Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Município da Guarda

Tag Archives: Município da Guarda

Município da Guarda encerra Equipamentos Municipais

Com o País em confinamento e de acordo com o estabelecido no Decreto do Estado de Emergência, o Município da Guarda encerra ao público, os seguintes equipamentos: Teatro Municipal da Guarda; Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço; Museu Regional da Guarda; Museu dos Meios; Torre dos Ferreiros; Piscinas Municipais; Estádio Municipal; Pavilhão de S. Miguel; Pavilhão Gimnodesportivo INATEL e Campo do Zambito.
Devido à incerteza da evolução pandémica durante as próximas semanas, não é ainda possível prever a futura reabertura ao público destes equipamentos.

TMG suspende programação até final de janeiro

Em comunicado o TMG, refere:Dando cumprimento às orientações para o combate à COVID-19 emanadas pelo renovado Estado de Emergência, o Município da Guarda vai suspender a restante programação do Teatro Municipal da Guarda (TMG) prevista a partir de 15 de janeiro e até ao final deste mês.

Solicita-se a quem comprou bilhete para os espetáculos agendados nesse período que contacte a bilheteira para que se efetue o respetivo reembolso. Devido à incerteza da evolução pandémica durante as próximas semanas, não é ainda possível prever a futura reabertura do TMG com programação regular.

“Escola Virtual” para agrupamentos do concelho é um investimento do Município da Guarda

1316 alunos abrangidos pela Escola Virtual

Nesta fase de pandemia, o Município da Guarda entrega esta semana aos agrupamentos de Escolas da Sé e Afonso de Albuquerque licenças de utilização da Plataforma online “Escola Virtual”, num investimento que corresponde a 16 500 euros. A medida irá abranger 1316 alunos e professores do 1.º Ciclo do Ensino Básico do concelho da Guarda, do 1º ao 4º ano, e terá um prazo de utilização de um ano letivo, podendo ser extensível.

Recorde-se que a Câmara da Guarda já tinha também colocado à disposição dos alunos dos escalões A e B da Ação Social Escolar, em maio do ano passado, 200 computadores para reforçar a capacidade das escolas do concelho no ensino à distância.

A Escola Virtual é uma plataforma de e-learning colaborativa, onde o corpo docente é responsável pela transmissão do conhecimento e acompanhamento da aprendizagem dos alunos com recursos e ferramentas de apoio ao estudo e aprendizagem. A plataforma fornece ferramentas para planeamento de aulas, como testes interativos, relatórios de desempenho dos alunos, criação de turmas/grupos personalizados e sugestão de conteúdos.

Guarda- Vereadores do PS da Câmara reagem às medidas de emergência em comunicado

Em comunicado, os vereadores na Câmara da Guarda reagem sobre as medidas apresentadas pela autarquia guardense, referindo assim:

“As medidas de emergência apresentadas pela Autarquia em edital n.o 1/2021 de 4 de Janeiro de 2021, para fazer face ao impacto negativo da pandemia na vida das famílias e instituições do Concelho da Guarda, são uma “mão cheia de nada”;
Estas medidas são à imagem e semelhança da governação deste executivo do PSD ao longo dos dois últimos mandatos, “é pouco ou nada na Salvaguarda dos interesses dos cidadãos da Guarda”. Os cidadãos das aldeias e da cidade estão entregues aos programas nacionais que o governo do PS desenvolve e operacionaliza;
De salvaguarda só se salvam, “Os vereadores do PSD”, porque as pessoas, os
empresários, os trabalhadores da autarquia estão entregues à sua sorte, a economia local
está à deriva e o Presidente preocupado com os ataques da Concelhia do PSD, a fim de
tentar ganhar a nomeação da candidatura às eleições autárquicas;
Quando são apresentadas medidas extraordinárias para mitigar os impactos sociais e
económicos decorrentes da pandemia que visam a proteção dos postos de trabalho, com
medidas de um mês !!!, reduções de 30% e/ou isenções das tarifas de água, saneamento
e RSU, e outras irrelevantes ao nível financeiro demonstram a incapacidade política do
atual executivo;
Estas medidas extraordinárias são avulsas, e sem a participação das forças vivas da
cidade, como instituições, associações, coletividades e outras, só podem ser medidas
inócuas para a pessoas e para a economia;
A importância das medidas de emergência apresentadas pelo atual executivo, através de
edital, para o mês de dezembro e sem qualquer valor quantitativo, explica falta de
compreensão do atual estado da economia local, das dificuldades das famílias e dos
empresários;
O que a economia da Guarda precisa é de um programa completo para o ano de 2021,
com medidas concretas e com um financiamento definido e robusto para apoiar IPSS’s e
apoio a idosos, Associações de Bombeiros, apoio universal aos Cidadãos, gestão do
Espaço Público, gestão de concessões, licenças e eventos CMG, apoio a empresas,
apoio a Cidadãos e Famílias carenciadas, apoio a Associações, apoio à Cultura,
promoção e marketing territorial do Município e apoio à tesouraria das Empresas
fornecedoras da CMG.

A grande maioria dos municípios portugueses estão a lançar programas de apoio anual,
para mitigar efetivamente a recessão económica, canalizando as verbas nos orçamentos
adstrito, de iniciativas não realizáveis no atual contexto de pandemia, para a proteção: do
emprego; da economia local; das famílias; do comércio; das empresas; das instituições
sociais; e freguesias;
Este executivo do PSD denota desgaste e inaptidão politica para interpretar os sinais,
derivados desta pandemia, e das consequências vindouras e curto e médio prazo.
Assim, o atual executivo está esgotado, sem estratégia e sem visão encontrando-se em
fim de ciclo político.
O PS propõe que seja concebido um programa de ação de apoio à economia, com a
participação das forças vivas da sociedade Guardense e com uma verba na ordem dos 2
milhões de euros para amenizar as dificuldades inerente ao atual estado de pandemia em
que se encontra o mundo.
As medidas apresentadas a título de exemplo (falar de improviso a título de exemplo e com a participação de toda
a sociedade civil, as medidas aqui descritas são globais necessitando depois de ações diretas.
1. Apoio ao consumo no Comércio Local dirigido a Todos -150.000€;
2. Apoio ao consumo no Comércio Local dirigido a Cidadãos Carenciados – 85.000€;
3. Disponibilização de Espaço Publicitário ao Comércio Local – 60.000€;
4. Apoios diretos à Atividade e ao Sector Cultural (programa “Cultura em Tempos de pandemia) – 100.000€;
5. Isenção total de pagamento de taxas de publicidade e ocupação do espaço público;
6. Apoio à promoção dos produtos endógenos – 20.000€;

7. Apoio à atividade dos Táxis com compra de espaço de publicidade – 5.000,00€;
8. Financiamento excecional dos Transportes Públicos – Isenção total do pagamento;
9. Apoios extraordinários a Associações, IPSS, Bombeiros e Juntas de Freguesia – € 250.000,00;
10. Ações de apoio excecional à Comunidade Educativa € 100.000,00;
11. Programa de Ocupação de Tempos Livres para Jovens e Adultos, €50.000,00;
12. Novas ações de Promoção e Marketing Territorial de Guarda, €50.000,00;
13. Apoios sociais a famílias carenciadas, € 200.000,00.

TMG apresenta concerto de Jorge Palma e ópera O Barbeiro de Sevilha em janeiro

Com a programação ainda condicionada pela pandemia, o Município da Guarda anunciou a Agenda do Teatro Municipal da Guarda (TMG) para janeiro de 2021. Devido às restrições, o TMG passa a divulgar a agenda de atividades mensalmente, adaptada às circunstâncias COVID 19.

Como destaque no primeiro mês do ano: o Concerto Solidário de Jorge Palma, no dia 8, e o regresso da ópera aos palcos do TMG com “O Barbeiro de Sevilha” de Giaccomo Rossini a 30 de janeiro. O Concerto de Jorge Palma está integrado numa campanha solidária da Missão Continente denominada “Todos Por Todos” e as receitas e alimentos revertem para a União Audiovisual, uma entidade que surgiu durante a pandemia para apoiar os trabalhadores da cultura que perderam o emprego. A campanha envolve 11 salas de espetáculos de todo o país, onde se integra o TMG.
O regresso da ópera ao TMG será com a Operarte – Companhia de Ópera de Portugueses que traz ao palco do Grande Auditório uma das óperas mais famosas de todos os tempos.  A história do barbeiro Figaro numa Sevilha a fervilhar de atividade.

Destaque ainda para dois espetáculos no âmbito da atividade Famílias ao Teatro, iniciativa que convida o público das famílias para matinés ao sábado no TMG, para ver teatro: Car12 – A Grande Viagem pelo ACERT a 9 de janeiro às 16h30; e o novo circo de “This is me” da Companhia Chapitô a 23 de janeiro, também às 16h30.

Na música, há ainda mais dois destaques nesta primeira agenda do ano: o concerto do cantautor Samuel Úria, proveniente do punk e rock ‘n’ rol, e que traz o seu mais recente trabalho, “Canções do pós-guerra” a 14 de janeiro e ainda o guardense João Amaro no dia 15. João Amaro é guitarrista clássico e traz ao TMG um reportório com peças de compositores como Leo Brouwer, Bach, Tom Jobim ou Carlos Paredes.

Na Galeria de arte do TMG vai estar patente entre 22 de janeiro e 13 de março a exposição de fotografia “O Tempo das Mulheres” de Alfredo Cunha, numa iniciativa do Centro de Estudos Ibéricos. Trata-se de uma das atividades repostas do TMG, ainda no âmbito de cancelamentos derivado à pandemia.

De referir ainda que em janeiro serão mantidos os horários dos espetáculos para as 19h00 durante os dias de semana e às 18h00 nos feriados e fins-de-semana.

 

Toda a programação aqui:
http://conteudos.mun-guarda.pt/conteudos/PublishingImages/Noticias/folheto_agenda_TMG_jan_2021_final.pdf

Município da Guarda parceiro na Campanha de Segurança Rodoviária “Avance para 2021 com toda a segurança”

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) lançou, a Campanha de Segurança Rodoviária “Avance para 2021 com toda a segurança” que irá decorrer até 5 de janeiro.
O Município da Guarda é parceiro na divulgação desta campanha, que tem como objetivo fazer uma retrospetiva ao ano 2020, através da animação de vários sinais de trânsito, relembrando os constrangimentos vivenciados neste ano e desejando que 2021 seja um ano mais seguro, a todos os níveis.

Guarda lança comunicado à população sobre Feriado Municipal

Face ao Decreto n.º 9/2020 de 21 de novembro veio regulamentar a aplicação do estado de emergência decretado pelo Presidente da República;

Este Decreto prevê disposições especiais aplicáveis aos Concelhos de Risco Muito Elevado a Extremo;

A Guarda faz parte da Lista de Concelhos de Risco Muito Elevado, conforme consta do Anexo I do supracitado Decreto;

No dia 27 de novembro celebra-se a atribuição do Foral do Rei D. Sancho I que elevou a Guarda a Cidade, pelo que está instituído, para esse dia, Feriado Municipal.

Apesar de se celebrarem os 821 anos de elevação a cidade, são aplicáveis no Município da Guarda, no dia 27, Feriado Municipal, em virtude do diploma enunciado, regras restritivas especificas comuns aos fins de semana, entre elas e a saber:

  1. a)Proibição de circulação na via pública

 No período compreendido entre as 13:00 h e as 05:00 h, os cidadãos só podem circular em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas para as situações elencadas no Decreto referenciado.

  1. b)Dever geral de recolhimento domiciliário

No período compreendido entre as 05:00 h e as 13:00 h, os cidadãos devem abster-se de circular em espaços e vias públicas, bem como em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, e permanecer no respetivo domicílio, exceto para deslocações autorizadas.

  1. c)Suspensão das atividades de comércio a retalho e de prestação de serviços

Fora do período compreendido entre as 08:00 h e as 13:00 h, são suspensas as atividades em estabelecimentos de comércio a retalho e de prestação de serviços, com exceção das previstas no Decreto em apreço.

Todas as regras, exceções e disposições especificas aplicáveis devem ser consultadas no Decreto n.º 9/2020, publicado no Diário da República n.º 227-A/2020, Série I de 2020-11-21.

Município da Guarda deu início à limpeza em casas devolutas da Praça Velha

Prepara-se o projeto de requalificação

O Município da Guarda iniciou há poucos dias com a limpeza das três casas degradadas adquiridas em setembro de 2019 pela autarquia, na Praça Luís de Camões (Praça Velha), situadas no coração e sala de visitas da cidade mais alta. Devido ao desabamento da cobertura dos imóveis, quer para o seu interior, quer para a via pública, tornou-se urgente a implementação de algumas medidas de intervenção, uma vez que os imóveis estavam em ruína eminente. A autarquia quer assim assegurar a segurança de transeuntes e dos edifícios vizinhos.

As limpezas englobam a remoção do entulho, vegetação e material do interior dos edifícios que vão do nº 36 ao nº 41, contíguos aos antigos Paços do Concelho, atual sede da Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela. As casas em questão ocupam uma área de 310 metros quadrados, sendo a área de construção de 380 metros quadrados. A autarquia está já a trabalhar no projeto de requalificação daquele espaço que irá ter a apreciação técnica da Direção Regional de Cultura do Centro. Com esta requalificação, a principal praça da cidade ficará de cara lavada e pronta para receber novos serviços públicos e privados. É que o Município da Guarda planeia concessionar o piso térreo (rés-do-chão) à iniciativa privada e aí instalar o Solar dos Sabores e ainda o Centro de Interpretação da Cultura Judaica e um espaço museológico. A Câmara da Guarda espera com esta iniciativa dar o exemplo aos privados e aumentar o poder atrativo daquela zona histórica da cidade da Guarda, contribuindo para a dinamização da economia local.

Habitar a Obra de Helena Almeida foi inaugurada no Museu da Guarda

Habitar a Obra de Helena Almeida é a nova exposição no Museu da Guarda.

A exposição teve cerimónia de inauguração simbólica, devido à situação pandémica atual, contou com a presença do vice-presidente, Victor Amaral  e da vereadora Cecília Amaro, e demais convidados.

Assim vai estar patente até dia 24 de janeiro de 2021, no Museu da Guarda, resultante de um protocolo estabelecido entre a Fundação de Serralves e o Município da Guarda, a exposição Habitar a Obra [obras da Coleção de Serralves] de Helena Almeida. Consagrada internacionalmente pelo seu percurso singular, Helena Almeida (Lisboa, 1934-2018) usa o seu corpo como extensão do desenho, da pintura e da fotografia.
A presente mostra enquadra-se no programa de exposições e apresentação de obras da Coleção de Serralves, especificamente selecionadas para os locais de exposição com o objetivo de tornar o acervo acessível a públicos diversificados e de todas as regiões do país

Campanha para Esterilização de cães e gatos na Guarda

Foi assinado um protocolo entre a Câmara da Guarda com quatro Clínicas Veterinárias da Guarda com o objetivo de formalizar a parceria que permitirá o apoio financeiro da autarquia à Esterilização de Animais de Companhia. Este apoio, contemplado numa campanha que se realizará até 29 de novembro de 2020, destina-se à esterilização de cães e gatos, e aplica-se à população residente no concelho da Guarda, até ao montante de 15 mil euros. Este protocolo foi assinado com as clinicas veterinárias do concelho: VETMED – Clínica Veterinária da Guarda, Animalvet – Hospital Veterinário, Centro Veterinário maisVida – Guarda e 6F’s – Consultório Veterinário.

Com esta intervenção procura-se promover a melhoria do bem- estar e saúde de animais de companhia e evitar algumas situações de sobrepopulação, pois tem-se verificado alguns comportamentos sociais de abandono de animais, sobretudo de crias jovens, em contentores do lixo na cidade e lançados, principalmente ao fim-de-semana, através da vedação nas instalações do CRO Guarda (Canil Municipal) tratando-se de animais com dono sobretudo ninhadas indesejáveis com risco elevado e eventuais prejuízos para a saúde publica, procurando desta forma reduzir o numero de cães e gatos abandonados/errantes.

foto:MG