Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: portugal

Tag Archives: portugal

Feminino- Sílvia Rebelo atinge a 100ªinternacionalização no triunfo por 3-0 frente ao Chipre

Ao fim da tarde desta sexta-feira, a Seleção Portuguesa feminina A, deslocou-se ao Chipre para vencer por 3-0, onde a gouveense Sílvia Rebelo registou  a marca especial de 100 internacionalizações com a principal camisola das Quinas.

A defesa encarnada estreou-se oficialmente pela Seleção Nacional Feminina A a 27 de setembro de 2008, na Ucrânia, num jogo em que Portugal empatou a uma bola (1-1) com a seleção local, na fase de qualificação para o Campeonato da Europa Finlãndia 2009.

Assim, Sílvia Rebelo passa a integrar o lote de ‘centenárias’ em atividade na Seleção Nacional: Cláudia Neto ( 129), Ana Borges (123), Carole Costa (118) e Dolores Silva (115).

foto:FPF

LPCC realiza peditório anual pelo País

A Liga Portuguesa Contra o Cancro vai realizar nos próximos dias 29 de outubro a 2 de novembro o seu Peditório anual com a devida autorização do Ministério da Administração Interna.

Lançamos novamente o apelo a todos os cidadãos para que se juntem à nossa causa, tornando-a maior e mais abrangente, no objetivo de fazer da luta contra o cancro um exemplo nacional de entreajuda e de solidariedade.

Realize a sua inscrição para participar como voluntário(a) pontual no peditório. A participação pode ser feita à medida da sua disponibilidade, podendo ocorrer durante os 5 dias ou apenas num período. Saiba mais aqui

GNR-Operação Regresso às aulas

A Guarda Nacional Republicana (GNR), no período de 14 a 25 de setembro, realiza um conjunto de ações de sensibilização dirigidas aos diversos intervenientes no ambiente escolar, desde professores, alunos e encarregados de educação, em todos os estabelecimentos escolares na sua área de responsabilidade, com o objetivo de transmitir conselhos de segurança e restringir ações, atitudes e comportamentos de risco potenciadores da propagação da pandemia COVID-19, em todo o território nacional.

Neste período, as Secções de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário (SPC) e os militares dos Postos Territoriais irão promover ações de sensibilização no âmbito da segurança na rua, em casa e ainda segurança rodoviária, uma vez que o fluxo de trânsito aumenta devido ao transporte dos alunos para a escola, sendo importante alertar os condutores para a utilização dos cintos de segurança e dos sistemas de retenção para crianças. Irão também ser realizadas ações de patrulhamento orientado para o cumprimento das normas destinadas a prevenir a propagação da COVID-19.

A GNR, para além da transmissão de conselhos de segurança aos encarregados de educação, irá ainda divulgar o Programa Escola Segura e dar a conhecer os militares responsáveis pelo programa na respetiva escola, com a distribuição do número de contacto das SPC, contribuindo desse modo para uma maior consciencialização dos encarregados de educação para a importância da segurança escolar dos jovens alunos e para uma melhor preparação das crianças e jovens, para os desafios que irão encontrar no regresso às aulas, aumentando o sentimento de segurança da comunidade escolar.

A GNR tem à sua responsabilidade cerca de 5 mil estabelecimentos de ensino, onde os militares irão promover estas ações e transmitir alguns conselhos de segurança, designadamente:

  • Aos jovens estudantes:

o   No deslocamento de e para a escola circula sempre que possível acompanhado ou em grupo e evita passar em locais isolados ou com pouca luz;

o   Nem sempre o caminho mais perto é o caminho mais seguro;

o   Memoriza no telemóvel o número do Posto da GNR local, num dos números de marcação rápida;

o   Espera pelos teus pais, por algum familiar ou amigo, dentro da escola;

o   Na internet:

  • Escolhe bem os conteúdos que publicas;
  • Palavras-passe: não as deixes acessíveis, não as mostres a amigos, altera-as e usa diferentes para vários serviços;
  • Se te sentires ameaçado na internet, pede ajuda a outra pessoa;
  • Qualquer pessoa pode estar online. Não acredites em tudo o que te dizem ou mostram;
  • Não te isoles. Se te acontecer algo perturbador online, denuncia.

o   Sempre que tiveres um problema, informa os teus pais ou encarregados de educação ou pede ajuda a um professor ou a um auxiliar da escola.

 

  • Aos pais:

o   Acompanhe o desenvolvimento escolar e as suas rotinas do seu filho;

o   Ensine o seu filho a colocar o número do Posto da GNR local, num número de marcação rápida;

o   Sempre que tiver conhecimento ou suspeita de que o seu filho ou colegas estejam a ser vítimas de ameaças, agressões ou outro tipo de crime, informe de imediato a GNR. A nossa ajuda poderá ser decisiva!

Sistema Nacional de Planeamento Civil de Emergência (SNPCE) em ação

Foi publicado nesta terça-feira em Diário da República o Decreto-Lei n.º 43/2020, que estabelece o Sistema Nacional de Planeamento Civil de Emergência (SNPCE).

Este Sistema assume-se como uma ferramenta essencial da ação governativa,  transversal a todas as áreas do Estado, e visa garantir a organização e preparação dos setores estratégicos para, em situações de crise, assegurar a liberdade e a continuidade da ação governativa, o funcionamento regular dos serviços públicos essenciais e a segurança e o bem-estar das populações.

O SNPCE integra o Conselho Nacional de Planeamento Civil de Emergência, órgão colegial de coordenação e apoio ao Governo, presidido pelo presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e diretamente dependente do Primeiro-Ministro ou, por delegação, do Ministro da Administração Interna.

A ANEPC, que assumiu a responsabilidade de assegurar a representação portuguesa no Comité de Planeamento Civil de Emergência da NATO, assegura o planeamento e coordenação das necessidades nacionais nessa área. A nível nacional, cabe-lhe a missão de definir, atualizar e executar as políticas de planeamento civil de emergência em parceria com entidades públicas ou privadas das áreas da água, alimentação, cibersegurança, comunicações, energia, saúde e transportes.

O SNPCE elabora diretrizes específicas para a adaptação das entidades e serviços públicos às situações de crise, cabendo-lhe criar as nove comissões setoriais de planeamento de emergência que o integram: Água e Resíduos, Agricultura e Alimentação, Cibersegurança, Comunicações, Energia, Saúde, Transporte Aéreo, Transporte Marítimo e Transportes Terrestres.

Por:MAI

Fornos de Algodres “STOP ao Uso do Plástico”em 2019 e alargado a todo País em 2020

STOP ao Uso do Plástico”, é a  campanha de sensibilização do Município de Fornos de Algodres que teve início em 2019 e no resto do País vai ser também proibido em 2020.

Neste sentido, o plástico de utilização única ou descartável foi proibido, desde 1 de janeiro de 2019, nas infraestruturas e eventos sob responsabilidade do Município de Fornos de Algodres. Desta forma, o Executivo Camarário seguiu a resolução do Conselho de Ministros n.º 141/2018, publicada em Diário da República n.º 207/2018, Série I de 26 de outubro de 2018. O Executivo Camarário, para além da total proibição de plástico descartável,  promoveu uma otimização de processos e privilegiar a proteção ambiental de uma forma mais sustentável, através da redução do consumo de papel e consumíveis de impressão.

Assim ficaram proibidos a aquisição ou utilização, por exemplo, de copos de plástico descartáveis para consumo de café, de água ou de outras bebidas, bem como talheres e garrafas descartáveis, nas infraestruturas e eventos de responsabilidade do Município de Fornos de Algodres.

O consumo de água é fundamental para o equilíbrio do corpo humano e para a saúde, desta forma, no passado dia 23 de outubro de 2018, foram disponibilizados dispensadores de água (pontos de enchimento de água) para todos os utilizadores terem possibilidade de encherem as suas garrafas reutilizáveis – já disponibilizadas no âmbito da campanha “A Água Não Dura Sempre. POUPE-A.”.

Com estas medidas adotadas, o Município de Fornos de Algodres segue localmente as políticas de âmbito Nacional, contribuindo desta forma para uma transição da atual economia linear para uma economia circular. Esta transição exige a promoção do uso eficiente de recursos, através de procedimentos e comportamentos assentes na desmaterialização, na reciclagem, na reutilização e na valorização de materiais, de forma a extrair o máximo de utilidade dos bens e equipamentos, prolongando o seu ciclo de vida e contribuindo, assim, decisivamente, para uma eficaz redução na produção de resíduos.

Em Fornos de Algodres,  trabalham diariamente para alcançar as metas que Portugal se propôs para 2020, segundo fonte do Município de Fornos de Algodres.

Viseu recebe Ronda de Elite em futsal

Viseu vai acolher a Ronda de Elite em futsal, com a Seleção Nacional de futsal a tentar seguir para a Ronda de Elite – a derradeira fase de qualificação para o Mundial – diante de Letónia, Alemanha e República Checa.

As seis partidas do Grupo 8 de qualificação serão jogadas no Pavilhão Multiusos de Viseu. A acreditação media é necessária para qualquer um dos jogos, sendo válida para toda a competição.

Eis o calendário de jogos do Grupo 8:
24 de outubro de 2019 | quinta-feira
18h00: República Checa – Alemanha
21h00: Portugal – Letónia

25 de outubro de 2019 | sexta-feira
18h00: Letónia – República Checa
21h00: Portugal – Alemanha

27 de outubro de 2019 | domingo
15h00: Alemanha – Letónia
18h00: República Checa – Portugal

Turismo Português promovido em Paris(França)

  De 11 a 13 de outubro, em Montmartre, Paris

Portugal vai a Paris promover um turismo… slow. É com o pão de ló, os doces conventuais, as bolachas e biscoitos, os queijos, o mel e as compotas, os licores, os fumeiros e enchidos, as fogaças e os vinhos, entre muitos outros produtos, que o País, pela primeira vez representado de Norte a Sul, vai ao encontro dos parisienses, a um dos pontos de encontro mais esperados do ano: a Fête des Vendanges, em Montmartre, de 11 a 13 de outubro. Os municípios da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, a Comunidade Intermunicipal do Oeste, Palmela, Guarda, Torres Vedras, Reguengos de Monsarraz, Pinhel, Lagoa, Albufeira, Lagos, AMPV – Associação dos Municípios Portugueses do Vinho, RECEVIN – European Network of Wine Cities e a Confraria do vinho de Carcavelos formam a maior presença de sempre, no terceiro ano consecutivo de participação nacional, com a organização da My Genuine Portugal, empresa de duas luso descendentes, Ana Sofia Oliveira e Dina Carvalho Sanches.

Portugal vai estar representado no Percurso do Gosto, com quase 100 metros quadrados, mesmo em frente à Basílica do Sacre Coeur, entre os mais de 1200 metros quadrados de expositores que procuram cativar os mais de 500 mil visitantes que o evento movimenta, que o tornam um dos mais emblemáticos de gastronomia e vinhos de Paris. Provas, degustações e venda de produtos, vão preencher o fim de semana em Montmartre.

“É a primeira vez que temos uma representatividade tão completa do nosso país na Fete des Vendanges! São 10 municípios e duas Comunidades Intermunicipais, que tornam a presença portuguesa a maior de sempre, reforçando a importância deste mercado, em geral, e deste evento, em particular, para a promoção do nosso país”, adianta Ana Sofia Oliveira. Para Dina Carvalho Sanches “a aposta na promoção dos produtos premium do nosso país tem-se revelado ganha”. “Quando há três anos abraçamos o desafio de mostrar aos parisienses o outro lado de um país desconhecido estávamos certas que não iriam resistir e é com muito agrado que percebemos que há recetividade de Paris e que os nossos parceiros de Portugal aderem com afinco a estas ações de contacto direto com os franceses”, acrescenta.

Esta ação da My Genuine Portugal integra-se na estratégia do Turismo de Portugal para o mercado francês que quer alargar o leque de opções e encaminhar os franceses para fora dos grandes centros urbanos, a partir da gastronomia e dos vinhos. Paris é a principal cidade emissora de turistas franceses para Portugal, juntamente com Lyon e Nantes. Em 2018, o mercado foi responsável por 1,6 milhões de hóspedes, 4,5 milhões de dormidas e 2 726 milhões de euros de receitas turísticas. Prevê-se que até 2021 o mercado para Portugal cresça mais 2,2 % acompanhado de igual aumento nos gastos turísticos. De França saem por semana 620 voos para Portugal.

TROFÉU LEGENDS PORTUGAL

 No ano de 2020 vai percorrer vários locais emblemáticos do nosso  país. O Troféu LEGENDS Portugal será um conjunto de várias míticas provas de rallys, com uma carga lendária e histórica que fará as delícias dos demais apaixonados pela arte automóvel.

Com um historial já bem patenteado, o Clube Automóvel do Centro, o Clube LusoClássicos e o Motor Clube de Tomar, unem esforços e deram o mote para um Troféu lendário de Rallys, que promete aquecer já no próximo ano, dignificando cada vez mais o automóvel em toda a sua criação mediática.

Esta “paixão” prometerá criar momentos únicos e diferenciados onde cada prova, terá na sua “ementa”, o desportivismo que estas provas merecem, uma componente social que estas provas necessitam e uma carga histórica e de referência que estes eventos precisam.

O Troféu Legends Portugal, iniciará o seu percurso, para que no próximo ano seja palco de verdadeiras emoções desportivas, onde a lenda é rainha.…

 

Violência doméstica com números elevados em Portugal

Se souber de casos, denuncie

Só em 2019, já temos diversos casos de violência doméstica, cada vez existem mais diariamente, nas mais diversas índoles, face a isso, o luto nacional pelas vítimas da violência doméstica, foi assim assinalado por todo País.

Face a isso, deixamos aqui algumas dicas no caso de conhecer casos de violência doméstica, e não ter receio de denunciar, porque isso pode salvar vidas.

Quando alguém é vítima de violência, está numa situação difícil, que pode ser traumática. É importante o apoio de familiares e amigos.

Uma pessoa é vítima de violência quando sofre um ataque contra a sua integridade física ou mental, que põe em risco a sua vida ou causa sofrimento físico ou emocional.

Podem ainda ser consideradas vítimas indiretas os familiares e amigos que prestam apoio direto à vítima e todas as pessoas que a ajudem durante a situação de violência.

Existem diversos tipos :

  • violência emocional: qualquer comportamento do(a) companheiro(a) que visa fazer o outro sentir medo ou inútil. Usualmente inclui comportamentos como: ameaçar os filhos; magoar os animais de estimação; humilhar o outro na presença de amigos, familiares ou em público, entre outros.
  • violência social: qualquer comportamento que intenta controlar a vida social do(a) companheiro(a), através de, por exemplo, impedir que este(a) visite familiares ou amigos, cortar o telefone ou controlar as chamadas e as contas telefónicas, trancar o outro em casa.
  • violência física: qualquer forma de violência física que um agressor(a) inflige ao companheiro(a). Pode traduzir-se em comportamentos como: esmurrar, pontapear, estrangular, queimar, induzir ou impedir que o(a) companheiro(a) obtenha medicação ou tratamentos.

A violência doméstica funciona como um sistema circular – o chamado Ciclo da Violência Doméstica – que apresenta, regra geral, três fases:

1. aumento de tensão: as tensões acumuladas no quotidiano, as injúrias e as ameaças tecidas pelo agressor, criam, na vítima, uma sensação de perigo eminente.

2. ataque violento: o agressor maltrata física e psicológicamente a vítima; estes maus-tratos tendem a escalar na sua frequência e intensidade.

3. lua-de-mel: o agressor envolve agora a vítima de carinho e atenções, desculpando-se pelas agressões e prometendo mudar (nunca mais voltará a exercer violência).

Sintomas de vítima de Violência Doméstica:

  • Tem medo do temperamento do seu namorado ou da sua namorada?
  • Tem medo da reação dele(a) quando não têm a mesma opinião?
  • Ele(a) constantemente ignora os seus sentimentos?
  • Goza com as coisas que lhe diz?
  • Procura ridicularizá-lo(a) ou fazê-lo(a) sentir-se mal em frente dos seus amigos ou de outras pessoas?
  • Alguma vez ele(a) ameaçou agredi-lo(a)?
  • Alguma vez ele(a) lhe bateu, deu um pontapé, empurrou ou lhe atirou com algum objeto?
  • Não pode estar com os seus amigos e com a sua família porque ele(a) tem ciúmes?
  • Alguma vez foi forçado(a) a ter relações sexuais?
  • Tem medo de dizer “não” quando não quer ter relações sexuais?
  • É forçado(a) a justificar tudo o que faz?
  • Ele(a) está constantemente a ameaçar revelar o vosso relacionamento?
  • Já foi acusado(a) injustamente de estar envolvida ou ter relações sexuais com outras pessoas?
  • Sempre que quer sair tem que lhe pedir autorização?

Descentralização de competências para Municípios

Os diplomas setoriais da descentralização de competências nas áreas de Educação, Saúde e Cultura consagram os termos de transferência dos valores do Fundo de Financiamento da Descentralização para os municípios.

As verbas referentes ao envelope financeiro da descentralização estão já inscritas, em sede de Orçamento do Estado para 2019, nos programas orçamentais dos Ministérios respetivos.

Estas dotações serão, assim, transferidas para cada município que pretenda exercer, já em 2019, as competências transferidas no âmbito do processo de descentralização.

Os mecanismos necessários à execução financeira dos diplomas setoriais serão expressamente previstos no decreto-lei de execução orçamental.

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar