Templates by BIGtheme NET
Home » Tag Archives: ps

Tag Archives: ps

Pedro Marques esteve na Guarda a apresentar o projeto Europeias 19

A noite desta terça-feira, foi de Plenário de militantes e simpatizantes na Guarda , no Café Concerto do TMG , com o Partido Socialista a apresentar os candidatos do PS ao Parlamento Europeu, Pedro Marques e Agostinho Gonçalves.

Uma noite, onde muito de falou do próximo desafio, as Europeias de 26 de maio, e que futuro vamos ter.

Foto:JAM

Europeias 19-João Azevedo vai ser Diretor Nacional da campanha do Partido Socialista

As eleições estão já a ser preparadas pelas diversas forças políticas e face a isso, o Partido Socialista já tem cabeça de lista, Pedro Marques, que recentemente era Ministro do Planeamento, vai ser enfrentar mais este desafio.

António Costa  ainda convidou desta forma, João Azevedo, atual autarca mangualdense para ocupar o cargo de Diretor Nacional de Campanha nas Europeias 2019, a realizar em 26 de maio.

foto:RD

PS Guarda comunica que deputados eleitos pelo Círculo Eleitoral da Guarda votaram a favor

Em comunicado, o PS Guarda referiu que na Assembleia da República, foram nesta sexta-feira apresentados projetos de resolução que recomendavam ao Governo a abolição das portagens na A23 e A25. Os projetos não foram aprovados, tendo-se registado votos favoráveis por parte do BE, PCP, Verdes e alguns deputados do PS.

Entre os votos favoráveis do PS contaram-se os dos dois deputados eleitos pelo Círculo Eleitoral da Guarda, Maria Antónia de Almeida Santos e António Santinho Pacheco.

Entre os votos favoráveis, não se contaram os dos dois deputados eleitos pelo PSD pelo Círculo Eleitoral da Guarda.

A cada dia que passa os Guardenses vão ficando com a perceção cada vez mais clara de quem defende os verdadeiros interesses do Distrito da Guarda na Assembleia da República.

O PS Guarda está empenhado no reforço da coesão territorial do nosso País, um processo que exige a adoção de políticas estruturantes que permitam corrigir as graves assimetrias que existem entre o Litoral e o Interior.

Com efeito, o PS Guarda estará sempre na linha da frente no combate pela abolição das portagens na A23 e A25.

PS GUARDA CONCORDA COM A SOLUÇÃO INTEGRADA PARA A POUSADA DA JUVENTUDE DA GUARDA

A Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista em comunicado referiu que concorda com a solução integrada para a Pousada da Juventude da Guarda proposta recentemente pelo Presidente do Instituto Politécnico da Guarda (IPG), Professor Joaquim Brigas: a conversão da Pousada da Juventude numa residência de estudantes do IPG, permanecendo, ao longo de todo o ano, quatro quartos reservados exclusivamente para o alojamento jovem.

Entre 2011 e 2015, o anterior Governo PSD/CDS, em estrita obediência ao devaneio ideológico de “ir além da Troika”, realizou um périplo de paralisações de obras, cortes e encerramentos por todo o País. A vez da Pousada da Juventude da Guarda chegou logo em 2012, tendo sido encerrada no início desse ano.

Entre 2013 e 2019, o Presidente da Câmara Municipal da Guarda nunca olhou para a reabertura da Pousada da Juventude como uma prioridade da sua ação política. Bem pelo contrário! Desde equacionar a possibilidade de a PSP se deslocalizar para o edifício da Pousada da Juventude, em 2014, ao impasse que se prolonga há cerca de dois anos na negociação do protocolo que previa a gestão ou cogestão da Pousada da Juventude por parte do Município, não faltam provas desse manifesto desinteresse!

Nas reuniões que a Federação realizou recentemente com o Presidente e o Vice-Presidente do IPG e o Presidente da Associação Académica da Guarda, ficou para nós evidente a necessidade da instituição de ensino superior da Guarda aumentar substancialmente e a curto prazo a sua oferta ao nível do alojamento estudantil. De resto, foi com enorme agrado que registámos os compromissos da atual Presidência do IPG de reintegrar os recursos humanos afetos à Pousada da Juventude e de disponibilizar, no período de férias letivas, todos os quartos da atual Pousada da Juventude e, ainda, os das residências de estudantes do IPG já existentes para o alojamento jovem.

A Federação Distrital do PS Guarda já comunicou a sua concordância com esta proposta ao Secretário de Estado da Juventude e do Desporto e ao Secretário de Estado do Ensino Superior, lembrando que a sua concretização permitirá à Guarda receber mais alunos do ensino superior em melhores condições e, simultaneamente, usufruir novamente de um espaço de alojamento jovem.

O IPG reúne um potencial enorme para se assumir como um parceiro privilegiado da esfera governativa no que respeita à fixação de pessoas, formação de quadros e desenvolvimento económico do Distrito da Guarda. No entanto, é necessário que todos os níveis da esfera governativa lhe reconheçam esse potencial e o envolvam de forma ativa na tão necessária revitalização do nosso território.

Moção do Grupo Parlamentar do Partido Socialista em Celorico da Beira

      Aqui deixamos uma  Moção do Grupo Parlamentar do Partido Socialista aprovada, por unanimidade, na Sessão Ordinária da Assembleia Municipal de Celorico da Beira, de 21 de dezembro de 2018, que nos chegou à nossa redação.                                  

                                                     MOÇÃO
Nos anos 80 do século XIX, o Dr. Sousa Martins atestava, como todo o rigor científico, a qualidade dos ares serranos para a cura do bacilo de Koch, sendo a Guarda contemplada com o 1º sanatório da Associação Nacional de Apoio aos Tuberculosos.
Decorria a última década do século passado quando o então 1º ministro, Cavaco Silva, decidiu construir hospitais em todo o país tendo proposto ao então diretor, Valério do Couto, um acrescento a um dos pavilhões do velho sanatório em troca da alienação de terrenos da cerca, numa visível falta de visão, ficando a Guarda entalada no meio de duas modernas unidades hospitalares.

A partir daí o folhetim hospitalar marcou toda a agenda política.
A promessa de Barroso em junho de 2002. O terreno que Maria do Carmo não deu. O anúncio de Luís Filipe Pereira, em comício partidário, com lançamento de datas e sem pagamento do hipotético projeto. A luta pela manutenção da maternidade. O debate na Assembleia Municipal da Guarda a 17 de novembro de 2003. A oferta de Câmara de Celorico de um terreno para a instalação entre a Guarda e a nossa Vila. A destruição de material hospitalar, por parte do ministro Correia de Campos, num episódio de contornos burlescos, partindo uma cadeira para quebrar o enguiço. A promessa de Sócrates em fevereiro de 2005 dizendo que a “Guarda merece ter um Hospital”. A 2ª visita, bem mais calma de Correia de Campos, em maio de 2007, que culminou no lançamento da 1ª pedra do novo acrescento por parte de Sócrates, em plena campanha para o Parlamento Europeu, concluindo-se que o PSD ofereceu-nos um apêndice remendão de arquitetura cavaquista enquanto o PS apostou num outro um pouco maior, sendo provavelmente o único hospital no mundo que entre um serviço de urgência e de internamento tem uma igreja. Que pensará o utente que ali entra!!!
Em 2006, apostou-se na criação de um centro hospitalar que poderia englobar os hospitais da Guarda, Covilhã e Castelo Branco onde foi utilizado régua, esquadro e o mapa de Michelin para calcular custos e distâncias, seguindo o princípio de “todos ficarem em pé de igualdade”. Com a criação da ULS da Guarda, em setembro de 2008, tudo indicava que assim ia acontecer. Curiosamente os factos estão à vista. O Despacho 10.601/2011, de Paulo Macedo, dá a conhecer a carta hospitalar, reorganização da rede hospitalar, concentração de serviços, criando um grupo de trabalho que concretizou o acordado entre o governo, o BCE e o FMI, chegando ao cúmulo, na comemoração do 35º aniversário do Serviço Nacional de Saúde, Passos tivesse afirmado “O SNS sofreu a maior ameaça de toda a sua história” atribuindo cinicamente crescimento positivo a um setor que desprezou e hipotecou à gula privada.
Naquele que foi o penúltimo ato público de Adalberto, ficámos a saber que poderemos vir a ter um Centro de Responsabilidade Integrada de Pneumologia. O ex-ministro passou ao lado do seu triste despacho de 3 de agosto onde apenas entrega à Covilhã o grau de Hospital Universitário e sem qualquer favor disse que iria reabilitar o pavilhão 5 para ver se é desta que as piores instalações pediátricas do país passam a melhores instalações … porque quanto aos costumes, disse nada. A falta de profissionais no interior, cardiologia, a ortopedia, etc.etc…
Sabemos agora que insensibilidade continua e dos 94.621.476 euros onde a execução orçamental ao terceiro trimestre indicava que a nossa ULS já tinha sido comtemplada com 110.314.240 euros decorrendo este ligeiro aumento com as dificuldades que vinham de anos transatos.
O Orçamento para o próximo ano atribui à ULS da Guarda 95.314.896 euros, o que dá um ligeiro aumento que não dará seguramente para realizar as obras do pavilhão 5, do chamado
comboio onde estão alojados serviços como a maternidade e a fragilíssima cardiologia e isto sem falar no abandono dos pavilhões rainha Dª Amélia e António Lencastre, nem tão pouco
para colmatar a vinda de especialistas.
Assim, apresentamos ao Governo um voto de protesto por mais este orçamento que não vai resolver quase nada apelando para que a ULS da Guarda, não seja discriminada e de uma vez
por todas respeitem as pessoas que vivem neste interior profundo.
E se na cidade mais alta já temos dois Centros de Saúde, seguramente não precisamos de um
terceiro.
E é este o nosso grito desesperado. Salvem a saúde no distrito, salvem o nosso Hospital.

O Grupo Parlamentar do Partido Socialista
Celorico da Beira, 21 de dezembro de 2018

PS da Guarda distingue militantes com 40 anos de ligação

Na passada sexta-feira, durante um jantar convívio, a estrutura concelhia da Guarda do PS prestou homenagem aos seus militantes mais antigos, com a entrega de uma placa alusiva a 40 anos de militância.

Foram distinguidos militantes cujo contributo para o desenvolvimento do concelho muito orgulha o PS.

 Participaram na homenagem cerca de duas centenas de militantes e simpatizantes socialistas, num encontro que decorreu em ambiente de família.

 É esta a lista dos homenageados:

 CARLOS ALBERTO DIAS SANTOS

JOSE MANUEL PIRES BRITO

OCTÁVIO EDUARDO GUERREIRO

ANTONIO SANTOS GUERRA

JOSE MANUEL MARTINS LOPES

ESMERALDO SARAIVA N.CARVALHINHO

JOSE ALBERTO SEQUEIRA ABRANTES

ERNESTO PIRES GONÇALVES

LUIS PIRES GONÇALVES

ABÍLIO ALEIXO CURTO

EDUARDO PEREIRA ANTUNES

ALDA FERNANDA GOMES OSÓRIO SANTOS

ANTONIO JULIO GOMES PATRÍCIO

AMADEU REBELO ALMEIDA

AMILCAR MONTEIRO PIRES

PS Guarda agradeceu ao Joaquim Carreira

Um comunicado emitido pela  Concelhia do Partido Socialista da Guarda onde agradece ao Arquiteto Joaquim Carreira todo o empenho, determinação, abnegação e conhecimento que dispensou à causa pública e ao Partido Socialista, sempre pela Guarda e para a Guarda, enquanto Líder Parlamentar e Deputado Municipal.

“Não podemos esquecer a dura batalha travada enquanto Vereador da Oposição durante 4 anos, nos quais foi a voz do Partido Socialista no Concelho da Guarda em defesa dos interesses da comunidade e da sua cidade”, referiu Agostinho Gonçalves, líder da concelhia.

Atentos os motivos invocados (leia-se profissionais), os quais nos merecem o máximo respeito, compreendemos a posição tomada (suspensão do mandato de Deputado Municipal), na certeza de que assim que tal circunstância cesse, contaremos, novamente, com a sua presença na Assembleia Municipal da Guarda.

Pela sua seriedade e retidão, o Camarada Joaquim Carreira é um exemplo de militância, com quem o Partido Socialista conta nas “batalhas” políticas que tem pela frente.

A Concelhia do Partido Socialista da Guarda reitera o agradecimento pelo seu desempenho enquanto Vereador, Líder da Bancada Parlamentar e Deputado Municipal.

Por:Concelhia PS Guarda

 

Concelhias do PS em Gouveia e Sabugal foram a votos

As concelhias ainda estão a fazer eleições e face a isso, emGouveia, foi eleita Presidente da Comissão Política Concelhia, Maria da Conceição Salvador, vereadora do PS na Câmara de Gouveia e, no Sabugal, foi eleito Presidente da Comissão Política Concelhia, Luís Gonçalves, vereador do PS na Câmara do Sabugal.

Pedro Fonseca apresenta sexta-feira, a candidatura à Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista

Depois de termos anunciado, na semana passada, Pedro Fonseca, vai ser o segundo candidato na corrida à cadeira da Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista .

Face a isso, irá apresentar publicamente a sua candidatura à presidência da Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista, com o lema” Um PS forte ao serviço da Guarda”, nesta sexta-feira, dia 26 de janeiro pelas 18h30, na sede do Partido Socialista da Guarda.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar