Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: pinhel

Tag Archives: pinhel

Pinhel acolhe Nacional de Drift em 2019

Já vai sendo hábito, no final de agosto, a Cidade Falcão ser a Capital do Drift, face a isso, em 2019 vai acontecer nova prova a contar para o Campeonato de Portugal de Drift, nos dias 24 e 25 de agosto.

Esta é uma prova organizada pelo Clube Escape Livre, em parceria com o Município de Pinhel, da responsabilidade da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

 

Mercado da Agricultura Familiar em Pinhel

Vai realizar -se na Cidade Falcão, o Mercado da Agricultura Familiar, numa iniciativa do Município de Pinhel.

A finalidade deste evento é dinamizar e fomentar a agricultura tradicional familiar, promover o escoamento dos produtos agrícolas, assim como oferecer aos consumidores produtos endógenos de qualidade

Para todos que têm produtos agrícolas em excesso (hortícolas, frutícolas, leguminosas, frutos secos, etc.) ou outros produtos de confeção tradicional,  participe no Mercado da Agricultura Familiar, no terceiro domingo de cada mês, entre as 10.00h e as 13.00h, na Praça Sacadura Cabral, em Pinhel.

Para mais informações, contacte o Gabinete de Apoio ao Agricultor do Município de Pinhel – 961 016 961 / gabinete.agricultor@cm-pinhel.pt.

Por:MP

Uma centena de pessoas no Raid TT Vinhos Beira Interior

Pinhel foi o concelho escolhido para celebrar, com vinhos, mais um ano de aventura e divulgação da região da Guarda e das suas potencialidades. O 2º Raid TT Vinhos Beira Interior, organizado pelo Município de Pinhel com o Clube Escape Livre, decorreu no último fim de semana e reuniu 98 pessoas em 39 viaturas 4×4 que percorreram os trilhos do concelho, numa aventura cheia de sabores locais.

O passeio que marca o encerramento do calendário todo terreno 2018 do Clube Escape Livre voltou a confirmar o sucesso da primeira edição. O evento começou ao final da tarde de sexta-feira, com os participantes a assistir à inauguração da quarta Feira Beira Interior – Vinhos & Sabores, a visitar o certame e a ter o primeiro contacto com alguns dos produtos da região, um momento de lazer e descontração que antecedeu o jantar, também no recinto da feira.

O sábado foi o dia forte em todo terreno. A caravana percorreu trilhos diversificados pelo concelho, dos caminhos rurais aos florestais, mais estreitos e empedrados, mas foi na etapa da tarde que os corta fogos da serra da Marofa obrigaram a maiores cuidados, antes da visita à Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo.

O dia encerrou em grande, com os participantes a integrar o jantar de gala com entrega de prémios do Concurso Internacional de Vinhos VinDuero / VinDouro, no qual se destacou, na Menção Geográfica, o tinto D. Manuel I, da Adega Cooperativa de Pinhel, merecedor de um Ouro com 93,17 pontos e um total de 17 Pratas. O vinho está inserido na Menção Geográfica que arrecadou mais medalhas, a DOC Portuguesa Beira Interior, com 7 Medalhas de Ouro. No entanto, o vinho mais pontuado e que recebeu o Grande Arribe de Ouro, foi o Palo Cortado de la Cruz de 1767, um Denominação de Origem de Jerez. Nesta décima quarta edição do concurso participaram mais de 500 vinhos procedentes de mais de 50 menções geográficas de Espanha e Portugal, sendo entregues um total de 56 Medalhas de Ouro e 91 Medalhas de Prata.

O domingo foi mais reservado a visitas. A primeira paragem foi na aldeia de Lamegal, onde, a meio da manhã, os participantes tiveram oportunidade de provar as castanhas e jeropiga da região.

 

Assinatura oficial do protocolo de geminação entre Pinhel e Guijuelo em breve

E se de repente lhe oferecerem um bom vinho de Pinhel acompanhado de um delicioso presunto de Guijuelo… É bem provável que daqui em diante encontre esta combinação única numa ocasião especial, seja em território português ou espanhol, seja em qualquer parte do mundo onde Pinhel e Guijuelo se encontrem a promover o protocolo de geminação que está em curso tendo em vista o “hermanamiento” da cidade de Pinhel (Beira Interior – Portugal) com Guijuelo (Salamanca – Espanha).
Reforçar os laços de amizade e de cooperação que o Município de Pinhel e o Ayuntamiento de Guijuelo têm vindo a desenvolver ao longo dos últimos anos é o principal objetivo deste passo que, a médio e longo prazo, espera ver consolidadas e reforçadas as relações entre as instituições signatárias, mas também entre as gentes de Pinhel e de Guijuelo e, de modo particular, entre os agentes económicos que, de um lado e outro da fronteira, são produtores do Vinho de Pinhel e do Presunto de Guijuelo, dois produtos de qualidade ímpar, que “casam” na perfeição e que podem, de agora em diante, surgir acompanhados na promoção destes dos territórios de fronteira.
O documento que irá servir de base à efetivação da geminação foi aprovado pelo Executivo da Câmara Municipal de Pinhel, em reunião ordinária realizada a 8 de novembro, o que também já tinha acontecido em finais de setembro em Guijuelo.
Quanto à assinatura oficial do protocolo de geminação / hermanamiento, será feita em cerimónia pública, em data a anunciar, em Pinhel e também em Guijuelo.
Na foto: Francisco Julian Ramos Manzano, Alcalde/Presidente do Ayuntamiento de Guijuelo, e Rui Ventura, Presidente da Câmara Municipal de Pinhel.

Museu à Noite em Pinhel

Teve lugar mais uma  sessão do Museu à Noite de outubro ,  na antiga escola primária do Lamegal e teve como tema “a promoção turística dos territórios nos websites municipais”.

A Internet é hoje em dia um dos principais motores da divulgação e valorização dos patrimónios, das tradições e marcas identitárias que caracterizam as diferentes comunidades e os seus territórios, motivo que levou à escolha do tema deste Museu à Noite que teve como convidada a Prof. Maria Sánchez, docente na Universidade de Trás os Montes e Alto Douro.

Por:Mun.Pinhel

Culto Mariano é o tema de outubro no Caminhos com história em Pinhel

Em Pinhel, o Culto Mariano está associado a testemunhos materiais, igrejas e capelas, e também a vivências comunitárias que galvanizam as populações em romagens de agradecimento e contemplação espiritual.

É este o tema dos “Caminhos com História” de outubro, agendado para o próximo domingo, dia 28, com início às 9.00h, junto ao Pelourinho.

Todos podem participar nesta atividade está sujeita a inscrição prévia, na Casa da Cultura ou na Loja do Munícipe.

Pinhel assinalou o Dia Internacional do Idoso

Dia Internacional do Idoso, e dando continuidade a um diversificado leque de atividades que têm sido desenvolvidas neste mesmo dia, o Município de Pinhel convidou os utentes das IPSS do concelho a participar numa “Romaria” à Ermida de Nossa Senhora das Fontes, em Santa Eufêmia (Freguesia de Vale do Massueime).

A iniciativa realizou-se esta segunda-feira, dia 1 de outubro, Dia Internacional do Idoso, tendo contemplado a realização de diversas atividades culturais e desportivas.

O dia começou com a sessão de boas vindas, a cargo do Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Manuel Saraiva Ventura, que lembrou a importância de assinalar esta data, proporcionando um dia diferente aos utentes das IPSS do concelho.

De seguida, o técnico de Museologia da autarquia pinhelense fez uma breve apresentação sobre a Ermida de Nossa Senhora das Fontes, seguida de uma intervenção do pároco de Santa Eufêmia, Padre Ricardo, que lembrou a importância do local para o culto mariano.

A manhã prosseguiu com visitas à Ermida, jogos tradicionais e canções populares, atividades dinamizadas pelos serviços de Cultura e Desporto do Município de Pinhel, e também por voluntários que se juntaram a estas dinâmicas.

O almoço convívio foi em jeito de “merenda”, tal como é habitual nas romarias, seguindo-se a apresentação da peça de teatro “Uma Lição sem o Tonecas”, pela turma de Teatro da Universidade Sénior de Pinhel, e ainda, uma animada atuação do Grupo de Concertinas de Freixedas.

Por:Mun.Pinhel

Ângela Guerra, lançou questões ao Ministério da Agricultura

A deputada do PSD na Assembleia da República, Ângela Guerra, deixou algumas questões ao Ministério da Agricultura sobre as recentes anomalias climatéricas.

A direção da Adega Cooperativa de Pinhel questionou no final da passada semana o Ministério da Agricultura sobre as recentes anomalias climatéricas, que afetaram a região de Pinhel e determinaram consequências desastrosas ao nível da viticultura.

A questão prendia-se com ocorrências climatéricas que tiveram lugar nos meses de Maio e Junho, “com tempo frio e chuvoso, que retardou o abrolhamento da vinha, o excesso de humidade contribuiu para o desenvolvimento de vários focos de míldio na região, que de forma anormal resistiu a vários tratamentos, independentemente dos produtos fitossanitários utilizados” e que foram muitos.

Referiam ainda que “ os viticultores desta região, por norma tratam muito bem a vinha, pois ela é uma das principais fontes produtivas do concelho, em termos agrícolas e a par do azeite, os únicos produtos comercializáveis. Assim, com muitos tratamentos, conseguimos em muitas situações minimizar os prejuízos, até que apareceu a vaga de calor que varreu o país de norte a sul, em Pinhel registaram-se temperaturas muito acima do normal, em alguns locais chegou aos 45 graus.”

Este conjunto de situações anómalas terá criado “uma conjuntura muito diferente do normal para região, com elevados prejuízos, embora difíceis de quantificar, mas que se devem aproximar dos 50%, valor passível de verificação na declaração de produção que todos os anos a adega entrega ao IVV.”

Sendo que, se no ano 2016 que serve de referência, “a produção da adega superou 16.000.000 de quilos, para este ano, prevemos uma campanha a rondar os 8.000.000 de quilos.”

A maior parte dos associados terá feito o respectivo seguro de colheitas ao nível das coberturas base, geada, granizo e tromba de água, sendo que, como o escaldão é uma cobertura adicional e tem elevado custo, muito poucos a terão contratualizado. Pois, como ali referiam “a vinha na região não têm um rendimento que permita aos agricultores suportar um custo de seguro, com coberturas adicionais, porquanto o preço é muito elevado, sendo que a cobertura base e adicionais superam os 10% do rendimento bruto da vinha.”

O seguro sempre foi feito ao longo dos anos, com elevados custos, só no presente ano foram liquidados 470.000€ sem a cobertura adicional de escaldão, e por consequência, sempre se contribuiu para o fundo de calamidades, pelo que, se entende que “seria de elementar justiça accionar o mesmo, no presente ano, por forma a minorar os elevados prejuízos e criar condições para a continuidade da vinha na região.”

Terminam, solicitavam o respectivo “apoio por parte do Ministério para que esta grave situação possa ser minorada, requerendo ainda que se possam desenvolver todos os procedimentos no sentido de accionar o fundo de calamidades para esta região.”

Em nota enviada hoje mesmo à comunicação social o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural veio informar que está a acompanhar esta situação, para a qual dispõe já de mecanismos de apoio”.

Na mesma nota, aquele Ministério esclarece ainda que “financia um sistema de seguros de colheitas agrícolas, no qual se incluem os seguros vitícolas de colheitas (subsidiados a 80% no caso de seguros a título coletivo e a 75% de seguros a título individual), com um montante anual de 3,5 milhões de euros”.

O documento refere ainda que os seguros de colheitas “estão disponíveis para todos os agricultores que a eles pretendam recorrer e são cofinanciados pelo Estado num montante anual global de 11,5 milhões de euros”.

“O Fundo de Calamidades foi extinto pelo anterior Executivo, sendo que, enquanto vigorou, apenas era aplicável a riscos não cobertos pelo sistema de seguros, o que, manifestamente, não é o caso”, conclui.

Pelo que e, assim sendo, se depreende que o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, pese embora, esteja a acompanhar a situação não vai fazer absolutamente nada para garantir alguma ajuda económica a estes agricultores que ficaram com as suas colheitas reduzidas a zero.

Assim nos termos regimentais se questiona o Senhor Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, nos seguintes termos:

1- Se activar linhas de apoio ao setor vitivinícola de Pinhel, desenvolvendo todos os procedimentos no sentido de acionar o Fundo de Calamidades para a área de influência desta Adega Cooperativa, como apoio aos respetivos associados, não é aplicável, como referem, por estar coberto pelo sistema de seguros, que outras medidas de apoio poderão ser agilizadas?

2- Considerando as perdas quase absolutas que a Adega Cooperativa refere irem ocorrer a uma grande percentagem de agricultores que dependem na exclusividade deste rendimento, se ainda assim, nenhuma outra medida poderá ser equacionada?

3- Qual é a estimativa de perda ao nível da região que o Ministério faz devido a esta situação climatérica extrema (escaldão) em termos de quantidade, em termos de valores e correspondentes perdas nas vendas e, ainda, no que isso determinará em termos económicos no valor acrescentado para a região?

 

Comemorações do Dia da Cidade em Pinhel

As Festas da Cidade de Pinhel  tem de facto cativado imensos visitantes, mas vai ter neste sábado ,as Comemorações do Dia da Cidade,  onde irá ter um maior afluxo de visitantes.

Assim aqui deixamos o programa:

10.00h | Paços do Concelho
Hastear das Bandeiras, com interpretação do Hino Nacional e do Hino de Pinhel pela Banda Filarmónica de Pinhel, e Guarda de Honra pelos Bombeiros Voluntários Pinhelenses
Sessão Solene comemorativa do 248º aniversário da elevação de Pinhel à categoria de cidade, com intervenção do Senhor Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Manuel Saraiva Ventura

11.00h | Centro Histórico
Inauguração do Auditório Exterior do Centro Histórico de Pinhel, seguido de Concerto do Grupo de Sopros (“O.P.(us) – Ópera no Património”)

15.00h | Igreja de Santo António
Concerto Coral-Sinfónico “Stabat Mater”, de Pergolesi (“O.P.(us) – Ópera no Património”)

16.30h | Bairro Dr. Vilhena de Carvalho
Inauguração do Color Playground – Espaço de Lazer e Recreio

18.00h | Espaço Exterior da Piscina Municipal Coberta
Sunset & White Party

21.00h | Zona Industrial de Pinhel
Prova Noturna de Drift

23.00h | Largo dos Combatentes
Concerto da fadista Mariza

Pinhel preparado para o Campeonato de Portugal de Drift

São mais de 30 os pilotos inscritos na segunda prova do Campeonato de Portugal de Drift e partem de norte a sul do país para o encontro, as batalhas e a busca da vitória na Capital do Drift. No próximo fim-de-semana, dias 25 e 26 de Agosto, Pinhel oferece o rugido de grandes máquinas a disputar o pódio nas classes de Pro, Semi Pro e Iniciados, como mandam as regras. Vão ser dois dias quentes no traçado urbano da Zona Industrial.

Pela primeira vez, um clube automóvel aqui sedeado traz ao distrito da Guarda uma prova pontuável para um Campeonato de Portugal sob a égide da FPAK, contando com organização conjunta do Município de Pinhel, e está praticamente tudo a postos para receber o muito público esperado.

A 24 horas do fecho das inscrições, estão confirmados 32 pilotos, mas ainda podem surgir inscrições de última hora. Na lista estão alguns dos melhores do Drift a nível nacional, pelo que na ‘cidade falcão’ vão marcar presença, entre muitos outros, os atuais líderes do campeonato que começou em Junho: Diogo Correia na Classe Pro, Paulo Nunes na Semi Pro e Helder Neto em Iniciados. O Campeonato tem, em Pinhel, a segunda de cinco provas e a primeira com traçado citadino.

Taça Internacional garante espetáculo noturno

Em complemento ao Campeonato, na noite de sábado, a partir das 21h00, tem ainda lugar a disputa da Taça Internacional de Drift, na qual participam 17 pilotos, entre eles dois espanhóis e dois franceses. Nesta demonstração, importa apurar o mais espetacular e hábil após a exibição individual e as batalhas com opositores, perante um público que se espera entusiasta, que retribua com incentivos e aplausos a arte de manobrar o carro no seu melhor, e ajude o júri a decidir pelo vencedor.

Nesta noite é ainda entregue o Troféu Fair Play Daniel Saraiva, após decisão conjunta da CN Racing e o Clube Escape Livre, ao piloto com melhor conduta, desportivismo e camaradagem.

Por:CEL

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar