Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: liberdade

Tag Archives: liberdade

»Sextas da Lua» com musical de abril

Tributo a Zeca Afonso e Ary dos Santos

A Bibliotecasextas da lua abril (1) Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, acolheu, na passada sexta-feira,  a edição de abril do projeto «Sextas da Lua». «Abril como nunca (ou)viu», pelo Quinteto Jazz de Lisboa, num Tributo a Zeca Afonso e Ary dos Santos, foi a aposta da Câmara Municipal de Mangualde para esta edição. Na iniciativa marcou presença o Vereador da Cultura da autarquia mangualdense, João Lopes.

O tema da noite foi a ‘Liberdade’ e, com casa cheia, celebrou-se mais um momento especial da nossa História. A iniciativa, promovida de Câmara Municipal de Mangualde, contou com o apoio da Sogrape, da Quintas de Seia e de Igor Figueiredo (Mau Mau Maria), bem como dos elementos da equipa de Biblioteca Municipal que decoraram com paixão o espaço e criaram o cenário de Abril.sextas da lua abril (2)

O Quinteto Jazz de Lisboa foi formado em 1998 e desde a sua criação que é dos grupos de jazz português mais solicitado para espetáculos e dos projetos com mais cd´s vendidos nessa área musical em Portugal. O principal motivo desse êxito tem a ver com sonoridade do grupo que resulta da fusão do jazz com a música de raiz popular portuguesa e o fado. Tem atuado por todo o país assim como em vários festivais na (Holanda, França, Brasil e Espanha).

Por:Mun.Mangualde

 

 

O 25 de abril em Gouveia

25 gouvAs comemorações do 42º Aniversário do 25 de Abril em Gouveia ficaram marcadas pela cerimónia militar do hastear da bandeira nacional no edifício dos Paços do concelho e pela sessão do parlamento jovem durante a sessão solene que decorreu no salão nobre.
A manhã de 25 de Abril em Gouveia teve este ano um atrativo diferente. Em colaboração com a Regimente de Infantaria 14 de Viseu a autarquia promoveu a exposição de uma viatura PANDUR e a cerimónia militar do hastear da bandeira com Guarda de Honra por uma pelotão do Regimento de Infantaria 14.
Já no salão nobre dos Paços do Concelho a sessão do Parlamento Jovem debateu os problemas da interioridade com as equipas parlamentares do Agrupamento de Escolas de Gouveia e do Instituto de Gouveia a efetuarem propostas para combater a desertificação e as assimetrias regionais. A sessão encerrou com o discurso do Luís Tadeu, Presidente da Câmara Municipal de Gouveia, enfatizando o papel de Abril na construção do quotidiano. O sentido de liberdade e a constante construção do futuro do concelho foram salientados pelo presidente da autarquia que dirigindo-se aos jovens desafiou todos no concelho a olhar para as potencialidades do território e a construir um futuro coletivo sustentável que permita combater as desigualdades e as assimetrias regionais. “A agricultura é um setor para onde teremos que olhar sem menosprezo, não a agricultura dos nossos avós, mas uma agricultura moderna que aposta na produção e transformação dos nossos produtos endógenos e na criação de riqueza. Este é um caminho de desenvolvimento que devemos incentivar, reorientando o nosso tecido empresarial” frisou o presidente da câmara.
Luís Tadeu, Presidente da Câmara Municipal de Gouveia, aproveitou ainda a sessão solene do 25 de Abril para anunciar que a cidade de Gouveia vai investir 7.000.000,00 euros em regeneração urbana, verba resultante das negociações do novo quadro comunitário Portugal 2020.

Por:Mun.Gouveia

Como aconteceu o 25 de abril 1974

A Revolução de 25 d25abril230412e Abril, também referida como Revolução dos Cravos, refere-se a um período da história de Portugal resultante de um movimento social, ocorrido a 25 de abril de 1974, que depôs o regime ditatorial do Estado Novo, vigente desde 1933, e iniciou um processo que viria a terminar com a implantação de um regime democrático e com a entrada em vigor da nova Constituição a 25 de abril de 1976, com uma forte orientação socialista na sua origem.

Esta ação foi liderada por um movimento militar, o Movimento das Forças Armadas (MFA), que era composto na sua maior parte por capitães que tinham participado na Guerra Colonial e que tiveram o apoio de oficiais milicianos. Este movimento surgiu por volta de 1973, baseando-se inicialmente em reivindicações corporativistas como a luta pelo prestígio das forças armadas, acabando por atingir o regime político em vigor. Com reduzido poderio militar e com uma adesão em massa da população ao movimento, a resistência do regime foi praticamente inexistente e infrutífera, registando-se apenas 4 civis mortos e 45 feridos em Lisboa pelas balas da DGS.

O movimento confiou a direção do País à Junta de Salvação Nacional, que assumiu os poderes dos órgãos do Estado. A 15 de maio de 1974, o General António de Spínola foi nomeado Presidente da República. O cargo de primeiro-ministro seria atribuído a Adelino da Palma Carlos. Seguiu-se um período de grande agitação social, política e militar conhecido como o PREC (Processo Revolucionário Em Curso), marcado por manifestações, ocupações, governos provisórios, nacionalizações e confrontos militares que, terminaram com o 25 de Novembro de 1975.

Estabilizada a conjuntura política, prosseguiram os trabalhos da Assembleia Constituinte para a nova constituição democrática, que entrou em vigor no dia 25 de Abril de 1976, o mesmo dia das primeiras eleições legislativas da nova República. Na sequência destes eventos foi instituído em Portugal um feriado nacional no dia 25 de abril, denominado como “Dia da Liberdade”.

O cravo vermelho tornou-se o símbolo da Revolução de Abril de 1974. Segundo se conta, foi Celeste Caeiro, que trabalhava num restaurante na Rua Braancamp de Lisboa, que iniciou a distribuição dos cravos vermelhos pelos populares que os ofereceram aos soldados. Estes colocaram-nos nos canos das espingardas. Por isso se chama ao 25 de Abril de 74 a “Revolução dos Cravos”

Por:Wikipédia

Trancoso acolhe III Corrida da Liberdade

25 abrilIntegrada nas Comemorações do 25 de abril, a Câmara Municipal de Trancoso com a colaboração da União de Freguesias de Trancoso e Souto Maior, Grupo Desportivo de Trancoso e Associação de Atletismo da Guarda, irá realizar na manhã do dia 25 de abril, uma prova de atletismo, para os diferentes escalões etários, que percorrerá as ruas do centro histórico da cidade de Trancoso.

Pograma:
10H00 Concentração no Largo D.Dinis;
10H30 Início da III Corrida da Liberdade;
12H30 Entrega de Prémios aos participantes da III Corrida da Liberdade;
13H00 Almoço convívio.

A todos os atletas inscritos será atribuído um prémio de participação.

Serão atribuídos prémios monetários aos cinco atletas vencedores nas seguintes categorias: Absolutos Masculinos, Veteranos Masculinos +40 e Absolutos Femininos (Consultar tabela de prémios na imagem).

Escalões:
Benjamins M-F | Infantis M-F | Iniciados M-F | Juvenis M-F | Juniores M-F | Seniores M-F | Veteranos M-F.

Distâncias:
Corrida da Família (lúdica) 530 m volta pequena
Benj B Masc e Benj B Fem. 530 m volta pequena
Inf. Masc. e Inf. Fem. 1050 m volta média
Inic. Masc. e Inic. Fem. 2100 m 2 voltas médias
Juv. Masc. e Juv. Fem. 3150 m 3 voltas médias

Absolutos Fem. 1 volta pequena
Absolutos Masc…………………… 5930 m +

Inscrições/ Mais informações – Contactos:
Grupo Desportivo de Trancoso – 968 481 553 | Posto de Turismo – 271 811 147 | Câmara Municipal de Trancoso – 271 829 120.

Organização:
Município de Trancoso | União de Freguesias de Trancoso e Souto Maior | G.D.T | Associação de Atletismo da Guarda.

Por:Mun.Trancoso

IIIª Corrida da Liberdade na cidade Bandarra

tran25abrilNo âmbito das comemorações dos 42 anos da liberdade Portuguesa, irá realiza-se no próximo dia 25 de Abril, a IIIª Corrida da Liberdade, Co-organizada pela Câmara Municipal de Trancoso em colaboração com a União de Freguesias de Trancoso e Souto Maior, Grupo Desportivo de Trancoso e a Associação de Atletismo da Guarda.

Esta será uma prova de atletismo, para os diferentes escalões
etários, que percorrerá as ruas do centro histórico da cidade de Trancoso, com início às 10h00.

PROGRAMA

10H00 Concentração no Largo D.Dinis;

10H30 Início da III Corrida da Liberdade;

12H30 Entrega de prémios aos participantes da III Corrida da Liberdade.

Inscrições: Município de Trancoso | União de Freguesias de Trancoso e Souto Maior | Grupo Desportivo de Trancoso | Associação de Atletismo da Guarda.

Organização: Município de Trancoso, União de de Freguesias de Trancoso e Souto Maior, Grupo Desportivo de Trancoso e Associação de Atletismo da Guarda.

Para mais informações: G.D.T – 966 282 856 | Posto de Turismo de Trancoso – 271 811 147 | Município de Trancoso – 271 829 120 | Trancoso Eventos – 271 817 184.

Noite cultural em Pinhel

  No mês em que se comemora a conquista da Liberdade, o
Museu à Noite propõe uma reflexão em torno dos livros e desse “tesouro” que é a
Liberdade.
 Tendo como
convidado o Prof. Doutor Gabriel Magalhães, da Universidade da Beira Interior,
esta palestra pretende mostrar o modo como a Cultura e, mais especificamente, a
Literatura potenciam uma vida livre para quem com elas dialoga através dos
livros.

  Procurará
ver-se o modo como esta questão acontece em três espaços diferentes: no
Ocidente, em Portugal e, em particular, no Interior.

Vários
temas específicos serão tratados: o contraste entre uma
civilização baseada na imagem e outra na escrita; as grandes obras literárias
da cultura ocidental; problemáticas levantadas pelas novas tecnologias; o modo
como os livros e a prática da leitura geram cidadania.
 Uma noite cultural diferente na Casa da Cultura de Pinhel, com organização do Município da Cidade Falcão.
Fonte:Mun.Pinhel

Sessão solene do 25 de abril em Fornos de Algodres

  A manhã deste 25 de abril, decorreu a sessão solene, nos Paços do Município de Fornos de Algodres,perante uma sala cheia onde marcaram presença alguns presidentes de Freguesias, demais instituições e elenco executivo deste município, alguns deputados da Assembleia Municipal e alguns populares.

  Nesta sessão no geral foi relembrado, os 41 anos da Revolução dos cravos e todas as razões porque existiu esta revolução e foi-se falando também do Município.
Seguiu-se a visita guiada á exposição do 25 abril na Biblioteca Municipal conduzida por Teresa Pinto.

Reportagem de António Pacheco

25 de abril comemorado em Pinhel

  A Cidade Falcão vai assinalar mais um aniversário das Comemorações do 25 de Abril, Dia da
Liberdade onde o dia vai ter eventos com índoles diversificados.

 
10.00h: Hastear da Bandeira (frente ao edifício
da Câmara Municipal de Pinhel)
15.00h: Sessão Ordinária da Assembleia Municipal de
Pinhel, prece
dida de Sessão Solene
(Auditório da Câmara Municipal de Pinhel)

19.00h: Final da Taça de Futsal da Associação de Futebol
da Guarda
(Pavilhão Multiusos de Pinhel)

21.30h: Espetáculo A Nossa Guitarra, com Henrique
Fraga e Marco Matos – Guitarra de Coimbra e Guitarra Clássica
(Cineteatro São Luís)
Para além da sessão solene , o futsal vai animar o dia, por trata-se da final da taça de Futsal da AFGuarda e depois segue-se a Guitarra a mostrar as suas potencialidades.
Fonte:Mun.Pinhel 

25 de abril com Futebol na Matela

foto:Freg Antas/Matela

   No dia da Liberdade, 25 de abril, a Freguesia de Antas-Matela, Concelho de Penalva do castelo, vai reunir as suas gentes num interessante desafio, isto é, o famoso jogo Casados x Solteiros, no Campo de futebol da Matela, apartir das 16h.

Um excelente momento de convívio, onde o esforço dentro das quatro linhas vai ser enorme, para dar emoção ao publico presente.

II Caminhada Pela Liberdade – 25 de abril de 2015

 
Caminhar pela Liberdade
À semelhança do ano transato, a Associação
Recreativa e Cultural de Figueiró da Granja, irá assinalar o 25 de abril de
2015 com uma caminhada, intitulada, “II Caminhada pela Liberdade” .
 Terá como principal objetivo
a transmissão de valores e conhecimentos sobre os acontecimentos do 25 de abril
de 1974.
Esperamos, pela voz das pessoas mais experientes, que de uma forma
direta ou indireta viveram de perto esta revolução dos “Cravos”, compreender o
que levou os militares a fazerem este golpe de estado, e quais as repercussões nos
dias de hoje.
 
Esta Associação Juvenil , pretende que as
gerações mais novas, aprendam com as gerações mais vividas, tudo que
envolveu esta Revolução e quais as consequências que dai ocorreram.
Para além da troca de experiência e
de conhecimentos, teremos ainda como
objetivo dar a conhecer os diferentes monumentos existentes na freguesia de
Figueiró da Granja, através de textos e explicações orais nos diferentes pontos
de “paragem”.
No final da caminhada haverá um almoço convívio para
todos os participantes.
  Fica o programa,
8h30m – Concentração junto ao
Pelourinho (inscrição para o almoço: Sócio: 3,5 Cravos; Não Sócio: 4,5 Cravos;
Crianças (até 12 anos): Grátis)
9h00m – Inicio da II Caminhada pela
Liberdade

13h00m – Almoço Convívio com todos os
Participantes (Casa do Povo)
Por: ARCFG
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar