Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: JSD Distrital da Guarda

Tag Archives: JSD Distrital da Guarda

Alexandre Poço novo líder da JSD Nacional

Teve lugar a eleição a nível Nacional para eleger o novo líder da JSD, com Alexandre Poço e Sofia Matos, num ato com bastante tranquilidade, de forma digital no Conselho Nacional.

Desta forma , Alexandre Poço venceu esta eleição através da votação presencial dos delegados, deste modo, o destaque vai para os três elementos da JSD Guarda, que estão nesta Comissão, casos de Luís Soares será vogal , Tiago Saraiva Gomes vai ser o Coordenador Nacional da JSD para a pasta do ensino superior, Miguel Pinto, vai coordenar o gabinete nacional para a coesão territorial.

Agora Alexandre Poço vai substituir Margarida Lopes a anterior líder dos jovens sociais democrata.

3.º Encontro Nacional de Estudantes uma iniciativa da JSD

Vai decorrer nos próximos dias 1 e 2 de fevereiro ,o 3.º Encontro Nacional de Estudantes organizado pela estrutura nacional da Juventude Social Democrata, em colaboração com a JSD Distrital da Guarda e o Núcleo de Estudantes Social Democratas do Instituto Politécnico da Guarda.

Segundo a JSD Guarda , este é o maior encontro de política para estudantes e este ano está de volta com um formato alargado e mais ambicioso, isto é, 2 dias intensos de discussão sobre políticas estudantis.

JSD Guarda fez balanço sobre Legislativas 19

Em comunicado, a JSD do Distrito da Guarda, reagiu com um balanço sobre as eleições Legislativas 19, referindo:

“No passado domingo assistimos à segunda derrota eleitoral consecutiva no
distrito do Partido Social Democrata que, independentemente de ser um resultado
acima da média nacional, em nada corresponde aos objetivos traçados pelo PSD
Distrital da Guarda.
É também um facto que o PSD ganhou em distritos em que tal não tinha
acontecido nas eleições europeias, como é o caso de Leiria, em que a aposta em
candidatos jovens deu o seu fruto. Essa aposta não só não aconteceu no nosso
distrito, como ainda houve um afastamento das estruturas com que os cidadãos não
se identificaram.
A JSD Distrital, eleita pelos seus militantes, foi mandatada por eles em
diversas ocasiões a reagir à falta de respeito inter-estruturas que se verificou,
nomeadamente, pela não inclusão de um candidato jovem nas listas à Assembleia
da República. É importante referir que a JSD Distrital não fez contra-campanha,
limitou-se simplesmente a ficar no sítio onde o Presidente da CPD do PSD, o Dr.
Carlos Peixoto, a escolheu ter, isto é, do lado de fora, como já tinha mostrado ao
longo do seu mandato.
Assim sendo, se a JSD Distrital era tão insignificante como o Presidente da
Distrital do PSD afirmava e afirma, porque é que afinal a JSD é a culpada se, na
opinião do Dr. Carlos Peixoto, não tem relevância, logo não contribuindo para uma
derrota? Ou esta é a maneira mais discreta que o Presidente do PSD da Guarda
tem de admitir que afinal a JSD é importante e teria virado o resultado caso o seu
ego e prepotência não conduzissem quem discorda à porta da rua?
Consideramos vergonhoso que o Presidente da Distrital tenha assumido toda
a responsabilidade na constituição da lista e agora não tenha a humildade de
assumir a sua responsabilidade na derrota.
Acreditamos, portanto, ser absolutamente necessária uma reflexão interna
sobre os resultados e até sobre a campanha em si. Dada a vontade do Presidente
do PSD Distrital da Guarda, Dr. Carlos Peixoto, em analisar os resultados eleitorais
e em apontar culpados, era bom que partisse dele a clarificação do rumo que o
partido deve ter.”

JSD Distrital da Guarda reage sobre composição das listas às Legislativas

Em comunicado, a JSD Distrital da Guarda mostra-se preocupada com as recentes notícias sobre a composição da lista do PSD do círculo eleitoral da Guarda às próximas Legislativas que, a confirmarem-se, representam uma grande falha no respeito pela intergeracionalidade e renovação, ao contrário do que se verifica a nível nacional.
A JSD Distrital da Guarda refere ainda que: Espera que estes valores sejam tidos em conta na lista do PSD pela Guarda e que se respeite a indicação unânime de Fernando Melo, líder da JSD Distrital, saída do V Conselho Distrital do passado dia 23 de junho. Reforçamos que esta indicação tem a sua base no trabalho desenvolvido pela JSD Distrital no âmbito da coesão territorial, do associativismo juvenil e participação cívica e do estado da saúde e do ensino no distrito, temas cuja discussão é essencial para o futuro do nosso distrito da Guarda.
Uma lista que não respeite a renovação nunca poderá ser uma lista que responda aos anseios das pessoas e, em particular, dos jovens, principalmente aqueles que cada vez mais se afastam da política. Uma lista que apenas responda às agendas político-partidárias nunca poderá pôr o distrito em primeiro lugar.

JSD Distrital da Guarda ao lado dos estudantes do IPG!

ÙR

Em comunicado a JSD Guarda referiu :no passado dia 30 de Janeiro, a JSD Distrital da Guarda, em parceria com o Núcleo de Estudantes Social Democratas do Instituto Politécnico da Guarda, organizou um Jantar-Debate, subordinado ao tema “Os Novos Desafios do IPG”, que contou com a presença do Presidente da Associação Académica da Guarda, João Nunes, tendo sido abordadas diversas matérias transversais à instituição, como as condições sociais e económicas dos estudantes, o número de vagas e a taxa de ocupação das mesmas, a oferta formativa e a mobilidade dentro da cidade.

O IPG já foi considerado um dos melhores politécnicos do país, mas foi nesta instituição do interior onde se observaram as maiores perdas de candidatos a nível nacional, cerca de menos 21,5% face aos colocados no ano letivo de 2017/2018.

Porém, e contrastando com este facto, tem aumentado ao longo dos anos o número de alunos internacionais, aliás atualmente 15% dos inscritos são de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa.

No entanto, muitos dos alunos desta instituição, e de um modo particular os estudantes oriundos dos PALOP, deparam-se com grandes dificuldades socioeconómicas na cidade da Guarda, nomeadamente ao nível da falta de habitação condigna e da carência de alimentos.

Enchemos constantemente o peito de ar para dizer às pessoas, e em especial aos jovens para virem estudar para o interior, mas depois não temos sequer as condições mínimas para os receber. O Instituto Politécnico da Guarda não pode nem deve ser a única instituição a responder a estas dificuldades.

Volta Nacional ao Secundário da JSD

A JSD Distrital da Guarda, em conjunto com a JSD nacional, desenvolveram uma ação de política de proximidade juntos dos jovens estudantes do Ensino Secundário, desta região.
A ação decorreu na passada sexta-Feira, e teve como pontos de interação as escolas do Sabugal, Celorico da Beira e Almeida.
A Volta Nacional ao Secundário é um dos momentos mais importantes do Gabinete do Ensino Básico e Secundário, sendo que este ano contou com mais uma dezena de participantes.

André Neves apresentou em Fornos candidatura à Comissão Política Nacional da JSD

Aproveitando a visita à Feira do Queijo Serra da Estrela em Fornos de Algodres André Neves, escolheu este concelho da Guarda a apresentação da candidatura  à Comissão Política Nacional da JSD.

Durante a visita à feira passou por diversos stands, onde saboreou os produtos desta região, onde o queijo é rei, mas todos os restantes produtos marcaram presença.

Momento esse que teve lugar na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez, com a presença dos militantes jovens e onde deixou os seus objetivos.

Fernando Melo novo Presidente da Federação Distrital da JSD Guarda

Decorreu neste sábado, 24 de fevereiro, no Centro Cultural de Vila Nova de Tazem, concelho de Gouveia, o Congresso Distrital da Juventude Social Democrata da Guarda, onde Fernando Melo foi eleito novo líder distrital da JSD.

Perante uma plateia de cerca de meia centena de delegados, onde marcaram presença os Deputados do circulo da Guarda do PSD, Angela Guerra e Carlos Peixoto, alguns autarcas de diversos pontos do distrito e lideres de outras forças políticas.

Fernando Melo, natural de Fornos de Algodres, estava satisfeito pela eleição e referiu-nos no final que é um desafio interessante, que juntamente com a sua equipa vão lutar pelo melhor no distrito.

 

Fórum de Ensino Superior da JSD da Beira Interior

jsdDecorreu, na passada quinta-feira, dia 16 de março, o primeiro Fórum de Ensino Superior da JSD da Beira Interior (Distritais de Castelo Branco e Guarda). O evento teve lugar na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade da Beira Interior, contando com dois oradores no painel principal: António Fidalgo (Reitor da UBI e membro do Conselho Estratégico Nacional do PSD) e José Ferreira Gomes (Presidente do Conselho Geral da UBI e ex-Secretário de Estado do Ensino Superior). A moderação esteve a cargo de Mário Pereira, representando a JSD Distrital de Castelo Branco, e Marco Saldanha, em representação da JSD Distrital da Guarda.

Durante cerca de três horas, os convidados debateram com a audiência os temas centrais do Ensino Superior português, em particular as circunstâncias que mais afetam a Beira Interior. Ambos convergiram na ideia de que a desertificação do Interior, aliada a um decréscimo grave da taxa de natalidade no nosso país, são fatores determinantes para o estado preocupante em que se encontram as instituições de Ensino Superior no Interior. Ficou também patente que Portugal sofreu desde muito cedo na sua história com políticas de desincentivo ao ensino, tendo apenas começado um sério desenvolvimento já depois da revolução de Abril, bem como que o país tem uma rede demasiado extensa de Instituições de Ensino Superior, fruto de incentivos descontrolados que foram dados no princípio dos anos 90, altura em que a taxa de natalidade já não convidava a tais abusos. Finalmente, a solução proposta para combater a falta de alunos no Interior de Portugal foi a atração de alunos internacionais, apostando no potencial da língua portuguesa.

O evento terminou com um ‘flash ending’, em que os Presidentes das três Associações Académicas dos dois distritos foram convidados a apresentar, em 15 minutos, as suas visões sobre políticas educativas e associativismo estudantil. O Presidente da AAIPCB, Carlos Frederico, começou por defender a introdução de terceiros ciclos de estudos nos politécnicos e apresentou uma proposta de orçamento participativo para os estudantes da instituição albicastrense. Por seu lado, Nuno Pereira, líder da AAG, escolheu temas mais centrados em programas de ação social, referindo as lacunas dos programas ‘+Superior’ e ‘Retomar’, programas que deveriam ser de estímulo à fixação de jovens no Interior e que têm falhado o seu propósito. Para concluir, a Presidente da AAUBI e representante da casa abordou temas como a proteção dos jovens investigadores, o debate sobre a manutenção ou aprofundamento da binaridade entre o ensino universitário e politécnico, e, finalmente, revelando a sua opinião em relação à introdução de ciclos doutorais em Institutos Politécnicos.

As JSD Distritais de Castelo Branco e Guarda consideram o evento um sucesso, ressalvando a sua vontade em continuarem a organizar sessões de debate sobre o estado do Ensino Superior no Interior de Portugal. As duas Comissões Políticas Distritais reafirmam que o Ensino Superior é uma das áreas que consideram de intervenção principal, acreditando igualmente que defendem melhor os interesses dos jovens universitários e das Instituições do Interior se, como até aqui, trabalharem em conjunto e apresentarem tomadas de posição conjuntas.

Por:JSD Guarda

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar