Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: mangualde (page 10)

Tag Archives: mangualde

AF Viseu- Resultados e classificação da divisão de honra

Nova ronda da divisão de honra visiense com a turma do Lamego a vencer fora de portas o Resende por duas bolas a uma e lidera isolado.

Moimenta da Beira – Penalva Castelo -1-1
Paivense – Vouzelenses -5-1
Carregal do Sal – Lamelas-2-2

Resende – SC Lamego -0-2
Silgueiros -Sampedrense -0-0
Nespereira – Molelos -0-0
Castro Daire – Mangualde-2-0

Classificação após 20 jornadas

1 SC Lamego —–44
2 Sampedrense –42
3 Sátão                   36
4 Penalva Castelo 36
5 Castro Daire      34
6 M. da Beira       33
7 Paivense            31
8 Lamelas           30
9 C.. do Sal         25
10 Nespereira    24
11 Silgueiros      23
12 Resende        23
13 Molelos      18
14 GDC Roriz 16
15 Vouzelenses 15
16 Mangualde 5

O Centro de Mangualde do Grupo PSA reafirma o seu compromisso com a igualdade de oportunidades

Como membro integrante do Fórum Português de Empresas para a Igualdade de Género (IGEN) e alinhada com a política de responsabilidade social do Groupe PSA, o Centro de Mangualde reafirma o seu compromisso permanente em desenvolver políticas a favor da igualdade de oportunidades, como refere o comunicado.

 O Dia Internacional da Mulher comemora-se na empresa há já vários anos. Este ano, as atividades desenvolvidas foram baseadas no slogan “Sim à diferença, não à desigualdade”, lembrando que, o reconhecimento dos talentos deve ser feito pela competência dos colaboradores e não pela diferença de género.

A nível institucional, foi realizado um encontro de alguns elementos da direção do Groupe PSA com as managers de Mangualde, que tiveram a oportunidade de partilhar a sua trajetória profissional, assim como os desafios que enfrentam nas suas distintas atividades.

Liliana Ribeiro, é responsável de um dos setores da empresa e achou a iniciativa muito interessante: “Este encontro permitiu-me partilhar com a direção do Groupe PSA que os dois momentos mais importantes da minha carreira profissional foram exatamente na fase de maternidade: fui nomeada responsável quando estava grávida e passei a efetiva quando estava em licença de maternidade.”

Neste dia de reflexão, a par desta iniciativa, foram promovidas outras ações no centro de Mangualde que não deixam esquecer o propósito da comemoração desta data: um encontro do Diretor com algumas colaboradoras de vários setores; uma lembrança a todas as mulheres PSA; um SMS com uma frase alusiva ao tema e um vídeo institucional, que pode ser visto através da ligação: https://youtu.be/GAzX8wpk8q0

Durante o ano, a PSA Mangualde irá assinalar outros dias comemorativos, com base na política de responsabilidade social da empresa, e em virtude dos seus compromissos públicos de respeito dos direitos humanos, diversidade e igualdade de oportunidades, assim como assinante do Pacto Mundial das Nações Unidas, pioneiro no setor automóvel.

Por:Grupo PSA

Mangualde é o único município envolvido no projeto Europeu de Formação

O momento oficial de lançamento do projeto DRIVES – Development and Research on Innovative Vocational Educational Skills decorreu na passada semana em Ostrava, na República Checa, e Mangualde é o único município envolvido no projeto. Portugal irá receber mais de 600 mil euros em financiamento comunitário para promover ações de formação e educação. O projeto terá a duração de quatro anos e pretende criar uma aliança de competências que passa pela produção de veículos, fornecedores da indústria, vendas e serviço pós-venda. Até 2025, a indústria automóvel deverá criar mais de 900 mil postos de trabalho.

DRIVES – DEVELOPMENT AND RESEARCH

ON INNOVATIVE VOCATIONAL EDUCATIONAL SKILLS

“Somos o único município envolvido, numa clara aposta para a valorização e qualificação da nossa mão-de-obra, dos nossos recursos humanos e um voto de confiança no nosso tecido industrial.” 

“Até 2025, a Comissão Europeia estima que será necessário preencher mais de 900 mil postos de trabalho no setor automóvel, metade dos quais exigirão qualificações de alto nível. Tendo consciência desta realidade e conhecendo bem o nosso tecido industrial claramente ligado a este setor, não podíamos ficar parados. – afirma João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

Uma vez que este setor detém uma força de trabalho envelhecida, não possuindo por isso perfis de ciência, tecnologia e matemática dos empregos da área da Engenharia, o automóvel enfrenta forte concorrência de outros setores na captação de recursos qualificados.

João Azevedo sublinha ainda que “uma vez que o setor não detém recursos em número suficiente face a esta realidade, é fundamental avançar para a formação e foi isso que fizemos ao aderir ao projeto Drives. Somos o único município envolvido, numa clara aposta para a valorização e qualificação da nossa mão-de-obra, dos nossos recursos humanos e um voto de confiança no nosso tecido industrial.”

O projeto DRIVES – Development and Research on Innovative Vocational Education Skills, contempla quatro milhões de euros, dos quais cerca de 600 mil euros vão chegar a Portugal, trazidos por um consórcio criado pela Câmara Municipal de Mangualde, onde se integram a Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal, Grupo Antolín, Instituto Politécnico de Viseu, Universidade do Minho, IDESCOM e Eupportunity.

 

Casa cheia para ver Luis Represas

O Complexo Paroquial de Mangualde encheu-se para mais uma edição do “Sextas da Lua”, desta vez protagonizada por Luís Represas. O concerto, agendado para as 21h30 do passado dia 23 de fevereiro, foi palco da boa música de Luís Represas, que demonstrou ainda um ótimo sentido de humor e uma enorme simpatia pelo público que, após o espetáculo, quis tirar fotografias com o artista.

Luís Repesas fundou, em 1976, a banda Trovante, juntamente com João Gil, João Nuno Represas, Manuel Faria e Artur Costa, um grupo que se viria a revelar um dos mais influentes da música popular portuguesa. Em 1992, os Trovante separam-se e Luís Represas inicia a sua carreira a solo. Também a solo o artista tem conquistado muitos sucessos musicais e continua a ser seguido por muitos fãs.

 

Serviços Públicos Essenciais debatidos em Mangualde

Decorreu recentemente, a sessão de informação sobre Serviços Públicos Essenciais, na vertente das comunicações eletrónicas. O momento decorreu no Auditório da Câmara Municipal de Mangualde, no seguimento do protocolo estabelecido entre a Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC) e a Câmara Municipal de Mangualde. O Professor Mário Frota, Presidente da APDC, foi o orador nesta sessão de informação.

O protocolo estabelece como objetivo a cooperação na realização de um projeto aprovado e apoiado pelo Fundo para a Promoção dos Direitos dos Consumidores, no âmbito da informação, educação e apoio dos consumidores.

Por:M.M

 

Sessão de informação sobre serviços públicos essenciais em Mangualde

No próximo dia 15, quinta-feira, pelas 10h00, o Auditório da Câmara Municipal de Mangualde recebe uma sessão de informação sobre serviços públicos essenciais, na vertente das comunicações eletrónicas. Esta sessão surge na sequência do protocolo estabelecido entre a Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC) e a Câmara Municipal de Mangualde.

O protocolo estabelece como objetivo a cooperação na realização de um projeto aprovado e apoiado pelo Fundo para a Promoção dos Direitos dos Consumidores, no âmbito da informação, educação e apoio dos consumidores.

O Professor Mário Frota, Presidente da APDC, será orador nesta sessão de informação cuja entrada é livre.

Por:MM

Livro “Mangualde desde o pós-Segunda Guerra Mundial (1953-2015). Estado Novo, Democracia e Integração Europeia”,apresentado

Foi lançado neste sábado, dia 3 de fevereiro, o livro “Mangualde desde o pós-Segunda Guerra Mundial (1953-2015). Estado Novo, Democracia e Integração Europeia”, uma obra de João Paulo Avelãs Nunes e Marcos Branco com coordenação de António Tavares. A sessão decorreu a meio da manhã, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde, e contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, dos autores João Paulo Avelãs Nunes e Marcos Branco e do coordenador António Tavares.

 A obra é uma monografia historiográfica que pretende contribuir para um melhor conhecimento e para uma compreensão acrescida da evolução de Mangualde – localidade, concelho e região – nas últimas décadas do século XX até aos nossos dias. Trata-se de uma proposta que visa reconstituir e interpretar a história recente de Mangualde que interesse a diversos públicos, mas sem ignorar as exigências da historiografia que predomina na atualidade nos países com regimes democráticos ou demoliberais abertos.

A obra é, por isso, um ensaio historiográfico acerca do tempo presente e é, também, uma forma de comemorar e celebrar Mangualde. É editada pela Câmara Municipal de Mangualde e pela ArqueoHoje.

Por:MM

Gentes do Alto Mondego com Maestro Jan Cober visitaram Fábrica de Instrumentos na Holanda

No âmbito do projeto do Alto Mondego-Rede Cultural, que envolve os Municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia, representantes dos quatros municípios, autarcas, técnicos e alguns maestros representantes das Filarmónicas, juntamente com Jan Cober visitaram a Holanda.

Para além de ouvir a orquestra a entoar alguns temas, visitaram a fábrica de instrumentos , com a possibilidade de aprender sempre algo no que toca a esta área musical.

Assim desta forma este projeto foi elaborado em várias vertentes da cultura, sendo a primeira a parte da música.

Foto:JL

Comandante Distrital da GNR visitou Misericórdia de Mangualde

A Misericórdia de Mangualde recebeu nesta quarta-feira, a visita do Comandante Distrital da Guarda Nacional Republica, Coronel Vitor Manuel Guerra Rodrigues e do comandante do Destacamento de Mangualde, Capitão Hugo de Albuquerque Neves Campos.
A visita teve início com a receção do Coronel Vitor Rodrigues pelo provedor, José Tomás, a que seguiu uma reunião de trabalho com a Diretora Geral e as diretoras técnicas das valências da Misericórdia.
Após a reunião, o provedor conduziu as entidades numa visita guiada às instalações, onde assinou o livro de visitas e que culminou com o almoço no refeitório de utentes do Lar Nossa Senhora do Amparo.

Por:SCMM

João Azevedo reeleito Presidente do Conselho da Região

João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, foi reeleito Presidente do Conselho da Região, nesta quarta-feira. A reunião aconteceu no período da  manhã, no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), e contou com a presença do Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, bem como do Secretário de Estado para o Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza.

O autarca mangualdense agradeceu a confiança novamente depositada em si pelos seus pares e demais conselheiros, enaltecendo também “a amizade e lealdade institucional” de Ana Abrunhosa, Presidente da CCDRC. Fez, ainda, um “balanço muito positivo” do passado, frisando “com agrado que a CCDRC utiliza este órgão político de Governação Regional para apresentar projetos estruturantes para a região”, dando os exemplos do projeto regional do Vinho, do Queijo DOP, da Floresta, entre outros. “Nesse contexto agiu com transparência, ouviu elogios, críticas, mas envolveu os atores da Região”, acrescentou.

Além da eleição dos membros do Conselho Regional e do Conselho Económico-Social (CES), nesta primeira reunião pós-autárquicas foi ainda apresentada a Estratégia Nacional Portugal 2030.

JOÃO AZEVEDO LANÇA DESAFIOS AO CONSELHO REGIONAL

Em relação ao futuro, João Azevedo lançou cinco desafios ao Conselho Regional, salientando o “papel relevante” do Ministro do Planeamento e Infraestruturas e do Secretário de Estado presentes. Desde logo a aposta nas empresas, apontando o desequilíbrio da dinâmica empresarial que afeta a região. Os fundos europeus devem, segundo o Presidente reeleito, ser utilizados “de forma mais adequada à situação específica dos territórios, das suas pessoas e dos seus recursos”.

Um segundo desafio prende-se com as verbas disponíveis para a Educação no Programa Operacional Regional, “escassas face às necessidades da região”.  Em terceiro lugar, defende a necessidade de aumentar as verbas destinadas aos centros urbanos de menor dimensão e sua regeneração urbana.

Um outro apelo de João Azevedo relaciona-se com a necessidade de “participação com autonomia” de autarquias, universidades, empresas e demais parceiros, numa recusa a “Programas Operacionais Regionais feitos à mesma medida”.

Por fim, salientou “os investimentos estruturantes que são prioridade para a região Centro e em relação aos quais há unanimidade”. É o caso do IP 3, do IC 12, do IC 6 e da Linha da Beira Alta, que já está em fase de obra.

Em suma, João Azevedo apela à descentralização, à aproximação das políticas e das soluções às pessoas e aos seus problemas. Reivindica, também, autonomia para que os municípios da região Centro possam resolver os problemas de forma integrada, não negando responsabilidades acrescidas, mas defendendo que tal permitiria trabalhar em prol da melhoria das condições de vida das populações.

CONSELHO DA REGIÃO E CONSELHO ECONÓMICO-SOCIAL:
MEMBROS ELEITOS

Na lista apresentada por João Azevedo, constam os nomes de Fernando Caçoilo (Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo) e Nuno Moita (Presidente da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova) para as Vice-Presidências. Os lugares de vogal serão ocupados pelos autarcas Raul Castro (Leiria), Diogo Mateus (Pombal), Paulo Langrouva (Figueira de Castelo Rodrigo) e Rui Ladeira (Vouzela).

Quanto aos representantes no Conselho Económico-Social (CES), também eleitos nesta primeira reunião pós-autárquicas, os eleitos foram Luís Correia (Castelo Branco), Luís Matias (Penela), Rui Marqueiro (Mealhada) e Fernando Jorge (Vouzela).

Para João Azevedo, esta lista resulta de um consenso regional. O seu principal objetivo para o futuro passa por “exigir a afirmação necessária da região, uma região com todas as condições para ser a melhor em todos os índices de atratividade económica e de qualidade de vida”.

Por:MM

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar