clube regional poder aspirar a ascender ao Campeonato de Portugal e não ter de fazer loucuras para se manter por lá.

Em comunicado, a Direção da Federação Portuguesa de Futebol informou que  aprovou  um amplo plano de emergência e reestruturação do terceiro escalão do futebol sénior masculino português, resultado da reflexão dos últimos seis meses com as associações e demais sócios FPF.

O plano tem os seguintes principais objetivos:

  1. Assegurar o maior número possível de projetos equilibrados;
  2. Aumentar a competitividade;
  3. Melhorar a qualidade de jogo;
  4. Aproximar os adeptos do futebol local;
  5. Criar espaços de desenvolvimento para o jovem jogador português na transição dos sub-19 para os seniores e garantir um formato adequado ao que se prevê venha a ser a próxima época, no quadro da pandemia COVID-19.

A FPF decidiu criar em 2021/22 uma nova prova, designada para já «III Liga», que servirá de acesso à LigaPro.

Na época 2020/21 competirão no Campeonato de Portugal as seguintes 96 equipas: duas vindas da Liga Pro, 70 que permanecem, 20 que ascendem das competições regionais e 4 novas equipas B.

Nas três épocas seguintes, a «III Liga» e o Campeonato de Portugal verão o número de clubes reduzir-se até 76.

A FPF acordou com o Sindicato dos Jogadores que os profissionais destas competições terão como valor de remuneração base o salário mínimo nacional.

Além desta medida, a taxa de jogo sofrerá uma redução significativa e haverá ajustes no valor de inscrição de jogadores.

Definidos os moldes em que decorrerão as competições nacionais não profissionais de futebol na época 2020/21 e 2021/22, a FPF continuará agora a estudar os formatos e calendários das provas de futsal nas próximas temporadas.

FPF vai apoiar com 4,7 milhões de euros o futebol e futsal distrital

A FPF em comunicado revelou dar apoio às associações distritais, ao criar um fundo de apoio, assim reuniu-se com todas as associações, por teleconferência, para análise do impacto da pandemia COVID-19 no futebol sénior não-profissional.

No seguimento da mesma, a Direção da FPF vai dar às associações e aos clubes de futebol e futsal das competições nacionais não-profissionais de seniores masculinos e femininos, no valor de 4,7 milhões de euros.

As regras de acesso ao fundo serão conhecidas em breve e o objetivo da iniciativa é garantir que os clubes cumprem com os compromissos estabelecidos para esta época com jogadores e treinadores.

A FPF reforçará também a sua participação no Fundo de Garantia Salarial e manterá com o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol e a Associação Nacional de Treinadores de Futebol monitorização permanente da situação dos jogadores que competem nas provas nacionais não-profissionais seniores e dos treinadores que exercem atividade nestas competições.

Assim Fernando Gomes, Presidente da FPF, explicou o alcance da medida em declarações ao fpf.pt: “Desde o início da pandemia que temos procurado ajudar quer a sociedade civil quer a família do futebol. Tendo como primeira prioridade a saúde e a segurança, sabemos que temos o dever e a obrigação estatutárias de ajudar as nossas associações e clubes a encontrarem soluções financeiras para estes tempos tão complicados. Decidimos assim, após um diálogo construtivo com os sócios da FPF, acrescentar ao milhão de euros disponibilizado anteriormente um novo fundo, de 4,7 milhões de euros, para auxiliar associações e clubes. Fazemo-lo com a clara consciência de que não resolveremos todos os problemas que enfrentamos, mas também dando um claro sinal de que esta é uma batalha que travaremos em conjunto e de que é urgente cumprir os compromissos com treinadores e jogadores.”

Por sua vez, Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato de Jogadores, congratula-se com esta intervenção social da FPF e assinala: “O Campeonato de Portugal é uma competição que tem vivido acima das suas possibilidades. Há muita precariedade e desresponsabilização. A decisão do cancelamento da competição era inevitável. O que pedimos ao Presidente da Federação é que não deixasse ninguém à sua sorte, dependente dos dirigentes e da situação económica dos clubes, que em muitos casos, é muito grave. A prioridade devem ser os jogadores, as equipas técnicas e os funcionários.”

O José Pereira, presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol, aplaudiu a iniciativa da FPF, assinalando tratar-se de “uma diligência que se encaixa no pacote de medidas que a Federação tem vindo a implementar para fazer face às dificuldades que decorrem da situação em que vivemos. A FPF está atenta aos problemas que têm surgido e procura soluções para os resolver, ou pelo menos, atenuar. Este fundo salvaguarda alguns clubes, que terão mais dificuldades em cumprir as suas obrigações, e assim sendo, salvaguarda também todos os seus funcionários, incluindo treinadores”.

Este fundo de apoio agora criado sucede à linha de crédito de 1 milhão de euros que a FPF abriu a 19 de março, também destinada aos clubes não profissionais de futebol e de futsal.

A FPF também já tinha tomado a medida de suspender as custas e multas dos processos disciplinares para aliviar a tesouraria dos clubes nesta situação de emergência provocada pela pandemia COVID-19.

fonte:FPF

Covid-19-Campeonatos jovens Nacionais da FPF e distritais da AF Viseu e Guarda cancelados

Depois da deliberação da FPF, relativa ao cancelamento dos campeonatos de formação, e onde estão devidamente elencados todos os fundamentos que levaram a tal tomada de decisão, e com os quais a AF Viseu concorda, e também a Direção desta Associação deliberou cancelar, com efeitos imediatos, todas as provas distritais nos escalões de formação, que até à presente data ainda não tinham sido concluídas, sem haver lugar a subidas e descidas, nem designação de campeões ou vencedores das provas.
Todas as competições dos escalões de formações terminadas antes desta suspensão mantêm-se válidas, com os respectivos títulos que já tinham inclusive sido atribuídos aos vencedores, não havendo, todavia, lugar a eventuais subidas e descidas, para compatibilização com as demais provas distritais e nacionais.

Também a AF Guarda, deliberou da mesma forma e cancelou os campeonatos distritais jovens desta temporada.
No que diz respeito às provas do escalão sénior de Futebol e Futsal, que ainda não tivessem terminado, vão manter-se suspensas por tempo indeterminado, ressalvando-se que as tomadas de decisão relativamente a este escalão serão comunicadas em devido tempo, e sempre em articulação com as directrizes emanadas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e pelas instâncias governativas e de saúde nacionais e locais.
A Direção da AF Viseu deixa ainda um enorme reconhecimento a todos os Profissionais de Saúde, Forças de Segurança e a todos aqueles que por inerência das suas funções se encontram na linha da frente desta “batalha”, cientes de que com a responsabilidade social e cívica que cada um dos cidadãos deve ter, no cumprimento escrupuloso das normas emanadas pelas respectivas entidades governativas e de saúde, iremos mais rapidamente ajudá-los a vencer esta pandemia, e desse modo voltar mais rápido e mais fortes à pratica do futebol e futsal.

FPF- Covilhã recebe Final da Taça da Liga de Futebol Feminino

O Estádio Municipal José Santos Pinto, na Covilhã, foi o palco escolhido para a realização da  primeira final da Taça da Liga de Futebol Feminino, a ter lugar no dia 21 de março, sábado.

SC Braga , o SL Benfica, o Sporting CP e o Clube Futebol Benfica estão a disputar o lugar na final , recorde-se que a fase regular ainda está a decorrer.

Vai ser um dia de grande festa para o futebol feminino e para a cidade da Covilhã, assim Manuel Candeias, presidente da Associação de Futebol de Castelo Branco, referiu que “a escolha da cidade da Covilhã para receber a edição inaugural da Taça da Liga feminina constitui “uma honra grande para a associação” e é “o reconhecimento da dedicação” do organismo à promoção e dinamização do futebol feminino na região da Beira Baixa.

“Já recebemos jogos internacionais de seleções e torneios de âmbito nacional e regional, mas esta é uma final que ficará para a história do futebol feminino, logo é especial para nós. Como vai juntar clubes femininos de primeiro nível e atletas de alta competição conhecidas, vai certamente mobilizar as gentes locais. Acredito que também nos ajudará a dinamizar ainda mais o futebol feminino a nível local”, afirmou o responsável da associação, em declarações a fpf.pt.

Já José Mendes, presidente do Sporting da Covilhã, aplaudiu a escolha do Estádio Municipal Santos Pinto que, no seu entender, “tem todas as condições para proporcionar um grande espetáculo às equipas de futebol feminino que chegarem à final”.

“É um recinto que, apesar de antigo, sofreu obras de remodelação importantes. Está mais do que preparado para receber equipas de topo e muitos adeptos. Esperamos ver uma boa moldura humana nas nossas bancadas, no dia 21 de março”, explicou, garantindo que “o Sporting da Covilhã e a cidade vão viver com grande entusiasmo esta final feminina”.

Fonte:FPF

FPF- Seleção sub-17 joga I Torneio de Apuramento para o Europeu em Viseu

Vai acontecer no Distrito de Viseu , o I Torneio de Apuramento para o Europeu de sub-17 , Portugal, Albânia e Geórgia.
A seleção lusa  vai enfrentar as congéneres da Albânia (13 de novembro), Geórgia (16 de novembro) e Ucrânia (19 de novembro) com o objetivo de chegar à Ronda de Elite.

Os dois primeiros classificados de cada grupo, assim como os quatro melhores terceiros classificados de todos os agrupamentos (com o melhor registo frente aos dois primeiros), passam à Ronda de Elite.

Estão convocados na Seleção Portuguesa por José Guilherme:_

AS Nancy: Marco Torres;
FC Nantes: Valentino Rodrigues;

FC Paços de Ferreira: Matchoi Djaló;
FC Porto: David Vinhas, Diogo Abreu, Ivan Cardoso, João Sérgio, Leandro Dias, Tiago Antunes e Vasco Sousa;
GD Chaves: Bica
SC Braga: André Ferreira e Rodrigo Gomes;
SL Benfica: André Gomes, António Silva, Gustavo Mendonça, João Resende, João Tomé, Martim Neto, Rafael Afonso e Ronaldo Camará;
Sporting CP: André Gonçalves, Flávio Nazinho e Joelson Fernandes
Vitória SC: Herculano Nabian.

Programa em Viseu:
11 de novembro de 2019 | segunda-feira
10h30: treino – Viseu

12 de novembro de 2019 | terça-feira
10h30: treino – Viseu

13 de novembro de 2019 | quarta-feira
15h00: Portugal – Albânia (Estádio Municipal do Fontelo, Viseu)

14 de novembro de 2019 | quinta-feira
11h00: treino – Viseu

15 de novembro de 2019 | sexta-feira
10h30: treino – Viseu

16 de novembro de 2019 | sábado
17h00: Portugal – Geórgia (Estádio João Cardoso, Tondela)

17 de novembro de 2019 | domingo
11h00: treino – Viseu

18 de novembro de 2019 | segunda-feira
10h30: treino – Viseu

19 de novembro de 2019 | terça-feira
15h00: Ucrânia – Portugal (Estádio Municipal do Fontelo, Viseu)

foto:FPF

FPF-Futsal- Portugal venceu a Alemanha e garantiu a qualificação

Decorre até domingo, a ronda principal na cidade de Viriato, a contar para o apuramento ao Mundial 2020 a decorrer na Lituânia,  com Portugal a garantir já a qualificação numa casa cheia, frente à Alemanha, por um resultado expressivo.

Assim , o complicado tornou-se fácil e a seleção das quinas rubricou uma bela exibição e goleou por cinco bolas a zero. Uma fase inicial com muitos remates e o keeper alemão e os postes a evitar a abertura do placard.

mas os golos foram aparecendo e Fábio Cecilio aponta o golo inaugural aos 16´, seguindo-se Pedro Cary a aumentar antes do intervalo.

Após o reatamento, novos golos lusos surgiam e Ricardinho dava show com lances de génios, mas era Cardinal que conseguia marcar e fê-lo por três vezes.

Assim foi mais uma grande exibição da seleção das quinas, que este domingo defronta a Rep.Checa e quer terminar na liderança do grupo.

No outro jogo, a Rep.Checa venceu a Letónia por 7-1.

foto_FPF

 

Futsal- Portugal entra a golear 4-0 perante a Letónia

Uma noite de casa cheia, o Multiusos de Viseu acolheu o 1º dia da Ronda Principal da qualificação para o Mundial, com Portugal a entrar a golear , frente á Letónia, por quatro bolas a zero.

Assim, a seleção das quinas entrou forte, com Cardinal a marcar o primeiro, pouco depois, Pedro Cary fez o segundo, com algumas oportunidades.

Após o reatamento,, mais dois golos a turma das quinas apontou com Márcio e Bruno Coelho a faz o gosto ao pé.

Um jogo que deixa boas indicações para a segunda ronda frente à Alemanha.

foto:fpf

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar