Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Mister Reboques

Tag Archives: Mister Reboques

António Henriques (Mister Reboques/Lucrofusão) entrou a vencer em Valongo

Prova molhada prova abençoada

 Valongo tem todas as condições para receber as melhores provas de desportos outdoor e não é por isso de surpreender que, ano após ano, seja o concelho escolhido para o arranque do Campeonato Portugal de Trial 4×4 (CPT4x4).

Numa pista cada vez mais natural as equipas desbravaram terreno na luta pela vitória. Este ano com a resistência a ser encurtada para 2 horas e 30 minutos levou a melhor António Henriques (Mister Reboques/Lucrofusão). Em 2020 o piloto de Mangualde é acompanhado por Miguel Costa e corre na categoria Super Proto. Nesta primeira prova ganhou à classe e também em termos Absolutos.

António Silva (Canelas Pneus) voltou às vitórias depois de um 2019 afastado dos primeiros lugares do pódio. Em Valongo completou 7 voltas ao circuito e assegurou o primeiro lugar da classe Proto.

Carlos Gomes (Team Rafael & Gomes), campeão de 2019, começou a temporada de 2020 em grande. Ganhou a classe Extreme e, com 17 voltas ao circuito, foi o piloto que deu mais voltas ao circuito de Valongo.

Na classe Promoção Tiago Costa (SuperPrint) foi o vencedor. Depois de no ano passado ter experimentado a classe FUN, em 2020 aventurou-se em voos mais altos e completou 8 voltas ao circuito.

 

Classe Absoluto

1.º António Henriques – Proto XS5 – 12 voltas

2.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet LS3 – 12 voltas

3.º Rui Rocha – Toyota Land Cruiser Bj 40 – 11 voltas

 

Classe Super Proto

1.º António Henriques – Proto XS5 – 12 voltas

2.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet LS3 – 12 voltas

3.º Rui Rocha – Toyota Land Cruiser Bj 40 – 11 voltas

 

Classe Proto

1.º António Silva – Proto XS5 – 7 voltas

2.º Luís Bacelo – Nissan Patrol – 3 voltas

3.º Rui Faria – Nissan Proto – 3 voltas

 

Classe Extreme

1.º Carlos Gomes – Nissan Proto – 17 voltas

2.º Bruno Bastos – Nissan Patrol Y 60 – 15 voltas

 

Classe Promoção

1.º Tiago Costa – Nissan Patrol 260 – 8 voltas

2.º Pedro Pereira – Nissan Patrol y60 – 3 voltas

3.º Rui Nunes – Nissan Y61 – 2 voltas

Foto: CPT 4X4

 

 

 

CPT4x4-João Fernandes(Joviteam) campeão na Promoção

Cláudio Ferreira faz história em Paredes

A grande final teve lugar em Paredes como acontece desde que existe Campeonato nacional, depois do Parque da Cidade, de Rebordosa e de Gandra, em 2018 a caravana do CPT4x4 assentou arraiais em Vandoma e em 2019 repetiu o local.

Uma pista 100% natural que fez as delícias do público e das equipas.
No final das 3 horas de resistência desta 6.ª e derradeira etapa levou a melhor Cláudio
Ferreira (Auto Higino) que faz história e se sagra o primeira bicampeão nacional absoluto de trial 4×4.
Foi um ano desafiante para Cláudio Ferreira, cheio de altos e baixos.

Arrancou a época com uma vitória, fez péssimos resultados em Mação e Famalicão, trocou de navegador a meio da competição, mas nunca baixou os braços. Ao título absoluto soma ainda o título de tricampeão da Classe Super Proto.

Rui Rocha (Team Rj69) conseguiu alcançar o objetivo pelo qual tanto lutou: ser campeão
nacional. Chegou a Paredes em desvantagem, a 12 pontos de Marcelo Lopes (Team Lucrofusão),
mas depois de 3 horas muito duras de resistência conquistou a vitória que lhe valeu o título de
campeão da classe Proto.
Carlos e Rafael Gomes entraram em pista para confirmar o título logo no ano de estreia. A
matemática já lhes era favorável, mas a ausência do principal concorrente garantia a festa da dupla.
O campeão da Promoção, João Fernandes (Jovi Team), com o título já assegurado, resolveu
experimentar a classe Extreme em Paredes e foi muito bem sucedido. Completou 14 voltas ao
circuito, mais 5 do que segundo e terceiro classificados.
Destaque ainda para as vitórias de Carlos Martins e João Pinto (Reciclopeças Team) na
classe UTV/Buggy, César Carneiro e Paulo Silva (Team Sequeiros) em Promoção e Nuno Urbano e
José Luís Rosário (Urbano & Urbano) em Fun.
Os campeões nacionais de trial 4×4 têm presença garantida na Gala dos Campeões da FPAK
– Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

Classe Absoluto
1.o Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 10 voltas
2.o Laurindo Mendonça – Jimny Proto Crawler – 9 voltas
3.o Sérgio Ferreira – Jimmy’s 4×4 48PC2 – 8 voltas
Classe Super Proto
1.o Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 10 voltas
2.o Laurindo Mendonça – Jimny Proto Crawler – 9 voltas
3.o Sérgio Ferreira – Jimmy’s 4×4 48PC2 – 8 voltas
Classe Proto
1.o Rui Rocha – Toyota Land Cruiser BJ40 – 7 voltas
2.o António Henriques – Proto XS5 – 7 voltas
3.o Luís Bacelo – Nissan Patrol – 5 voltas
Classe Extreme
1.o João Fernandes – Nissan Patrol GR (Y60A) – 14 voltas
2.o Bruno Bastos – Nissan Patrol Y 60 – 9 voltas
3.o Carlos Gomes – Nissan Proto – 9 voltas
Classe Promoção
1.o César Carneiro – Suzuki Samurai – 7 voltas
Classe UTV/Buggy
1.o Carlos Martins – Bombardier Can-Am Maverick – 9 voltas
Classe Fun
1.o Nuno Urbano – Nissan Patrol Y60 – 8 voltas
2.o Pedro Pereira – Nissan patrol – 1 volta

foto:FPAK

CP Trial 4×4 -Marcelo Lopes e João Fernandes vão brilhando

Foram muitos meses à espera desta vitória e tinha de ser em Bragança. Em 2018 Luís Bacelo (Oficina Bacelo) tinha vencido a classe Proto e em 2019 o piloto juntou à vitória na classe o triunfo em termos Absolutos. O prólogo nem lhe correu de feição, mas logo no início da prova passou para a liderança e não voltou a largar o lugar. Terminou com as mesmas voltas das restantes equipas do pódio, mas foi mais rápido. Depois de 4 provas Rui Rocha segue na liderança em termos Absolutos com mais 7 pontos do que Marcelo Lopes (Team Lucrofusão).
E foi precisamente Marcelo Lopes a ficar na segunda posição da classe Proto. O jovem piloto teve uma prova agridoce: numa atitude de fair play ajudou uma equipa que capotou e acabou por perder tempo precioso na luta pela vitória.
Tal como em Famalicão, o pódio fica completo com António Henriques (Mister Reboques/Lucrofusão) que em Bragança furou 3 pneus e partiu uma jante. Terminou a resistência a 37segundos de Marcelo Lopes.
Depois de 4 provas Rui Rocha (Team Rj69) continua na frente com 2 pontos de vantagem sobre Marcelo Lopes.
O campeão voltou aos triunfos
Bragança é também de boas memórias para Cláudio Ferreira (Auto Higino). Depois de vários azares em Mação e Vila Nova de Famalicão, o campeão em título voltou a subir ao lugar mais alto do pódio da classe Super Proto.
Laurindo Mendonça (Sem Stress) chegou a esta etapa com um carro completamente modificado depois dos problemas na prova de Famalicão. Sem tempo de testar o Jimmy Proto Crawler teve problemas com o guincho e com as correias da ventoinha. Ainda assim deu 10 voltas ao circuito e conseguiu o 2.º lugar em Super Proto.
Sérgio Ferreira (Full Stress) achou que tinha de arriscar tudo numa pista dura como esta e começou a prova de rodas no ar. Tombou logo na primeira volta, mas conseguiu voltar à pista e terminar na 3ª posição.
Com os 25 pontos de Bragança Cláudio Ferreira aproximou-se de Sérgio Ferreira que continua na frente da classe Super Proto.

                                                                                Luta acesa em Extreme
Em Extreme, Nuno Matos (AutoBernardo Capticho Team) habituou-se ao sabor do ouro.Depois das 30 voltas ao circuito de Vila Nova de Famalicão, as 13 voltas à pista de Bragança deram-lhe mais uma vitória.
Carlos e Rafael Gomes (Team Rafael & Gomes) terminaram com as mesmas 13 voltas dos vencedores, mas gastaram mais 3 minutos e 45 segundos.
O bronze ficou com Bruno e João Bastos (Exigente TT) que começaram este CPT4x4 2019na classe de Promoção.
No somatório das 4 provas Carlos Gomes lidera com 8 pontos de vantagem.
                                                      João Fernandes já tem uma mão na taça
João Fernandes (Jovi Team) continua invencível. Em 4 etapas venceu 4 prólogos e 4 provas de resistência. Em Bragança a vitória voltou a ser muito tranquila: 9 voltas em 1hora 50 minutos e 22segundos
Destaque ainda para as vitórias de Marco Melo e Raúl Grilo (M.Transportes) na classe UTV/Buggy e de Pedro Pereira e Marcelo Melo (Clean TT) em FUN.

Paredes vai ser o palco onde Tufão Team vai ser campeão

O Campeonato Nacional de Trial 4×4 2018 está prestes a conhecer os seus novos campeões. No fim de semana de 13 e 14 de outubro disputa-se a 6.ª e última jornada que será, como de costume, no concelho de Paredes. Os homens do Clube TT Paredes Rota dos Móveis estão a preparar um mega evento que se prolonga para lá dos obstáculos de trial.

E à chegada à grande final, algumas equipas já garantiram matematicamente o título de campeões nacionais. Na Promoção, por exemplo, André Henriques e Rodrigo Sousa (Tufão Team) estão apenas obrigados a alinharem na grelha de partida de Paredes para poderem levantar a taça e fazer a festa. A mesma situação para Cláudio Ferreira (Auto Higino) que só precisa de alinhar na grelha de partida da última prova, em Paredes, para ser bicampeão da classe Super Proto.

Já a Luís Bacelo (Oficina Bacelo) não chega apenas alinhar na grelha de partida, mas também não precisa de uma vitória na classe Proto para se sagrar campeão. Luís Bacelo e Cláudio Ferreira são também os grandes candidatos à vitória em termos absolutos. Quem fizer o melhor resultado em Paredes sucede a Rui Querido e Ivo Mendes como os novos campeões nacionais de trial 4×4.

As inscrições para a derradeira etapa do CPT4x4 2018 já estão disponíveis através do site http://cntrial4x4.com

 

Tufão Team vence em Bragança e fica a um passo da vitória final

Tufão Team(André Henriques e Rodrigo Sousa) venceram neste domingo, na Classe de Promoção, no Campeonato de Portugal de Trial 4×4.

Em Bragança é aquele evento desportivo a que ninguém quer faltar. Prova disso é o recorde de equipas inscritas nesta etapa e os milhares de pessoas que enfrentaram as temperaturas escaldantes para ver de perto as melhores equipas nacionais. Acresce ainda o facto de o CPT4x4 se aproximar do final e os pontos de Bragança serem determinantes para encontrar os campeões.

Foi uma luta de paciência para Cláudio Ferreira (Auto Higino), mas no final das 3 horas de resistência valeu a pena. O piloto de Coruche alcançou a tão desejada vitória em termos Absolutos que teimava em lhe fugir, entrando assim na luta pelo título. Naturalmente venceu também a classe Super Proto e só precisa de alinhar na grelha de partida da última prova, em Paredes, para ser bicampeão da classe Super Proto.

Em 2018 a classe Extreme é, de longe, a mais competitiva e emocionante. Em Bragança a vantagem estava do lado da casa e António Calçada (NordHigiene Team) acabou mesmo por alcançar a vitória. E quando falta apenas uma prova para terminar o Campeonato está tudo por decidir. Quem vencer em Paredes é campeão da classe Extreme.

Luís Bacelo (Oficina Bacelo) conseguiu a segunda vitória na classe Proto em 2018 e talvez a mais importante da época. Sai de Bragança com uma vantagem que não lhe exige a vitória na última prova para se sagrar campeão.

Na Promoção André Henriques (Tufão Team) conseguiu a quarta vitória da temporada. A pista de Bragança levantou muitas dificuldades e furou alguns pneus, mas mesmo assim venceram com 1 volta de vantagem. Em teoria são já campeões da Classe Promoção, estando apenas obrigados a alinharem na grelha de partida de Paredes para poderem levantar a taça e fazer a festa.

A sexta e última prova da temporada está marcada para 14 de outubro, em Paredes.

Por:CPT4x4 foto: Fotolente

 

 

CPT 4×4-Bragança com prova mais participada

Tudo indica que a 5.ª etapa do Campeonato de Portugal de Trial 4×4 será a mais participada da temporada 2018, até ao momento. E se havia um tempo em que a competição parava nos meses mais quentes, já todos estão habituados a que o mês de agosto seja de prova em Bragança… e que prova.

No sábado a cidade presenteia os visitantes com um mega evento no centro da cidade. Milhares de pessoas preparam-se para “invadir” o Centro Histórico, naquela que promete ser a mais quente e longa noite do ano, com a “Festa Verão Bragança”. Música (4 palcos), animação de rua, fogo, malabarismo, iluminação cénica, personagens trajadas a rigor e dança, bem no coração de Bragança, onde até o comércio está de porta aberta durante a noite.

Já no domingo, a Associação TT Sem Limites desafia as equipas num circuito que tem sido dificultado a cada ano que passa. Em 2018 serão quase 30 as equipas em pista, vindas de vários pontos do país e até da vizinha Espanha. E num momento em que o CPT4x4 se aproxima do seu desfecho, a prova de Bragança pode ter muito a dizer nas contas finais do Campeonato. A vantagem está do lado de Luís Bacelo (Oficina Bacelo) que chega a Bragança na liderança em termos Absolutos e também da classe Proto.

Em Extreme Pedro Alves (MonsTTer/Cistus) está na frente da classificação com 89 pontos. António Silva é segundo e o brigantino António Calçada terceiro com 79 pontos.

Cláudio Ferreira chega a esta quinta etapa na liderança da classe Super Proto com 100 pontos, mas em Bragança vai contar com a oposição feroz de Flávio Gomes (TáBô Pacar Team 4×4) quer quer muito vencer em casa.

No dia 4 de agosto realizam-se as verificações técnicas e parque fechado na Praça Cavaleiro Ferreira, bem no centro da cidade de Bragança. No domingo, 5 de agosto há prólogo a partir das 10H e a resistência começa às 14H30. A pista é na aldeia de S.Pedro dos Sarracenos.

Por:CPT 4×4

 

 

 

 

João Fernandes procura novo triunfo em Ourém

Daqui a um mês a caravana do CNTrial 4×4 chegará pela primeira vez a Ourém. A sexta e penúltima prova do Campeonato Nacional de Trial 4×4 2017 será uma organização do Espite aventura, um grupo jovem mas muito dinâmico, que tem acompanhado de perto todas as provas da época e tem preparado com cuidado e dedicação a sua etapa.

            Depois de 5 provas, Rui Querido continua na frente da classificação geral da Absoluto, com mais 21 pontos do que o segundo classificado, Cláudio Ferreira. Bruno Fernandes é terceiro com 54 pontos.    Rui Querido segue na frente também na classe Proto…tem 86 pontos, Álvaro Alves é segundo com 72 e Bruno Fernandes terceiro com 69 pontos.

            Quando estão cumpridas 5 provas, Pedro Alves passou para a frente da classificação da Extreme com mais 3 pontos do que António Calçada e mais 6 do que António Silva.

            Cláudio Ferreira recuperou em Bragança a liderança da Super Proto. Saiu de Trás-os-Montes com 81 pontos.

            João Fernandes chega a Ourém líder isolado da classe de Promoção. Tem agora 10 pontos de vantagem sobre João Vicente.

            Daniel Duque chegou a Bragança na liderança da classe e saiu da cidade transmontana com ainda mais vantagem. Tem agora 94 pontos, mais 8 do que Domingos Diniz.

            A sexta e penúltima etapa do Campeonato Nacional de Trial 4×4 está então agendada para 23 e 24 de setembro, em Ourém.

            As inscrições já estão disponíveis no site oficial em www.cntrial4x4.com

Por:CNTrial4x4

 

CN Trial 4×4-Prova de Torres Vedras tem inscrições abertas

4x4-Nesta nova época a prova é uma organização conjunta dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras com o clube Trilhos do Norte.

A pista será no mesmo local dos anos anteriores, Sarge, mas os obstáculos vão sofrer alterações.

À chegada a Torres Vedras é um piloto da terra que lidera a classificação geral: Rui Querido. O piloto torrense é também o líder da classe Proto. António Calçada segue na frente da classe Extreme,com 4 pontos de vantagem sobre Pedro Alves.

Na classe Proto Cláudio Ferreira lidera com 3 pontos de vantagem sobre Luís Jorge.

O campeão nacional de Promoção, João Fernandes, chega a Torres Vedras na liderança da classe com 3 pontos de vantagem sobre Paulo Cameirão. Na classe UTV/Buggy o líder, depois de uma prova, é Luís Carneiro.

Em Torres Vedras estarão ainda em pista viaturas de Turismo de Serie, com ou sem modificações, que deverão respeitar as normas impostas pelo Regulamento Técnico do CNTrial4x4da classe promoção.

A medida máxima permitida dos pneumáticos será até 37” (trinta e sete polegadas) inclusive, a competir na prova “Lumias 4×4”.A etapa de Torres Vedras é no fim de semana de 8 e 9 de abril.

As inscrições já arrancaram em www.cntrial4x4.com

Por:CN Trial 4×4

Valongo marca o arranque do Nacional de Trial 4×4 4×4

4x4Está quase tudo pronto, junto ao Ecocentro de Valongo, para receber a jornada inaugural do Campeonato Nacional de Trial 4×4 2017. A pista é no mesmo local dos anos anteriores, mas vai sofrer alterações profundas. Em relação ao circuito do ano passado, o Clube Trilhos do Norte vai aproveitar apenas 4 obstáculos e está a construir 5 novos. O espaço que no ano anterior foi utilizado como boxes será este ano parque de estacionamento. Se optar por levar carro até junto da pista, a organização disponibiliza 2.000 lugares gratuitos.

Não só ao nível do estacionamento, mas sobretudo da segurança, o público é a principal preocupação do clube organizador. Todos os acessos, pontos de espetáculo e travessias estão a ser pensadas ao pormenor para que o público que no próximo dia 12 de março queira assistir ao arranque do campeonato, o possa fazer em segurança.

Em 2016, milhares de pessoas que esta primeira etapa ganha, a cada época.

A organização garante também a atribuição de prémios extra campeonato. Ao primeiro classificado de cada classe (Extreme; Proto ; Super Proto; Promoção e UTV/Buggy) será oferecida a inscrição na segunda jornada, em Torres Vedras, a 9 de abril.

À semelhança de 2016 as Classes Extreme, Proto e Super Proto vão discutir o título Absoluto que coroa, digamos assim, o campeão dos campeões. António Henriques foi o vencedor da época passada, mas a concorrência vai ser ainda mais apertada nesta nova época, com as equipas a investir cada vez mais forte na preparação dos carros. Em Valongo estarão ainda em pista viaturas de Turismo de Serie, com ou sem modificações, que deverão respeitar as normas impostas pelo Regulamento Técnico do CNTrial4x4 da classe promoção. A medida máxima permitida dos pneumáticos será até 37” (trinta e sete polegadas) inclusive, a competir na prova “Memorial José Costa”.

Esta primeira prova é uma organização a cargo do Clube Todo-o-Terreno Trilhos do Norte, soba égide da Federação Portuguesa de Todo-o-Terreno Turístico Trial e Navegação 4×4 com o forte apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Valongo. As inscrições para a primeira etapa, que se realiza no fim de semana de 11 e 12 de março, em Valongo, já estão abertas.

Programa Oficial

SABADO – 11/03/2016 15h00 / 19h30 – Secretariado, verificações técnicas e administrativas (C.M. Valongo) 15h00 / 19h30 – Parque fechado (Rua Emídio Navarro)

20h30 – Prova em circuito fechado SPARTANS & MACHINES SERIES 20h30 – Briefing c/ os pilotos (Auditório Municipal de Valongo)

DOMINGO – 12/03/2017 08h30 / 09h00 – Abertura parque fechado

09h00 – Deslocação até local da prova

10h00 – 12h00 – Prólogo para qualificações pré-grelha 12h15 – Publicação de tempos 13h00 / 14h00 – Pausa para almoço 13h30 / 14h00 – Entrada em Parque Fechado / Grelha de Partida

14h15 – Neutralização/Briefing

14h30 / 17h30 – Inicio prova Resistência Campeonato Nacional Trial 4×4 (3 horas)

15h30 / 17h30 – Inicio prova de Resistência) Classe da Promoção e TT UTV/Buggy (2 horas)

17h45 – Divulgação/Publicação das classificações Oficiais Provisórias

18h15 – Divulgação/Publicação das classificações Finais Oficiosas

18h20 – Cerimónia da entrega de prémios

Campeonato Nacional de Trial 4×4 e de Navegação 4×4 apresentados

4x4Em 2016 pelo menos 37 % da população portuguesa esteve exposta às notícias sobre o Campeonato Nacional de Trial 4×4 através da televisão, imprensa, online e rádio. Tem sido um crescimento gradual da competição, que para esta nova época quer manter a rota de crescimento.

No que diz respeito ao espaço editorial a maior frequência de informação resultou dos meios online, aqui com o grande contributo das plataformas dedicadas ao desporto automóvel… mas especialmente da Bola Online que tem sido fundamental para levar o Campeonato nacional de trial4x4 a um público mais generalista. A televisão contribuiu com 15% da informação, com a RTP2 a emitir o Programa Magazine Trial 4×4, a SportTv a incluir as reportagens do campeonato no programa Grelha de Partida e a “Bola TV” a incluir conteúdos no Magazine TT, mas também no programa Debate.

Já no caso da imprensa, onde se registou 14% da informação é de realçar o contributo da revista oficial do Campeonato Nacional de Trial 4×4, mas também da revista Auto Foco.

Na conclusão de um estudo desenvolvido pela Cision “estes resultados refletem um contacto mais vasto e que permitem um maior reforço dos índices de notoriedade do campeonato”. Sentimos de facto que o campeonato, mas sobretudo a modalidade está em crescimento e isso é o resultado de um trabalho de cooperação entre todos: federação, clubes organizadores, equipas, comissários e autarquias.

Na apresentação oficial da época 2017, no Museu Municipal de Valongo, foram lançadas algumas novidades da nova época e apresentado o calendário desportivo. Há 5 provas que transitam da época passada (Valongo, Torres Vedras, Mação, Bragança e Paredes) e a estreia de duas localidades (Gondomar e Ourém).

Além do Campeonato Nacional de Trial 4×4, 2017 será também marcado pelo regresso do Campeonato Nacional de Navegação 4×4, também a cargo do Clube Todo-o-Terreno Trilhos do Norte em parceria com os clubes associados e, sob a égide da Federação Portuguesa de Todo Terreno Turístico Trial e Navegação 4×4. A ideia da organização é recuperar o campeonato de navegação 4×4,mas dar-lhe uma nova roupagem, tornando-o mais atrativo para os participantes, mas também para os meios de comunicação social e para o público. Para esta época de 2017 o clube Poyares Rotações e o Natur Jipe foram os primeiros clubes a aceitar o desafio de organizar uma prova. A organização está ainda a planear uma terceira prova, ao que tudo indica para outubro, mas ainda sem local definido.

Calendário desportivo para 2017:

11 fevereiro: Formação trial 4×4: Comissários e diretores de prova – Mação

18 fevereiro – Formação trial 4×4: Comissários e diretores de prova – Paredes

12 março: CNTrial 4×4 Valongo – Clube Trilhos do Norte/CM Valongo

18 março: Formação navegação 4×4: Piotos, navegadores e comissários – Paredes

9 abril: CNTrial 4×4 Torres Vedras – Clube Trilhos do Norte/Bombeiros Voluntários de Torres Vedras

30 abril: CNTrial 4×4 Mação – Mac TT – Clube TT de Mação

6 maio: CNNavegação 4×4 V.N.Poiares – PoyaresRotações

4 junho: CNTrial 4×4 Gondomar – Clube Trilhos do Norte/Bombeiros Voluntários de Gondomar

6 agosto: CNTrial 4×4 Bragança – Associação TT Sem Limites

24 setembro: CNTrial 4×4 CNTrial 4×4 Ourém – Clube Eespite Aventura

15 outubro: CNTrial 4×4 Paredes – Clube TT Paredes Rota dos Móveis

21 outubro: CNNavegação 4×4 (local a designar)

4 novembro: CNNavegação 4×4 Fafe – Natur Jipe

18 novembro: Entrega de prémios – Porto

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar