Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres

Tag Archives: Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres

D.Miquelina Viçoso celebrou 101 anos em Fornos de Algodres

Em Fornos de Algodres, nas instalações da Santa Casa da Misericórdia, foi um dia festivo, com o aniversário da D. Miquelina Viçoso, que no ano passado chegou aos 100 anos e este ano celebrou 101 anos.

Foi para todos um dia especial, para esta senhora que é para toda a comunidade  um exemplo de humildade, crença e devoção.

Foto:ISCMFA

Luís Miguel Ginja candidato para o Sec. Distrital da União das Misericórdias Portuguesas (UMP) da Guarda,

“Dar um novo alento e uma nova dinâmica”é o lema  da candidatura de Luís Miguel Ginja ao Sec. Distrital da União das Misericórdias Portuguesas (UMP) Guarda.
O atual Provedor da ISCMFA, reconheceu o trabalho anteriormente feito, mas entende que seja necessário uma nova dinâmica de trabalho em prol de todas as IPSS’s mas sobretudo das Misericórdias que representam mais de 40% do trabalho em prol dos que mais necessitam.

Salientou que o apoio de grande parte dos Provedores da Guarda foi essencial a esta tomada de posição, assim como o privilégio de contar com o Dr. Alcides Henriques, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Seia, impulsionador e Mandatário desta candidatura, refere Luís Ginja.

Fornos de Algodres acolheu as VII Jornadas das Misericórdias

Realizaram-se em Fornos de Algodres, no passado dia 11 de outubro, as VII Jornadas das Misericórdias, subordinadas ao tema: “Envelhecer no Interior, novos desafios”, no Auditório da Associação de Promoção Social, Cultural e Desportiva de Fornos de Algodres, numa organização da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres, co-organizadas pelas Misericórdias de Mangualde, Penalva do Castelo, Santar e Viseu.

Na Sessão de Abertura estiveram presentes: José Fernando Tomaz, Presidente da Direção da Associação de Promoção Social, Cultural e Desportiva de Fornos de Algodres, Luís Miguel Ginja, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres, Jacinto Dias, Diretor do Centro Distrital de Segurança Social da Guarda, D. António Luciano dos Santos, Bispo da Diocese de Viseu, Manuel Fonseca, Presidente do Município de Fornos de Algodres e Rosa Monteiro, Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade.

Foram debatidos vários assuntos ao longo do dia, de manhã no 1ºPainel “Cuidar dos Novos Velhos- uma Visão Multidisciplinar” que teve como preletoras: Maria José Hespanha e Carolina Cabaços e o moderador Enfermeiro Coordenador Sá Rodrigues.

No segundo painel foi explanado o tema: ”Institucionalização e Polimedicação – obstáculos ao envelhecimento ativo”, preletores: Tatiana Peralta e António Gomes, onde a moderadora foi Maria Luísa Amaral.

Durante a tarde foi tratado “Inovação Social – Papel das Instituições na resposta aos desafios demográficos” pelos preletores Carlos Ramos, Rui Rato e Afonso Pimentel. Moderador Alcides Henriques.

O encerramento das Jornadas foi feito pelo Bispo da Diocese da Guarda, D. Manuel Felício seguindo-se à noite um Jantar conferência no Inatel Vila Ruiva, com dezenas de pessoas e António José Seguro, agora professor no ISCSP, foi falando sobre o tema num debate interessante.

Desta forma salientou que: o papel das Misericórdias é muito importante nos dias de hoje, é também importante que haja mudança radical nas políticas para o Interior.

Talvez esteja na hora da regionalização, refere o professor, medida que foi sempre defensor.

Ainda salientou que todos têm de estar atentos ao despovoamento e pensarmos que em 2040 somos todos idosos.

 

Jornadas com futuro garantido

Depois da realização da sétima edição das Jornadas das Misericórdias em Fornos de Algodres, fomos conversar com o Provedor Luís Miguel Ginja, (ISCMFornos de Algodres), em jeito de balanço desta edição, que foi mais uma vez um sucesso dado que, ao longo do dia, participaram cerca de duas centenas de pessoas.

 

Que balanço faz sobre as Jornadas das Misericórdias em Fornos?
O balanço é francamente positivo, não só pelos temas abordados mas também pelas intervenções.
Estiveram presentes cerca de 160 pessoas, de entre os oradores e moderadores convidados e restantes participantes, de 18 concelhos diferentes e representantes de 28 instituições distintas.
A presença de representantes de tantas instituições só por si justificam a continuidade da realização destas jornadas.
Tivemos particular atenção na escolha dos moderadores e dos preletores, o que certamente contribuiu para tão grande interesse por parte dos participantes.

Conseguimos envolver nas Jornadas todas as instituições da área social implementadas no nosso concelho, o que fortalece também as relações entre os profissionais que exercem funções nestas.

A realização destas Jornadas só foi possível com o envolvimento muito grande de colaboradores e dirigentes das Misericórdias Co-Organizadoras.

 

O jantar conferência ano após ano tem sido uma aposta ganha?

O jantar conferência com orador convidado pela Misericórdia anfitriã, é o culminar de um dia de trabalho, proporciona aos intervenientes não só um momento de convívio mas também um momento enriquecedor ao termos o privilégio de ouvir uma personalidade de reconhecido mérito nacional.
As Misericórdias Co- Organizadoras tem vindo a fortalecer laços entre si, o que também engrandece o jantar conferência e ano após ano as participações neste jantar tem vindo a aumentar.
Este ano a orgânica do jantar foi alterada, além do orador convidado António José Seguro, que nos brindou com uma alocução sobre do seu ponto de vista de como será envelhecer no interior num futuro muito próximo, Os Srs. Provedores Co-Organizadores puderam também estes explanar sobre esta temática.

 O papel das Misericórdias no futuro vai ser cada vez mais importante nas diversas comunidades inseridas?

As Misericórdias são hoje um parceiro fundamental não só, na área social mas em todas as áreas da sociedade. Instituições seculares que conseguiram com persistência adequar-se às novas solicitações da população, não só da mais necessitada mas de todos aqueles que a elas recorrem.
No caso particular da Misericórdia de Fornos de Algodres, instituição com 353 anos, o seu papel na sociedade fornense é sobejamente reconhecido.
Não podemos esquecer que a presença na sessão de abertura da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, é também a confirmação da importância das Misericórdias na sociedade atual.
Sendo as Misericórdias Instituições com forte ligação à igreja, a presença dos Bispos da Guarda e de Viseu nestas Jornadas, reforça o papel das misericórdias na proteção e preocupação com os mais necessitados.

 

Viseu acolhe VI Jornadas das Misericórdias

Como anualmente acontece, num local diferente, as jornadas da Misericórdia vão já na sexta edição, que Viseu acolhe nesta sexta -feira, onde numa organização conjunta entre as Misericórdias de Penalva do Castelo, Santar, Mangualde e Fornos de Algodres.

Será um dia onde se vão debater assuntos importante na vida desta instituições, com temas bastante pertinentes.

Assim os temas a tratar serão: Infância, Família/Sociedade; Misericórdias, Mutualidades e IPSS´S-Estratégias de gestão; A saúde nas organizações sociais; Responsabilidade social e intervenção ativa.

Mais à noite terá lugar um jantar conferência, na Residência Rainha D.Leonor, com a presença de Mota Soares.

Um dia que vai contribuir para melhorar o dia a dia das Misericórdias.

Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres em exposição no CIHAFA

O CIHAFA (Centro de Interpretação Histórica e Arqueológica de Fornos de Algodres),volta a ter um ciclo de exposições intituladas Uma ideia é um feito de associação” dirigida às associações do Concelho, de 02 a 30 de Novembro de 2018 está patente uma Exposição da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres, que poderá ser visitada todos os dias entre as 10h00 – 13h00 e as 14h00 – 17h00.

 “O associativismo coopera para a união de pessoas”.

Associação é uma instituição prestadora de determinados serviços e de participação voluntária, constituída por número indeterminado de quantos dela queiram ou possam participar.

         A Irmandade da  Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres é uma Instituição Particular de Solidariedade Social na ordem jurídica canónica, que comemorou em 2016, o seu 350º. Aniversário.

A história da sua fundação remonta a 1666, por decreto régio de D. Afonso VI (o Vitorioso). Assim, sabe-se que foi fundador desta Misericórdia, o Licenciado Manuel Cabral de Figueiredo, doando-lhe os bens duma capela vinculada, em seu testamento de 6 de Julho de 1637. Esta doação foi confirmada, anos mais tarde, pela sua esposa, D. Constança Cabral, por testamento de 27 de julho de 1650 e pelo Padre António Cabral Osório, beneficiado da colegiada de Seia, mas residente em Fornos, onde foi mordomo da Confraria em 1642.

A instituição da Misericórdia foi posteriormente autorizada, a pedido da Câmara, Nobreza e Povo, por Alvará Régio de 12 de Outubro de 1666. Logo depois de instituída, em 1668, apossou-se a Misericórdia da capela do Espírito Santo, sita nesta vila, filial que era desta paróquia, na qual existia uma inumerável irmandade com a invocação do Espírito Santo que os mesmos irmãos da Misericórdia absolutamente extinguiram e tomaram posse, contra vontade do pároco e sem licenças jurídicas, usurpando para a dita irmandade da Misericórdia bens que à dita capela pertenciam.

A esta Misericórdia deixou D. Constância, natural desta vila, muitos bens que possuía entre os quais umas casas junto a uma capela com a invocação da Senhora dos Remédios, que os mesmos irmãos da Misericórdia mandaram demolir, fundando nela um sumptuoso templo de casa de Misericórdia. Apoderou-se, também, a Misericórdia da casa do hospital e dos seus bens, pelo que ficou senhora de bastantes terras e casas, que arrendava e emprazava. Não tardou a construir casa e igreja própria, para cujas obras contribuíram alguns filhos da terra, entre os quais o Padre Manuel de Albuquerque, abade de Aveleda.

Esta Igreja património da Irmandade, que também lhe deu nome “Igreja da Misericórdia” remonta, então, ao séc. XVII e é detentora de distintas obras de arte, com realce para a talha dourada, as imagens e o teto do altar-mor, que exibe 36 pinturas de numerosos santos e ainda outros símbolos santificados de mártires da primitiva Igreja. Muito bem conservados, possibilitam aferir a devoção antiga dos habitantes. Os quadros a óleo remontam ao séc. XVIII, atribuindo-se a autoria ao Mestre Jerónimo da Cunha, de Vila Ruiva. Já, a fachada da Igreja, templo de uma só nave, inscreve-se no barroco joanino, com pórtico, volutas e frontão.

A Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres encontra-se sediada na Rua Dr. Fernando Menano, na vila de Fornos de Algodres, atualmente, com duas valências: Unidade de Cuidados Continuados de Longa Duração e Manutenção e Estrutura Residencial para Idosos, abrangendo um total de 42 utentes, 29 colaboradores nas áreas de Medicina, Enfermagem, Fisioterapia, Terapia da Fala, Psicologia, Nutrição, Animação Sociocultural, Serviços Gerais, Contabilidade e Secretariado.

A filosofia que suporta toda a intervenção da Irmandade assenta no pressuposto fundamental de fazer mais e melhor em prol da população do concelho. Para tal, tem vindo a desenvolver um trabalho incansável na procura constante da melhoria do bem-estar da pessoa que recebe, no seu todo, prioritariamente dos mais desprotegidos, por meio da prestação de cuidados humanizados e individualizados, numa intervenção interdisciplinar.

Com o olhar no horizonte, a Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres, pretende ver implementados alguns projetos que vão acrescentar valor ao trabalho por nós realizado, de entre os quais, especial destaque para a criação de novas valências e melhoramento dos equipamentos já existentes. Em prol da comunidade de Fornos de Algodres, a Irmandade abraçou o programa CLDS 3G SERVIR Fornos de Algodres, da qual é Entidade Coordenadora Local da Parceria. Este programa permite colmatar necessidades prementes, com vista a promoção da  inclusão social dos cidadãos e o envelhecimento ativo, combate a situações críticas de pobreza, contribuição para o aumento da empregabilidade e revitalização das associações concelhias.

Feira da Saúde da ISCMFA com imensos visitantes

Fornos de Algodres recebeu mais uma edição da Feira da Saúde, uma aposta ganha da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres , que ao longo destas quatro edições proporcionou aos habitantes desta localidade e dos concelhos limítrofes, a oportunidade de puderem verificar o estado da sua saúde em diversos planos.

Desta forma, a feira contou com a participação de várias entidades na abertura, com Luís Ginja, Provedor da ISCMFA, Alexandre Lote, Vice-Presidente do Município de Fornos de Algodres , Fátima  Lima, Diretora Clínica dos Cuidados de Saúde Primários da ULS da Guarda, deixaram as boas vindas a todos os presentes.

Ao longo do dia, recebeu imensos visitantes que participaram nas diversas atividades.

Mais desenvolvimento na edição papel de 31 de outubro em breve nas bancas

 

 

 

 

ISCMFA organiza IV Feira da Saúde

Anualmente acontece em Fornos de Algodres, a Feira da Saúde, esta é uma iniciativa da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres, com o objetivo de todos os participantes poderem fazer rastreios dos mais variados índoles.

A sessão de abertura está a cargo do Provedor da ISCMFA, Luís Ginja e do Presidente do Município de Fornos de Algodres.

Esta feira será composta por diversos stands, expositores e diversos locais de rastreios.

Ainda terão lugar diversas atividades ao longo do dia, futebol de rua, karaté, aulas diversas ao longo do dia, workshops, palestras e animação.

 

ISCMFA organiza caminhada a 10 de junho

Como anualmente acontece, em Fornos de Algodres, a Santa Casa da Misericórdia , vai levar a efeito mais uma caminhada, pelo quarto ano consecutivo, no próximo dia 10 de junho.

Desta forma, pelas nove da manhã, terá lugar a concentração, nas instalações da ISCMFA, com um itinerário que vai permitir a todos os participantes desfrutar das belezas da natureza.

O almoço-convívio vai decorrer no final do percurso, na serra da esgalhada em Fornos de Algodres.

As inscrições estão a decorrer.

Por:AP

Concerto de Ano Novo em Fornos de Algodres

Um concerto de Ano Novo vai acontecer na Igreja da Misericórdia de Fornos de Algodres, no dia 6 de janeiro, pelas 16h30.

Assim o Orfeão da Santa Casa da Misericórdia de Gouveia, vai bonitas melodias, bem entoadas, numa iniciativa da ISCMFA.

Uma forma de iniciar o ano a cantar, “por uma Irmandade aberta”

Concerto de Natal em Fornos de Algodres

A Igreja da Misericórdia de Fornos de Algodres vai receber neste sábado, pelas 17h45, um concerto de Natal.

Participam o Rancho Folclórico Sénior do concelho e o Grupo coral residente da Misericórdia.

Esta é uma forma de dar as boas festas a todas as pessoas e promover a música e ainda o convívio.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar