Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: futebol

Tag Archives: futebol

2ª edição do Dão Lafões Cup 2019

Está a chegar a Mangualde a 2ª edição do Dão Lafões Cup 2019, o torneio de futebol infantil masculino e feminino, que decorre de 8 a 10 de junho, e engloba os escalões sub-17, sub-8, sub-10, sub-11, sub-12 e sub-13 em futebol de 7, já em futebol de 11 a competição é para os escalões de sub-12 e sub-15.

 O número de equipas por escalão é de seis e formar-se-ão grupos de três equipas garantindo o mesmo número de jogos. As equipas classificadas em primeiro e em segundo lugares de cada grupo passam a jogar as rondas eliminatórias até determinar as equipas finalistas. Quanto às equipas não finalistas jogam entre si para a atribuição do 5º e 6º lugares, de forma a atribuir a classificação do 1º ao 6º lugar.

A organização do torneio de Futebol Infantil Dão Lafões Cup 2019 está a cargo da Ria Sports e conta com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde. A assinatura do protocolo de cooperação decorreu ontem no Salão Nobre. Todos os jogos irão ser transmitidos pelo canal de televisão Ria Sports TV, que está um dia em cada campo do torneio, de forma a transmitir os jogos de todas as equipas envolvidas.

 

AF Guarda- Resultados da 1ªdivisão-21ªronda

Teve lugar na tarde deste domingo, mais uma ronda do distrital maior da AF Guarda, com o líder Ginásio Figueirense a vencer em casa o Sabugal por três bolas a zero.

Jornada 21

Soito-Gouveia-3-0

S.Romão- AD Fornos-0-1

Vilanovenses- Vilar Formoso- 0-1

Celoricenses – Manteigas- 1-1

G.Figueirense- Sabugal -3-0

E.Almeida – V.Cortez – 1-1

Aguiar da Beira- Trancoso- 1-0

Classificação

1º G.Figueirense – 58

2º Manteigas – 43

3º Aguiar Beira-42

4º Celoricense – 34

 

 

IPGuarda divulga estudo sobre futebol masculino

De acordo com um estudo efetuado por estudantes da licenciatura em Desporto do Instituto Politécnico da Guarda (IPG), a escolha de futebolistas para as seleções jovens portuguesas encontra-se fortemente influenciada pelo mês do seu nascimento.

Os resultados deste trabalho académico indicam uma forte tendência para os futebolistas nascidos no primeiro semestre do ano dominarem as convocatórias para as seleções jovens, especialmente entre os 15 e 19 anos. Por exemplo, na seleção de sub16 verifica-se que 88% dos atletas selecionados para os torneios oficiais que tiveram lugar durante 2018 nasceram num dos meses correspondentes ao primeiro semestre do ano, sendo que apenas 12% nasceram no segundo semestre.

Questionado se isto significa que os atletas nascidos no primeiro semestre são especialmente talentosos, Pedro Esteves (docente do IPG), coordenador deste projeto de investigação, referiu que “o efeito da idade relativa tem sido detetado em diversas modalidades e níveis competitivos sendo que a explicação para uma maior representatividade dos atletas nascidos nos primeiros meses do ano prende-se com a vantagem temporal associada a um maior desenvolvimento antropométrico (ex: altura, peso), físico (ex: força, velocidade), entre outros.”

Exemplificando, Pedro Esteves acrescentou que “um atleta nascido a 3 de janeiro face a um outro nascido a 20 de dezembro possui um avanço temporal de praticamente um ano. Este fenómeno é especialmente crítico durante a fase da adolescência onde os ritmos de desenvolvimento “corporal” são especialmente variáveis para atletas da mesma idade, que acabam por competir no mesmo escalão. Importa realçar que esta é uma vantagem temporária já que após a adolescência os níveis diferenciados de desenvolvimento tendem a ser esbatidos.”

Instado a pronunciar-se sobre as consequências práticas poderão advir deste efeito de idade relativa, o referido investigador assinalou que “em primeiro lugar, os atletas com avanço no processo de desenvolvimento podem estar a ser erroneamente identificados pelos treinadores como mais talentosos quando, na verdade, esta vantagem tende a ser temporária. Por outro lado, se estes atletas mais desenvolvidos forem consistentemente selecionados para as seleções pode-se criar um ciclo difícil de reverter dado que estes terão acesso a mais e melhores contextos de prática (ex: condições de treino, qualidade dos treinadores, experiências competitivas) que reforçam a sua vantagem face aos atletas com desenvolvimento mais “atrasado”. Isso não significa que os atletas nascidos no segundo semestre do ano fiquem irremediavelmente afastados das oportunidades de recrutamento; contudo, terão pela frente um grande desafio para superar os constrangimentos atrás mencionados. Importa assim questionar, quantos talentos poderão estar a passar entre os “dedos” dos agentes responsáveis pelo recrutamento”

Relativamente ao impacto deste estudo pode no processo de seleção de atletas com talento, Pedro Esteves disse que “os resultados por encontrados sugerem que o efeito de idade relativa nas seleções nacionais de futebol masculino parece diminuir a partir dos 19 anos, o que deverá merecer da parte dos investigadores, bem como dos responsáveis federativos, uma reflexão em tornos dos fatores que poderão contribuir para esta situação. Provavelmente, nestas idades, os atletas nascidos no segundo semestre do ano, pela combinação de características intrínsecas e de oportunidades de desenvolvimento externas conseguem superar a desvantagem acumulada e penetrar na rede de recrutamento”.

Este docente do Instituto Politécnico da Guarda acrescentou ainda que “de um ponto de vista prático existem diversas organizações desportivas a nível mundial que têm vindo a refletir sobre a temática da idade relativa e, neste sentido, criar medidas de compensação no sentido de minorar este efeito, como é o caso do bio-banding. Parece-nos assim importante, com este estudo, colocar na agenda mediática o tópico da idade relativa no sentido de estimular a discussão, a nível dos clubes e das seleções, sobre como potenciar o processo de identificação e seleção de talento no desporto, e no futebol em particular”.

O Presidente do Instituto Politécnico da Guarda, Joaquim Brigas, comentou que este estudo “é mais uma prova, objetiva, da investigação que é feita no IPG, e neste caso vertente na área do desporto”.

Congratulando-se com a realização deste trabalho, Joaquim Brigas evidenciou o “prestígio do curso de Desporto do IPG, a qualidade do ensino ministrado e o alto nível do corpo docente”.

O estudo científico que suporta estes resultados será apresentado no congresso CIDESD2019, a 1 e 2 de fevereiro.

2ºLiga-Académica-Cova da Piedade-3-0

Briosa encantou numa noite gloriosa

Uma entrada forte das equipas à procura de chegar ao golo o mais depressa possível, com alguns remates a chegaram às balizas quer de Moreira, quer de Peçanha.

Aos poucos, a turma da Briosa apoderou-se do domínio de jogo e assim acabou por criar oportunidades de golo, com Guima e Hugo Almeida .

Volvidos 22´, após vários pontapés de canto, a Briosa consegue abrir o ativo, com Hugo Almeida a emendar certeiro.

A Académica tem mandado no jogo, já o Cova da Piedade a sentir algumas dificuldades para chegar com perigo, apenas nas bolas paradas.

Uma primeira parte com a Briosa a justificar a vantagem, numa noite gélida, mas ainda assim a conseguir impor-se perante um adversário bastante bem organizado.

Futebol de qualidade a imperar

Após o reatamento, os visitantes procuraram reforçar o setor atacante, onde despontam jogadores que são de renome, casos de Miguel Rosa, Pereirinha e Moreira.

Aos 52´, a Briosa esteve perto do segundo, com  Hugo Almeida a chegar atrasado, ao passe de Júnior Sena.

Pouco depois, nova jogada da turma da casa e agora foi Júnior Sena a marcar e ampliar para a Briosa, aos 54´.

Passou a jogar se de forma mais aberta, onde o golo do Cova da Piedade esteve por escassos centímetros, valeu a defensiva da Académica aliviar na hora certa, sob a linha de golo.

Miguel Rosa a surgir muito ativo no ataque, primeiro obriga Peçanha a uma grande defesa e depois remata a rasar a baliza da Briosa, aos 64´ e 65´respetivamente.

Nova jogada da Briosa, com Júnior Sena a assistir Romário e este a surgir na cara de Moreira, a desviar para o terceiro golo.

A Académica soltou-se mais e acabou por criar imensas oportunidades e apresentou um futebol vistoso.

Marinho entrou com atitude e a Briosa quase chegava ao quarto golo, valeu Moreira.

Tudo aponta que a Briosa encontrou o caminho das vitórias.

Estádio Cidade Coimbra

Arbitro: Vítor Ferreira

Ass: Valdemar Maia e Pedro Fernandes

4ºàrbitro: Pedro Ribeiro

Académica: Peçanha, Dias (c), H.Almeida (Djoussé,74´), Júnior Sena, Romário (Marinho, Traquina, Guima (Kim,79´), Mike, Reko, Yuri Matias e Zé Castro.

Treinador: João Alves

Cova da Piedade: Moreira, Cele, Evaldo(C), H.Firmino, Mané, Miguel Rosa, Coronas (Rodrigo, 27´), Pereirinha, Ballack, Chen e Amorim.

Treinador: José Almeida

Golos: 1-0 Hugo Almeida, 22´;2-0 Júnior Sena, 54´;3-0 Romário, 70´

Ação disciplinar: Amarelos: Cele, 31´, Mané, 57´, Traquina, 63´, Guima, 69, H.Firmino,68´;

Por:António Pacheco

 

AD Fornos de Algodres apresenta-se à massa associativa

O Municipal da Serra da Esgalhada recebe este sábado, 22 de setembro, pelas 17 horas, a sua apresentação aos sócios, adeptos e simpatizantes, numa partida frente ao SL Nelas.

Este é um novo ciclo que se inicia, agora nos distritais, sabendo de antemão que depois da remodelação do plantel, o clube acaba por ser candidato ao lugares cimeiros da tabela, face ao passado histórico de sucesso.

Cláudio Ramos convocado para a seleção AA

Uma boa nova para o futebol beirão, pois o keeper do Tondela, foi convocado para o duplo compromisso da Seleção Nacional AA, frente à Croácia e Itália.

Tudo isto fruto do excelente trabalho e exibições realizadas pelo guardião ao longo destes tempos, ao serviço do Tondela.

Por:AP foto:SD

Hugo Coelho mantém-se na liderança do UD Pinhelenses

Depois de um mandato onde o clube não teve seniores, mas revitalizou noutros setores, assim como Formação, Feminino entre outros.

Assim Hugo Coelho foi a votos, apesar de ser lista única, venceu com naturalidade, mas isso de não surgir mais listas deve-se ao facto do trabalho positivo nestes anos.

Segundo o executivo liderado por Hugo referiu que: a missão do clube é desenvolver os atletas e jovens Pinhelenses , dando as melhores condições para a prática de futebol concelhio.

Agora os pinhelenses são exigentes e depois de arrumar a casa, os associados vão querer mais no futuro, isto é , o regresso da equipa sénior neste mandato. Será uma realidade??

Por:AP

Finais da Taça da AF de Viseu em Mangualde

O Complexo Desportivo de Mangualde (Campo Conde Anadia e Estádio Municipal) recebe esta quinta-feira, dia 31 de maio, as finais da Taça da Associação de Futebol de Viseu. Esta é uma organização da Associação de Futebol de Viseu e da Câmara Municipal de Mangualde. É um calendário recheado de jogos, desde os Sub10 aos Sub19. O primeiro encontro começa pelas 10h00 e o último jogo arranca às 17h15. A entrada é gratuita.

O calendário de jogos é o seguinte:

Sub10

Cracks Lamego X Viseu 2001

15:00 – Campo Conde Anadia

Sub11

Mortágua X Galfarritos

11:45 – Campo Conde Anadia

Sub12

Académico Viseu X Académico Viseu “b”

10:00 – Campo Conde Anadia

Sub13

Académico Viseu X Vale Açores

17:00 – Campo Conde Anadia

Sub15

Académico Viseu X Sampedrense

15:00 – Estádio Municipal de Mangualde

Sub17

CD Tondela X Mortágua

10:30 – Estádio Municipal de Mangualde

Sub19

CD Tondela X Oliveira de Frades

17:15 – Estádio Municipal de Mangualde

Por:MM

 

Fornense Candeias renova com Rangers FC até 2020

Chegou , encantou e renovou

Chegou esta temporada ao futebol escocês e logo se evidenciou com a sua qualidade em campo ao realizar 36 partidas ao serviço do Rangers e rapidamente se tornou num dos indiscutíveis nesta equipa.

O extremo fornense que iniciou a carreira na AD Fornos de Algodres, despertando o interesse do FC Porto onde completou a restante fase de formação e chegou ao plantel principal e atuou em algumas partidas da Liga e Champions League.

Varzim,Rio Ave, Paços de Ferreira, Portimonense, Nacional, Benfica,FC Nürnberg na Alemanha, Granada CF na Espanha e FC Metz na França e Alanyaspor na Turquia, clubes por onde passou antes de chegar ao Rangers.

Nesta temporada o jovem português conseguiu já apontar 6 golos e muitas assistências para golo, mostrou o seu valor e mostra bastante entendimento com os seus companheiros em particular com o colega de corredor, James Tavernier.

Face a isso, o fornense de trinta anos, vai permanecer na Escócia mais umas épocas com o objetivo de chegar ao título.

Por:AP

Foto:RFC

Carlos Sacadura saiu do CD Gouveia

Carlos Sacadura e seu adjunto Francisco Barros estão de saída do  Clube Desportivo de Gouveia, após o empate frente aos Vilanovenses.
Após o terminus da partida, a dupla técnica apresentou a demissão, face a isso, a direção gouveense tem agora a missão de encontrar um novo técnico para dirigir os destinos do clube até ao final da temporada.

Alguns nomes já foram apontados, mas a qualquer momento pode sair o nome do novo treinador.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar